You are on page 1of 20

DEFINIÇÕES Desde o século XIX até os dias de hoje, a cultura é entendida e definida como um conjunto de fatores inerentes aos

indivíduos da sociedade e 2º Kissi (1998) a cultura organizacional pode ser chamada de cultura corporativa, e representa o conjunto de habito e crenças estabelecidas através de normas, valores, atitudes e expectativas compartilhados por todos os membros da organização. E um sistema de normas e regras que devem ser seguidos, para o bom funcionamentos de uma organização nele são levadas em conta valores éticos, físicos, morais e estruturais, fazendo parte de um processo gerenciado de hierarquia, mas possível mudança. EX: Uma determinada organização x tem normas e regras que uma organização y não tem, tipo: organização x deixa que seus funcionários usem: cabelos pank pinturas extravagantes, namoro entre amigos dentro da organização e que a organização y não adota essa normas e regras.

FORMAÇÃO A cultura organizacional é espelho do modo de como a empresa é gerida, como ela conduz seus negócios, como administra sua carteira de clientes e seu rol de funcionários. Pode-se perceber a cultura da empresa também, na divisão do pode decisório se centralizado ou não, no nível de fidelidade dos funcionários, etc. Uma outra forma de se identificar a cultura de uma organização é através dos hábitos dos próprios colaboradores. Uma empresa costuma selecionar pessoas que possuam padrões iguais ou parecidos com os da empresa, que compartilhem dos mesmos pensamentos, crenças e valores. Por isso que encontramos pessoas que consideramos tão parecidas coma empresa em que trabalham. Os elementos da cultura organizacional Nós temos conhecer a cultura de uma empresa a partir de uma série de elementos que podemos observar e que são repassados aos integrantes. Em geral, os elementos mais comuns são: Valores- Trata-se do que a empresa entende como atitudes primordiais para o sucesso. Estórias e mitos são os cotos que você ouve a respeito do fatos. Crenças e pressupostos Refere- se ao que é tido como verdadeiro pela empresa. Ritos, rituais e cerimônias São os eventos,em geral que ocorrem dentro da organização. Heróis Tratam se das pessoas que fizeram ou fazem história dentro da organização. Tabus É tudo o que tido como não é permitido dentro da empresa. Normas São as regras escritas que ditam o comportamento considerado correto pela empresa. Símbolos- Vão desde o logotipo até a mobília da empresa.

para superar suas limitações. Devemos pensar em como serão feitas as varias atividade do negócio descrevendo etapa por etapa. Aprende até um planejamento no meio ambiente e com seus participantes. quando a dificuldades administrativas. Os agente de mudança numa organização são pessoas que desempenham o papel de estimular e coordenar a mudança dentro de grupo de uma organização. Aprende até o conhecimento de si próprio. Identificar que trabalho serão realizado. 1. que evolve a organização como toda para que a mudança possar ocorrer a orientação sistêmica e o desenvolvimento que está voltado para as interações entre várias partes da organização que se influência reciprocamente. 2. 3. . a prestações de sérvio e até mesmo. O desenvolvimento organizacional ele focalizar sobre toda organização. 2.em ajudar a resolver problemas burocráticos nas organizações. 3. quais serão os responsáveis.DESENVOLVIMENTO Com base do meu estudo sobre o desenvolvimento organizacional. assim com os materiais e equipamentos necessários. EX: Uma empresa que irá funcionar como fabricação de roupas. eficiência e lucratividade no meu entendimento o desenvolvimento organizacional passa por quatro etapas: 1.as rotinas administrativas. para as relações de trabalho entre pessoas. Aprende a ser flexível em tempo de mudanças que ocorrem no meio ambiente e seus participante. Como se dará a fabricação dos produtos a venda da mercadoria. Aprende a observa o meio ambiente em que operar. 4.

mais de um candidato que preencha os requisitos se rá identificado. o gerenciamento e também a manutenção de uma cultura organizacional. as atividades de treinamento e desenvolvimento de carreira e os procedimentos se ajustem á cultura recompensam quem a adotas e pendizam. Importante ressaltar que em toda organização sempre haverá a criação. quanta liberdade deve ser concedida aos funcionários qual a forma correta de se vestir quais ações podem reverter em recompensas etc: Socialização: independentimente da qualidade do processo de recrutamento e seleção os novos funcionários ainda não estão totalmente doutrinados sobre a cultura organizacional assim que começam . eles podem criar problemas em relação as convicções e costumes vigentes na empresa cabe. . Três forças tem um papel particulamente importante na manutenção da cultura. portanto a organização ajudá-lo a se adaptar a nova cultura. Podemos verificar qualquer organização pode haver a existência de uma cultura. são elas: y y Seleção: identificar e contrata indivíduos que tenham o conhecimento. dando aos funcionárias um conjunto de experiências. Podemos ver o exemplo da empresa SONY no processo de prospecção e investigação de uma nova cultura em um outro pais. é obvio que a decisão final sobre quem será contratado será significativamente influenciada pelo julgamento de quem parece mais bem ajustado á organização. quando a situação é essa. depois que foi estabelecida existem práticas dentro da organização que visam á mantê-la. ou até expulsam aqueles que desafiam.MANUTENÇÃO Após a fixação de uma cultura. processo de seleção as critérias avaliação de desem penho. as habilidades e as capacidade necessárias para o desempenho bem sucedido das atividades dentro da organização geralmente. Segundo( Robbins. os altos executivos estabelecem normas que se espalham pela organização sobre aspectos como quais riscos devem ser assumidos. O pior contudo é que por não estarem ainda familiarizado com a cultura. seja ela de maneira completa ou como foram citados através de subculturas . Pela sua maneira de se comportar.ou seja. 2002). Dirigentes : as ações dos dirigentes também tem um grande impacto sobre a cultura organizacional.

é o que molda e o que define o que a empresa realmente é.CONCLUSÃO Aprendemos que a cultura organizacional é formada pelo conjunto de valores incorporados á empresa durante sua existência. Tais valores são moldados conforme as necessidades e fixam-se a partir das experiências vivenciadas pela organização na solução de problemas referentes a integrações internas ou adaptações externas e refletem a percepção da empresa em sua maioria. Os valores são a base da cultura organizacional. .

02 de Maio de 2011 .TRABALHO DE ADMINISTRAÇÃO CULTURA ORGANIZACIONAL Teresina.

administradores.com. Intenet: WWW.com/social-sciences/economics/1827340-teoria-geraladministra%C3%A7%C3%A3o/#ixzz1Kkb58Xds .Referência Bibliográficas.br Faculdade on-line UVB Fonte: http://pt.shvoong.

GRUPO 02 ALUNO: JOSEFA DOS SANTOS SOUSA LAIANA RAMOS ALVES MARCELO ANDESON DE SOUSA MARCIANE ANDREIA DE SOUSA NILTON NONATO DA SILVA REGINA CÉLIA PEREIRA LEITE .

........................................................................07 TEORIA MODERNAS...............................08 CONCLUSÃO............ ......................................06 MANUTENÇÃO....................10 A TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO ............................................................................................................................................................................................SUMÁRIO DEFINIÇOES.............................. .......09 REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA..............05 DESEVOLVIMENTO.............................................04 FORMAÇÃO..........................................................................................

Melhorar a eficiência do operário. Compete à supervisão do operário. De acordo com este plano de administração e Organização empresarial. A abordagem clássica da Administração Organizacional teve início no principio do séc. Esta concepção conduz-nos a uma determinada visão do Homem o Homem econômico que somente se interessa por dinheiro. A classificação das escolas de administração nos permite visualizar cronologicamente estas etapas lógicas de aprendizado. assistir ao trabalho. Os movimentos necessários à execução da tarefa. 1. A eficiência é a relação existente entre o desempenho real do operário e o desempenho estabelecido previamente. Considera que a empresa deve abandonar os métodos empíricos de produção e começar a aplicar os princípios gerais da ciência. surgiu da necessidade de responder ao crescimento desorganizado e desmesurado das empresas e organizações. O trabalho tem melhores resultados e torna-se mais econômico. se dividirem em pequenas partes todos os movimentos necessários para a sua execução. todo do mesmo modo. Há que economizar tempo e esforço do operário. A sua preocupação era aumentar a produtividade da empresa. A Administração cientifica coloca o ênfase nas Tarefas da Organização. produzindo mais obtém maior rendimento e salários mais elevados. na medida em que estes. . O tempo padrão para a execução da tarefa. de modo a obter o máximo de especialização dos operários. Esta escola coloca a ênfase nas Tarefas preocupando-se: O método de trabalho. diminuindo os seus custos. aumentando o nível de eficácia e eficiência dos operários. em que aumenta a produção. mas com muitos pontos comuns: 1. Adaptação dos operários à tarefa. Os movimentos inúteis são eliminados e os movimentos úteis são simplificados. pois. Compete ao trabalhador. analisou os seus movimentos e processos de trabalho. decompor cada tarefa numa série ordenada de movimentos simples. XX e refere-se a duas concepções diferentes. Teoria Clássica Fayol Esta abordagem da Administração. Maior especialização dos operários. unicamente executar o seu trabalho. Compete à Administração da Organização fazer o estudo minucioso do trabalho do operário e estabelecer a melhor maneira de o executar. simplificando-as. Pressupostos gerais da Administração científica do trabalho: Os operários que desempenham as mesmas tarefas devem fazê-lo. para aperfeiçoar e racionalizar. Escola da administração Científica Esta escola teve a sua origem nos Estados Unidos a partir do engenheiro Frederick Winslow Taylor (1856-1915). durante a produção (vigiar e controlar). Taylor procura conciliar os interesses da empresa. produzindo o máximo de que é capaz fisicamente para obter o máximo de salário e de prémios de produtividade. de importantes correntes de pensamento administrativo e também de cientistas de diversas tendências. Escola da Administração Científica Frederick Taylor 2. Taylor começou por fazer uma detalhada análise das tarefas dos operários. e de acordo com a melhor maneira que existe para o fazer. com uma eficiência de 100%.A teoria da administração recebeu contribuições e influências variadas. Maior especialização das atividades. com os interesses dos operários. chamada clássica. É necessário.

COORDENAR fazer a devida articulação entre todos os esforços e atos das pessoas envolvidas na empresa. COMANDAR Dirigir e orientar o pessoal. a eficiência dos trabalhadores na empresa. um engenheiro francês. de entre as várias funções da empresa.Críticas à organização empresarial de Taylor: Visão mecanicista do Homem Este é visto unicamente como possuidor da força de trabalho. 2. que viveu entre 1841 e 1925. . sem vontade. O que interessava era o homem certo no lugar. Esta perspectiva apresenta uma visão microscópica do homem não considera os aspectos humanos da organização. tinha como preocupação de base. que não seja o dinheiro. Tal como Taylor. dificultando a mobilidade profissional. Especialização exagerada realizada através da divisão das tarefas. a mais importante é a função administrativa que consiste em: PREVER Visualizar o futuro e traçar o programa de ação. Esta não qualifica o funcionário e impede-o de aprender a executar outras tarefas. A teoria clássica da organização A teoria clássica foi desenvolvida por Fayol. sem iniciativa e outras motivações e interesses. útil para a produção O Homem é considerado como um ser passivo. Fayol considera que. o que aumenta a produtividade e a eficácia do operário. ORGANIZAR Articular o aspecto material e social da empresa. CONTROLAR Verificar se os procedimentos do pessoal se acorda com as regras e os princípios estabelecidos na empresa.