UNIVERSIDADE TECNOLOGICA FEDERAL DO PARANÁ CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

ANDERSON FACCO FERNANDO VIEIRA DOS SANTOS FLAVIO LORI GRANDO

REGULAÇÃO DE TENSÃO

TRABALHO

PATO BRANCO 2011

para obtenção de nota parcial na disciplina. Profº.ANDERSON FACCO FERNANDO VIEIRA DOS SANTOS FLAVIO LORI GRANDO REGULAÇÃO DE TENSÃO Trabalho individual apresentado à disciplina de Eletrônica C do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Dr. Mário Lúcio da Silva Martins PATO BRANCO 2011 2 .

............................. ....................3.............................. 4 1.................2.................... ... ........ ..... ....................2...................... REGULAÇÃO DE TENSÃO POR TRANSISTOR .2. Características do Circuito Regulador ....................................................................... .............................................. ........... REFERÊNCIAS ...........................1.................................. 6 3....................1............... 5..................... .............. ..... . 14 FILTRO RC .... Tensão de Ripple...... .................. 11 Análise CA do filtro RC . .............Sumário 1...1............................. ........................... ........... 13 CI¶s Reguladores de Tensão ........................ 16 3 ........... . 2...... ............................. ................ .... 8 Análise CC do filtro RC .......... 3.............................. 5................ . 5 FATOR DE RIPPLE ........ REGULAÇÃO DE TENSÃO .............................................................................1............... ................................ 12 Circuito Regulador Paralelo ................................ .................. 6.......... 7 Condução e dimensionamento dos diodos ...... ...... ............ ... 4.......... 5....... 3............................................................ 12 5......... 6 FILTRO A CAPACITOR .......... 11 Circuito Regulador Série .................. 4.... .............. 10 4............. ...................

1 Torna-se. é reduzida quando há corrente de carga drenada da fonte. A figura 1 mostra o diagrama de blocos de uma fonte de tensão regulada. na qual a tensão de saída é independente da corrente drenada da fonte. nas condições em que não há carga (nenhuma corrente drenada da fonte). Quanto menor a regulação de tensão. ã   çã  ã  ã      Equação 1 Se o valor da tensão para carga total é o mesmo para a situação em que não há carga. ao longo de uma faixa de operação do circuito.1 Além dos reguladores de tensão. independente de variações no valor da carga conectada na saída ou da ondulação da tensão de entrada. cuja função é melhorar a estabilidade da tensão de saída (regulação) a fim de que esta permaneça constante independente de outras flutuações. 4 . que é o melhor caso. A tensão fornecida na saída. então necessário introduzir circuitos reguladores. REGULAÇÃO DE TENSÃO Um fator importante em uma fonte de tensão é o quanto a tensão dc de saída varia.2 Figura 1. Diagrama de blocos de tensão regulada. a regulação de tensão calculada é 0%. Isto significa que a fonte é uma fonte de tensão perfeita. existem também os reguladores de corrente. melhor é a fonte. cuja função é manter a corrente de saída constante.1. O quanto a tensão dc varia entre as condições de carga e sem carga é descrito por uma fator chamado regulação de tensão.

1. que mede a variação da saída regulada (tensão ou corrente) como resultado de mudanças em um ou vários parâmetros do circuito. A regulação de uma fonte é denominada mais adequadamente de regulação estatística total e é a máxima variação na tensão de saída resultante dos efeitos conjugados da variação simultânea de todos os parâmetros do circuito. Figura 2. A tensão estabilizada de saída (VS) é dependente de três variáveis independentes: corrente de saída (IS). Variáveis a serem consideradas no circuito regulador. O parâme tro mais importante de um circuito regulador é a regulação ou estabilização.Características do Circuito Regulador Um circuito regulador de tensão (ou corrente) normalmente é alimentado por uma fonte não regulada que fornece uma tensão contínua (CC) com uma componente alternada sobreposta. na saída do circuito regulador temos uma tensão ou corrente contínua (CC) regulada com a componente alternada bastante atenuada. Como resultado. tensão de entrada (VE) e temperatura de operação (T): Equação 2 A variação total da tensão de saída em função das três variações parciais é expressa por: Equação 3 5 . como mostra a figura 2. A seguir definiremos diversos termos para as fontes de tensão sendo que eles devem ser reinterpretados para fontes de corrente.1.

FATOR DE RIPPLE O fator de ondulação. Uma medida da eficiência da fonte é dada pelo fator de ondulação "r" (ripple). e uma tensão cc é obtida em seus terminais. A componente alternada é sempre indesejável de modo que projetos de fontes devem considerar esta ondulação para que seja a mínima possível. Um capacitor é conectado na saída do retificador. o coeficiente de regulação (AS) e o coeficiente de temperatura (aT). podemos substituir diferenciais por diferenças e obteremos então:2 Equação 4 2. r.onde as derivadas parciais representam respectivamente a resistência de saída do regulador (RS). FILTRO A CAPACITOR Um circuito de filtro muito comum é o que utiliza um simples capacitor. Diagrama de blocos de circuito com filtro a capacitor. o qual é mostrado abaixo: Figura 3. Considerando-se a expressão anterior de forma simplificada. Equação 5 Onde: Vrrms = valor eficaz da tensão 3. A figura 4(a) mostra a tensão de saída de um retificador de onda 6 . Para encontrar o valor da tensão "r" (ripple) utilizamos a fórmula a seguir. usualmente chamado de ripple é a componente alternada (Vca) que incide sobre uma fonte de corrente contínua (Vcc).

Figura 4. Figura 5. A descarga do capacitor é lenta devido a constante de tempo RC. Tensão de Ripple A figura abaixo demonstra uma forma de onda retificada onde aplica-se um filtro a capacitor. A amplitude da componente alternada entre o intervalo de carga e descarga do capacitor é chamado de tensão ripple. maior a constante de tempo e menor o 7 . que tenta manter a tensão constante. e a figura 2 mostra a forma de onda resultante após o capacitor ser conectado na saída do retificador. Forma de onda com a descarga do capacitor e tensão de ripple.completa antes de o sinal ser filtrado. quanto maior o capacitor ou a resistência de carga. até no instante em que o semi-ciclo atinge o valor pico então quando a tensão (forma da onda) tende a diminuir após atingir o valor de pico acontece a descarga do capacitor. (b) Forma do circuito com chave fechada. este capacitor acumula carga através da tensão retificada. ou seja. 3.1. (a) Forma de onda do circuito com chave aberta.

mas a redução da região de depleção resultou em um fluxo denso de majoritários através da junção. devido a região de depleção reduzida e uma forte atração para o potencial positivo aplicado ao material tipo p. Porém. A aplicação de um potencial de polarização direta Vd irá forçar elétrons do material tipo n e buracos do material tipo p a recombinarem -se com os íons próximos a fronteira. chamada de Vm. e reduzir a largura da região de depleção como mostrado na figura 6 O fluxo de portadores minoritários resultante de elétrons do material tipo p para o material tipo n (e buracos do material tipo n para o material tipo p) não muda em intensidade pois o nível de condução é controlado essencialmente pelo numero limitado de impurezas desse material. Junção p-n polarizada diretamente. mesmo com o ripple.ripple. percebe-se que a filtragem aumenta o valor médio da tensão de saída. e n e negativo. Um diodo semicondutor é polarizado diretamente quando a associação tipo p e positivo. Equação 6 3. Condução e dimensionamento dos diodos Uma condição de polarização direta é estabelecida aplicando-se o potencial positivo ao material tipo p.2. Um elétron do material tipo n agora vê uma barreira reduzida na junção. e o potencial negativo ao material tipo n conforme mostrado na figura 6 Figura 6. A medida que a polarização aplicada aumenta a amplitude. for estabelecida. a região de depleção continua a diminuir em 8 .

Níveis de capacitância. Curva característica do diodo semicondutor de silício.largura.A tensão reversa nominal Vbr a uma temperatura especifica. dados adicionais também podem ser fornecidos. Dependendo do tipo do diodo considerado. resultando em um aumento exponencial da corrente conforme mostrado na figura 7: Figura 7. 8. 5. Para dimensionar o diodo deve-se verificar: 1-A tensão direta Vf para uma corrente e temperatura especificas.1 9 . 4. 2-A corrente direta máxima IF para uma temperatura especifica. 7. nível de ruído. 6. até que o fluxo de elétrons consiga atravessar a junção.faixa de operação de temperatura. 3-A corrente de saturação reversa Ir para uma tensa e temperatura especificas.O nível Maximo de dissipação de potencia para uma temperatura em particular.Tempo de recuperação reverso trr. tais como faixa de freqüência. tempo de chaveamento entre outros.

esta seção RC permite que se passe quase toda a componente dc. Para isto. como mostrado na Figura 8.4. A operação do filtro pode ser analisada. Figura 10. Estágio de filtro RC A Figura 10 mostra um retificador de onda completa com um filtro composto por um capacitor e um circuito RC. Figura 8. podemos acrescentar uma seção RC adicional ao filtro. Retificador de onda-completa. e atenua consideravelmente a componente AC. 10 . utilizando-se superposição para as componentes dc e AC do sinal. FILTRO RC É possível reduzir ainda mais o ripple na saída de um filtro.

Figura 11. Análise CA do filtro RC A Figura 12 mostra o circuito equivalente ac da seção RC.4. Circuito equivalente dc do filtro dc. Circuito equivalente ac do filtro RC. Figura 12. Como ambos os capacitores são circuitos abertos para operação dc. a tensão dc resultante na saída é: Equação 7 4. 11 .1.2. Análise CC do filtro RC A Figura 11 mostra o circuito equivalente dc a ser utilizado na analise do filtro RC da figura anterior.

12 . Diagrama de blocos de um regulador de tensão tipo série.1. Se a tensão de saída diminuir. com isto a tensão de saída constante. 2. que provê uma tensão de realimentação para ser comparada com uma tensão de referência. com um ripple ac em 120 Hz. a componente ac da tensão de saída na carga é: Equação 8 Para um retificador de onda completa. o circuito comparador fornece um sinal de controle para o elemento de controle aumentar o nível de tensão na saída. Se a tensão de saída aumentar. Os elementos em serie controlam o quanto da tensão de entrada passa para a saída. Circuito Regulador Série A Figura 13 mostra o diagrama de blocos de um circuito regulador tipo série. a impedância de um capacitor pode ser calculada utilizando: Equação 9 Onde C é dado em microfarads e Xc em kiloohms 5. 1. A tensão de saída é amostrada por um circuito. REGULAÇÃO DE TENSÃO POR TRANSISTOR 5. Figura 13. o circuito comparador fornece um sinal de controle que faz com que o elemento de controle diminua o nível da tensão de saída.Devido ao divisor de tensão entre a impedância ac do capacitor e o resistor. mantendo.

a tensão base-emissor aumenta. 2. série. Parte da corrente é roubada pelo elemento de controle a fim de manter a tensão regulada na saída.Um regulador simples. Figura 14. assim. que então fornece um sinal de controle para alterar a quantidade de corrente que está sendo desviada da carga. em paralelo proporcionando. fazendo com que o transistor conduza mais. e o transistor conduz menos. A Figura 15 mostra o diagrama de blocos deste tipo de regulador. Se a tensão na carga tentar variar devido à própria variação da carga. p ex. Se a tensão de saída diminuir. o circuito de amostragem realimenta o sinal a um comparador. o circuito de amostragem provê um sinal realimentado ao circuito comparador que daí fornece um sinal de controle para drenar a corrente. Circuito Regulador Paralelo O regulador de tensão tipo paralelo realiza a regulação desviando corrente de carga. a tensão base -emissor diminui. O transistor Q1 é o elemento de controle. menos corrente à carga.2. A operação de regulação pode ser descrita como se segue: 1. 5. de modo que a tensão na saída fica controlada pela quantidade de corrente fornecida à carga. está mostrado na Figura 14. Se a tensão de saída aumentar. Circuito regulador tipo série. e desta forma aumentando a tensão de saída ± mantém a saída constante. 13 . reduzindo.. A tensão de entrada não regulada fornece corrente à carga. Se a tensão de saída tentar aumentar. assim a tensão na saída ± mantém a saída constante. e o diodo Zener Dz fornece a tensão de referencia.

a corrente de carga aumenta.Figura 15. A tensão de saída para a carga é: Equação 10 Figura 16. mantendo a tensão regulada através da carga. Regulação de tensão em paralelo com TBJ.3. 14 . A tensão através da carga é determinada pelo diodo Zener. e pela tensão base-emissor do transistor. 5. Os reguladores de tensão na forma de CI¶s são mais precisos e tornam o circuito mais compacto pois ocupam menor espaço. A Figura 16 mostra um circuito regulador tipo paralelo simples. CI¶s Reguladores de Tensão Os reguladores de tensão podem ser implementados com componentes discretos ou podem ser obtidos na forma de circuito integrado (CI). que depende da corrente fornecida à carga RL. menos corrente entra na base de Q . Diagrama de blocos de circuito regulador de tensão tipo paralelo. 1 resultando em menor corrente desviada pelo coletor. Há uma queda de tensão não-regulada em RS. Se a resisterncia da carga diminuir. Portanto.

Nos reguladores 78XX.I. O pino 3 é a saída tanto para o 78XX quanto para o 79XX.6V -. dentre os quais podemos citar os CIs da série 78XX para tensão positiva e os da série 79XX para tensão negativa. Se PD for maior que 1W deve-se utilizar um dissipador ou radiador de calor para o C.5V -.Tem-se vários tipos de reguladores de tensão. IL é a corrente de saída. Nota: y y y y As funções dos pinos 1 e 2 da série 79XX são trocadas em relação à série 78XX. Tabela 1.Vsaída) . IL. 15 . o pino 1 é a entrada e o pino 2 é o comum (ligado ao terra). Nos reguladores 79XX.12V -.24V As características dos reguladores de tensão 78XX são: Máxima tensão de entrada = 35 V Tensão mínima de entrada é de aproximadamente 3V acima da tensão de saída Máxima corrente de saída = 1 A Máxima potência dissipada = 15 W ==> PD = (Vent .15V -. o pino 2 é a entrada e o pino 1 é o comum (ligado ao terra). Alguns exemplos de CIs reguladores de tensão CI 7805 7806 7812 7815 7824 Tensão de saída + 5V + 6V + 12V + 15V + 24V CI 7905 7906 7912 7915 7924 Tensão de saída -.

In: SEABRA. [4] SOUZA.c. [3] WIKIPEDIA. 1. Ripple . 75-100.br/regulador1.). A.6.dísponível em: http://pt. 1999. 1999. Eletrônica Experimental. Ivair José. Sebastiao Gomes dos. Reguladores de tensão . Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos. Robert. NASHELSKY.html 16 .wikipedia.org/wiki/Ripple. v.vilabol. Louis. (Org. [2] SANTOS FILHO.uol. LTC ± Rio de Janeiro. Eletrônica Experimental (Volume I) Fontes de Tensão e Corrente. São Paulo. p.com. REFERÊNCIAS [1] BOYLESTAD.disponível em: http://ivairijs.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful