You are on page 1of 8

GLICOCORTICÓIDES

- Hormônios esteroidais: Hormônios sexuais e Hormônios do Córtex da


Adrenal.
- Hormônios do Córtex da Adrenal:
o Adrenocorticosteróides [glicocorticóides e (cortisol) e
Mineralocorticóides (aldosterona)] e Andrógenos Adrenais.
- Estímulo: CORTICOTROPINA = chamado hormônio
Adrenocorticotrópico (ACTH).

PRINCIPAIS USOS DOS HORMÔNIOS DO CÓRTEX DA ADRENAL


- Terapia de reposição (Doença de Addison)
- Tratamento e controle de doenças inflamatórias (Ex. Artrite Reumatóide)
- Tratamento de reações alérgicas graves
- Tratamento do câncer.

PRINCIPAIS USOS DOS FÁRMACOS INIBIDORES DOS


ESTERÓIDES ADRENOCORTICAIS

- Tratamento de disfunções hormonais, quando esses são produzidos em


excesso (Síndrome de Cushing).

ADRENOCORTICOSTERÓIDES

Farmacocinética
Glicocorticóides de ocorrência natural: CORTISOL (hidrocortisona).
• Na ausência de estresse, adulto normal secreta 10 a 20 mg de
cortisol diariamente.
• Velocidade de Secreção:
- Pulsos de ACTH (valores máximos : primeiras horas da manhã e
após as refeições.)
- Também são influenciados pela luz.

1/8
• Cortisol no plasma: liga-se a proteínas plasmáticas.
(globulina de ligação de glicocorticóides = CBG)
α2- globulina Sintetizada no fígado
Liga-se a 75% do
hormônio circulante.
[25% do cortisol Quando os níveis de cortisol >
restante fica livre 20-30 µg/dl
Síntese de CBG AUMENTA
para atuar nas
na gravidez, hipertireoidismo
células-alvo] Ocorre saturação da CBG
e durante a administração de
estrogênios.
[ ] cortisol livre aumenta
DIMINUI: hipotireoidismo, rapidamente
defeitos genéticos na sua
síntese e deficiência protéica

* Albumina tem ↓ afinidade pelo cortisol.


** Dexametasona possui ↑ afinidade pela Albumina.

• Condições normais: ½ vida do cortisol na circulação é de 60-90


minutos.
½ > : - quando são administrados ↑ doses de
hidrocortisona.
- presença de estresse, hipotiroidismo e hepatopatias.

• Excreção: 1% do cortisol é excretado na urina de modo


inalterado.
- 20% convertidos (nos rins) em CORTISONA pela enzima:
11-hidroxiesteróide-desidrogenase
- Maior parte (80%) do cortisol e cortisona sofrem
metabolização hepática e posteriormente excreção renal.

2/8
Farmacodinâmica
A- Mecanismo de Ação:
- Após penetrarem nos tecidos → difundem-se pelas membranas
celulares → ligam-se ao complexo: proteína de choque térmico –
receptor de glicocorticóides no citoplasma.
- Complexo é transportado até o núcleo→ receptor-hormônio (interage
com elementos de resposta aos glicocorticóides (ERG) sobre vários
genes e com outras proteínas reguladoras) → estimulando ou inibindo a
sua expressão.

B- Efeitos Fisiológicos
- Possuem efeitos disseminados, pois influencia a função de maior parte
das células do organismo.
- As principais conseqüências metabólicas da ação dos glicocorticóides
decorrem de ações direta sobre as células
- Alguns efeitos importantes são devidos às respostas homeostáticas da
insulina e do glucagon.
- “Efeitos Permissivos“ - Muitas reações normais que só ocorrem em
velocidade significativa na presença de corticóides não são estimuladas na
presença de doses maiores.
Ex. 1- Resposta da musculatura vascular e brônquica às catecolaminas
apresenta-se diminuída na ausência de cortisol, sendo restaurada através de
quantidades fisiológicas de glicocorticóides.
Ex. 2- Respostas lipolíticas das células adiposas às catecolaminas,
ACTH e hormônio do crescimento também são atenuadas na ausência de
glicocorticóides.

3/8
C- Efeitos Metabólicos:
• Possuem importantes efeitos relacionados com a dose sobre o
metabolismo dos carboidratos, das proteínas e dos lipídios.
• Os glicocorticóides são necessários para a gliconeogênese e a
estimulam em jejum ou na presença de diabetes.
• No fígado, aumentam a deposição de glicogênio:
a) estimulam a atividade da glicogênio sintase.
b) aumentam a produção de glicose a partir de proteínas
(conseqüentemente, ↑ liberação de insulina).
• Inibem a captação de glicose pelas células adiposas, resultando
em aumento da lipólise ( ↑ secreção insulina → estimula a
lipogênese, com conseqüente ↑ deposição de gorduras).

RESULTADO FINAL: No JEJUM, promovem os níveis normais de glicemia


para o cérebro:
 ↑ glicose a partir da glicogênese;
 ↑ liberação AA pelo catabolismo muscular
 ↑ Lipólise
 ↓ captação periférica de glicose.

D- Efeitos Catabólicos:
- ↑ catabolismo no tecido linfóide e conjuntivo, no músculo, no tecido
adiposo, na pele e nos ossos ⇒ (Principal causa de osteoporose na
Síndrome de Cushing ⇒ É a principal limitação para o uso terapêutico a
longo prazo.)
- Em quantidades suprafisiológicas promovem ↓ de massa muscular e
fraqueza.
- Em crianças reduzem o crescimento.

4/8
E- Efeitos Antiinflamatórios e Imunossupressores
- ↓ acentuadamente a inflamação, devido a efeitos profundos que
exercem sobre a concentração, distribuição e a função dos leucócitos
periféricos, bem como a inibição da Fosfolipase A2.
Ex. Administração de dose única de glicocorticóides de ação rápida:
↑ Neutrófilos, ↓ Linfócitos (células B e T), ↓ Monócitos, ↓ Eosinófilos, ↓
Basófilos ⇒ na circulação sanguínea, respostas máximas em 6 horas e
cessam em 24 horas.
- Inibem as funções dos leucócitos e macrófagos teciduais:
o ↓ capacidade destas células de responderem a antígenos e
mitógenos.
o Macrófagos: limita sua capacidade de fagocitar e destruir
microorganismo, pirógeno, colagenase, elastase, fator de necrose
tumoral e ativador de plasminogênio.
o Reduzem a expressão da CICLOOXIGENASE
o Diretamente nos vasos, provocam vasoconstrição. ↓
permeabilidade capilar ao inibir a atividade das cininas e das
endotoxinas bacterianas e ao reduzirem a quantidade de
histamina liberada dos basófilos.
- A eficácia no controle da rejeição de transplante é aumentada pela sua
capacidade de reduzir a liberação de antígenos do tecido enxertado,
retardar a vascularização e interferir na sensibilização das células
produtoras de anticorpos.

F- Outros Efeitos
- ↑ doses: Estimulam a produção excessiva de ácido e pepsina no
estômago → facilita o aparecimento de úlcera péptica.
- ↑ número de plaquetas e eritrócitos.

5/8
ADRENOCORTICOSTERÓIDES SINTÉTICOS
(Dexametasona)
- ORIGEM: São habitualmente sintetizados a partir do ácido cólico (obtido
do gado bovino) ou de sapogeninas esteróides (famílias Liliáceae e
Dioscoreaceae).
- METABOLISMO:
o V.O. : absorvidos rapidamente e de modo completo
- FARMACODINÂMICA:
o As ações assemelham-se ao do cortisol
- FAMACOLOGIA CLÍNICA:
A- Diagnóstico e Tratamento das Alterações da Função Supra-Renal
1. Insuficiência Córtico-Supra-Renal
a. Crônica (Doença de ADDISON)
Características: hiperpigmentação, fraqueza, fadiga, perda de
peso, hipotensão e incapacidade de manter a glicemia em jejum.
* Pequenos estímulos nocivos, traumáticos ou infecciosos →
insuficiência supra-renal aguda com choque→ MORTE.
b. Aguda
- Tratamento precisa ser instituído imediatamente
- ↑ doses de cortisol por via parenteral.
2. Hiperfunção Córtico-Supra-Renal
a. Hiperplasia Supra-Renal congênita
- Caracteriza-se por defeitos na síntese do cortisol.
- Há aumento compensador de ACTH.
b. Síndrome de CUSHING
- Decorrente da hiperplasia supra-renal bilateral secundária ao
adenoma hipofisário (Doença de Cushing).
- Também pode ser decorrente de tumores ou hiperplasia da
glândula supra-renal ou à produção ectópica de ACTH por outros
tumores.

6/8
- Características principais (Manifestações associadas à
presença de Glicocorticóides em excesso): Face arredondada
(“cara de lua”), obesidade do tronco, perda protéica,
adelgaçamento da pele, estrias, contusões fáceis, cicatrização
ineficiente de feridas, osteoporose, alterações mentais, diabetes.
Tratamento: Remoção cirúrgica do tumor produtor do hormônio,
irradiação ou remoção de microadenoma hipofisário produtor de
ACTH.

3. Uso de glicocorticóides para fins terapêuticos (Para Diagnóstico da


Síndrome de Cushing).
- DEXAMETASONA: Usada para suprimir a produção de ACTH, a fim de
identificar a fonte de determinado hormônio em estabelecer se a sua
síntese é influenciada ou não pela secreção de ACTH.
- TOXICIDADE:
o Em tratamento com doses diárias de 100 mg ou mais de cortisol
por mais de 2 semanas os pacientes podem apresentar a
“Síndrome de CUSHING teratogênica”.
 Rosto arredondado e intumescido
 Gordura redistribuída para tronco e face
 Crescimento de pêlos finos nas coxas, tronco e face
 Acne: podem aumentar ou aparecer
 Insônia ou aumento do apetite
 Degradação contínua de proteínas
 ↑ glicemia (↑ necessidade de insulina)
 Aumento de peso
 Desenvolvimento de úlceras pépticas
 Psicose

7/8
ANTAGONISTAS DOS AGENTES CÓRTICO-SUPRA-RENAIS

- Inibidores da Síntese e Antagonistas dos Glicocorticóides


1. MITOTANO
2. ANFENONA B
3. METIRAPONA
4. AMINOGLUTETIMIDA
5. MIFEPRISTONA (RN 486)
6. CETOCONAZOL (Nizoral) ⇒ Antifúngico
- ↑ a relação ESTRADIOL-TESTOSTERONA plasmático: pode ser
responsável por ginecomastia
- Tem sido usado no tratamento de pacientes com Doença de CUSHING
de várias etiologias.

8/8