Como tratar o resíduo no minhocário: Passo-a-passo

1º Passo: Compostar
Separe os resíduos orgânicos em um balde próximo a cozinha. Lembre-se de picá-los bem, quanto maior for a superfície de exposição, maior será a economia de tempo do processo. Na composteira, ou no minhocário, pedaços grandes levam muito mais tempos se estiverem inteiros do que se estiverem picados.

2º Passo: O que colocar?
Evite colocar produtos ácidos (limão, laranja, abacaxi, etc), temperos fortes (cebola, alho), derivados de animais e alimentos cozidos. Quando as minhocas estiverem no sistema serão prejudicadas por esses tipos de alimentos.

3º Passo: Despejar no minhocário
No princípio, utiliza-se somente 2 baldes, o inferior (que não possui furos) e outro em cima dele com a tampa com furinhos. No balde superior, coloque o resíduo da cozinha. Você pode iniciar o despejo de seu material úmido direto no recipiente, ou criar uma leve camada de folhas secas ou borra de café seca antes. Atenção: O local onde o minhocário estiver não pode pegar Sol nem chuva.

4º Passo: Controlar umidade
Na composteira, assim como no minhocário, a umidade do sistema deve ser controlada, para que o processo se dê por inteiro, sem cheiro e no tempo certo. Para controlar essa umidade, a estrutura dos baldes possui os furos em baixo, sendo capaz de drenar o líquido, resultante do processo, para a última camada. Porém, só essa estrutura física não basta, deve-se controlar a umidade a partir do material que é colocado para decompor. O material que controla a umidade é chamado de material seco, sendo ele folhas, borra de café, serragem, terra, etc. Minha sugestão é utilizar a borra de café seca. Para secá-la, basta colocar em uma forma e deixar em um lugar que pegue sol, mas não chuva.

5º Passo: Misturar
Com o material úmido despejado, venha com o material seco por cima. O próprio papel-filtro do café picado pode e deve ser utilizado como material seco. Misture o material seco com o úmido, para isso você pode utilizar algumas ferramentas de jardinagem (limpe-as depois do uso, para maximizar seu tempo de vida) ou utilize as mãos.

6º Passo: Acrescentar as minhocas
O momento ideal para colocar as minhocas é quando já possuir uma porção considerável de composto orgânico. Esse composto orgânico é fruto dos passos anteriores e você sabe que tem composto quando os resíduos orgânicos basicamente já não são mais possíveis de serem identificados, ou seja, não identificará mais o que era casca de banana do que era casca de batata, por exemplo. Observação: As minhocas ideais para o processo são as chamadas Minhocas Vermelhas da Califórnia (Eisenia foetida), devido a sua grande capacidade de transformar matéria orgânica em húmus, adubo natural com grande carga de nutrientes.

7º Passo: O líquido do balde inferior
O líquido do balde inferior deve ser retirado semanalmente. Podendo ser utilizado na rega das plantas em uma mistura de 1 parte desse líquido para 10 partes de água.

8º Passo: Esperar
O tempo que leva para os resíduos orgânicos virarem húmus de minhoca depende do manejo. Caso o processo se dê sem cheiro e a quantidade de resíduos no balde for de 15 kg aproximadamente, o tempo estimado é entre 6 à 8 semanas. Esse húmus deve ser adicionado em terra crua e areia para que possa ser feito o plantio.

Mais informações, acesse: www.cadicominhocas.blogspot.com

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful