1.

OS ASPECTOS HISTÓRICOS E CULTURAIS BASICOS
Índia, oficialmente República da Índia, é um país da Ásia Meridional.

Lar da Civilização do Vale do Indo, de rotas comerciais históricas e de vastos impérios, o Subcontinente indiano é identificado por sua riqueza comercial e cultural de grande parte da sua longa história[ Quatro grandes religiões, Hinduísmo, Budismo, Jainismo e Sikhismo, originaram-se no país, enquanto o Zoroastrismo, o Judaísmo, o Cristianismo e o Islamismo chegaram no primeiro milênio d.C. e moldaram a diversidade cultural da região. Anexada gradualmente pela Companhia Britânica das Índias Orientais no início do século XVIII e colonizada pelo Reino Unido a partir de meados do século XIX, a Índia tornou-se uma nação independente em 1947, a luta pela independência foi marcada por uma luta sem violência. A Índia é o segundo País mais populoso do Mundo, estimada em 1,100 bilhões de habitantes (2006). Com uma população diversificada, a língua, a casta e a religião desempenham papel importante na organização social e política do país. As principais aglomerações urbanas do País são Bangalore, Madrasta, Délhi, Hiderabade, Calcutá e Bombaim. Há 933 mulheres para cada 1 000 homens. Duas das grandes famílias linguísticas estão representadas na Índia: a indoariana (falada por 74% da população) e a dravídica (24%). A Constituição Indiana considera como oficiais 23 diferentes línguas, embora o híndi e o inglês sejam usados pelo governo federal para fins oficiais. O sânscrito (mais antigo que o hebraico e o latim) e o tâmil são consideradas línguas clássicas. O número de dialectos falados na Índia chega a 1652. A cultura da Índia é a expressão de uma das mais antigas e diversificadas civilizações do planeta, portanto inclui grande número de manifestações em todos os campos, desde a literatura e a arquitectura até, modernamente, o cinema. O país é o maior produtor mundial anual de filmes para o cinema. A produção cinematográfica local concentra-se em Bombaim, Noida, e Madrasta. A Índia costuma ser apontada como a maior democracia do mundo, pois conta com o maior eleitorado dentre os países democráticos. O país adoptou como forma de Estado a federação, com um parlamento bicameral que funciona com base em um sistema parlamentarista de estilo Westminster. O poder Legislativo da Índia é exercido pelo parlamento bicameral, que compreende a Rajya Sabha ou Câmara dos Estados (a Câmara Alta) e a Lok Sabha ou Câmara do Povo (a Câmara Baixa). A Câmara dos Estados compõese de 245 membros eleitos indirectamente pelas Assembleias Legislativas

estaduais para mandatos não-coincidentes de seis anos. Cada estado envia representantes para a Câmara dos Estados com base na sua população. A Câmara do Povo compõe-se de 545 membros eleitos directamente para mandatos de cinco anos (há pequenas excepções à eleição directa, no caso das antigas castas baixas e representantes anglo-indianos). A Câmara do Povo, nos termos do sistema parlamentarista, é o órgão político nacional por excelência, onde é formado o governo do país. Todos os ministros com pasta devem ser membros do parlamento. O sufrágio universal é garantido pela constituição. O poder Judiciário é formado pelo Supremo Tribunal, com jurisdição ordinária sobre controvérsias entre os estados e o governo federal e, em segunda instância, sobre os dezoito Tribunais Superiores do país. Também exerce o controle de constitucionalidade das leis federais e estaduais. 2. Costumes, tradições e ideologias locais Berço de diversas grandes religiões, a prática religiosa integra o quotidiano da sociedade. A maior religião do país é o hinduísmo com mais de 80%, embora o cristianismo e a fé Bahá'í, o Budismo representa apenas 0,7 por cento. Um dos aspectos da cultura indiana, apesar de oficialmente banido, é o sistema de castas da Índia, característico dos hindus, não só na Índia, mas também no Nepal. Vários festivais religiosos são realizados na Índia, dentre eles o Khumba Mela.

Feriados Data Nome em português Nome local Observações

FevereiroMarço

Holi - Festival das cores भभभभभभ भभभभभभभभभभभ भभभ

26 de Janeiro Dia da República

15 de Agosto Dia da Independência AgostoSetembro

Ganesha Festival

2 de Outubro

Aniversário de Mahatma Gandhi Diwali - Festival das Luzes

OutubroNovembro

É imprescindível, a consulta do calendário de Festividades, antes de marcar uma viagem à Índia. Estes feriados variam de ano para ano e são anunciados pelo Governo Central e pelos Governadores dos Estados. Existem três feriados nacionais: 26 de Janeiro – Dia da República, 15 de Agosto - Dia da Independência e dia 2 de Outubro - Gandhi Jayanti. 3. Regras ou costumes relativos a indumentária e imagem Vestuário para os negócios e reuniões sociais. Indumentária correcta. Os Homens podem vestir de forma bastante clássica, fato de corte clássico, e gravata a condizer com a camisa. Poucos acessórios (tais como alfinetes, laços etc.). Conforme o clima deveremos escolher as cores apropriadas para as roupas. No Verão é admitido não usar colete e gravata, pode-se usar só as calças e a camisa, sendo que também se podem usar tecidos tais como linho e algodão. Especial cuidado na escolha dos cintos, evitar o uso de materiais de couro, as vacas são seres sagrados e eles não costumam ver com muitos bons olhos materiais concebidos com esta matéria-prima. As senhoras não devem usar sacos de pele e recomenda-se o uso de saias, blusas e casacos. Não devem usar calças, saias curtas, decotes ou costas nuas. As mulheres indígenas geralmente vestem um traje chamado Sari, mudando o modelo conforme as ocasiões especiais. Embora as mulheres estrangeiras devam deixar este tipo de traje para as nativas, se alguma tiver a audácia de numa reunião de negócios ou empresarial usar este tipo de traje, devem ser ajudadas por um especialista na

área para mostrar como ele deve ser colocado, para fazê-lo correctamente é preciso prática porque não é tão fácil quanto parece. Os índios são atraídos para todos os tipos de celebrações, numa viagem de negócios podemos sempre ser surpreendidos com um convite para qualquer ocasião familiar. Aqui sim, podemos usar um traje do País, vai ser um detalhe para os nossos anfitriões (nunca descorando a forma correcta de o usar). Calções não são aceitáveis em qualquer situação, social ou de trabalho (apenas para actividades desportivas).

4. Aspectos Protocolares As influências do hinduísmo e da tradição do sistema de castas criou uma cultura que enfatiza as relações hierárquicas. Os indianos estão sempre conscientes da ordem social e seu status em relação a outras pessoas , sejam elas familiares, amigos ou estranhos. Todas as relações envolvem hierarquias. Nas escolas, os professores são chamados gurus e são vistos como a fonte de todo conhecimento. O patriarca, geralmente o pai, é considerado o líder da família. O patrão é visto como a fonte da responsabilidade final no negócio. Todo relacionamento tem uma hierarquia clara de que devem ser observados para que a ordem social seja mantida. Geralmente, as pessoas definem-se pelos grupos a que pertencem, e não por sua condição de indivíduos. Alguém é considerado inscrito num determinado estado, região, cidade , família, carreira , religião, etc Esta orientação do grupo deriva dos laços pessoais próximos que os indianos mantêm com a família, inclusive da família alargada . A família cria uma infinidade de inter-relações, regras e estruturas. Junto com estas obrigações mútuas vem uma confiança profundamente enraizada entre os parentes. Indianos não gostam de expressar "não", seja verbal ou não verbal. Nunca nos decepcionam a dizer “não” a algo ou que não está disponível, os indianos vão sempre dar-nos a resposta que eles acham que nós queremos ouvir, este comportamento não deve ser considerado desonesto. Um indiano seria considerado extremamente rude, se assim não o fizesse. Como eles não gostam de dar respostas negativas, os indianos poderão dar uma resposta afirmativa, mas deliberadamente vaga sobre os detalhes específicos. Isso exigirá que temos de procurar sinais não verbais, tais como a relutância em comprometer-se a um tempo real para uma reunião ou uma resposta entusiástica. Religião, educação e classe social, todas as saudações têm influência na Índia. Esta é uma cultura hierárquica, quando cumprimentamos alguém devemos sempre começar pela pessoa mais velha ou mais alta. Os homens podem apertar as mãos de outros homens e mulheres podem agitar as mãos com outras mulheres, mas raramente há apertos de mão entre homens e mulheres por causa de crenças religiosas. Os indianos acreditam que dar presentes facilita a transição para a próxima vida. Presentes em dinheiro são dados a amigos e membros da família para celebrar acontecimentos de vida , como nascimento, óbito e casamento.

Não é o valor do dom , mas a sinceridade com que é dado, que é importante para o destinatário. Não devemos oferecer flores brancas, pois estas são usadas para funerais. Deve-se embrulhar os presentes com as cores amarela, verde e vermelho, pois são as cores da sorte. Um presente de um homem deve ser oferecido sempre em nome dele e de outro parente do sexo feminino (esposa, mãe, irmã, namorada). Os presentes não devem ser abertos quando recebidos. 5 - Padrões alimentares . Há diversas restrições alimentares na Índia, e estas podem afectar os alimentos que são servidos : . Hindus não comem carne e muitos são vegetarianos. Muçulmanos. não comem carne de porco ou ingerem bebidas alcoólicas.. . . . .Sikhs, não comem carne. Cordeiro, frango e peixe é o mais comummente servido nos pratos principais das refeições não-vegetarianas.

6 – Usos e Maneiras de Negociar

Business Etiquette and Protocol in India Relacionamento e Comunicação . Os indianos preferem fazer negócios com aqueles que sabem. . Relacionamentos são construídos em cima de confiança e respeito mútuos.Em geral, os indianos preferem ter longa relações pessoais antes de fazer negócios. Business Etiquette - Reunião . Se vai viajar para a Índia a partir do estrangeiro, é aconselhável fazer consultas por carta, pelo menos, um mês e, de preferência dois meses de antecedência. O melhor horário para uma reunião é no final da manhã ou tarde. Deverá confirmar a sua reunião na semana anterior e telefonar novamente no próprio dia, uma vez que é costume as reuniões serem canceladas no último minuto.·. Mantenha o seu horário flexível para que possa ser ajustado para reescalonamento de última hora. Os indianos são anti-confronto. É raro para eles discordarem abertamente, embora isso esteja a mudar nos postos de gerência. . As decisões são tomadas pela pessoa com mais autoridade. A tomada de decisão é um processo lento.·. Se perder a postura, vai perder a confiança deles e provar que não é digno de respeito. Atrasos são de se esperar, especialmente quando são reuniões governamentais. Os indianos esperam concessões no preço e condições. Nunca pareça demasiado legalista durante

as negociações. Em geral, os indianos não confiam no sistema legal, a palavra de alguém é suficiente para chegar a um acordo. . Não discordar publicamente com membros de sua equipa de negociação. . As negociações bem-sucedidas são frequentemente celebradas com uma refeição. Títulos . Títulos indianos reverenciam como o Professor , Doutor e Engenheiro. . Status é determinado pela idade , grau universitário , casta ou profissão. . Espere até ser convidado antes de usar o primeiro nome de alguém sem o título

Cartões . Cartões de negócio são trocados após o handshake inicial e saudação.·. Se você tem um diploma universitário ou qualquer honra, deve colocá-lo no seu cartão de visita.·. Use a mão direita para dar e receber cartões de visita. . Os cartões-de-visita não precisam de ser traduzidos em hindi. 7- Saber, acomodar, convidar, entreter, ofertar e ser convidado Jantar Etiqueta Os indianos não são sempre pontuais, mas esperam que os estrangeiros cheguem sempre perto da hora marcada. Tire os sapatos antes de entrar na casa. . Vestir modesto e conservador. . Educadamente recusar a primeira oferta de chá , café ou lanche. Será solicitado novamente e novamente. Dizer não para a 1ª vez faz parte do protocolo. Povo um pouco formal , mas esta formalidade é temperada pelas crenças religiosas dos vários grupos . . Muita comida indiana é comida com os dedos. . Espere ser contado quando se sentar. . Se os utensílios forem utilizados, eles são geralmente uma colher e um garfo. Mobilidade: A refeição é frequentemente servida numa ordem específica: o convidado de honra é servido em primeiro lugar, seguido pelos homens, e as crianças são servidos em último lugar. As mulheres geralmente servem os homens e comem mais tarde. Pode ser convidado a lavar as mãos antes e só depois a sentar para a refeição. . Use sempre a sua mão direita para comer, se estiver usando utensílios ou os dedos.. Deixe uma pequena quantidade de alimento na sua placa indica que

está satisfeito. Terminando todos os alimentos significa que ainda está com fome.

8 – Importância das medidas de segurança pessoal A Índia sofre graves problemas de criminalidade, o crime está presente em várias formas. O crime organizado inclui o tráfico de drogas, o branqueamento de dinheiro, extorsão, homicídio, prostituição e trabalho infantil, fraude etc. Outras operações criminosas estão envolvidas no tráfico de seres humanos, a corrupção, violência política, religiosa, o terrorismo e sequestro. Será sempre útil fazer-se acompanhar por um Guia Nativo. 9 – Aspectos protocolares de conclusão de um processo de negociação Na base da estrutura empresarial Indiana é usual a presença de empresas públicas, nos mais diversos sectores de actividade e a existência de empresas familiares com grande peso e variado número de áreas comerciais. Estabelecer negociações com Indianos, para quem não tenha profundos conhecimentos do país e da cultura é um tema complexo. Uma viagem inicial a título exploratório é frequente a quem queira estabelecer contactos. Relacionamentos profissionais, parcerias, deverá escolher um agente comercial ou um distribuidor local - fundamentais para auxiliarem um Ocidental a descodificar algumas particularidades das negociações neste país. As hierarquias são bastante marcadas e as decisões são tomadas ao mais alto nível, nunca desconsiderando a classe social ou a casta do parceiro comercial. Um Indiano procederá a um rigoroso interrogatório, por exemplo sobre a classe social ou questões relacionadas com a família, com o objectivo de saber se a pessoa é ou não confiável. O encontro pode culminar numa refeição de trabalho. Temas como: história do país, desportos nacionais, Bollywood, arte ou literatura são excelentes tópicos para dar início a uma conversa.

Trabalho realizado por : Margarida Miranda 27 DE SETEMBRO DE 2010