Processo de formação de palavras CATALÃO

A formação de palavras incluídos no conjunto de procedimentos morfológicos para permitir a criação de novas palavras de morfemas. Processos de formação do Word normalmente inclui:
• •

A composição, provavelmente o processo mais universal nas línguas do mundo. A derivação, disponíveis em línguas sintéticas.

[Editar] Formação de palavras em Espanhol
Desde a sua criação, o espanhol sofreu uma alteração constante: algumas palavras tenham caído em desuso, outros mudaram sua forma ou significado; mas o maior movimento é a constante entrada de novas vozes. Este enriquecimento linguístico foi conseguido de duas maneiras: através da adopção de palavras de outras línguas; Como alternativa, inventando-los. Por que aumentará a língua dos seres humanos. O segundo formulário (para invenção) tem sido maior deu frutos e melhor ela que tem servido para preencher o expressivo de necessidades de língua espanhola, uma vez que de acordo com o contexto em que se vai encontrar seres humanos criar novas palavras. Dois procedimentos linguística frecuentos foram utilizados na formação palavra: derivação e composição. Estas deixaram um grande enriquecimento em língua espanhola e outros.

[Editar] Abordagem semântica
Estudos sobre a semântica da escola de La Laguna (especialmente da Amoreira, 2000) estão considerando que, na base da idéia de Karl bühler mostración e descrição, a derivação não é um procedimento morfológicas, mas morph-sintática, especialmente no caso do prefijación, uma vez que todos os prefixo são reverte de oblíquo categórico significado, ou seja, seu mostrativo de significado substantivo é complementado por um apêndice descritivo, que permite que você para relações sintáticas (ou seja, a subordinação) no interior da palavra nova. Exemplo: resto = des + pneu (V + Sco)
PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE PALAVRAS

A DERIVAÇÃO

Ele consiste em acrescentar um ou mais derivadas morfemas para uma palavra. SWEET (palavra) + ÍSIMO (morf. der.) = sweet

Derivativos morfemas são classificadas de acordo com o lugar que ocupam em relação à palavra: 1. nome + nome = Web nome + adjetivo = vermelho Advérbio + verbo = bem-estar verbo + nome = saca-rolhas Adjetivo + adjetivo = Catalão verbo + verbo = cochilando Na composição. Bad + -DAD = mal • A COMPOSIÇÃO Ele é juntar duas ou mais palavras. Códigos de área: eles são colocados na frente da palavra. sem um script e um espaço em branco (bala de homem) ou por uma preposição (ESTRELLA DE MAR). 2. • O PARASÍNTESIS Processo de formação de palavra dupla que inclui: 1. com a particularidade de que esta palavra não existe só com o sufijno ou apenas com o prefixo. SUFIXOS: colocado atrás do word.(prefixo) + amor (Word)+-ated(sufixo) = amor Procesos de formación de palabras . Palavras formadas por prefijación e sufijación É adicionar um prefixo e um sufixo para uma palavra. der. 6. Palavras formadas por derivação e composição Ele é juntar duas ou mais palavras e adicionar um morfema derivado.) = Latino-americanos 1. 3. capa + radiador = cubrerradiador Combinações possíveis: 1. através de um script (físico). 5. Latina (Word)+ American (Word) +-ano (morf.+ capa = descobrir 1. as palavras podem juntar formando uma unidade de gráficos (altofalante). 4. em. DES.

desinencias verbales o morfemas verbales flexivos (terminaciones de los verbos) o bien pueden ser independientes como los determinantes («el». como los prefijos.La palabra. en este caso) • submarino . que suelen ser prefijos o sufijos. que sí están dotadas de significado. debidamente combinados. es la expresión de una idea. que son unidades lingüísticas que carecen de significado. «ante». pero no son autónomas. Pueden aparecer fundidos con otra unidad. • afilador Lexema: AfilVocal temàtica: -a Morfema sufijo: -dor (que me indica profesión. Forman parte siempre de los sustantivos. Esa es la definición más tradicional. en su origen. es decir. «luego». verbos y adverbios. «e». Los fonemas. «sal». Hay distintos procesos con los que una lengua aumenta su vocabulario formando palabras. «los». «vuestro». Morfemas: aquellos que poseen significación gramatical. etc. como por ejemplo: • sacacorchos Lexema: sacaLexema: -corchos • matasuegras Lexema: mataLexema: -suegras Palabras derivadas son aquellas que se forman mediante la unión al lexema de uno o varios morfemas.. se compone de fonemas. pero a su vez. forman otra unidades lingüísticas llamadas monemas. Los monemas se pueden clasificar en lexemas y morfemas.) Con esto podemos definir la palabra como aquella unidad del lenguaje formada por uno o más monemas con significado gramatical o léxico y que es autónoma. «por tanto». sufijos.. adjetivos. «cabe». por ej. pertenecen a unidades lingüísticas de mayor entidad. en la escritura aparece entre dos espacios en blanco.) y conjunciones («y». etc. «este». tenemos las palabras compuestas. es decir. «las». «bajo». «mío». «avión»… A partir de aquí. «mar». • • Lexemas: aquellos que tienen contenido léxico y son autónomos. como por ejemplo:«pan». que son aquellas formadas por dos o más lexemas o raíces. que son aquellas que no provienen de ninguna otra.) preposiciones («a». «la». «pues». Se parte en primer lugar de las llamadas palabras simples o primitivas.

apariencia. . lo que existe es una combinación artificiosa para que la palabra exista como tal. que consiste en la creación de palabras juntando letras o sílabas de otras a su vez. Son los llamados acrónimos.) Lexema: marMorfema sufijo: -ino (cualidad) • destornillador Prefijo: des. existe la terminación o desinencia verbal «-ar». Evidentemente. como por ejemplo motociclista o picapedrero: • motociclista Lex. El vocablo que un idioma incorpora de otro se denomina préstamo léxico.Morfema prefijo: sub_ (“debajo de. hay un aparente prefijo.motoLex: ciclSufijo: -ista (profesión) • picapedrero Lex. o sufijo o lexema. ej. es decir. pordiosero: Ni existe «pordios» ni «diosero».: picVocal temàtica. aunque sí existe el sufijo «ero». Esta palabra es pues. mas no realidad.: • • • TALGO: Tren Articulado Ligero Goicochea-Oriol ONCE: Organización Nacional de Ciegos de España RENFE: REd Nacional de Ferrocarriles Españoles [editar] Préstamos léxicos Otra manera de enriquecer el idioma es adoptando palabras de otras lenguas. por ejemplo: • • encartar: no existe como lexema ni «encart» ni «cartar». que marca el infinitivo de la primera conjugación. Todas las lenguas se enriquecen por este procedimiento. como posibles lexemas.(privativo) Lexema: tornillVocal temática: aSufijo: -dor (objeto) Palabras parasintéticas son aquellas donde en algunos de los elementos que las componen no existen como tales en el idioma. También esta palabra es parasintética. –a Lex: pedrSufijo: -ero (profesión u oficio) Otro proceso de formación de palabras es la acronimia. parasintética. p.. Hay también palabras que a la par que compuestas son derivadas: a los dos o más lexemas se les unen prefijos o sufijos.

Muitas palavras são chamados prefixos ou sufixos e dentro deste grupo de palavras. Del francès. como «croissant». 3. etc. «pizarra». consulte apreciativo. «forastero») Galleguismos: del gallego («orballo». weekend= fin de semana). «cambur») Catalanismos: del catalán («esquirol». 9. «eclesiástico». «coraje») Lusismos: del portugués («biombo». «hipódromo». Francia en época de Julio César se llamaba la Galia («garaje». Cultismos: mantienen intacta o casi intacta su proveniencia latina o griega: 2.Según su origen las clasificamos en: 1. «fructífero». 8. «patología». «patata». Los préstamos extranjeros pueden presentarse bajo la forma de clacos o traducciones (honeymoon=luna de miel. 6. pão. leite. aumentativos e diminutivos. «pasota». suelen mantener su presentación original. mar . «chubasco») Vasquismos: del vasco («boina». Germanismos: del alemán («búnquer». Primitivo: não transmitem qualquer morfema adicionada: carro. otra variante de este tipo de préstamos. entonces se llaman neologismos: También se reserva este término para aquellas palabras que son de nueva creación en una lengua («tronco». derivação e parasíntesis. «espía») Arabismos: del árabe («alcabala». 7. O léxico espanhola: A formação de palavras Casa O léxico espanhola: A formação de palavras • • • Gramática Teoria Intermediário Introdução Para o léxico Inglês: • • • Palavras primitivas e derivadas A formação de palavras: composição. «tío». Los xenismos. «alquimia») Galicismos. CLASSES DE PALAVRAS De acordo com morfemas de uma palavra pode classificar as palavras: 1. 5. «boutique». «Guadalquivir». derivação e parasíntesis Onomatopéias A unidade seguinte. veremos a formação de novas palavras que podem ser espanhol através de composição. Vamos dedicar um parágrafo para criar onomatopeico é comum no processo de comunicação cotidiana. «bocata»…) que han recibido un significado distinto. «caramelo») Americanismos: («flux». «cencerro») Si los préstamos son recientes. «sándwich». «chocolate». 4.

penpusher 5. panad .re .fazer.fazer Em espanhol.em . Parasintéticas: ter sido formado por composição e derivação: quinze-ano-ero A formação De Palavras A formação da palavra consiste a extensão do conjunto de vozes numa língua. Então vamos ver alguns de forma breve com alguns exemplos: • • • Composta por uma frase preposicionais: carta de mudança. Prefijadas: são aquelas palavras que adicionar um prefixo (elemento no início da palavra) para a raiz: .2. guerra civil. a moral. fogão de pressão. pica-pau. cadeira de rodas guest House. bell-eza 4. Os dois processos são a composição e derivação: • • Saca-rolhas: instrumento que serve para remover rolhas Vendedor: pessoa que vende produtos hortícolas A composição A composição usa diferentes procedimentos. tinta china. Consistindo de um substantivo e um adjetivo: guardia civil.des: prefixos de alterar a categoria da palavra: • • • • Enterrar: desenterrar: verbo Exibição: viés: Substantivo Moral: amoral: Adjetivo Ele.ero. Compositae: são as palavras que foram formadas com duas ou mais raízes:sleets. catalana-francés. cobaia. Willow chorando. físicoquímico . Derivados: são palavras que adicionar à raiz ou sufixo (elemento no final de uma palavra): • MES-Illa.a . peixe espada. re . Unidos através de script: coche-cama. há numerosas prefixos grego ou latino: • • • • • • • -r: significa privação: afónico -Agricultura: significa campo: agricultura -andro: homem: andrógeno -peri: significa periferia: periferia -(geo): significa terra: Geologia -teo: significa que Deus: teologia -logotipo: significapalabra: patologista 3. des .

zoo pelo zoológico. passatempo. Sufixos: é o mecanismo mais importante. Consiste em acrescentar um morfema para um lexeme: criar: criação. amigável: gentilmente. dr para o médico.: um advérbio e um substantivo ou adjetivo: misbehaved. (colocado no interior da palavra): abundante-loou cão-loou carnicero. vídeo game. mesa de cabeceira. bus. AS ONOMATOPÉIAS . trabalhador. s.ón /-ona: casaza. humanismo. equipamento para engraxar os sapatos. (Van antes da palavra). portanto.ito/ita. humanista.• • Eles consistem de dois materiais: bocamanga. styling: labrador. correto: corretamente Dentro do grupo dos sufixos (no final da palavra) de nomes e adjetivos são formados com conotações: o apreciativo: servem para expressas sentimentos ou opinião de valor acrescentado para o word. abridor de lata Existem outros procedimentos para a formação de palavras tais como. fazendas. muchachota. garrafa. malmeter • Abreviatura: d por don. barramento A derivação O desvio consiste a combinação de dois elementos que determina um ao outro. xingando. eles são tradicionalmente chamados aumentativose diminutivos : Diminutivo: . latino-americanos. predominância de linguagem técnica. . humanos: humanidade. Alguns aumentativo também tem uma carga semântica depreciativa: feote.illo/illa. mujerzuela. sem. Augmentatives:-azo/aza. Você também deve lembrar a formação dos advérbios de adjetivos como mente: Nice: agradavelmente. . por exemplo.ble. O sufixo . compulsão. prefixos e sufixos: antibacteriana.llín: pequeñillo. Dumpy. pré-cozidos. boca. são formados de verbos como bebida: potável. cabelos ruivos Composto por um verbo e um substantivo: quebra-nozes. professor pelo professor. Foto. Alguns dos procedimentos são: • • • Prefixos de cultos: biografia. cão. criador. contém. salarModi'in O parasíntesis É um mecanismo para a criação de palavras constituídos pela composição e derivação. casatienda. caseira. Bowl. um verbo e um advérbio: maleducar. . hortelã. telefone. filme por filme. comer: comestíveis Interfijos: são elementos átonas sem função gramatical ou significativo. brandy. san. PERAZZO. televisão.

descrições de adjetivos. • Esses grupos se juntou-os outros que diferem principalmente por sua importância. exclamativos e o relativo. o adjetivo do termo: é uma classe de palavra variável. por sua Constituição e as funções pode jogar. sentimentos. tempo. preposições e as conjunções. esperançosamente! Substantivo: é uma classe de seres.. verbos . pronomes pessoais. modo. emoções. Oh!.. escala: som do relógio.. etc. advérbios. Word variável e que podem ser executadas nas funções de oração do núcleo do sujeito. • O advérbios preposições conjunções e Interjeição () são palavras invariável Categorias gramaticais • As principais categorias gramaticais são: o substantivo. cuja função principal é o complemento para o substantivo. Variáveis são as palavras que oferecem suporte a alterações em gênero. lá. • O artigoo adjetivoao substantivoo pronome e o verbo são palavras variável. a aposição do termo. wow!. por isso são geralmente pronunciado com entonação exclamativa: Oh!. numerais. mas. Por exemplo: com. o possessivo. pessoa. ações. assim são Categorias semânticas: demo. De acordo com esses três critérios podem ser agrupados em classes ou conjuntos de palavras. Por outro lado. PALAVRAS VARIÁVEIS E INVARIÁVEIS Classes de palavras de acordo com sua estrutura As palavras de um idioma são muito diferentes por seu significado. Podemos distinguir duas grandes classes de palavras: variável e invariável.A Onomatopeia é a conversão de um som em uma palavra: kikiriki: canção do galo. • Finalmente. deve adicionar Interjeição (). Ufa!. por tempo indeterminado. interrogativos. palavras que não se alteram permanecem inalteradas. etc. expressando uma qualidade ou propriedade desse nome. algumas palavras para expressas sentimentos e emoções. limitado e exigem que seu significado e palavras indicam gênero ou número. . Pronome: é uma classe variável de palavras que substituiu o nome ou o grupo nominal e que pode executar as mesmas funções em oração. etc. artigos. Determinantes: Estas são variáveis que normalmente acompanham o nome do grupo de votação nominal. objetos. número. o OD. ou do predicado nominal.

o advérbio: é uma parte invariável que modifica ou complementa o significado do verbo. A sentença subordinada pode ser explícito (verbo conjugado de forma definida) ou implícito (o verbo é coniugado de forma indefinida). nem fazer eles têm um valor de verdade e têm um efeito expressivo e em línguas indo-europeias. surpresa. a conjunção: é uma palavra invariável que liga normalmente oracionales estruturas e expressa a diferentes tipos de relacionamentos.às vezes . para as quais complementa. E assim. Orações de Exhortativas são também conhecidos como sentenças obrigatórias. tradicionalmente analisados como constituído por um único predicado. que em geral não têm um valor de verdade pode ser atribuído. é uma sentença condicional ou frase temporária. porque eles não refletem um Estado dos fatos. por sua vez são divididos de acordo com contêm elementos de negação ou não positiva e negativa. dor. por sua vez é um constituinte sintático de uma outra frase que não é a oração. que por sua vez é parte da maior expressão temporária que constitui a frase composto completa. a frase subordinada não tem nenhuma sintaxe de autonomia (se ele é considerado um) e por outro lado. Exhortativas ou obrigatória. e nas quais ambos um dos constituintes sintáticas. No modo de exibição generative contêm inflexão single-core ou tempo.oração.o verbo: é um tipo de variável da palavra que expressa a acção. é "subordinado" sendo frases adverbiais ou conjunções. . processos ou Estados e executa a função do núcleo do predicado verbal. Ou seja. gostaria de pedir. que em geral pode ser com pessoallhes um valor de verdade. que o número de orações tortos verbos pode ser classificado em simples ou composta: • • Frases simples. a preposição: é uma palavra invariável que diz respeito a uma palavra ou grupo de palavras com o outro. [Editar] Critérios pragmáticos: orações como o vigor illocutionary De acordo com a força de illocutionary ou possibilidade de atribuir um valor de verdade: • • • Enunciativas ou declarativa. Um exemplo desta frase é: "ouvir este artigo!" Exclamativas. a frase subordinada é uma frase que. Indicadores da modalidade neste tipo de oração é a utilização dos formulários verbo imperativo e subjuntivo. admiração. em que lá é mais do que um verbo conjugado. e que. mandato ou proibição. Uma oração subordinada (ou secundária) é uma oração que depende a proposição principal. Este tipo de frases express Board. O alto-falante frequentemente expressar seus sentimentos de alegria. Dependendo da complexidade das sentenças predicadas De acordo com a forma de expressão verbal ou em particular. Composto de penas. adjetivo ou outro advérbio e . muitas vezes são introduzidos por um complementizer.

O indicador do modo envolvido nestes tipos de frases é a entonação. Nas línguas indo-européias que começam com uma interrogativa do tipo pronominal deslocou no início da frase e investir a ordem do sujeito e o verbo (o que está dizendo que o homem fora ruidosamente?) é comum. ou negativo: Marina é morena. incluindo hesitante e desiderativas em um dos quatro grupos básicos parece geral. Indicadores do padrão que podemos identificar esse tipo de oração é a utilização de tempos em subjuntivo. eles expressam uma emoção. Interrogativo Por meio de uma frase interrogativa. 1943. No entanto. uma determinada ordem de palavra. Dubitativas. cada uma delas caracterizada por uma determinadas marcas: Enunciativas Senunciativas orações e basicamente correspondem aos actos de discurso declarativa e não têm marcas necessárias (tipo não marcado). estas orações expressar uma assunção ou probabilidade. expressa a emoção. ou seja. Eles são caracterizados pela entonação interrogativa e. Então. Algumas frases interrogativas (responder sim/não) não tem palavra interrogativa no início.. Também é comum usar a interjeição "Esperemos que" como outro indicador da modalidade. às vezes. a complicação conceitual da respectiva justificação. Um exemplo de oração opcional é: "espero que eu ouvi não é verdadeiro!" Modos de Oracionales Veja gráficos projectados na classe: formas de oracionales A tendência para simplificar os tipos de modalidades. Sempre vai com sinais de ponto de exclamação. o ponto de vista pedagógico.. o palestrante faz uma pergunta.• • • etc. por exemplo: "ontem que lindo dia!" Elestransdisciplinares. basicamente continuaremos a classificação de GILI GAYA. Isto ajuda-na distinguir a frase exclamativa do resto das orações. Um exemplo deste tipo de frases: é uma menina muito calma.Indicadores de modalidade destas orações são a utilização de verbos no futuro do indicativo ou condicional. Poderia simplificar dizendo que um declarativa comunica sem mais um fato. . frases interrogativas não têm nenhum valor de verdade. Eles podem ser diretos e indiretos. não consideramos rentáveis. Eles podem ser afirmativa: María José é morena. Eles se manifeste e às vezes pode pronunciarse em forma exclamativa. Podemos falar cerca de seis diferentes modos de oracionales . Opcional ou desiderativa: orações opcionais também podem chamar desiderativas. mas eles têm investimento (faz Peter saber o que aconteceu?). mas que são usadas para solicitar informações.

Desiderativas Eles também são opcionais. hoje não vier para uma caminhada. Normalmente usam o verbo no imperativo: Despierta.) ou idioma (dizer. Em outra seção será a diferença entre interrogativos Total e parcial..O primeiro perguntar diretamente sobre qualquer elemento da frase. ou seja. Outro exemplo de mandato do futuro é: thou shalt não cometem atos impuros. Quando o discurso cortesia ou você deseja reduzir a força de uma ordem as associações são muitas vezes utilizados transdisciplinares no presente simples do indicativo ou condicional: gostaria de fazer-me esse favor?. Emma. mas você não come. é amplamente usado em certas áreas dialectal (você come isso a crescer muito). A proibição.. proposições e dependem de verbo compreensão (saber. eles são.. Obrigatório Também são chamados yusivas. você pode me dizer onde ele está? Exclamatory Eles são as orações que dar ênfase especial a comunicação transmitida ou expressando uma emoção: O medo me dá o novo Professor de matemática! Que absurdo disse o Professor de língua! A entonação é que às vezes fica uma limitação um exclamativa. Pedir a João de Deus who's that girl. dizer. descobrir. ou a frase inteira: que é Nuria?.. Não é correto dizer: * não visto. Eles são frases que expressam um desejo: Você tem boa sorte! . por exemplo. presumivelmente.): Eu não sei o que você tem feito na feira. Mas existem outras formas verbais que substitua o imperativo na expressão de uma ordem: o futuro simple mandato. Ele também pode ser usado em colloquial registra o infinitivo: vamos comer!. Outro tempo aceitável para mandato é o presente do indicativo: por mau. peremptório negativa deve usar a apresentar subjuntivo. perguntar. veio Mariano? A parte indirecta de uma oração composta. portanto. São essas orações em que o orador dá uma ordem.

muitos autores atuais incluem-los neste grupo. por esta razão. A modalidade também interrogativa hesitante pode ter ou recusa (será tarde já?. Hesitante Eles são meio caminho entre a afirmativa e negativa. não deve ser mais tarde ainda). O futuro indicativo é usado para expressar um fato é considerado provável às vezes: são seis. . Talvez eu estou indo para casa Imaculada no sábado. estão intimamente relacionados com o peremptório. No orador expressa uma dúvida com relação à mensagem. Na verdade. indica a possibilidade que sua afirmação: Talvez chove amanhã. Tendem para usar subjuntivo modo com advérbios de dúvida e probabilidade. tanto pelo modo verbal usado por seu significado.Desejo-me na loteria! Eles são caracterizados por um perto de entonação exclamatory e o uso do subjuntivo. evita o compromisso sobre o que ele diz.