RELATÓRIO DE FÍSICA EXPERIMENTAL PRÁTICA 02 ± MICRÔMETRO

ARACAJU 2011

DANÚC A R CHA FERREIRA FLAVIANO OLIVEIRA BATISTA GLEBERSON RICARDO DOS SANTOS SAULO EDUARDO LEONARDO ANDRÉ DIEGO LUCAS SANTOS SERRA

RELATÓRIO DE FÍSICA EXPERIMENTAL PR TICA 02 ± MICR METRO

Relatório

de

Física sob

Experimental, Ana Paula Bonfim

orientação da Professora

ARACAJU 2011

INTRODUÇÃO
Este relatório descreverá uma aula prática de Física Experimental, cujo assunto é a Utilização do Micrômetro.

Histórico
A aula prática foi realizada no laboratório de Física Experimental no Centro de Tecnologia da Faculdade Pio X, e contou com a orientação da Professora Ana Paula Bonfim. A prática sobre o micrômetro consistia em realizar a medição do diâmetro de uma esfera de aço, com o auxílio deste instrumento. Para tal, foram realizadas 6 medidas, e os seus valores e erros serão apresentados neste relatório.

O Micrômetro
O Micrômetro é um aparelho de medidas de precisão desenvolvido pelo francês Jean Louis Palmer, que requereu sua patente em meados de 1848. Aquele instrumento permitia se realizar medidas de precisão de 0,01 mm. Ao decorrer dos anos ele foi aperfeiçoado, chegando a medir até milésimos de milímetros. O modelo de micrômetro utilizado hoje foi desenvolvido por Laroy S. Starret, já no final do sec. XIX. O modelo de micrômetro patenteado por Starret, que como já disse é a base do modelo atual, trouxe melhorias significativas sobre o modelo de Palmer. O micrômetro é composto de um arco, que suporta uma ponta móvel, que avança, ou recua, a um batente, que também é conhecido como ponta fixa, através da movimentação circular de uma catraca. Nele há um tambor que encobre a ponta móvel e que neste tambor encontram-se os valores para a leitura das medidas encontradas pela utilização deste micrômetro. Geralmente construído de material resistente a deformações, mas não obstante de muita cautela em seu manuseio, pois quedas e má utilização poderia causar a perda da calibração e até danificar mecanicamente o instrumento. A seguir é apresentada uma figura ilustrativa com as diversas partes do micrômetro:

Figura 1 - Micrômetro Fonte: Mitutoyo - http://www.mitutoyo.com.br/ProjetoM/PG605Pag/03 -%20Micrometros%20018-069/020.pdf

O princípio de funcionamento de um micrômetro é o mesmo que o de um parafuso e uma porca. À medida que o parafuso gira, os seus fios de rosca deslizam sobre os fios de rosca da porca, causando um deslocamento. Um giro de 360° causa um deslocamento que damos o nome de passo. No micrômetro, o seu parafuso, que tem deslocamento axial, leva o nome de parafuso micrométrico.

OBJETIVO
O objetivo desta prática era o de realizar medidas do raio de uma esfera de aço utilizando um micrômetro.

MATERIAIS E METÓDOS
Materiais Empregados
Foram utilizados para esta aula prática os seguintes materiais:
1. 2.

Micrômetro analógico de precisão de 0,01 mm (centésimo de milímetro); Esfera de aço.

Métodos empregados
Para a leitura do diâmetro da esfera, foram realizados os seguintes procedimentos:
1. 2. 3. 4.

Posiciona-se a esfera no batente (ponta fixa) do micrômetro; Gira-se a catraca do parafuso micrométrico até que a ponta móvel toque a esfera; Trava-se a ponta móvel girando para o lado esquerdo a trava do micrômetro; Realiza-se a leitura no tambor do micrômetro.

Foram realizadas seis leituras, uma por aluno participante, onde todos observaram o procedimento e o repetiram com precisão.

RESULTADOS
Abaixo estão representados os resultados obtidos nas medições:
MEDIDA
1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª

VALOR ENCONTRADO (mm) 9,10 9,02 9,03 9,02 9,03 9,01

Tabela 1: Valores encontrados na medição.

EQUAÇÕES USADAS PARA OBTENÇÃO DOS RESULTADOS:
Média aritmética das medidas:  

Desvio Padrão:
n

W !

§
i !1

( X  X i) 2 n 1 

Incerteza da Medição ± Tipo A   

Incerteza do Instrumento ± Tipo B 

Incerteza Conjugada ± Tipo C    

CONCLUSÃO
Através desta aula prática, pudemos observar que a utilização do instrumento, neste caso o Micrômetro, traz precisão às medidas realizadas, mesmo em objetos de difícil fixação, como foi o caso da esfera. A Utilização do micrômetro é simples e prática, porém, assim como o paquímetro, requer de técnicas mais elaboradas de leitura, bem como muita atenção na análise das marcas do Tambor (medidas). Assim, podemos concluir que o micrômetro é um instrumento de altíssima precisão, inclusive maior do que o paquímetro, e de que traz aos profissionais que o utilizam uma importante certeza de medição.

REFEERÊNCIA BIBLIOGRAFIA
[1] http://www.stefanelli.eng.br/webpage/p-micrometro-milimetro-centesimalsimulador.html - Acesso em 09/04/2011 às 18:30 [2] Mitutoyo do Brasil- http://www.mitutoyo.com.br/ProjetoM/PG605Pag/03%20Micrometros%20018-069/020.pdf - Acesso em 09/04/2011 às 18:35 [3] http://pt.wikipedia.org/wiki/Micr%C3%B3metro_(instrumento) <http://pt.wikipedia.org/wiki/Micr%C3%B3metro_%28instrumento%29> - Acesso em 09/04/2011 às 18:20 [4] IFSC ± Instituto Federal de Santa Catarina http://www.joinville.ifsc.edu.br/~antoniobrito/Metrologia/Slides/Slides%20%20apostila%20pa.pdf - Acesso em 09/04/2011 às 18:55