SIBELIUS| www.backstage.com.

br

Em busca da

formatação perfeita
- Parte 1 Cristiano Moura é produtor, engenheiro de som e ministra cursos de Sibelius na ProClass-RJ

100

G
Um dos maiores desafios que os usuários enfrentam ao lidar com programas editores de partitura (seja Sibelius, Encore, Finale etc.) é conseguir chegar a um resultado de formatação que agrade 100%

eralmente, há um ou outro detalhe que nos incomoda, mas acabamos engolindo à força. A partir deste mês, começaremos uma série de artigos que irão detalhar os recursos de formatação do Sibelius 6,

abordando erros comuns e algumas dicas para se obter uma diagramação perfeita. Por onde começar? A interface do Sibelius 6 é uma visualização exata de como sua partitura irá ficar depois de impres-

Figura 1 - Páginas 1 e 2 destacadas

Figura 2 - Páginas 2 e 3 unidas

Figura 3 - Document Setup

sa. Repare que existe um espaço entre a página 1 e a página 2 (figura 1). Isto porque a página 2 é o verso da página 1. Já as páginas 2 e 3 estão unidas, representando a visão que se tem de um livro aberto (figura 2). Para que isto funcione corretamente, a primeira coisa a fazer é indicar ao Sibelius 6 qual o tamanho do papel em que a partitura será impressa. Para isto, vamos acessar o menu Layout / Document Setup (figura 3).

Configure o page size e aproveite para ajustar também a orientação (portrait ou landscape). Em seguida, ainda no Document Setup, ajuste o tamanho das pautas na opção Staff Size. Antes de escolher os valores, decida por uma unidade de medida no alto da janela (circulado). A opção “Milímetros” é a mais recomendada. Se a partitura tiver muitos instrumentos, use tamanhos de 3 mm a 5 mm. Para poucos ins-

101

SIBELIUS| www.backstage.com.br

Veja na figura 5 que, na realidade, a medida é feita entre a primeira pauta e a margem de página. Vamos entender as opções: Full names – Staff margin esquerda, quando os nomes dos instrumentos completos estiverem aparecendo.

suas ideias, para não interromper o fluxo criativo. Se você sentir que a partitura está ficando muito poluída conforme você for escrevendo, evite arrastar pautas para cima e para baixo. Em vez disso, diminua o staff size. As possibilidades de formatação do Sibelius vão muito além do Document Setup, mas acredite se quiser, a maioria dos problemas pode ser resolvida por ali. Isto porque o Sibelius

Figura 4 - Page Margins

102

trumentos (até quatro), um bom ponto de partida é entre 6 mm e 7 mm. Mas não se prenda a estes números. Você poderá voltar e ajustar novamente a qualquer momento.

PAGE MARGINS
Esta segunda seção do Document Setup diz respeito à área de escape. Funciona exatamente como em um programa de texto. Você pode visualizar esta regulagem acessando o menu View / Page Margins. Uma linha pontilhada azul irá contornar toda a página, indicando o tamanho das margens (figuras 4 e 5). Agora, vamos entender a diferença entre Same, Mirrored e Different: Same – Mesmas margens para todas as páginas. É a ideal para impressões de um único lado do papel. Mirrored – Margens invertidas nas páginas ímpares, ideal para impressões de frente e verso. Different – Margens independentes entre as páginas pares e ímpares. É indicada para casos específicos de encadernação.

Figura 5 - Staff Margins x Page Margins

Short names – Staff margin esquerda, quando as abreviaturas dos instrumentos estiverem aparecendo. No names – Staff margin esquerda, quando os nomes dos instrumentos não aparecerem. Habilitando a opção After First Page, você tem a possibilidade de ajustar um tamanho diferente da página 2 em diante. Isto porque, geralmente, é necessária uma margem maior na primeira página, para o título e o nome do autor.

conta com um sistema muito inteligente de autoformatação, baseado em regras e convenções que já garantem uma diagramação quase perfeita. Apesar disto, existem casos em que vamos querer quebrar a formatação padrão do Sibelius. E é sobre isto que vamos falar na segunda parte do artigo. Abraços e até a próxima!

Para saber online

COMENTÁRIOS FINAIS
De uma forma geral, é mais interessante deixar para formatar depois de tudo escrito. E se durante a escrita você se sentir incomodado com a formatação, aconselho partir para a visualização “Panorama” (Shift + P) enquanto desenvolve

STAFF MARGINS
Esta última seção indica a distância das pautas até a margem. Um erro comum é imaginar que a medida superior é feita levando-se em consideração o título da música.

cmoura@cristianomoura.com http://cristianomoura.com

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful