You are on page 1of 18

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO INTEGRALIZADOR Tecnólogo em Radiologia -UNICESP

-

Coordenação: Thalita Lauanna Gonçalves

d) redigir o trabalho final. Este manual oferece informações que especificam os princípios gerais na a elaboração do Projeto Integralizador para apresentação no curso Tecnólogo em Radiologia/UNICESP e tem o intuito de oferecer um panorama geral de como devem ser estruturados os elementos componentes de um trabalho acadêmico. de acordo com o caráter do trabalho: a) realizar pesquisa bibliográfica sobre um determinado tema. c) identificar problemas de pesquisa. se for o caso. em diferentes tipos de fontes. Espera-se que. . de forma coerente. os alunos desenvolvam as seguintes habilidades. correspondendo a uma disciplina da grade curricular. a ser realizado em grupo. de mesmo nome e com carga horária total de 80 h/aula. b) sistematizar as informações obtidas. elaborar estratégias metodológicas e os instrumentos pertinentes.APRESENTAÇÃO O Curso de Tecnólogo em Radiologia/UNICESP prevê a elaboração de um projeto acadêmico como pré-requisito necessário para a obtenção de aprovação na disciplina Projeto Integralizador. ao longo da elaboração do Projeto. O projeto consistirá de um trabalho científico.

segue: Apresentação das páginas: a) Formato da página – A4 (210 x 297 mm). Deve ser escrito em uma linguagem clara e objetiva.719. com digitados na cor preta. direita e inferior de 2 cm c) Tipo e Tamanho da Letra – Arial ou Times New Romam – Tamanho 12 – Tamanho 10 para citações de mais de três linhas. imparcialidade. .2 FORMATO O projeto deve ser apresentado em papel branco. Os verbos devem ser utilizados na terceira pessoa do singular.1). uma vez que o texto científico deve conter os seguintes elementos: objetividade. bem como ser realizado sob a coordenação de um orientador.1 O QUE É UM PROJETO? Documento acadêmico que representa o resultado de estudos e pesquisas. apresentando com precisão as idéias. PROJETO INTEGRALIZADOR 1.1. O texto deve ter uma seqüência lógica. evitando usar a terceira pessoa do plural e nunca a primeira pessoa. precisão. 1. padrão DIN (NBR 10. devendo expressar conhecimento do assunto escolhido. notas de rodapé. clareza. os dados e os resultados dos estudos.Margens: as folhas devem apresentar margem esquerda e superior de 3 cm. Os objetivos de um projeto são esclarecer um determinado tema e propor formas de organizá-lo e analisá-lo. paginação e legenda das ilustrações e tabelas. item 8. formato A4. com espacejamento interlinear de 1. b) Dimensões das margens: . coerência e impessoalidade. Abaixo.5 linhas. com exceção das ilustrações. as pesquisas. O projeto gráfico é de responsabilidade do autor do trabalho.

Além da quantidade mínima de páginas estipulada. contadas a partir da Introdução. conforme especificado abaixo). do conteúdo e dos aspectos formais do projeto é dos autores do mesmo. são elas: . v Elementos pós-textuais.d) Utilize recuo de parágrafo de 1. a responsabilidade pela qualidade da apresentação.5 pontos ou uma pressão na tecla tab (tabulação) para todos os parágrafos do texto.3 INSTRUÇÕES GERAIS SOBRE O PROJETO O projeto deverá ter no mínimo 15 páginas. Como o projeto é de autoria pessoal. ESTRUTURA DO PROJETO A estrutura de um projeto compreende: v Elementos pré-textuais. 2.2. quer tenha um digitador ou você mesmo digite seu trabalho. v Elementos textuais.1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS 2. até a Análise dos Dados (elementos textuais.1 Capa A capa de conter informações que identifiquem o projeto e seus autores. Por isso. é recomendada aos autores uma revisão minuciosa antes de submetê-la à avaliação. recomendando-se que não ultrapasse 30 páginas. 2. o tamanho do projeto dependerá da abrangência do tema e do caráter do trabalho realizado. 1.1.

projeto e o nome do curso.2 Falsa Folha de Rosto Deverá conter apenas o título do projeto centralizado. e se for o caso. se for o caso.3 Folha de Rosto Contendo os seguintes elementos: v Nomes e matrículas dos autores.1. localizado a abaixo da apresentação dos nomes dos componentes. O título deverá ser: centralizado. fonte Arial ou Times New Romam tamanho 14 com todas as letras em maiúsculo. centralizado.1. com todas as letras em maiúsculo. centralizados. v Data (mês/ano) e Local (cidade) de impressão do PI. o subtítulo do PI.v Cabeçalho contendo os dados da Instituição (em negrito). v v Logomarca da Instituição. deverá ser digitado também em fonte tamanho 14. v Síntese da Natureza do Trabalho. apresentando apenas a 1° letra da sentença em maiúsculo. . O cabeçalho deverá ser centralizado. v Nome e matrícula dos autores (máximo cinco). Os nomes deverão estar alinhados à direita. em negrito. Título e. v Data (mês/ano) e Local (cidade) de impressão do PI. 2. v Título. Caso haja subtítulo. porém. subtítulo do Projeto. centralizada acima do cabeçalho. seguidos do número de matrícula de cada acadêmico. 2.

2. textuais e pós-textuais.6 Abstract Resumo em língua estrangeira (inglês). metodologia e analise dos dados.1. na mesma ordem e grafia em que o assunto nele se sucede e cujas partes são acompanhadas dos respectivos números das páginas.2.5 Resumo É a apresentação concisa do conteúdo do Projeto Integralizador. As palavras-chave (05 palavras) e descritores devem ter destaque em negrito. para que este possa decidir sobre a conveniência da leitura do texto inteiro. desde a Introdução até as Referências . Deve-se dar preferência ao uso da terceira pessoa do singular e do verbo na voz ativa. Devem-se evitar o uso de parágrafos. . Expõe finalidades.4 Ficha de Avaliação É uma folha em que são listados os nomes dos professores avaliadores. 2. 2.1.1. informa suficientemente ao leitor. O Sumário é colocado no início do trabalho. seções e outras partem de uma publicação. com um campo para suas respectivas assinaturas. Constam dele todos os elementos.1. Não deve ultrapassar 300 caracteres.7 Sumário Enumeração das divisões. O resumo não é lugar de fazer juízo de valores. mas é o último a ser escrito.

2.1 Referências Elemento obrigatório.1 Introdução É feita uma breve apresentação do trabalho. onde devem constar a delimitação do assunto tratado. edição.3. autor. Fornecendo. Divide-se em seções e subseções que variam em função da abordagem do tema e do método. 2.2. fundamentar e ilustrar a pesquisa. na qual se apresentam conclusões e considerações finais correspondentes aos objetivos e hipóteses.3 Análise dos dados Parte final do texto. . nome da obra. que permite sua identificação individual. Os apêndices são identificados por letras maiúsculas consecutivas. 2. Menções a sites devem registrar a data de acesso.2.2 ELEMENTOS TEXTUAIS 2. Importante esclarecer que a Revisão da Literatura não é lugar para opinião (pessoal).2. travessão e pelos respectivos títulos. 2. editora e data de sua publicação. que consiste em um conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento.2 Apêndices O apêndice serve para apresentar o material que foi elaborado pelo próprio autor do projeto. no mínimo. de forma a comprovar. 2. local.3 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS 2.2 Referencial Teórico ou Revisão da Literatura Parte principal do texto que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto com auxílio dos autores já reconhecidos em pesquisas. objetivos da pesquisa e outros elementos necessários para situar o tema do trabalho.3.

ou com destaque gráfico. usando exatamente as mesmas palavras usadas pelo autor do trabalho consultado. seguidas da indicação da fonte consultada. Nesse caso. obrigatoriamente entre “aspas duplas”. fotografias.3. v Formas de Citação • • • Direta. uma frase ou uma expressão. Fornecer exemplos de pontos de vista semelhantes ou divergentes sobre o assunto objeto de sua pesquisa.2. Fornecer informações a respeito dos trabalhos desenvolvidos na área de pesquisa. p. Indireta. 2002. repete-se palavra por palavra e estas devem vir.1) v Por quê usar citação? Dar credibilidade ao trabalho científico. v Citação Direta É a transcrição ou cópia de um parágrafo. de uma informação extraída de outra fonte” (NBR-10520. etc Dúvidas freqüentes v O quê é citação? “menção. Por exemplo: tabelas estatísticas. no texto.3 Anexos São os documentos que complementam e ilustram o raciocínio do autor do texto. mas que não foram elaborados por ele. Outras formas de Citação. .

Ao s contrário da citação direta. 2). 2002.Regras gerais para apresentação Citações com mais de três linhas: devem ser destacadas com um recuo de d m 4 cm ou vinte e oito toques da margem esquerda com um tipo de letra menor do let que a utilizada no texto. v Citação Direta. (NBR 10520. a citação indireta deve ser encorajada. p. . pois é a maneira ois que o pesquisador tem de ler. se as aspas e com espaçamento sim sem imples. compreender e gerar conhecimento a partir do e to conhecimento de outros autor tores.v Citação Indireta ou paráfrase ta É a transcrição das i idéias de um autor usando as próprias palavras.

MODELO DE CAPA FACULDADES INTEGRADAS UNICESP PROJETO INTEGRALIZADOR TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA-TR TÉCNICAS E ROTINAS DE INCIDÊNCIAS RADIOLOGICAS OBSERVADAS EM UMA CLÍNICA DE RADIODIOGNÓSTICO: Estudo do Antebraço Acadêmico 1 (matrícula) Acadêmico 2 (matrícula) Acadêmico 3 (matrícula) Acadêmico 4 (matrícula) Novembro/2010 Taguatinga – DF .

MODELO DE FALSA FOLHA DE ROSTO TÉCNICAS E ROTINAS DE INCIDÊNCIAS RADIOLOGICAS OBSERVADAS EM UMA CLÍNICA DE RADIODIOGNÓSTICO .

xxxxxxxxxxxxxxxxx Taguatinga – DF.Novembro / 2010 .MODELO DE FOLHA DE ROSTO Acadêmico 1 (matrícula) Acadêmico 2 (matrícula) Acadêmico 3 (matrícula) Acadêmico 4 (matrícula) TÉCNICAS E ROTINAS DE INCIDÊNCIAS RADIOLOGICAS OBSERVADAS EM UMA CLÍNICA DE RADIODIOGNÓSTICO: Estudo do Antebraço Trabalho apresentado ao curso superior de Tecnologia em Radiologia da Faculdade Unicesp como exigência para aprovação do PI (Projeto Integralizador) Orientador: Profª.

XXXXXXXXXX Taguatinga – DF Novembro / 2010 .XXXXXXXXXX _________________________________________________________________ Avaliador 2 .Profª.XXXXXXXXXXX _________________________________________________________________ Avaliador 1.MODELO DE FICHA DE AVALIAÇÃO FICHA DE AVALIAÇÃO _________________________________________________________________ Orientador: Profª.Profª.

MODELO DE RESUMO RESUMO Texto do resumo. Texto do resumo. Texto do resumo. Texto do resumo. Texto do resumo. Texto do resumo. palavra 4 e palavra 5. . Texto do resumo. palavra 2. Texto do resumo. palavra 3. Texto do resumo. Texto do resumo. Texto do resumo. Texto do resumo. Palavras-chave: palavra 1.

Texto do abstract. Texto do abstract. palavra 3.MODELO DE ABSTRACT ABSTRACT Texto do abstract. . Texto do abstract. palavra 2. Texto do abstract. Texto do abstract. Texto do abstract. Texto do abstract. Texto do abstract. Texto do abstract. Texto do abstract. Keywords: palavra 1. Texto do abstract.

...............................................................MODELO DE SUMÁRIO SUMÁRIO 4 1.. 2................................................................. 5 ...................................... REFERENCIAL TEÓRICO.. INTRODUÇÃO..............

DÂNGELO. Ed. DAMAS. C. R. ed. 2001. a. 3. nov.. Acesso em: 20 set. Aspectos do comércio eletrônico aplicados ao Direito Brasileiro. M. Jus Navigandi. Karina. A. M.Wayne. ed. Rio de Janeiro: Elsevier.MODELO DE REFERÊNCIAS REFERÊNCIAS BONTRAGER. Y. DRAKE. Renata Ribeiro. VOGL. 52. MITCHELL. 2003.asp?id=2467>. 6. Tratado de técnica radiológica e base anatômica.br/doutrina/texto. M. São Paulo: Atheneu. DIMENSTEIN. A.com. 2009. Teresina. 200. R. São Caetano do Sul: Yendis. . Gray´s anatomia para estudantes. 5.. MARQUES. K. São Paulo: Senac. HORNOS. anatomia humana sistêmica e segmentar. 2003. 2 ed. L. Manual de proteção radiológica aplicada ao radiodiagnóstico. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. FATTINI. 3.jus. n. W. 2010.. Tratado prático de radiologia. J. G. Disponível em: <http://www1. 2004.

FIGURA 02 – mamógrafo digital da Lorad.MODELO DE APÊNDICE APÊNDICES APÊNDICE A – EQUIPAMENTOS QUE COMPOEM A SALA DE RADIOLOGIA FIGURA 01 – sala de exame com o Aparelho de raios X convencional Siemens Multix B. .