Motores de Indução Trifásicos

O motor de indução trifásico manutenção. Velocidade síncrona o mais importante em aplicações

industriais, devido as suas características de robustez, baixo custo, e baixa

120f Ns = p
p ωe = ω m 2

Velocidade angular elétrica ωe e mecânica ωm
Ns − Nm s= Ns

Escorregamento

Frequência das tensões e correntes induzidas no rotor (ωsl) em rad/s elétricos

corresponde à diferença entre as velocidades do campo

girante (ωe) e do rotor (ωm), expressa em unidades elétricas:

ωsl =ωe − ωm
Modelo estático do motor de indução
rs
Is Vs
Ic Im

xs
Io

xr
Ir

Xm

rr/s

Figura 4.1 - Circuito equivalente “T” por fase do motor de indução em regime permanente, referido ao estator.

Impedância equivalente do motor

o efeito combinado da carga no

eixo e da resistência do rotor aparece como uma resistência refletida rr/s e despreza-se rp por ser muito maior que xm:

Zeq

(rr / s + jx r ) × jx m = rs + jx s + . rr / s + j( x r + x m )

Observação: Para um dado escorregamento s, o motor pode ser visto como uma impedância fixa, o que simplifica muito as análises que serão feitas daqui para frente.

Análise do circuito equivalente

as expressões para as perdas e

potências trifásicas (ou totais) da máquina podem ser resumidas: Potência de entrada: Pin = 3 Vs Is cos φ Perdas no cobre do estator: Pls = 3 Is2 rs Perdas no núcleo: Plc = 3 Vm2 / rp Potência de entreferro: Pg = 3 Ir2 rr /s Perdas no cobre do rotor: Plr = 3 Ir2 rr Potência mecânica interna: Po = Pg – Plr = 3 Ir2 rr (1 – s) /s Potência de ponta de eixo: Pm = Po - Pfw Pfw - perda devido ao atrito e ventilação.

Torque eletromagnético (Te)

a potência mecânica interna Po é o

produto de Te pela velocidade ωm, e sendo ωm = (1-s)ωs então:
Po 3 2 1 − s 3 2 rr = = Ir , Te = I r rr ωm ωm s ωs s ou, identificando a expressão da potência de entreferro na equação do torque eletromagnético, pode-se obter:

Pg Te = ωs Esta equação demonstra que, para uma freqüência de alimentação fixa, o torque é diretamente proporcional à potência de entreferro.

Assim. pode-se obter a corrente rotórica Ir por inspeção: Ir = (rs +rr / s) 2 +( x s + x r ) 2 2 Substituindo-se Ir na expressão do torque. ω s s (rs +rr / s) 2 +( x s + x r ) 2 .De fato. a potência de entreferro se divide entre a potência mecânica interna e as perdas no cobre no circuito do rotor da seguinte forma: Po = (1 – s) Pg Plr = s Pg Circuito equivalente aproximado reatância Xm na entrada do circuito Vs e rp desprezado. tem-se: Vs 3 rr Te = .

Curva de conjugado típica de um motor de indução trifásico.2 . .Curva de conjugado típica na região motora smaxT Figura 4.

.5 Vs2 = ωs rs + rs2 +( x s + x r )2 Observações: o ponto de ocorrência do torque máximo (smaxT) depende diretamente do valor da resistência do circuito do rotor. Tem ou Mk) e escorregamento no qual ocorre (smaxT ou sk) s max T = rr rs 2 +( x s + x r )2 Tem 1. através da inserção de resistências em seu circuito de rotor. mas o valor de Tem não depende. Isto sugere a possibilidade de controle da característica (Te x ωm) do motor de indução de rotor bobinado (MIRB).Conjugado máximo (Cmax.

440 volts. a) Cálculo do escorregamento Na partida: como Nm=0 ⇒ Ns − 0 s= =1 Ns . possui 4 pólos.1Ω xr = 0. referidos ao estator: rs = 0.Partida do Motor de Indução Trifásico o grande problema na partida direta do motor de indução trifásico é o elevado valor da corrente. e apresenta os seguintes parâmetros. Exemplo: será calculada a impedância equivalente de um motor de indução trifásico na partida e na velocidade nominal. gira nominalmente à 1755rpm.2Ω.2Ω xs = 0. O motivo da alta corrente é o baixo valor de Zeq na partida. O motor é ligado em Y. em Ω/fase.5Ω xm = 20Ω rr = 0. 60 Hz. que é algumas vezes menor que seu valor à velocidade nominal.

23 0.57 Zeqp .À velocidade nominal: Nm = 1755rpm e Ns=1800rpm ⇒ 1800 − 1755 s= = 0.2 + j0.5 + = 4.1/ 1 + j0.025 + j0.025 1800 b) Cálculo da impedância Na partida: (0.2 + j20 Na velocidade nominal: (0.1/ 0.2) × j20 Zeq p = 0.5 + = 0.1/ 1 + j0.2 + j0.025 + j0.2) × j20 Zeqn = 0.1/ 0.76 0.2 + j20 Zeqn = 5.

Normalmente os fabricantes informam o valor da corrente de partida de forma indireta. como visto acima.Como a tensão nominal não se altera. que fornece os kVA/hp com o rotor travado. . tem-se: Zeq n × I n = Zeq p × I p ⇒ Zeqn = = 5.57 I n Zeqp Ip A corrente de partida de um motor de indução trifásico tipo gaiola típica varia entre 4 a 8 vezes a corrente nominal. ou através da letra código (norma NEMA). seja pelo fator Ip/In. A corrente de partida em Ampères pode ser facilmente calculada a partir destas informações.

A elevada corrente de partida pode trazer problemas para a instalação elétrica. podendo causar a má operação de outras cargas ligadas ao mesmo barramento. no que diz respeito a afundamentos de tensão. . Isto motivou a busca de técnicas de partida para amenizar tais efeitos. Cabe realçar que o motor em si é projetado para partida direta de cargas de baixa inércia. e esta opção não deve ser descartada antes de uma análise do problema.

A tensão nominal da rede deve coincidir com a tensão nominal da ligação Δ. O torque de partida Y (TpY) fica reduzido a 1/3 do torque de partida direta (Tpd). o motor deve partir a vazio. A corrente de partida. Preferencialmente. 3. 2. Conseqüências: 1. Y (IpY) fica reduzida a 1/3 da corrente de partida direta (Ipd). O torque inicial solicitado pela carga deve ser pequeno.Partida Estrela-Triângulo ou Y-Δ Condições para ser utilizada: 1. na linha. 2. . O motor deve ter no mínimo 6 terminais acessíveis.

A troca da ligação durante a partida é acompanhada por uma elevação de corrente. quando então esta conexão é desfeita e executada a ligação em triângulo.O procedimento para o acionamento do motor é feito ligando-o inicialmente na configuração estrela até que este alcance uma velocidade próxima da velocidade de regime. aproximadamente 90%. fazendo com que as vantagens de sua redução desapareçam se a comutação for antecipada em relação ao ponto ideal. Circuito de força de uma chave estrela-triângulo conectada aos terminais de um motor de indução trifásico: .

Figura 4.3 – Diagrama de força (ou potência) da chave estrela-triângulo .

então.Durante a partida em Y. Devido ao conjugado de partida baixo e relativamente constante a que fica submetido o motor. for superior ao conjugado da carga do eixo. na ligação Y. um motor só pode partir através da chave Y-Δ quando o seu conjugado. as chaves Y-Δ são mais adequadamente empregadas em motores cuja partida se dá em vazio. Vantagens e desvantagens das chaves estrela-triângulo: a) Vantagens Custo reduzido Elevado número de manobras por hora Corrente de partida reduzida a 1/3 da corrente de partida nominal . o conjugado e a corrente de partida ficam reduzidos a 1/3 de seus valores nominais.

próximos. portanto. durante a comutação. . O motor deve alcançar pelo menos 90% de sua velocidade de regime para que.Dimensões relativamente reduzidas b) Desvantagens Os motores devem ter dupla tensão nominal e dispor de pelo menos seis terminais acessíveis Conjugado de partida reduzido a 1/3 do nominal A tensão da rede deve coincidir com a tensão em triângulo do motor. a corrente de pico não atinja valores elevados. da corrente de partida com acionamento direto.

o mais adequado seria lançar mão de sensor de corrente ou de velocidade para que se tenha uma comutação satisfatória.A forma mais comum de se identificar o momento de se realizar a comutação na chave estrela triângulo é através de temporizador ou relé de tempo. embora isto signifique maior custo e complexidade. como não se pode garantir que o motor terá alcançado a velocidade nominal no tempo programado. Curvas de conjugado e corrente em função da velocidade do motor na partida Y-Δ: . Porém.

Conjugado e corrente no acionamento Y-Δ em função da velocidade. .Figura 4.4 .

Assumindo que a transição de Y para Δ se dê sob velocidade nominal.3) IdC2 = InD / 3 3 . 4. pode-se demonstrar que as correntes nos contatores serão: IdC1 = InD / IdC3 = InD / 3 (para o circuito de força apresentado na Fig.

Partida Y-Δ com duplo sentido de rotação .

O ponto estrela do autotransformador fica acessível e.Partida através de chave compensadora A chave compensadora é composta basicamente de um autotransformador com várias derivações. é curto circuitado e esta ligação se desfaz logo que o motor é conectado diretamente à rede. Normalmente. tais como britadores. as mais comuns são 50. 65 e 80% da tensão nominal. acionando cargas com alto índice de atrito. este tipo de partida é empregado em motores de potência elevada. Este autotransformador é ligado ao circuito do estator. . e semelhantes. durante a partida.

a corrente de partida na linha se aproxima do valor da corrente de acionamento utilizando chave estrela-triângulo. neste instante. como uma reatância que impede o crescimento dessa mesma corrente. Pode-se variar gradativamente as derivações para aplicar as tensões adequadas à capacidade do sistema de suprimento. já que o autotransformador se comporta. A comutação da derivação de tensão reduzida para a tensão de suprimento não acarreta elevação da corrente.Vantagens e desvantagens da chave compensadora em relação às chaves Y-Δ: a) Vantagens: Na derivação 65%. .

equivalente ao tap de ligação. Is – Corrente de saída do autotransformador. . acarretando o aumento no volume dos Centros de Controle de Motores (CCM). Vs – tensão de saída do autotransformador. Relações de transformação de tensão e corrente e suas conseqüências sobre o conjugado usando a chave compensadora: Vp × I p = VS × IS Vp – tensão de linha no primário ou de alimentação do autotransformador. Dimensões normalmente superiores às das chaves Y-Δ. Ip – Corrente de linha no primário.b) Desvantagens: Custo superior ao da chave estrela triângulo.

80 × IS = 0. por exemplo.80 × C np = 0.80 × 412.8 A A corrente de linha assume o valor de: I p = 0. ou seja: Is = 0.80 × 516 = 412.8 = 330. também se reduzirá ao valor de 80% da mesma.Se a chave compensadora está ajustada ao tap. durante a partida fica reduzida a: Vs = 0.80 × 0. a tensão nos terminais de um motor de 50cv (380V).64 C np . de: C p = 0.80 × 380 = 340 V Nessas condições. que na partida equivale a 516A. relativamente ao valor nominal. de 80%. a corrente nos terminais desse motor.2 A O conjugado de partida fica reduzido.

O termostato é especificado em função da classe de isolamento do autotransformador. Para se definir a potência do autotransformador deve-se considerar: Potência do motor Frequência de partida (número de partidas por hora) Existem limitações quanto ao número de partidas. sob pena de danificação dos enrolamentos. opcionalmente. Assim sendo. O termostato tem a função de proteção do equipamento contra aquecimento excessivo ocasionado por sobrecarga ou número de partidas acima do especificado. Os autotranformadores possuem. fica estabelecido: .Dimensionamento: a. b. instalado na bobina central. um termostato.

.5 minutos entre elas ou cinco com intervalos de aproximadamente doze minutos. podendo ser duas consecutivas com intervalo mínimo de 0. 10 partidas/hora.5 minutos entre elas ou dez com intervalos de aproximadamente seis minutos. podendo ser seis consecutivas com intervalo mínimo de 0. 20 partidas/hora. Tempo de partida do motor.5 partidas/hora. Normalmente os autotransformadores são projetados para suportarem a corrente de partida durante 20s. podendo ser três consecutivas com intervalo mínimo de 0.5 minutos entre elas ou vinte com intervalos de aproximadamente três minutos. c.

normalmente utilizam-se tap’s 65 e 80%. e. para completar a especificação do autotransformador deve ser citado: d. Derivadores (tap’s) de tensão necessários . Tensão nominal da rede.Após a definição da potência. Classe de isolamento . .em sua maioria classe "B" (130°C) f.

.(a) Diagrama de força.

5 .(b) Diagrama de comando.Esquema de ligação tripolar de chave compensadora. . Figura 4.

Figura 4.6 – Efeito da redução da tensão de estator sobre o torque e a corrente do motor.(WEG) .

A B C CM MIRB C3 Re3 C2 Re2 C1 Re1 Fig. Para se ter uma ação de controle mais fina.Partida do Motor de Indução de Rotor Bobinado a partida do motor de indução de rotor bobinado é feita através da introdução de resistores no circuito do rotor. . é normal o uso de vários estágios.7: Partida do motor de indução de rotor bobinado. 4.

com correntes de partida relativamente pequenas. incluindo os valores dos resistores externos ao de rr tem-se: s max T = rr +∑ R ext rs 2 +( x s + x r )2 .Torque de partida elevado: redução da corrente obtida pela inserção de uma maior resistência rotórica e não pela redução da tensão aplicada ao estator. Cálculo da resistência externa: da equação que fornece o escorregamento para máximo torque. característica muito adequada para aplicações de elevado torque de partida ou elevada inércia. que permanece no valor nominal ⇒ técnica capaz de fornecer elevados torques de partida.

obtém uma família de curvas Texωm: . Exemplo: se for desejado que a primeira curva resulte em smaxT =1.Tanto rr quanto Rext são valores referidos ao estator. pode-se escrever: ∑ R ext = ( x s + x r )−rr Através da variação dos estágios de Rext. e assumindo que rs << (xs + xr). chega-se ao valores dos resistores de cada estágio. Pela seleção do valor de smaxT que se deseja ter para cada curva do motor.

8 .Curvas Conjugado-Rotação e Corrente-Rotação para motor de rotor enrolado. .Figura 4.

100 por cento de conjugado representa 100 por cento de corrente em qualquer ajuste de rotação. Similarmente 70 por cento ohms fornece conjugado nominal a 30 por cento de rotação e 50 por cento ohms resulta em conjugado nominal a 50 por cento da rotação. Restrição de conjugado com a ventilação: com resistência considerável no secundário a característica de conjugado x rotação é muito inclinada para o começo da curva de tal modo que a regulação de velocidade é pobre. .Nomenclatura: a resistência secundária que fornece conjugado nominal na rotação nula é chamada por unidade ou 100 por cento ohms. independentemente da resistência externa na parte reta da curva característica. Uma vez que a corrente de carga é proporcional ao conjugado.

cerca de 80 por cento de conjugado a 50 por cento de rotação. Os motores de rotor bobinado são máquinas apropriadas para o acionamento de compressores centrífugos. o motor padrão auto-ventilado é somente capaz de fornecer. Aplicação: Motores de rotor bobinado são usados quando for necessária a partida com limitação de corrente de partida abaixo daquela que pode ser obtida satisfatoriamente com motor de indução de gaiola ou motor síncrono. devido a redução da ação do resfriamento. bombas de velocidade . o motor teria uma característica de conjugado x rotação constante. mas com uma corrente que corresponde a um conjugado de 100 por cento nesta rotação. por exemplo. Entretanto.Se a capacidade de dissipação de perdas do motor fosse a mesma em qualquer rotação.

variável. Projeto: o projeto de uma chave de partida para este tipo de motor compreende as seguintes etapas: 1. esmagadores. Motores com rotor enrolado também são utilizados para aplicações com rotação variável. tais como grandes ventiladores ou conjuntos motor-gerador síncrono. grandes moinhos de bola. 2. Ele é particularmente adequado para partir cargas de alto conjugado de partida tais como esmagadores ou quando uma inércia elevada deva ser acelerada. Traçar as curvas de torque do motor e da carga. laminadores. picadores. . misturadores e aplicações similares. Conhecer as características Txωm do motor e da carga. definindo o número de etapas (curvas de partida) desejadas no processo de partida.

usando a relação de tensão de linha estator/rotor. . Calcular os somatórios dos valores dos estágios de Rext que resultem na curva i pelo uso da equação: ∑ R ext _ i =( x s + x r )s max T _ i −rr 5. de forma linearizada. Determinar os valores de smaxT_i para cada curva i. Obter o valor de cada estágio individualmente. referido ao circuito de rotor. 4.3.

Dimensionamento dos componentes básicos de uma chave Os critérios práticos de dimensionamento apresentados baseiam-se nas: Características dos componentes da chave Condições de serviço: Regime de serviço contínuo. Caso seja necessário utilizar um FS maior que um (1). Para outros regimes. este deverá ser considerado também no dimensionamento dos componentes de força e dos cabos de alimentação do motor. Fator de segurança: deve ser considerado um fator de segurança no dimensionamento dos componentes básicos da chave para . consultar o fabricante. Fator de serviço (FS) considerado um (1).

15. Tempo de partida (aceleração) partida direta -5s partida estrela-triângulo -10s partida chave compensadora -15s Estes tempos foram considerados em função de dados práticos e também respeitando-se o tempo máximo de rotor bloqueado dos .assegurar seu bom desempenho e vida útil. que podem ser prejudicados por: oscilações na rede (queda de tensão) altas correntes de partida (acima de 6 x In) tempos de partida muito longos Fator de segurança considerado até 1.

É importante dizer que o tempo de partida varia conforme a carga. considerado AC3. Quando o tempo de aceleração for superior aos mencionados acima. o motor deverá ser protegido através de sondas térmicas.motores. . Categoria de emprego.

IK1 .EXEMPLOS Chave de partida direta Corrente no trecho.

3 com Ip e Tp entra-se nas curvas características de fusíveis obtendo-se IF. IF ≥ 1.Roteiro de cálculo Contator Relé de sobrecarga K1 ⇒ Ie ≥ In* l.2*In IF ≤ IFmax para K1 (tabela de fusíveis máximos para contatores) IF ≤ IFmax FT1 (tabela de fusíveis máximos para relés de sobrecarga) .2.F1.15 FT1 ⇒ In Fusíveis de força .

Dimensionamento dos componentes de força de uma partida direta para acionar um motor trifásico de 30cv.0] . IV pólos em rede de 380V/60Hz (trifásica com neutro): Da tabela abaixo ⇒ [In = 44A e Ip/ln = 8.

Tensão de comando K1 ⇒ CW 57.22 220V . da tabela a seguir Número de contatos auxiliares. Numa chave direta. normalmente necessita-se.Contator K1 ⇒ Ie ≥ In* l.15 K1 ⇒ Ie ≥ 44A * l.6A K1 = CW 57 (63A em AC3). apenas de um contato auxiliar "NA".15 K1 ⇒ Ie ≥ 50.

Tabela – Características típicas de contatores WEG. .

Relé de sobrecarga FT1 ⇒ In = 44A FT1 ⇒ RW 67 (30-46A). tabela abaixo .

F3 Ip = Ip/In * In= 8 x 44 = 352A Tp = 5s Em função de Ip e Tp. F2.Fusíveis F1. obtem-se da curva característica um fusível de 100 A (IF=100A) .

.

a seguir ⇒ IF ≤ 125A IF ≤ IFmax FT1 (tabela de fusíveis máximos para relés) IF ≤ 100A CONCLUSÃO ⇒ F1.F3 = NH 100A .2*In ⇒ IF ≥ 53A IF ≤ IFmax para K1 (tabela de fusíveis máximos para contatores).IF ≥ 1.F2.

.

em função da exigência da carga. a tensão cresce do valor Vp até atingir a tensão de linha do sistema no intervalo de tempo Tp. desaceleração e proteção de motores de indução trifásicos. Ademais.5-0: Diagrama unifilar de um soft-starter.Partida através de chaves estáticas (Soft-Starters) Popularmente conhecidas como soft-starters. A Figura 4.2.5-0 abaixo ilustra o diagrama simplificado de um soft-starter para média tensão. através de ajustes acessíveis. conforme mostrado na figura abaixo 4. pode-se controlar o torque do motor e a corrente de partida em valores desejados. Perfil da tensão de partida As chaves de partida estáticas podem ser ajustadas no módulo de tensão.2. responsável pelo torque inicial que irá acionar a carga. são chaves estáticas de partida. permite obter partidas e paradas suaves do mesmo. de forma a se ter uma tensão inicial de partida adequada. destinadas à aceleração.5-1: . onde pode-se observar a presença dos tiristores em anti-paralelo. mediante o ajuste do ângulo de disparo dos tiristores. O controle da tensão aplicada ao motor. Ao se ajustar a tensão de partida a um valor Vp e um tempo de partida Tp.2. bem como da proteção e contatores principal e by-pass: Figura 4.

.Figura 4. Cnm – conjugado nominal do motor.15 × C nm Cp Vnm – tensão nominal do motor. a iniciar o processo de partida. A figura abaixo ilustra este pulso. ou conjugado inicial resistente. o pulso de tensão de partida deve durar entre 100 e 300ms. de valor ajustável. pode-se limitar o conjugado de partida do motor. Cp – conjugado de partida do motor sob tensão nominal.2. necessitam vencer o atrito estático. Considerando que o conjugado do motor varia de forma quadrática com a tensão. Ci – conjugado inicial da carga. O valor dessa tensão deverá ser suficientemente elevado para vencer o conjugado inicial da carga. A tensão de partida da rampa pode ser inicialmente avaliada como V p = Vnm × C i + 0. Um exemplo prático para o uso do pulso de tensão de partida refere-se às estações de saneamento em que as bombas. Pulso de tensão de partida Os soft starters são dotados de uma função denominada de pulso de tensão de partida (kick-start). para ajudar as cargas de inércia elevada. que em muitos casos acumulam lama ou detritos no seu interior. mediante o controle da tensão eficaz que é aplicada aos terminais do motor. e que a corrente cresce de forma linear. Na prática.5-1: Elevação da tensão aplicada por um soft-starter. bem como a sua corrente de partida.

ensejando que cargas de inércia elevada sejam . Os soft starters permitem que a corrente seja mantida num valor ajustável por um determinado intervalo de tempo.2. Figura 4.5-2: Pulso da tensão de partida do Soft Starter. Vnm – tensão nominal do motor.2.É importante observar que ao se habilitar a função de pulso de partida.5-3: Comparativo qualitativo entre as correntes dos métodos usuais de partida. fica eliminada a atuação da função de limitação da corrente de partida. Corrente inicial de partida É a corrente que circula na rede da partida do motor. Figura 4.2. Vm – tensão nos terminais do motor no momento da partida.5-3 mostra um gráfico comparativo entre a corrente do motor de indução em função do tempo usando o soft starter e a mesma corrente partindo o motor diretamente da rede e em Y-Δ. A Figura 4. I pi = I pm × Vm Vnm Ipm – corrente de partida do motor conectado diretamente à rede.

aceleradas às custas de baixas correntes de partida. Pode-se usar este recurso para partir motores em sistemas elétricos com baixo nível de correntes de partida. A seguir são apresentadas algumas vantagens e desvantagem do soft starter em relação aos outros métodos mencionados a) Vantagens Corrente de partida próxima da corrente nominal Nº de manobras ilimitado Longa vida útil devido à inexistência de partes eletromecânicas móveis Torque de partida próximo do torque nominal Pode ser empregada também para desacelerar b) Desvantagens: Alto custo de implementação .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful