A ciência dos valores em filosofia Mário Ferreira dos Santos – Palestra no Centro Convivium, 1964 A origem da palavra axiologia

vem do termo grego axiós, que significa valor, mas temos um outro termo no grego também significando valor, a língua é mais rica neste ponto do que a portuguesa, que se chama timos, que é um valor no sentido prático, e axiós o valor no sentido especulativo. Temos a presença de timos em palavras como estimar, estimação, etc. Há uma parte da axiologia que penetra na timologia e auxilia os estudos timológicos com a sua parte incomutável. Como trabalhamos com os princípios metafísicos também na parte da ciência prática, o princípio de não-contradição é um princípio de caráter metafísico, lógico também, mas é ontológico primacialmente. No entanto vai prevalecer nas outras ciências. Há certos princípios da axiologia especulativa que vigoram na axiologia prática que chamam de axiologia prática e que prefiro chamar de timologia porque está mais de acordo porque na prática nós estimamos. É como na matemática aplicada e na matemática especulativa, na verdade não há uma matemática puramente especulativa e outra prática, a lógica formal não é puramente especulativa, nós temos uma lógica material que é verdadeiramente prática, que vai para a prática. Temos que fazer estas distinções, mas não podemos ficar apenas no campo especulativo, aí há o perigo de ficarmos num campo de abstrações, também não podemos confundir os dois campos.

Related Interests