You are on page 1of 22

N.

º
N.º2
2 | Março 2010

Moodle
Página1
Moodle Página2
......................................................................................... 3

NOTA DE ABERTURA .................................................................... 5

EDITORIAL .................................................................................. 7

1. Acesso e utilização da plataforma................................................. 9

1.1 Entrar na plataforma ............................................................. 9

1.2 Login ................................................................................... 9

1.3. Editar o perfil ................................................................... 10

2. Configuração de uma disciplina .................................................. 12

2.1. Estruturação da disciplina .................................................. 12

2.2 Criar cópia de segurança da disciplina .................................... 15

2.3 Editar a disciplina ................................................................ 18

2.4 Modo de edição da disciplina ................................................. 19

Moodle Página3
Moodle Página4
NOTA DE ABERTURA

A revista “Moodle” tem como finalidade proporcionar a todos


quantos se interessam pela plataforma Moodle o apoio no
desenvolvimento desta plataforma na Escola Básica Integrada/
Jardim de Infância do Couço.

O surgimento desta publicação decorre da necessidade de se criar


um espaço de referência que, além de divulgar o que de melhor se
pode fazer no Moodle proporciona uma aprendizagem diversificada.

Este projecto procura preencher uma lacuna na Escola Básica


Integrada/ Jardim de Infância do Couço, onde existe uma aderência
pouco usual. Para tal pretende-se contribuir para a promoção e
visibilidade da actividade prática desta plataforma.

Pretende‐se assim, com esta publicação, criar um espaço de


“encontro” entre professores de todos os graus de ensino,
promovendo uma ideia de comunidade.

Teresa Marcelino

2º ano do Mestrado em Educação e Comunicação Multimédia

Moodle Página5
Moodle Página6
EDITORIAL

O Moodle é um dos muitos ambientes virtuais desenvolvidos com


fins educacionais. Em virtude da sua flexibilidade, pode ser utilizado
com diferentes propósitos, constituindo, desde um recurso para
facilitar a veiculação e a disponibilização de informação e materiais,
até favorecer o desenvolvimento de situações complexas de
construção do conhecimento.

Contudo, a introdução do Moodle nesta escola será vista como


promotora de uma mudança junto do processo educacional. Assim é
preciso considerar que toda esta mudança requer um planeamento e
envolve diversas acções e aprendizagens por partes dos docentes da
escola.

O Projecto “Revista Digital Moodle”, vai permitir o


desenvolvimento de uma Revista Digital para apoiar o
desenvolvimento do Moodle na Escola Básica Integrada/ Jardim de
Infância do Couço.

Uma ferramenta essencial para o desenvolvimento e levar os


docentes a alcançar competências já que o Moodle se apresenta como
uma ferramenta mediadora do processo ensino/ aprendizagem.

Moodle Página7
Moodle Página8
1. Acesso e utilização da
plataforma

1.1 Entrar na plataforma

• Aceder
ceder directamente ao sítio Web da plataforma. Para tal,
abra o Internet Explorer e digite o endereço:
http://nonio.ese.ipsantarem.pt/ebicouco/

1.2 Login

Utilizando os seus dados de acesso, deverá entrar na plataforma.


Se ainda não estiver registado deve-se
deve registar.

Para fazer o login tem que:

• Preencher os campos do Nome de utilizador e a Palavra


chave.

Moodle Página9
Depois do login, irá parecer a página de abertura da plataforma
mas com o seu perfil já identificado.

1.3. Editar o perfil

O perfil pessoal permite fornecer mais informação ou configurar


opções adicionais. Para editar o seu perfil pessoal clique no nome de
utilizador no canto superior direito:

Nota: Repare na opção Sair. Deve clicar nela sempre que não
queira mais trabalhar no Moodle. De outra forma, terceiros poderão
entrar com a sua conta nas suas disciplinas.

Depois de ter clicado no nome de utilizador irá aparecer uma


janela com um resumo do perfil:

Moodle Página10
Ao clicar em surge um formulário para completar
dados como por exemplo, a cidade, a fotografia. Em geral as
definições estão adequadas à maioria dos casos.

Moodle Página11
2. Configuração de uma disciplina

2.1. Estruturação da disciplina

A imagem seguinte representa o layout de uma disciplina que,


como se pode observar, encontra-se
encontra se estruturado em 10 blocos. Por
defeito, todas as disciplinas apresentam esta estrutura. No entanto,
esta pode ser personalizada ao gosto do editor da
d disciplina
(Professor).

1 6 7

2
8
3
9
4

10

Moodle Página12
1 – Pessoas

Neste bloco podemos ver os participantes de uma disciplina,


divididos por professores e alunos, podendo também obter
informação sobre a sua actividade. Ao clicar em Participantes é
mostrada a lista dos mesmos.

2 – Actividades

O bloco Actividades permite visualizar as actividades e recursos,


agrupados por tipo, que estão presentes na disciplina. Ao clicar num
tipo de actividade/recurso será aberta uma página que mostra todas
as actividades/recursos do tipo escolhido.

A lista de tipos de actividades cresce automaticamente ao criar a


1ª actividade desse tipo. Por exemplo, ao adicionar o 1º Trabalho, a
lista passa a mostrar a ligação para essa actividade.

3 – Procurar nos fóruns

É uma ferramenta de pesquisa nos vários fóruns da disciplina por


textos ou palavra. Na pesquisa avançada pode refinar a pesquisa.

4 – Administração

Tem ao seu dispor o Bloco


Administração, com o qual poderá realizar
várias operações:

Activar o modo edição

Modificar as configurações da disciplina


Editar o perfil pessoal: Nome, email, Gerir a
lista de professores da disciplina Gerir a
lista de alunos da disciplina

Moodle Página13
Criar grupos de trabalho dentro da disciplina Realizar cópia de
segurança da disciplina Restaurar cópia de segurança anterior
Importar conteúdos de outras disciplinas Eliminar trabalhos e
contributos dos alunos Visualizar relatórios de actividade dos alunos
Criar e gerir as perguntas para Testes

Ver/modificar escalas utilizadas nas actividades

Ver a “caderneta digital do aluno”

Gerir e enviar ficheiros para a disciplina

Visualizar páginas de ajuda sobre o moodle

Entrar no fórum apenas para Professores da disciplina

5 – As minhas disciplinas

Este bloco mostra uma lista de todas as disciplinas em que o


utilizador está inscrito, como professor ou aluno.

6 – Lista de tópico

Local onde se colocam os recursos e actividades. Os


recursos e as actividades disponíveis serão tema do próximo
próx
capítulo.

7 – Últimas notícias

Qualquer disciplina tem no tópico inicial um fórum denominado


Noticias.

8 – Próximos eventos

Moodle Página14
Os vários eventos e actividades marcadas pelo professor são
apresentadas neste bloco, até ser ultrapassada a data de
realização.

9 – Actividades recentes

Apresenta as últimas actividades realizadas desde o último


login. Inclui novos alunos, novas mensagens nos fóruns, etc. A
inclusão das actividades é efectuada de uma forma automática.
Sempre que define uma nova actividade, a mesma passa a fazer
parte da lista. Esta opção, quando activa, facilita a visualização de
todas as actividades em curso.

A ligação Relatório completo de actividade recente… mostra


uma página de visualização de tarefas realizadas pelos alunos.

10 – Blocos: Adicionar novos blocos, como calendários,


feeds, …

2.2 Criar cópia de segurança da disciplina

Para se proceder ao backup de todos os recursos,


actividades e ficheiros inerentes a uma determinada disciplina, é
necessário fazer uma cópia de segurança. Para isso, basta
clicar em Cópia de Segurança no bloco da Administração.

Moodle Página15
13

Seguidamente, e através deste novo ecrã que surge


pode seleccionar as actividades que pretende copiar e ainda
para cada uma decidir se pretende, ou não, incluir os dados dos
alunos presentes em cada actividade.

Se o objectivo for efectuar uma cópia de segurança deve


optar por guardar com os dados do utilizador, se o objectivo for
reaproveitar a definição da disciplina para uma outra, uma vez que

os alunos inscritos são diferentes, deve escolher a opção sem os


dados do utilizador.

Moodle Página16
Ao pressionar o botão Continue, irá aparecer uma nova
janela, onde é apresentado de forma discriminada todos os
elementos que estão a ser guardados em cópia de segurança.

Se tiver optado por realizar uma cópia de segurança


completa guardará toda a informação respeitante à disciplina,
ou seja, actividades, alunos, trabalhos enviados pelos
alunos, intervenções nos fóruns, a totalidade da área de ficheiros,
etc. Se o objectivo for a reutilizaçãodo material criado numa
disciplina para outra poderá optar por efectuar a cópia apenas
das actividades, sem a inclusão dos dados dos alunos.

Em seguida, clique no botão Continuar, para que o processo da


cópia de segurança prossiga.

Na nova janela que surge no ecrã, aparece no final uma


mensagem em que é referido que a

Cópia de segurança foi concluída com sucesso.

Se pretender utilizar o ficheiro criado na cópia de segurança


para a definição de uma outra disciplina, que segue uma estrutura
base semelhante, deverá apenas ter o cuidado de verificar o tamanho
do ficheiro criado, pois a plataforma limita a uma dimensão de 2MB.

Moodle Página17
2.3 Editar a disciplina

Agora o próximo passo será seleccionar a turma, e de


seguida a disciplina, nas quais pretende colocar a actividade,
recurso ou conteúdo.

Se for o professor da disciplina terá os privilégios para a edição.

Para preparar a disciplina é necessário activar o botão Activar


Modo de Edição, que se encontra no canto superior direito.

Após activar o botão de Modo Edição, a página da disciplina terá o


seguinte aspecto:

O Moodle disponibiliza uma série de menus que inicialmente


se encontram ocultos, cabendo ao utilizador seleccionar os que
pretende que fiquem visíveis.

Moodle Página18
2.4 Modo de edição da disciplina

Antes da explicação dos procedimentos para a criação e


estruturação da disciplina, convém referir que, o factor mais
importante, de qualquer disciplina, é os conteúdos. Estes devem,
estar todos em formato electrónico, de preferência num formato bem
suportado pelos browsers, como é o caso dos documentos em pdf,
html, entre outros.

É de referir, que cada professor é responsável pela


sua disciplina, assim pode alterar a configuração como bem
entender. Para poder configurar o aspecto da página da
disciplina, é importante saber reconhecer alguns ícones (estes
ícones poderão ter aspectos diferentes consoante o tema
escolhido).

Como por exemplo:

- o ícone de edição permite modificar os recursos ou


actividades;

- o ícone de ajuda abrirá uma janela auxiliar de ajuda


com explicação sobre o objecto/recurso/actividade;

- O ícone do olho aberto indica que a respectiva actividade ou


recurso está vísivel. Se clicar o olho será fechado;

Moodle Página19
Em cada tópico são mostradas duas caixas de selecção de
recursos e actividade a incluir nesse

mesmo tópico.

Na página existe também o seguinte botão:

, no canto superior direito, que permite


ver uma disciplina como um aluno a irá visualizar.

Para poder configurar a página da disciplina, tem de ir à


secção Administração e escolher a opção que pretende. Na
opção Configurações pode
pode alterar diversas coisas. No
entanto, aconselho a não alterar os seguintes campo: Nome
Completo e Nome Curto, uma vez que um professor pode
leccionar a mesma disciplina a diversas turmas e o que pode
criar uma eventual dificuldade
di na identificação.

No campo referente ao Sumário, pode escrever uma


mensagem de boas vindas ou até um pequeno texto introdutório
à disciplina.

No campo referente ao Formato, a disciplina pode ser definida em


3 formatos diferentes:

Moodle Página20
Semanal – Neste formato a disciplina é organizada em
unidades correspondentes a semana, com datas de inicio e fim
definidas. Cada semana irá incluir as suas próprias actividades.

Tópico – Semelhante ao formato semanal mas as unidades


lógicas são divididas por temas ou assuntos. Não tem limite temporal
pré-definido.

Social – Este formato é articulado unicamente através


da utilização de fóruns de discussão muito utilizados em
contextos de grupos de pesquisas, estudos permanentes, etc.

Moodle Página21
Moodle Página22