Reciclagem Ministério da Educação José de A. Freitas Jr.

| Materiais de Construção Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Construção Civil

Materiais de Construção III
(TC-034) IMPACTO AMBIENTAL: RECICLAGEM DOS RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO - RCD

Prof. José de Almendra Freitas Jr.

freitasjose@terra.com.br

Reciclagem

José de A. Freitas Jr. | Materiais de Construção

Reciclagem dos resíduos de construção e demolição - RCD Alguns Benefícios:
Reduções de: • Consumos de recursos naturais não-renováveis; • Áreas necessárias para aterro; (Resíduos de construção/demolição representam grande parte dos resíduos sólidos urbanos). • Consumo de energia para produção; • Poluição.

Reciclagem

José de A. Freitas Jr. | Materiais de Construção

Reciclagem dos resíduos:
Aterro de Resíduos em São Paulo

80m

Reciclagem

José de A. Freitas Jr. | Materiais de Construção

Reciclagem dos resíduos:
Aterro de Resíduos em Curitiba
Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais: no Brasil em 2007, resíduos da construção civil de 70 mil toneladas por dia. Aterro da Caximba

classificação dos resíduos de construção: •Classe A . madeiras .. •Classe D ..resíduos recicláveis p/ outras destinações. critérios e procedimentos para a gestão de resíduos sólidos da construção civil.) •Classe C . (plásticos. | Materiais de Construção Resíduos da construção/demolição RCD: CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) Diretrizes.Reciclagem José de A. metais. .resíduos reutilizáveis como agregados. Freitas Jr.resíduos sem tecnologias ou aplicações economicamente viáveis para sua reciclagem. vidros. papel/papelão. •Classe B .resíduos perigosos oriundos do processo de construção.

Reciclagem José de A. (%): IMPACTO AMBIENTAL Consumo de energia Consumo de matéria prima Consumo de água Poluentes atmosféricos Poluição aquática Resíduos em geral Resíduos minerais AÇO 74 90 40 86 76 105 97 54 79 VIDRO 6 54 50 22 CIMENTO * 40 50 ???? < 50 * No caso do cimento consideram-se as adições. | Materiais de Construção Reciclagem RCD: Redução de impacto ambiental para aço. (KANAYAMA. 1997) . vidro e cimento. Freitas Jr.

Freitas Jr. deve passar por processos de seleção e tratamento antes de ser reincorporado a novos materiais da construção.Reciclagem José de A. | Materiais de Construção Resíduos da construção RCD – entulho : Material heterogêneo. .

• Separação de madeiras. • Separação de papel/papelão. • Separação de plásticos. • Não ferrosos. Freitas Jr. | Materiais de Construção Resíduos da construção RCD – entulho : É necessária a separação e processamento dos resíduos: • Separação de metais.Reciclagem José de A. • Entulho para reciclagem como agregados. • Ferrosos. .

| Materiais de Construção Resíduos da construção RCD – entulho : Composição do entulho de Porto Alegre – RS (Leite.Reciclagem José de A. 2001) . Freitas Jr.

. E.Reciclagem José de A. S. | Materiais de Construção Resíduos da construção RCD – entulho : Produção de entulhos em obras de apartamentos: (Zordan. Freitas Jr. 1997) .

• Análise da viabilidade da reciclagem. • Custos de: • Transporte.Reciclagem José de A. disposição final. | Materiais de Construção Resíduos da construção RCD – entulho : Reciclagem como agregados Procedimentos para se obter resultados satisfatórios: • Identificação e quantificação dos resíduos. • Determinação das propriedades físicas e químicas.. licenças ambientais x • Custos de reciclagem. Freitas Jr. 2005) . • Caracterização do resíduo. (ÂNGULO et al.

Reciclagem José de A. (ÂNGULO et al. Freitas Jr. • Possíveis danos ao meio ambiente. • Determinar o desempenho do produto final obtido usando agregados reciclados. | Materiais de Construção Resíduos da construção RCD – entulho : Reciclagem como agregados: Procedimentos p/ obter resultados satisfatórios: • Selecionar aplicações conforme as características físicoquímicas.. • Análise de desempenho ambiental. • Possíveis danos à saúde. 2005) .

Ex. • Custo da coleta. | Materiais de Construção Resíduos da construção .entulho: Logística para coleta do entulho: • Custo significativo para a viabilização do processo. volume muito grande em relação ao peso. • Levantamento das características do entulho. • Volumes. • Distâncias.Reciclagem José de A. • Pesos. . “Isopor”. Freitas Jr.

• Separadores magnéticos. •Geração de resíduos.entulho: Instalações para reciclagem de entulho: •Alto investimento inicial: • Britadores. | Materiais de Construção Resíduos da construção . . • Impacto ambiental da instalação de reciclagem. Freitas Jr. • Flotadores (para separar madeira e papel). •Geração de materiais finos (pó). • Peneiras.Reciclagem José de A. • Precisa adequar o equipamento ao tipo de entulho.

| Materiais de Construção Resíduos da construção .Usinas 1991 – 1ª usina – São Paulo SP 1994 – Londrina PR 2006 – Colombo PR www.Reciclagem José de A. Freitas Jr.br .soliforte.com.entulho: Reciclagem de entulho .

.Usinas Usina Rio de Janeiro . A. | Materiais de Construção Resíduos da construção .Reciclagem José de A. F.entulho: Reciclagem de entulho . Freitas Jr. 2005) .2003 (Affonso. J. COOPE.

Usinas .Reciclagem José de A. | Materiais de Construção Resíduos da construção . Freitas Jr.entulho: Reciclagem de entulho .

Usinas .Reciclagem José de A. | Materiais de Construção Resíduos da construção . Freitas Jr.entulho: Reciclagem de entulho .

• Avaliação visual da qualidade do entulho. • Alimentação do equipamento de moagem. plásticos . • Separação magnética de pedaços de aço.Usinas Linha de produção: • Descarga das caçambas no pátio. metal.entulho: Reciclagem de entulho . | Materiais de Construção Resíduos da construção .Reciclagem José de A.. papel. Freitas Jr. • Separação de materiais não utilizáveis como agregados (pedaços maiores de madeira.).. . • Moagem do entulho. • Empilhamento do material moído.

entulho: Reciclagem de entulho . F.Reciclagem José de A. 2005) .Usinas Usina Rio de Janeiro . J.2003 (Affonso. COOPE. | Materiais de Construção Resíduos da construção . Freitas Jr. A..

• Drenos. Freitas Jr. • Argamassas. Utilizações de agregados reciclados: • Bases e sub-bases de pavimentos.entulho: Reciclagem de entulho . • Concretos.Reciclagem José de A. . NBR 15116/06 – Agregados reciclados para utilização em pavimentos e concreto sem função estrutural.Usinas Material produzido: Agregados miúdos e graúdos. | Materiais de Construção Resíduos da construção .

PAULON. Sérgio E. | Materiais de Construção Resíduos da construção .entulho: Reciclagem de entulho . . ) . Freitas Jr.Usinas Material produzido: Agregados graúdos Agregados miúdos (ZORDAN. Vladimir A.Reciclagem José de A.

2001 -A variabilidade dos agregados reciclados de RCD afeta as suas propriedades.entulho: Pesquisas Utilização de agregado reciclado em concreto: Yannas. Pinto. | Materiais de Construção Resíduos da construção . Angulo e John. 1983 – resistência do material anterior reciclado influencia sensivelmente na resistência do concreto que utiliza agregado reciclado. 1986 – reduções de até 50% na resistência à compressão. . 1977 – reduções de 4 a 14 % na resistência à compressão. Hansen e BØegh. Freitas Jr.Reciclagem José de A. 1985 – redução de 15 a 30% no módulo de elasticidade e retração 40 a 60% maior. Hansen e Narud.

| Materiais de Construção Resíduos da construção . • Presença de fragmentos de revestimentos cerâmicos (materiais polidos) induziram à ocorrência de superfícies de ruptura nas suas faces lisas. devido tanto à sua grande porosidade como a maior quantidade de finos. .Reciclagem José de A. • Presença de fragmentos de gesso prejudica a resistência à compressão e a durabilidade do concreto.entulho: Pesquisas Utilização de agregado reciclado em concreto: • Entulho usado como agregado apresenta uma absorção de água bem superior à do agregado tradicional. prejudicando a resistência à compressão. Freitas Jr.

• Substituições parciais (até 20%) dos agregados naturais por reciclados praticamente não prejudica os concretos. Freitas Jr.entulho: Pesquisas Utilização de agregado reciclado em concreto: • Pesquisas provam que melhorando a qualidade do entulho e seu tratamento permitem a obtenção de resultados melhores com a utilização de agregados reciclados no concreto. | Materiais de Construção Resíduos da construção . . • Utilização de somente agregados graúdos reciclados produz melhores resultados.Reciclagem José de A.

Freitas Jr. | Materiais de Construção Resíduos da construção . sem contaminação de outros resíduos da construção. Reciclagem de pavimentos de concreto .Reciclagem José de A.entulho: Pesquisas Utilização de agregado reciclado em concreto: • Agregados obtidos de concreto triturado gera resíduos de melhor qualidade.

• Taxas de carbonatação inalteradas. • Substituições de até 20% do agregado natural por agregado reciclado praticamente não afeta as características dos concretos fresco e endurecido. Freitas Jr.Reciclagem José de A.entulho: Pesquisas CONCRETE (1993) Características do concreto utilizando entulho moído: (comparando com concreto c/ agregados tradicionais) • Maior demanda de água devido ao formato anguloso e complexo dos grãos. . | Materiais de Construção Resíduos da construção . • Reduções na resistência à compressão da ordem de 20%.

entulho: Pesquisas Utilização de agregado reciclado em argamassas Levy e Helene. 1995 – bons resultados Redução de : 10 a 15% no consumo de cimento. 15 a 30% no consumo de areia. | Materiais de Construção Resíduos da construção . Ganho de 20 a 100% na resistência à compressão.Reciclagem José de A. . Freitas Jr. 100% no consumo de cal.

• Concreto asfáltico para pavimentação (complexo). Fresa removendo pavimento em concreto asfáltico.Reciclagem José de A. . Freitas Jr. | Materiais de Construção Reciclagem de pavimento em concreto asfaltico: É possível a reciclagem do material retirado de pavimentos asfálticos em: • Agregados para bases de pavimentação (comum).

• Pavimentos reciclados à frio. • Espuma de asfalto. não em pavimentos. Utiliza-se os agregados reciclados em: • Bases para pavimentos. | Materiais de Construção Reciclagem de pavimento em concreto asfaltico: Em geral os material retirado é reutilização em bases. Recicladora a frio Wirtgen WR 24000 .Reciclagem José de A. Freitas Jr. • Pavimentos reciclados à quente. •Adição de aglomerantes à frio. • Cimento Portland. • Emulsões de aglomerantes betuminosos.

. | Materiais de Construção Reciclagem de concreto asfaltico: Através do uso de equipamentos complexos.Reciclagem José de A. é possível a reciclagem a quente. produz-se CBUQ. Com a adição de materiais novos (asfalto e agregados). Freitas Jr.

AÇO: Reciclagem do aço: Produção de aço a partir de minério de ferro: Siderúrgica . Freitas Jr.Reciclagem José de A. | Materiais de Construção Resíduos da construção .

| Materiais de Construção Resíduos da construção . • 74% de energia.Reciclagem José de A. .AÇO: Reciclagem do aço: Produção de aço a partir de sucata: • Economia de: • Matérias primas. • 2/3 menos CO2. Freitas Jr.

| Materiais de Construção Resíduos da construção . • Gera em média 600 kg de CO2 por tonelada de aço.Reciclagem José de A. . Freitas Jr. • A energia elétrica é aplicada à sucata através de eletrodos consumíveis de grafite.AÇO: Reciclagem do aço: • Fundição de sucata em fornos elétricos.

Freitas Jr.Reciclagem José de A.AÇO: Reciclagem do aço: Reciclagem da sucata: • Separação por magnetismo dos metais não ferrosos. Sucata Forno elétrico . | Materiais de Construção Resíduos da construção . • Eventuais correções da composição química e adição de outros metais para ligas especiais são feitas dentro do forno elétrico.

Freitas Jr.Reciclagem José de A.AÇO: Reciclagem do aço: • Fundição de sucata em fornos elétricos. .  A reciclagem do aço economiza 75% da energia usada p/ fabricar a partir do minério de ferro. | Materiais de Construção Resíduos da construção . • O aço tem alto índice de reciclagem.  Praticamente não há perda de qualidade do aço com o processo de reciclagem.  Brasil recicla 70% do aço produzido anualmente.

. Freitas Jr. • Para produzir 1 tonelada de alumínio:  15 (MW/h) energia elétrica = 1.. e em alumínio líquido.. | Materiais de Construção ALUMÍNIO: Reservas – Bauxita: • Muito amplas... desprendendo-se sob a forma de gás. Consumo de Energia: • Grande quantidade de energia elétrica. • Duração . que se combina c/ carvão do anodo.World Resource Foundation . Warmer Bulletim ..Reciclagem José de A.7 t petróleo • Sob baixa tensão a alumina se decompõe em oxigênio..

Diagrama de uma célula de redução www.abal.br .Reciclagem José de A. Freitas Jr. | Materiais de Construção ALUMÍNIO: 5 t de bauxita = 2 t de alumina = 1 t de alumínio Processo de Redução.org.

Freitas Jr.  Perdas de alumínio devido ao processo de reciclagem são pequenas (5%).  Não há perdas de qualidade do alumínio reciclado. | Materiais de Construção ALUMÍNIO: Reciclagem : O alumínio tem alto índice de reciclagem.  A reciclagem poupa 95% da energia.  Brasil recicla 90% do alumínio produzido anualmente. Sucata de alumínio .Reciclagem José de A.

etc) Frascos em geral (molhos. remédios. | Materiais de Construção Vidros: Reciclagem : Vidros planos são difíceis de reciclar. vinho. vidros de janela e box de banheiro. condimentos. lâmpadas. cerveja. suco. precisa-se remover as impurezas p/ preservar a transparência Classificação de sucatas de vidro Recicláveis Garrafas de bebida alcoólica e não alcoólica (refrigerantes. travessas e utensílios de mesa de vidro temperado Vidros de automóveis Tubos de televisão e válvulas .Reciclagem José de A. cristal Ampolas de remédios. formas. água. perfumes e produtos de limpeza) Potes de produtos alimentícios Cacos de embalagens Fonte: ABIVIDRO Não-recicláveis Espelhos. Freitas Jr.

3% Potássio ( K2O) • 0. • 9% Cálcio ( CaO) • 0.7% Alumina ( Al2O3) Vidro float: . • 4% Magnésio ( MgO) •Alto paralelismo e planicidade das faces. | Materiais de Construção Vidros: A produção do vidro plano : Matérias primas: • 72% Sílica ( SiO2) • 14% Sódio ( Na2SO4) •Alta qualidade de transparência.Reciclagem José de A. Freitas Jr.

 Temperatura de fusão e dureza maior que a dos vidros de embalagens.  Composição química diferente dos vidros de embalagens.  No processo de produção do vidro são aplicados óxidos metálicos sobre a sua superfície que são impossíveis de retirar. . Freitas Jr. | Materiais de Construção Vidros: Reciclagem : Dificuldades para reciclagem do vidro plano:  Necessidade de matéria prima isenta de impurezas.Reciclagem José de A.  Vidros de altíssima transparência.

• Ex. • Dissolução em solventes. Freitas Jr. . decompõe.  Termoplásticos • Amolecem ao calor e endurecem no resfriamento. baquelite 1o termofixo (1910). • Pode fundir novamente por: • Calor. mas degrada o material. • Se aquecido depois de polimerizado. • Grande quantidade de ligações cruzadas nas moléculas. • Não remolda depois de polimerizado.Reciclagem José de A. • Processo reversível. | Materiais de Construção Polímeros (plásticos): Grupos:  Termofixos • Polimeriza com calor durante a moldagem.

sacos industriais. condutas. . autopeças. utilidades domésticas.. . lonas. PS: (Poliestireno) Cabine de aparelhos de tv e som. | Materiais de Construção Polímeros (plásticos): Recicláveis: PET: (Polietileno Tereftalado) Usado em garrafas de refrigerantes. garrafas p/ produtos químicos domésticos. PP: (Polipropileno) Embalagens p/ massas e biscoitos. fibras e fios têxteis.Reciclagem José de A. embalagens em geral. filmes. tubos p/ líquidos.. garrafas para água mineral e detergentes líquidos. PEBD: (Polietileno de Baixa Densidade) Embalagens de alimentos. sacos para lixo.. calçados. OUTROS: Resinas plásticas não indicadas anteriormente. PEAD: (Polietileno de Alta Densidade) Engradados de bebidas. potes p/ margarina. filmes em geral. seringas descartáveis. Freitas Jr. baldes. embalagens alimentícias. É um termofixo. PVC: (Policloreto de Vinila) Tubos e conexões para água. filmes para plasticultura. fibras sintéticas e outros. garrafas p/ álcool. copos descartáveis para água e café. reciclável em fibras.

• Como fonte de energia. Freitas Jr. • Como aproveitamento de resíduos: • Agregados leves. • Fibras p/ concreto e argamassa. • Há ligeiras perdas de qualidade (conforme o polímero). possibilitando ser fundido e moldado novamente. • Material é granulado.. | Materiais de Construção Polímeros (plásticos): Reciclagem: • Como matéria prima: • Necessita da separação por tipos de polímero.Reciclagem José de A. • Fragmentos para isolamento térmico .. .

• Incineração. • Gaseificação.Reciclagem José de A. • Pirólise. | Materiais de Construção Polímeros (plásticos): Formas de reciclagem de plásticos: • Mecânica (reciclagem primária ou secundária). • Transforma em matéria-prima por: • Hidrogenização. Freitas Jr. • 1 kg plástico = 1 kg óleo combustível . • Energia gerada pela queima é reaproveitada. • Energética. • Quimólise. • Química (reciclagem terciária).

Reciclagem secundária . misturado ou não. Freitas Jr.regeneração de um único tipo de resina separadamente.:“Madeira plástica” Sistema mecânico de reciclagem de plásticos . | Materiais de Construção Polímeros (plásticos): Sistemas de reciclagem mecânica de plásticos: Possibilita economizar até 50% de energia. Reciclagem primária . Ex.Reciclagem José de A.o processamento de polímeros. entre os mais de 40 existentes no mercado.

Caracterização de agregados de resíduos de construção e demolição reciclados e a influência de suas características no comportamento de concretos.. P. Utilização de resíduos de construção. ACI Journal. Strength of recycled concrete made from crushed concrete coarse aggregate. Freitas Jr. S. 37. 148 p. F. Variabilidade de agregados graúdos de resíduos de construção e demolição reciclados. Dissertação de mestrado. K. 5. 79-83. Estudo do uso em argamassas.. 7. T. v. NARUD. ÂNGULO. p. 1983. JOHN. CAN MET/ACI.Reciclagem José de A. H. C. 1977. . São Carlos: Departamento de Arquitetura e Planejamento da Escola de Engenharia de São Carlos. Zordan. E. www. 373-376. n. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo 2005. ANGULO. Waste concrete as aggregate for new concrete. PINTO. UNICAMP. YANNAS.. C. P. T. M.. n. v. C.. S. S. Concrete International. A utilização de entulho como agregado na confecção de concreto. V.com HANSEN. 74.. 1999. BT/PCC. Design and construction. 1986. Tese de Doutorado. | Materiais de Construção Referências bibliográficas: Metha. Dissertação (Mestrado). 1997. S.ecosmartconcrete... Universidade de São Paulo. 2001. p. Concrete Technology for Suatainable Development – Na Overview of Essential Pinciples.. São Paulo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful