You are on page 1of 29

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ

Coordenação do Curso de Licenciatura em Química Química Analítica Qualitativa

QUÍMICA ANALÍTICA I
Prof. Diniz fszinidsd@hotmail.com
Prof. Francisco Diniz

EQUILÍBRIO QUÍMICO

Prof. Francisco Diniz

EQUILÍBRIO QUÍMICO Reação reversível é aquela que se processa simultaneamente nos dois sentidos Exemplos: N2(g) + 3H2(g) CO(g) + NO2(g) 2NH3(g) CO2(g) + NO(g) Prof. Francisco Diniz .

Francisco Diniz .Reações reversíveis CO(g) + NO2(g) 1 2  1 2 CO2(g) + NO(g)  Reação direta Reação inversa Prof.

Conceito de Equilíbrio Químico Uma reação reversível atinge um equilíbrio químico quando v1 = v2 O equilíbrio é DINÂMICO Prof. Francisco Diniz .

As variações de velocidade direta e inversa. até alcançar o equilíbrio. velocidades e equilíbrio 10 8 6 velocidade 4 2 0 equilíbrio químico velocidade direta velocidade inversa 1 4 7 10 13 16 tempo Prof. podem ser representadas pelo diagrama abaixo. Francisco Diniz .

Homogêneo e heterogêneo  Equilíbrio homogêneo é aquele em que todos os participantes estão numa mesma fase N2O4(g) 2NO(g)  Equilíbrio heterogêneo é aquele em que os participantes estão em fases distintas Mg(OH)2(s) Mg++(aq) + 2OH-(aq) Prof. Francisco Diniz .

é diretamente proporcional ao produto das concentrações dos reagentes. Francisco Diniz .Waage “A velocidade de uma reação química elementar.[ B] a b Prof. a uma dada temperatura.” Dada a reação: aA  bB  cC  dD v  k[ A] . em mol/L. elevados aos seus respectivos coeficiente estequiométricos.Lei da Velocidade das reações ou Lei de Guldberg .

Equilíbrio Químico (Lei da ação das massas) “ A velocidade de uma reação é proporcional ao produto das massas ativas das substâncias reagentes” Prof. Francisco Diniz .

V2 é a velocidade da reação inversa. [B] é a concentração de B em mol/L. Prof. K2 é a constante de proporcionalidade. K1 é a constante de proporcionalidade. [A] é a concentração de A em mol/L. Francisco Diniz . [D] é a concentração de B em mol/L. [C] é a concentração de A em mol/L.Equilíbrio Químico (Lei da ação das massas) A+B C+D V1 = K1[A] [B] V2 = K2[C] [D] Para a reação inversa => Onde: • • • • • • • • V1 é a velocidade da reação direta.

Francisco Diniz .Constante de Equilíbrio Químico No equilíbrio => V1 = V2 V1 = K1[A] [B] V2 = K2[C] [D] K1[A] [B] = K2[C] [D] K1 K2 K1 K2 = [C] [D] [A] [B] = K K= [C] [D] [A] [B] Prof.

Constante de Equilíbrio Químico Montando equações de equilíbrio aA + bB cC + dD [ ] Concentração em mol/L Prof. Francisco Diniz .

[C]c.. Kc xX + yY + zZ + . Prof.. não depende das concentrações iniciais de reagentes e produtos.... [A]a...[B]b. Francisco Diniz .[Y]y.Constante de Equilíbrio Químico Generalizando para reações mais complexas: aA +bB + cC + . A constante de equilíbrio para uma reação. [X]x.[Z]z.... numa certa temperatura.

Constante de Equilíbrio Químico Montando equações de equilíbrio Prof. Francisco Diniz .

0 .8 . ocorre maior extensão para a direita N2 + O2 2NO Kc = 1. Francisco Diniz . 1033 Reação direta prevalece sobre a inversa. ocorre maior extensão para a esquerda Prof.Interpretação de Kc H2 + Cl2 2HCl Kc = 3. 10-30 Reação inversa prevalece sobre a direta.

. Kp PXx.[B]b.. xX + yY + zZ + .....Relação entre Kc e Kp Em equilíbrios envolvendo gases.. PV = nRT Kp = Kc(RT)n n = variação do número de mols entre produtos e reagentes Prof.PCc.PYy.[C]c... Francisco Diniz .PBb. a constante de equilíbrio poderá ser expressa em função das pressões parciais. aA +bB + cC + .[Z]z.[Y]y.PZz. Kc [X]x..... Paa.. [A]a.

Francisco Diniz .Exemplos C(s) + O2(g) Kc CO2(g) PCO2 PO2 [CO2] [O2] Kp Obs: Em equilíbrios heterogêneos com participantes sólidos. devido a suas concentrações constantes Prof. eles não são representados nas expressões da cte de equilíbrio.

Francisco Diniz . • • • • Influência da concentração Influência da pressão Influência da temperatura Influência do catalisador Prof.Deslocamento do Equilíbrio É toda e qualquer alteração da velocidade da reação direta ou da reação inversa. provocando modificações nas concentrações das substâncias e levando o sistema a um novo estado de equilíbrio.

Francisco Diniz . ele se desloca no sentido de anular a força aplicada.O princípio de Le Chatelier • Quando um fator externo age sobre um sistema em equilíbrio. afim de estabelecer uma nova situação de equilíbrio • É o princípio geral que trata dos deslocamentos de equilíbrio Le Chatelier 1850-1936 Prof.

Exemplo prático Lentes fotocromáticas AgCl + incolor energia luminosa Ag + Cl escuro Prof. Francisco Diniz .

• A retirada (diminuição) de uma substância desloca o equilíbrio no sentido de remoção da substância. Francisco Diniz . Prof.Influência da concentração • A adição de uma substância desloca o equilíbrio no sentido de formação dos produtos.

Influência da concentração Considere o seguinte equilíbrio: C(s) + CO2(g) 1 – Adição de CO2(g) 2 – Remoção de CO(g) 2CO(g) Kc [CO]2 [CO2] CO2 CO deslocamento para a direita Prof. Francisco Diniz .

Afeta sistemas gasosos em equilíbrio onde há contração ou expansão de volume Exemplo: N2O4(g) Volume 1 Influência da pressão 2NO2(g) Volume 2 [NO2]2 0. Francisco Diniz .36 [N2O4] EQUILÍBRIO Prof.

73 [N2O4] NÃO EQUILÍBRIO N2O4(g) Volume 1 2NO2(g) Volume 2 DESLOCAMENTO Prof. Francisco Diniz .Influência da pressão [NO2]2 0.

Francisco Diniz .Influência da pressão Conseqüentemente: Aumento de pressão Provoca contração de volume Provoca expansão de volume Equilíbrio deslocado para lado de menor volume Equilíbrio deslocado para lado de maior volume Diminuição de pressão Prof.

Influência da temperatura • Um aumento da temperatura desloca o equilíbrio no sentido ENDOTÉRMICO (H > 0) • Uma diminuição da temperatura desloca o equilíbrio no sentido EXOTÉRMICO (H < 0) Prof. Francisco Diniz .

Influência da temperatura 1 – Sendo a reação direta exotérmica: N2(g) + 3H2(g) exo endo 2NH3(g) 1 – Sendo a reação direta endotérmica: N2(g) + O2(g) endo exo 2NO(g) Prof. Francisco Diniz .

logo. não há alteração de equilíbrio Catalisadores NÃO deslocam equilíbrio Prof.Influência do catalisador Catalisador DiminuiEa Aumenta a velocidade da reação A diminuição da energia de ativação é a mesma tanto para areação direta como para a inversa. Francisco Diniz .

c. e. b. Se aumenta a concentração da água? esquerda Se diminui a pressão do sistema? esquerda Se aumenta a temperatura do sistema? Endo-esquerda Se diminui a temperatura do sistema? diteita Não desloca o equilíbrio Se adiciona um catalisador? Fim Prof.EQUILÍBRIO QUÍMICO: Exercício: 3) Dado o equilíbrio: 2 H2(g) + O2(g)  2 H2O(g) + calor em que sentido ele é deslocado quando: a. Francisco Diniz . d.