You are on page 1of 8

04/04/2011

O que é Cinética?

Princípios da Mecânica

É o ramo da dinâmica que estuda as forças que detêm ou modificam o movimento do corpo.

Prof. Esp. Tarso Waltrick

Peso

Forças

Peso (P) é o efeito da aceleração da gravidade (g) sobre a massa. (P = m.g) O peso de um corpo varia com sua localização com relação ao centro da terra, enquanto que a massa permanece sempre a mesma.

É um empurrão (compressão) ou uma tração (tensão). Terapeuticamente 4 fontes naturais são importantes:

Gravidade ou peso dos segmentos corporais e dispositivos; 2. Músculos que produzem força; 3. Resistências externas aplicadas ( polias de exercicios e resistência manual); 4. Atrito ( grau de estabilidade).
1.

1

2 . a menos que uma força atue sobre ele". “Todo corpo continua em repouso ou em movimento retilíneo e uniforme.04/04/2011 Teoria do Movimento  1ª lei de Newton (inércia) – todo corpo persiste em seu estado de repouso ou movimento uniforme retilíneo a menos que forças atuem sobre ele alterando seu estado.

Exemplo: um peso mantido pela mão cria uma força de 4.  3.  O objeto irá também acelerar em proporção inversa à sua massa. e é inversamente proporcional à sua massa.  A massa tende a resistir à aceleração. produz a mesma aceleração original. e a mão resiste ao peso com uma força de 4.A força da mão acelera a caixa. o objeto muda sua velocidade ou acelera-se em proporção direta à força aplicada.  Quando uma força externa age sobre um objeto.04/04/2011 2ª lei de Newton (massa e aceleração)  2ª lei de Newton (massa e aceleração) É a lei da aceleração.5Kg.  3 . Duas vezes a força produz uma aceleração duas vezes maior. 1.  2.  A aceleração de um corpo é diretamente proporcional à força resultante que atua sobre ele.  3ª lei de Newton (ação e reação)  Para toda ação existe uma reação de igual amplitude e sentido contrário. Duas vezes a força sobre uma massa duas vezes maior.5Kg nela.

04/04/2011 Alavancas  São usadas para visualizar o sistema de força mais complexo que produz movimento rotatório no corpo. BRAÇO DE RESISTÊNCIA  F bf Eixo br  BRAÇO DE FORÇA R 4 . “Me dê um ponto de fixação e eu moverei o mundo” As Três forças de Alavanca Mecânica são:  BRAÇO DE UMA ALAVANCA  O eixo E (ou pivô): ponto onde se apoia a alavanca para realizar o trabalho O peso P (ou resistência R): força que deve ser vencida E a força F que move (ou mantém): força que se aplica a alavanca BRAÇO: é a menor distância entre a linha de ação da força considerada e o eixo de rotação.

  Vantagem Mecânica ↑VM = comprimento braço de força↑ comprimento braço de peso↓ OBS: quanto maior a VM maior o braço de força e menor o braço de peso. 5 . OU SEJA!!! Um ↑ no comprimento do braço de força ou uma ↓ no comprimento do braço de peso resulta em uma vantagem mecânica maior facilitando assim a realização da tarefa. A vantagem mecânica ( VM ) da alavanca refere-se à razão entre o comprimento do braço de força e o braço de peso.04/04/2011 Alavancas  Vantagem Mecânica  A distância perpendicular do ponto E (pivô) à linha de ação do peso ( P ) é chamado de BRAÇO DE PESO OU RSISTÊNCIA A distância perpendicular de força ( F ) de sustentação ao eixo E (pivô) é chamado de BRAÇO DE FORÇA.

 Ex: tibial anterior de tornozelo. extensor radial no punho.04/04/2011 Alavancas de Primeira Classe ou Interfixa Ponto ou eixo fixo no meio de duas outras estruturas.   ALAVANCA ANATÔMICA Barra rígida é o osso  O eixo é a articulação  A resistência é a carga externa  A força atua na inserção do músculo  Na maioria das vezes a alavanca anatômica são de terceira classe. (FORÇA) A resistência encontra-se entre a força e o eixo. (mobilidade).  Como as gangorras ou balanças podem ser usadas para ganhar força ou distância. No corpo a tração do braquiorradial e dos extensores do punho para manter a posição de flexão do cotovelo. Ex: carrinho de mão.  O braço de peso é sempre maior que o braço de força.    Alavancas de Terceira Classe ou InterPotentes São as mais comuns do corpo.  Este tipo de alavanca é encontrada nos movimentos em cadeia cinética aberta. ou seja a força esta entre o eixo e a resistência 6 . (ADM)  A força está entre o eixo e a resistência.  No corpo usado na manutenção da postura e equilíbrio   Alavancas de Segunda Classe ou InterResistente Fornecem vantagem de força. de modo que grandes pesos podem ser suportados ou movidos por uma pequena força. uso de um pé-de-cabra.  O eixo encontra-se no meio da força e da resistência.

pode-se empurrar ou puxar no centro da porta e não conseguir abri-la. se esta mesma força é aplicada tão longe quanto se consiga das dobradiças (eixo) a força será mais efetiva (pois se aumenta a extensão do braço de força). a quantidade de torque que um músculo desenvolve é uma medida muito proveitosa de seu efeito.04/04/2011 Torque ou Momento  Se for exercida uma força sobre um corpo que possa girar em torno de um ponto central. Exemplo: Ao abrir uma porta que esta emperrada. é o produto desta força multiplicado pela distância perpendicular de sua linha de ação ao eixo de movimento ( r = F x d ).  Como o corpo humano se move por uma série de rotações de seus segmentos. Usado nos testes de força muscular na Fisioterapia. no entanto.  7 . Torque ou Momento  Torque ou Momento  Torque (r). dizse que a força gera um torque.

quanto mais alto ↑ a mobilidade e ↓ a estabilidade. Instável: corpo perturbado procura nova posição. base de suporte ↑ mais estabilidade e ↓ mobilidade.04/04/2011 Equilíbrio  Estável: corpo perturbado retorna a posição original. Ex: joão bobo. figuras) a alavanca dos seguintes movimentos corporais e classificar o tipo de alavanca:  Flexão cotovelo  Extensão do punho  Plantiflexão do pé  Dorsiflexão do pé 8 . 1.   Fatores que Alteram a Estabilidade ou a Mobilidade de um Corpo Altura do centro de gravidade. 4. 3. Localização da linha de gravidade na base. quanto + periférico + móvel. 2.  TRABALHO Demonstrar através de ilustrações ( desenhos. Tamanho da base de suporte. quanto + central + estável. Ex: palhaço andando na corda bamba Neutro: centro de gravidade desloca sem sair do lugar. Peso do corpo. Ex: cadeira de rodas.