You are on page 1of 9

FACULDADE SATC

CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA

LEONARDO GOMES NAZÁRIO


THIAGO LESSA
YURI MEDEIROS NOVOCHADLO

AS CINCO PESSOAS QUE VOCÊ ENCONTRA NO CÉU

CRICIÚMA, JUNHO DE 2009


LEONARDO GOMES NAZÁRIO
THIAGO LESSA
YURI MEDEIROS NOVOCHADLO

AS CINCO PESSOAS QUE VOCÊ ENCONTRA NO CÉU

Resenha Acadêmica apresentada para a disciplina


de Metodologia Científica e da Pesquisa e para
disciplina de Comunicação e Expressão, primeira
fase do curso de graduação de Engenharia
Mecânica, da faculdade SATC.

CRICIÚMA, JUNHO DE 2009


SUMÁRIO

1 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÀFICAS.........................................................3
2 CREDENCIAIS DO AUTOR.....................................................................3
3 INTRODUÇÃO..........................................................................................3
4 PRIMEIRA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU........................4
5 SEGUNDA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU........................5
6 TERCEIRA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU.......................5
7 QUARTA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU..........................6
8 QUINTA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU............................7
9 CONCLUSÃO.......................................................................................................7
3

1 REFERÊNCIA BIBLIOGRÀFICA

Autor: Mitch Albom


Título: As cinco pessoas que você encontra no céu
Editora: Sextante
Número de Páginas: 192
Ano de publicação: 2004

2 CREDENCIAIS DO AUTOR

Mitch Albom é autor de A última grande lição, além de seis outros livros.
Um dos mais premiados jornalistas esportivos dos Estados Unidos, trabalha
como colunista de jornal e apresentador de rádio e de televisão, além de
colaborar para várias instituições de caridade. Ele mora em Michigan com sua
esposa Janine.

3 INTRODUÇÂO

Autor também de “A última grande lição” Mitch Albom traz no seu novo
livro “As cinco pessoas que você encontra no céu” uma nova teoria do que
seria o paraíso depois da morte. Nessa história Mitch deixa todo o seu
potencial aflorar trazendo muitas lições e ensinamentos que podem ser levados
por uma vida toda.
O livro conta a história de Eddie, um trabalhador de um parque de
diversões que morre no dia do seu aniversário de 83 anos tentando salvar uma
garotinha de ser atingida por um de seus brinquedos. O livro começa com a
morte de Eddie justamente por querer mostrar que a morte não é o fim e sim o
começo de uma nova caminhada. Depois de morrer Eddie vai para um céu
onde encontra 5 pessoas que o ajudam a entender o significado da sua vida.
Ao longo de todos os seus dias Eddie sempre pensou ter uma vida sem
nenhum significado. Criado por um pai que o maltratava Eddie tinha muitos
sonhos, queria ser engenheiro, se casar com sua amada e mudar de cidade.
4

Mas veio a guerra, com a perna ferida em combate e devido a outros


acontecimentos Eddie acabou por viver uma vida amargurada sem nunca ter
conseguido realizar seu sonhos, tendo que trabalhar na manutenção do parque
de diversões “Ruby Píer” pelo resto de sua vida.

4 PRIMEIRA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU

Ao morrer, no entanto, Eddie despertou num Ruby Píer deserto. Sentia-


se como se nunca tivesse envelhecido. Era como se fosse criança, não tinha
mas os sentimentos de ódio e amargura que contraiu durante a vida sentia-se
leve,flexível e inocente. Pode-se deduzir desse fato que ali ele reviveria
momentos da infância que iriam começar a dar sentido a sua vida, por isso se
sentia bem e sem dores. No parque ele encontra sua primeira pessoa, Joseph
Corvelzchik mais conhecido como homem azul. Eddie se esquecera dele, isso
porque só o havia visto uma vez quando era criança. Nessa primeira pessoa
ele aprende que todas as vidas são interligadas. O homem azul lhe explica que
quando Eddie era criança provocou uma grande mudança na vida do homem.
Em um dia em que o Joseph dirigia, Eddie atravessou na frente dele, fazendo-
o bater o carro e devido ao grande choque sofrer um ataque cardíaco
acabando por morrer.
Com isso o homem azul mostra que todos estamos conectados de
alguma forma e que não é injustiça ele ter morrido, pois ele morreu para que
Eddie vivesse. Ele fala que outras pessoas já haviam morrido no lugar dele e
que agora era a vez dele morrer no lugar de Eddie. Além disso, ele também
mostrou para Eddie que o lugar de onde Eddie sentia vergonha de trabalhar,
para o homem azul era o céu particular, já que teria sido o lugar em que se
sentiu mais feliz. Joseph tinha uma história triste. Quando pequeno ele ingeriu
uma substância tóxica que fez com que ficasse com o corpo azul para sempre.
Com isso mostrou também para Eddie que durante a vida não valorizamos o
pouco que temos e não olhamos para os outros que consideram esse pouco
um bem precioso.
5

5 SEGUNDA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU

Eddie num instante muda de cenário. Agora esta numa guerra. Na


guerra em que estava como soldado e em que nesse momento encontra se
capitão como sendo sua segunda pessoa. Eddie não entende o porquê de o
capitão ter escolhido aquele cenário, mas logo iria entender que para o capitão,
esse era o seu céu particular.
Na guerra, Eddie havia aprendido muitas coisas, como andar encima de
tanques, aprendeu a fumar, aprendeu a atravessar pontes de corda e
aprendeu também a fazer sacrifícios. Durante toda a sua vida Eddie foi uma
pessoa que se sacrificava pelos outros.
Em um momento durante a guerra eles viraram prisioneiros, ao fugirem,
Eddie colocou fogo em todos os barracos do lugar. Devido a ter matado um
soldado e a adrenalina do momento, nosso personagem principal pensa ter
visto um vulto dentro da casa em chamas e tenta entrar para resgata-lo, nesse
momento Eddie é atingido por um tiro na perna e seus amigos o levam
embora. Depois disso Eddie fica semiconsciente e não lembra de mais nada.
No céu o capitão lhe explica que foi ele que havia atirado em Eddie, que ele
preferia sacrificar sua perna a deixar que ele morresse queimado. Eddie fica
com raiva, porque sempre sentiu vergonha de ter ficado manco, ele culpava
sua perna pela sua falta de ação durante a vida.
A segunda pessoa tenta passar para Eddie uma lição sobre sacrifícios.
O capitão sacrificou sua vida ao ser atingido por uma mina terrestre, isso para
salvar a vida dos seus companheiro, inclusive a de Eddie. O que Eddie precisa
entender dessa lição é que ele não deveria ter vergonha de sua perna com
defeito e sim orgulho, pois apesar de tudo, ele ainda podia andar e voltou vivo
para casa onde viveu ao lado da mulher que ama por muitos anos.

6 TERCEIRA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU

Agora Eddie se encontra em frente de um restaurante de beira de


estrada, quando olha para dentro do restaurante pelo vidro ele vê o pai dele.
6

Eddie começa a ficar irritado, pois nunca teve uma relação boa com seu pai, e
antes do pai de Eddie morrer eles não se falavam por anos, de repente ele
ouve a voz de uma mulher dizendo para ele não se zangar.
Essa mulher é Ruby e é a terceira pessoa que Eddie encontra no céu.
Ruby é uma pessoa que Eddie nunca conheceu, porém influenciou muito na
vida dele, pois a primeira dona do parque em que ele trabalhou por quase toda
sua vida. Essa mulher o faz entender que ele não deveria culpar seu pai pela
frustração de ele ter herdado o seu trabalho no Ruby Píer depois que faleceu.
Ela conta que seu pai havia morrido para salvar a vida de um homem que
tentou violentar sua mãe. Eddie entende que apesar de todo o maltrato de seu
pai, seu pai era uma pessoa de caráter.
O objetivo de Ruby era fazer com que Eddie perdoasse o pai, isso
porque ele carregava muito ódio consigo depois que ele o deixou, e para se
livrar desse ódio, ele teria que desculpar seu pai, mesmo que ele não quisesse
desculpas. O autor escolheu uma pessoa estranha para fazer esse papel em
vez do próprio pai dele para passar a idéia de que o perdão é incondicional.
Com isso, Eddie entende que a lição dela é que quando odiamos alguém não
prejudicamos apenas aquela pessoa, mas também prejudicamos a nós
mesmos.

7 QUARTA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU

Depois de perdoar seu pai, Eddie muda mais uma vez de cenário, agora
ele esta num mundo de casamentos e é nesse mesmo mundo que ele encontra
sua quarta pessoa que é sua amada esposa Marguerite. Eles revivem todos os
momentos de suas vidas enquanto estavam juntos, momentos felizes e tristes,
momentos de arrependimento e de orgulho. Ela se arrepende de não terem
filhos, ele de nunca ter saído do parque. O que Marguerite queria mostrar era
que o parque era o lugar deles e que ela adorava morar ali. Além disso, ela fala
que as pessoas têm que morrer, mas o amor nunca morre, que mesmo ali no
céu, ela ainda sentia o amor que ele sentia por ela.
7

8 QUINTA PESSOA QUE EDDIE ENCONTRA NO CÉU

A última pessoa é a mais emocionante e reveladora de todas, mas para


entender melhor a quinta pessoa, é preciso falar de um sonho que Eddie tem
desde que voltou da guerra. O sonho é sobre ele vagando entre as chamas nas
Filipinas em sua última noite de guerra, com os barracos em chamas e um som
agudo constante.
Eddie de repente esta num cenário totalmente branco, onde só se pode
ouvir o som agudo dos sonhos dele, ele vai se aproximando do som e o cenário
vai mudando, e logo ele esta próximo de um lago no Vietnã, onde há varias
crianças brincando.
A quinta pessoa esta ali, brincando com as crianças, e essa pessoa
serve para confirmar e finalizar o esclarecimento de Eddie sobre sua vida, e
essa pessoa seria Tala, uma menina vietnamita. No começo ele não sabe
porque ela é sua “quinta pessoa”, mas ela diz que é porque ela era o vulto que
ele vira na noite em que queimou a aldeia. Nesse momento ele se enche de
culpa e cumpre o pedido de Tala, ela queria que ele a lavasse com as águas
do rio para que seus ferimentos se curassem. Existe uma metáfora querendo
simbolizar que Eddie lavasse sua culpa, já que a própria menina o perdoara.
No último momento com Tala, ela conta que ele havia conseguido salvar
a garotinha no parque, dando dessa vez sua vida em sacrifício, ela explica que
o motivo de Eddie ter trabalhado toda sua vida no parque era para manter
crianças como ela a salvo e que ajudando tantas crianças estava se livrando do
mal que havia causado a ela.

9 CONCLUSÂO

A verdade é que esse livro traz grandes lições para uma vida. A
metáfora que Mitch faz a respeito do céu serve para uma avaliação profunda
de nossa vida. Muitas vezes nos sentimos inúteis como Eddie se sentia, ainda
mais quando chegamos ao fim da vida, quando somos idosos e não estamos
aptos para fazer quase nada. O que o livro descreve é que cada vida afeta
outra que afeta muitas outras. Todos nós estamos conectados, se, por
8

exemplo, Eddie não tivesse conseguido salvar a garotinha no parque, ela não
se casaria, não teria filhos afetando a vida de toda a família dela. Apesar de
muitas vezes sentirmos que somos descartáveis Mitch Albom mostra nesse
esplêndido livro que as pequenas coisas que fazemos são mais importantes do
que imaginamos.

Related Interests