Ceticismo Cristão

Fernando Paulo Ferreira "Quem subiu ao céu, e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas na sua roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome, e qual é o nome de seu filho, se é que sabes?" (Provérbios 30:4) Muito me preocupa uma nova tendência teológica que está invadindo o meio cristão da atualidade. Trata-se da tal Teologia Relacional, também conhecida por Teísmo Aberto, que afirma que Deus está limitado ao tempo, que não pode prever o futuro e que é surpreendido, como todo ser humano, pelas tragédias naturais. Quem crê nesta nova doutrina, não conhece o poder de Deus. Para eles Deus deixa de ser onisciente, onipresente e soberano sobre a terra. Então, este "deus" que eles afirmam crer, deve ser muito pequeno, humano, talvez. O meu Deus fez os céus, a terra e tudo o que neles há. Tudo foi feito pela sua ordem e pela sua ordem ele pode destrui-los. Um simples sopro da sua boca pode fazer com que o mar se eleve. Deus pode sacudir a terra quando ele quiser. Ele faz isso para chamar a atenção dos pecadores para que se arrependam de seus maus caminhos e vivam uma eternidade com ele. Quando os homens teimam em não reconhecer sua soberania, ele mostra o seu poder. Quando os homens insistem em desafiar suas leis, ele mostrará seu braço forte. Deus jamais se rebaixará aos caprichos dos homens pecadores. Ele mostra sua força através daquilo que os homens podem ver e sentir. Deus mostra seu poder através dos fenômenos naturais que tanto admiramos e que tanto nos amedrontam. Quantas vezes o povo de Deus, a igreja, gosta de dar ouvidos a doutrinas estranhas. Os crentes gostam de ouvir palavras lisonjeiras da serpente. A voz do inimigo de Deus sempre vem como o doce mel, de forma tão agradável e difícil de resistir. Por isso muitos são desviados do caminho reto, para um caminho que conduz à perdição. Como nosso Deus é um Deus amoroso, e ao mesmo tempo um justo juiz, ele lança sobre nós a escada para que por ela fujamos das tragédias. Quem recusa esta oferta sofre as consequencias e se perde eternamente. O Salmo 107 ilustra muito bem o quanto Deus nos ama. todas as coisas assustadoras que enfrentamos, como doenças, terremotos, vulcões, tempestades, são as trombetas de Deus colocadas para soar a fim de que sejamos alertados dos perigos e para a procimidade do juízo final. Estes alertas são também para nós, cristãos que permanecemos fiéis, para que lembremos sempre da promessa do Senhor de que estaremos para sempre com ele, e também para nos lembrar de que temos uma missão a cumprir na terra, que é proclamar a toda a terra que Jesus Cristo é o Senhor, e que só nele há salvação!