Atividade 1

(1)

1) PROBLEMATIZAÇÃO:
No cotidiano as pessoas se deparam com inúmeros “aparelhos” que simplificam suas atividades extenuantes e penosas, diminuindo muito o esforço físico. A seguir, é apresentado um anúncio comercial que ilustra um desses “aparelhos”. Macaco Hidráulico 2TON
De: R$ 129.00 Por: R$ 79.00

(2) Figura 1: Macaco hidráulico

Figura 2: Utilização de um macaco hidráulico (3) para erguer uma lancha.

CARACTERÍSTICAS GERAIS

ESPECIFICAÇÕES

Levanta até duas toneladas com o mínimo de esforço. Com este macaco hidráulico, qualquer pessoa pode fazer reparos no seu carro ou barco. Ele funciona de forma simples e o movimento de alavanca não requer muito esforço.

• • • •

Capacidade para até duas toneladas Rodinhas para facilitar o transporte Fácil manuseio Excelente estabilidade

2) PERGUNTAS-CHAVE:
- Por que uma pessoa não consegue erguer uma lancha, como a da figura 2, sem utilizar o macaco hidráulico? - Como o macaco hidráulico funciona, sabendo-se que ele não é um aparelho elétrico?

Como existe um número incontável de moléculas no recipiente. As moléculas em um gás não têm restrição de movimento dentro do recipiente que o contém. sendo que grande parte delas não tem energia suficiente para vencer a barreira imposta pela superfície. Assim.Você já deve ter visto alguém trocando os pneus ou fazendo algum reparo em um carro. Já em um líquido as moléculas se movem abaixo da superfície do mesmo. aplicada perpendicularmente sobre uma superfície e a área A da superfície. Você saberia explicar porque o “macaco” é colocado em determinados pontos específicos do chassi do automóvel? 3) CONCEITOS-CHAVE: O Princípio de Pascal envolve alguns conceitos ligados à Mecânica dos Fluidos.1) Fluidos O termo fluido(4) especifica qualquer substância no estado líquido ou gasoso.2) Pressão A pressão mede a razão entre o módulo de uma força F. A Mecânica dos Fluidos estuda o movimento do conjunto de partículas (moléculas) e não o de cada partícula. 3. e podem se deslocar através de toda essa região do espaço. Equação 1 As moléculas de um fluido se chocam constantemente contra as paredes do recipiente que o contém. dirigida para fora e perpendicular à superfície. a contenção do líquido entre a superfície e as paredes do recipiente. (5) moléculas de um gás num recipiente . a pressão num fluido é uma grandeza que atua sobre ele em todas as direções perpendiculares às paredes do recipiente que o contém e cujo valor é calculado pela Figura 3: Distribuição das equação 1. como os relacionados a seguir: 3. há uma força média constante agindo sobre toda a área da parede do recipiente. Esses choques geram uma força durante um intervalo de tempo muito curto. como na Mecânica Newtoniana.. daí.

que são unidades equivalentes. A pressão exercida pela atmosfera ao nível do mar corresponde a aproximadamente 101 325 Pa (pressão normal). no entanto. a unidade usada para medir a pressão é o Pascal (Pa) que corresponde à pressão exercida por uma força de 1 Newton aplicada em uma área de 1 metro quadrado. considera-se apenas uma pequena porção da substância de massa ∆m e volume ∆V e a massa específica é expressa pela equação 3: Equação 3 No Sistema Internacional. e esse valor é normalmente associado a uma unidade chamada atmosfera padrão (atm). A figura 4 ilustra esta relação. Matematicamente. freio de automóvel e cadeira de dentista. ou seja. 3. também podem ser utilizados o g/cm3 e o kg/L. o Princípio de Pascal. É possível verificar sua utilidade em objetos do cotidiano como o elevador hidráulico. pode ser expresso da seguinte forma: "A variação de pressão sofrida em um ponto de um líquido em equilíbrio é transmitida integralmente a todos os pontos do líquido e às paredes do recipiente onde está contido”. a unidade usada para medir a massa específica é o kg/m3.4) Massa específica Define-se massa específica de uma substância como a relação entre a sua massa e o volume ocupado por ela.(6) Este enunciado resume um comportamento muito importante dos fluidos. Pode-se então afirmar que: Equação 2 Figura 4: Ilustração do (7) Princípio de Pascal 3. De maneira geral.No Sistema Internacional. . o Princípio de Pascal descreve que a razão entre a força exercida sobre a área de fluido e esta área é constante.3) Princípio de Pascal Introduzido pelo cientista francês Blaise Pascal (1623-1662) em 1652.

3ª . 03 tiras de madeira com áreas de: 2 cm x 16 cm.Incitar novas questões para que os alunos situem o conteúdo estudado em outros contextos. a fim de iniciar o processo de aprendizagem. sobre as perguntas-chave. 2 cm x 7 cm e 1 cm de espessura. Em seguida. posteriormente. Base de madeira com área de 20 cm x 20 cm e 1cm de espessura. para facilitar a explicitação de concepções prévias dos alunos relacionadas a situações comuns do dia-a-dia. 1. propondo aos grupos de alunos que o manuseiem. 4ª . 2ª – Fazer uma rápida explanação sobre o funcionamento do kit. identificando as grandezas físicas e relacionando-as tanto no aspecto qualitativo quanto no quantitativo. . 2 cm x 19 cm. aproximadamente. Parafuso comprido de. 5ª – Explorar o experimento para enfocar outros conceitos físicos. 5) CONSTRUÇÃO E FUNCIONAMENTO DO KIT(8): 5. Dobradiça pequena e leve com cerca de 2 cm de comprimento. a partir da discussão sobre as respostas dos alunos às perguntas-chave e às do item 5. com base na problematização apresentada.1) Material Utilizado 03 seringas de 5 mL e uma de 10 mL. tais como as sugeridas no item 6.2) Seqüência das Atividades 1ª .Distribuir para cada grupo uma folha contendo a problematização e as perguntas-chave.4. Também são sugeridos textos e experimento a fim de que se alcance a (re)construção do conhecimento.4). o professor poderá dividir a turma em grupos de quatro ou cinco alunos com o propósito de promover a socialização e motivação para o estudo do conteúdo proposto.4) ATIVIDADES EM GRUPO: 4. conforme sugestão para exploração do kit experimental (item 5. como proposto no item 7. propondo que os alunos reflitam sobre o conteúdo veiculado no anúncio e. com porca.Aprofundar os conceitos explorados pelo experimento. respondendo-as com o que for consenso no grupo.5 cm.1) Introdução Inicialmente. realizará um teste de sondagem. 4.

para encaixe do arame. com o êmbolo todo para dentro. 2º . de modo que ele gire facilmente (detalhe 2 da figura 5). como indicado no detalhe 4 da figura 5. Parafusos de 1 cm para madeira. Fixe a dobradiça nestas duas tiras. Prenda o gancho pequeno na extremidade da tira horizontal (2 cm x 19 cm). Determine a posição em que a seringa horizontal e a tira vertical formam um ângulo de 90º. . dobre a outra extremidade do arame para prendê-lo à tira vertical (figura 5). com 2 a 2. Posicione este suporte de modo que o ângulo máximo entre a tiras vertical e horizontal (apoiada no êmbolo). 1 m de tubo plástico fino do tipo cateter para soro. Aumente o diâmetro dos furos externos para passar a cabeça do parafuso (no suporte vertical). com parafuso ou prego. Parafuse a tira de madeira de 2 cm x 16 cm na tampa para obter uma haste vertical giratória (detalhe 3 na figura 5).5 cm. seja de 90º. Fixe na base a haste vertical giratória. de fora a fora. com a cabeça da seringa a 3 cm da tira vertical. para encaixe justo das seringas de 5 mL e 10 mL (painel de controle). Faça então um furo na base para o parafuso comprido. Dobre o arame grosso a 1 cm da extremidade. Garrafa pet com tampa.Braço do robô Serre o gargalo da garrafa pet.20 cm de tubo de PVC de meia polegada. 5. Corte um pedaço de 4 cm do tubo de PVC. Fure o êmbolo da seringa horizontal próximo à extremidade externa e fure também a tira vertical. Para posicionar o suporte com a seringa horizontal. Passe o parafuso comprido por este furo e fixe-o no tubo com uma porca (detalhe 2 na figura 5). 7 cm de arame grosso e maleável . Encaixe uma seringa de 5 mL no suporte. Encaixe no suporte vertical uma das seringas de 5mL. 3º . Gancho pequeno em formato de argola com ponta mosqueada.5 mm de diâmetro.Painel de controle Faça dois furos na tira de madeira de 2 cm x 7 cm. na vertical. na posição indicada no detalhe 3 da figura 5. Faça nele um furo no meio. Corte um outro pedaço de 4 cm de PVC (suporte horizontal). separados de 1. A seguir. verifique para qual lado o braço do robô se move quando a tampa é desenroscada (figura 5).Suportes de tubo de PVC para as seringas São necessários dois suportes: um para a seringa vertical e outro para a horizontal. com todo o êmbolo para dentro (seringa horizontal).2) Construção 1º . para encaixe dos parafusos de fixação. formando um “L”. de modo que ele fique paralelo à base quando encaixado nos dois furos. Faça nele dois furos de fora a fora. com as mesmas características dos furos anteriores (detalhe 1 na figura 5). Fixe o painel na base.

a partir da aplicação de pressão nas duas seringas do painel. o braço pode ser movimentado de modo que a sua posição varie nas 3 dimensões:comprimento. largura e altura. Com essa montagem.3) Funcionamento do robô Encha as seringas do painel de controle de ar e as conecte. com mangueira. às seringas dos braços do robô.5. Figura 5: Detalhes para a construção do kit .

Figura 6: Kit experimental construído pelos licenciandos Figura 7: Braço giratório do robô Figura 8: Dobradiça e seringa vertical Figura 9: Painel de controle Figura 10: Vista de perfil do kit Figura 11: Seringa horizontal Figura 12: Vista frontal do kit .

O anúncio publicitário apresentado na problematização continha. qual procedimento você adotaria. qualquer pessoa pode fazer reparos no seu carro ou barco. Discuta com seus colegas de grupo e apresente uma explicação para o funcionamento do robô. Com este macaco hidráulico. Ele funciona de forma simples e o movimento de alavanca não requer muito esforço. a) Qual seria o efeito produzido se as seringas fossem substituídas por outras de volumes maiores? b) Por que o uso do ar não impede o funcionamento do kit? c) Se o ar fosse substituído por outro fluido.4) Sugestão para a exploração do kit 1.5. Fácil manuseio. No material citado para a realização do experimento optou-se. Caso você estivesse interessado em descobrir a massa máxima que o robô seria capaz de erguer. ESPECIFICAÇÕES Capacidade para até duas toneladas. por usar o ar como fluido e seringas de 5 mL e 10 mL. 2. Rodinhas para facilitar o transporte. Excelente estabilidade. excluindo aquele que pressupõe o uso de fórmulas? . como isso repercutiria no funcionamento do experimento? Quais características do fluido iriam implicar em diferenças nos resultados? 3. por questões de praticidade e por não impedir o funcionamento. dentre outras. as seguintes informações: CARACTERÍSTICAS GERAIS Levanta até duas toneladas com o mínimo de esforço.

Que conseqüências a diminuição do diâmetro do cilindro mestre (y) e o aumento da barra (4x) teriam para a força aplicada pelo motorista no pedal? . se forem muito exigidos. responda: 1. Mesmo com o pedal tremendo. a cada 15.000 . No segundo. O sistema de freio ABS (do inglês Antilock Braking System. O primeiro funciona quando duas pastilhas prendem o disco que acompanha o movimento da roda. qual dos dois sistemas básicos de freio é mais eficiente? Por quê? 2.6) SUGESTÃO PARA A AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM Há dois sistemas básicos de freio: a disco (figura 13) e a tambor (figura 14). O fluido deve ser trocado a cada 30. deve-se mantê-lo pressionado. O funcionamento depende do fluido de freio e do estado dos discos. sensores fazem a leitura da velocidade das rodas. impedindo que travem em freadas bruscas.ou menos.000 quilômetros.Do ponto de vista físico. e as pastilhas e lonas. lonas e tambores. a disco na frente e a tambor atrás. Quando o pedal do freio é acionado.1) Com base no texto acima. E não se assuste ao usá-lo. A maioria dos carros hoje tem um sistema misto. a pressão das lonas alojadas dentro do tambor faz com que este pare a roda. Trepidações no pedal são normais no sistema com ABS. a unidade de controle calcula qual roda deve girar mais devagar ou mais rápido para evitar uma derrapagem. hipoteticamente. pastilhas. Por isso ele é mais eficaz.Se. ou sistema de antitravamento) oferece mais segurança nas frenagens graças a um dispositivo eletrônico que modula a pressão do fluido de freio nas rodas. Alguns são fabricados com discos nas quatro rodas. (9) Figura 13: Esquema do funcionamento do freio a disco (10) Figura 14:Esquema do funcionamento do freio a tambor (11) 6. o fluido de freio vazasse e dentro dos cilindros tivesse a mistura óleo + ar. quais seriam os efeitos sentidos numa frenagem? 3. sem medo.

ora essa! Vivo na ponta dos pés. faca. Observe a figura 15 e explique o porquê. três e quatro. essa lengalenga Toda recomeça.3) Observe a composição abaixo: A Bailarina (13) Toquinho. aos poucos. dois.(16) Quando estou num palco Entre luzes a brilhar. E se eu cair conto até dez. é necessário amolá-los. assim como na figura 16. Figura 15: Cutelo (12) 6. etc. às vezes.(15) Sinto de repente Uma sensação de orgulho Se ao contrário de um mergulho Pulo no ar num grand jeté.) perde. Mutinho Um. Viro e me viro ao revés. Eu me sinto um pássaro A voar. Figura 16: Bailarina na ponta dos pés (17) . dançar. Quando sou brinquedo Me dão corda sem parar.2) Você já deve ter percebido que todo objeto cortante (tesoura. Se a corda não acaba Eu não paro de dançar. Sem querer esnobar Sei bem fazer um grand écart (14) E pra um bom salto acontecer Me abaixo num demi plié. dançar Imagine a situação descrita na frase em destaque.6. Puxa vida. voar. o poder de corte à medida que é usado e que. voar. Represente a(s) força(s) exercida(s) pela bailarina na superfície em dado instante. Dobro a perna e dou um salto. Toda bailarina pela vida vai levar Sua doce sina de dançar. Quando sou criança Viro orgulho da família: Giro em meia ponta Sobre minha sapatilha. Depois.

br/matdid/2_2004/edicarlo-ernando/elevador/matematica. 3. na disciplina Produção de Materiais Didáticos e Estratégicos para o Ensino de Física I.7) PROPOSTAS CONTEÚDO: PARA O APROFUNDAMENTO DO Tanto no kit experimental quanto nos textos anteriores.com. O calor pode ser trabalhado quando se considera o atrito entre os pneus de um carro e o asfalto. (2) (3) (4) (5) (6) Adaptado de: http://servlab. Extraído de: http://www. Acesso em 29 de maio de 2007. 2. Disponível em: http://www.Torque ou Momento de uma força A rotação do robô.com. podendo estabelecer novas situações e questionar aos alunos seus eventuais resultados. (1) Proposta elaborada pelos licenciandos em Física. Acesso em 29 de maio de 2007.com. Acesso em 29 de maio de 2007. As transformações dos gases ideais relacionam grandezas como a pressão.unb.html.br/upload/. no primeiro semestre letivo de 2007.Calor e temperatura A pressão é uma grandeza que está intimamente ligada à Termodinâmica. Matéria que não possui forma própria e que se deforma continuamente quando submetida a uma força de qualquer intensidade. Eis alguns exemplos: 1. Cabe ao professor determinar utilidade e aplicabilidade desses conceitos durante o debate em sala de aula.br/lectures.floatmarinas. o volume e a temperatura.feiradeciencias. o giro da bailarina e o pedal do freio são exemplos onde o movimento de rotação pode ser abordado e o conceito de torque aprofundado. Adaptado de: http://pt.Energia potencial A energia necessária para erguer um determinado objeto com o uso do robô pode ser mensurada através da energia potencial que o corpo possuir quando estiver a uma altura conhecida. Renan Rebeque Martins e Geisa Maria Souza Nascimento.floatmarinas. vários outros conceitos físicos podem ser abordados fora do contexto da Mecânica dos Fluidos. um dos ramos da Física. .wikipedia.org/wiki/Fluido. Acesso em 29 de maio de 2007.br/upload/. e como isso repercutiria quantitativamente na pressão do fluido do freio.fis. Extraído de: http://www. Acesso em 04 de setembro de 2007.

br. Extraído de: http://www.html. (15) Meia dobra nos joelhos.br. Acesso em 03 de junho de 2007. .com.html.com. 2002.fragmentosbyninaxata.terra. Extraído de: http://www. Modificado de: http://www. Acesso em 04 de setembro de 2007.html.com. Acesso em 30 de maio de 2007. Acesso em 31 de maio de 2007. Todos os passos com elevação começam e terminam com um demi-plié. Extraído de: http://www. Extraído de: http://www.terra. Eduardo Campos. Acesso em 04 de setembro de 2007.br/arte/umabailarina/index. Acesso em 04 de setembro de 2007.htm.br/matdid/2_2004/edicarlo-ernando/elevador/matematica. Extraído de: http://paginas.hpg. Acesso em 29 de maio de 2007.com.com. Acesso em 29 de maio de 2007.com. Acesso em 04 de setembro de 2007. (8) (9) (10) (11) (12) (13) (14) Separado.br/eureka/experimentos/experimento/guindaste.br/bailarina. Física mais que divertida: inventos eletrizantes baseados em materiais reciclados e de baixo custo. 2 ed. Adaptação a partir de VALADARES.blogger. Acesso em 04 de setembro de 2007. O grand écart é uma posição especial do corpo quando este fica diagonalmente em direção ao público com os braços e pernas alinhados. p.vagalume. apartado.com. Belo Horizonte: Editora UfMG.com. (17) .html.rc.br/termos.unesp. onde as pernas formam um ângulo de 180º. Adaptado de: http://balletsandrasilvia. revista e ampliada.unb. Extraído de: http://paginas.fis.html.br/howwork/freios/freios1.envenenado. (16) Neste passo as pernas são jogadas a 90 graus com um salto correspondente. 41 Adaptado de: http://vitorautopecas.fazfacil.(7) Adaptado de: http://servlab.jpg.br/paixao.br/arte/umabailarina/index.