REGULAMENTO INTERNO DE AVALIAÇÕES DO CURSO DE DIREITO

TÍTULO I DA AVALIAÇÃO E DA APROVAÇÃO

Art. 1º - Ao longo do semestre letivo serão aplicadas três avaliações oficiais (AV1, AV2 e AV3). As avaliações AV1 e AV2 terão grau variável de zero a 9,0 pontos e a avaliação AV3 terá grau variável de zero a 10,0 pontos.

Art. 2º - Para aprovação nas disciplinas, o aluno deverá satisfazer às três condições abaixo: I. Obter grau igual ou superior a 4,0 pontos em, pelo menos, duas das três avaliações. II. Alcançar, ao final, média igual ou superior a 6,0 pontos, com aproveitamento de duas das maiores notas obtidas dentre as três etapas de avaliação (AV1, AV2 e AV3). O grau final do aluno será a média aritmética das duas maiores notas obtidas. III. Ter freqüência mínima de 75% do total das aulas ministradas na disciplina.

Art. 3º - Não haverá aplicação de avaliação em segunda chamada. Em caso excepcional de ausência a duas etapas de avaliação e somente por doença comprovada por laudo específico, apresentado até quarenta e oito horas após o ato acadêmico, poderá ser aplicada apenas uma avaliação especial, logo que cessar o impedimento, ressalvado o Regime Especial de Aprendizado Domiciliar definido na legislação vigente.

Art. 4º - As questões constantes das avaliações AV1 e AV2 totalizarão 9,0 pontos, aos quais será acrescida a pontuação aferida na solução dos casos da Coletânea de Exercícios (até 1,0 ponto), conforme

poderá ser objeto de questões de avaliação. valendo 2.As questões constantes da avaliação AV3 totalizarão 10.As avaliações AV1 e AV2 dos 1º. sendo: I. Art. que exija do aluno um raciocínio lógico-jurídico. diferente dos apresentados na Coletânea de . além daquele concernente à disciplina cursada no semestre. 7º . abranger a totalidade do conteúdo ministrado até a data da aplicação da avaliação (AV1. AV2 e AV3) e. Parágrafo único .5 pontos. TITULO II DA ELABORAÇÃO DA AVALIAÇÃO Art. que poderá ter sua aplicação unificada em todos os campi. 5º e 6º períodos devem apresentar nove questões diversificadas.Todo o conteúdo programático da matéria. valendo cada uma 0.seis questões objetivas. obrigatoriamente. cumulativamente. 3º. de perfil teórico.5 ponto.uma questão fundada em caso concreto. II. sem justificativa. seguirá o mesmo critério de pontuação previsto no caput deste artigo. não sendo computada a pontuação obtida na solução dos casos concretos da Coletânea de Exercícios.uma questão discursiva. 4º.0 pontos.regulamento que rege a metodologia do Estudo do Caso Concreto aplicada no Curso de Direito.As avaliações devem ser digitadas previamente. Art. 2º. dois modelos de prova (prova “A” e prova “B”). de múltipla escolha. possuir. no mínimo. 5º . III. 6º . Parágrafo único – A avaliação AV2.

10 . Art. necessariamente relativa a um caso retirado da Coletânea de Exercícios. sendo: I. IV. 11– A avaliação AV3 dos 7º. 8º.uma questão discursiva. sendo: . Art.A avaliação AV3 dos 1º. valendo 2.5 pontos. Art.duas questões fundadas em casos concretos. III.0 ponto. valendo 1.RJ.0 pontos. 8º. 5º e 6º períodos deve apresentar nove questões diversificadas. II.Exercícios. 9º e 10º períodos devem apresentar vinte e duas questões diversificadas.uma questão fundada em caso concreto.0 ponto.3 ponto. de múltipla escolha. II.seis questões objetivas. 4º. valendo cada uma 0. valendo 2. de múltipla escolha. sem justificativa. de perfil teórico. valendo 2.0 pontos cada. diferentes dos apresentados na Coletânea de Exercícios. que exija do aluno um raciocínio lógico-jurídico.uma questão fundada em caso concreto. 9º e 10º períodos deve apresentar vinte e duas questões diversificadas. sem justificativa. sendo: I. Art. valendo cada uma 0. 2º. III.5 pontos cada.uma questão fundada em caso concreto. valendo 1.vinte questões objetivas. valendo 2. 3º. necessariamente relativa a um caso retirado da Coletânea de Exercícios. diferente dos apresentados na Coletânea de Exercícios.5 ponto. 8º– As avaliações AV1 e AV2 dos 7º.A avaliação AV2 unificada seguirá os critérios definidos pela Coordenação da Área de Ciências Jurídicas . 9º.

AV2 e AV3) deve ser compatível com o tempo previsto para as suas aplicações. por meio eletrônico. 12 . Art.Para as disciplinas das áreas de Metodologia. diferentes dos apresentados na Coletânea de Exercícios. sem justificativa. desde que prévia e expressamente delimitada sua amplitude. AV2 e AV3) devem evitar questões que exijam simples memorização e transcrição de texto legal quando a consulta à legislação for permitida. AV2 e AV3). Parágrafo único – As avaliações (AV1. 13 – As avaliações (AV1. junto à Coordenação de Área de Ciências Jurídicas . de múltipla escolha. Art.I.O teor das avaliações (AV1.3 ponto. Língua Portuguesa.vinte questões objetivas. com. 16 . Ética e Prática não se aplicam as regras estabelecidas nos Títulos I e II deste Regulamento.O docente deverá encaminhar.RJ. no mínimo. II.É facultado ao professor elaborar avaliações com consulta. . 15 . valendo cada uma 0. valendo 2.duas questões fundadas em casos concretos. que deverão ser realizadas sem consulta a qualquer material didático. Art. AV2 e AV3) seguirão os critérios definidos pela Coordenação da Área de Ciências Jurídicas .RJ. as avaliações (AV1. exceto na avaliação AV2 dos 9º e 10 º períodos. Art. uma semana de antecedência ao Coordenador da sua disciplina.0 pontos cada. Art. 14 .

também. de imediato. Em caso de desistência. Art. Art. Parágrafo único . Parágrafo único . será vedado o empréstimo de material. deve ser atribuído grau zero. 19 . 18 . não basta apenas retirá-la.Não é permitido o ingresso no local de realização da prova.Ao receber a avaliação. pelo professor. cabe ao professor verificar se o aluno está portando material não permitido. após a saída do primeiro aluno.SGA. o professor deve verificar se o aluno a assinou e. Art.Não é permitido que o aluno desista de realizar a avaliação após ter tido contato com seu teor. . 17 . a ata de presença.Quando a avaliação for com consulta.O tempo de duração da avaliação é o mesmo previsto para a realização da aula.TÍTULO III DA APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO Art. 21 . Art.Antes do início da aplicação da avaliação. 20 . Parágrafo único . O grau zero deve ser atribuído.Em caso de “cola”.A avaliação deverá ser encaminhada à Coordenação do Curso de Direito do campus para posterior arquivamento na Secretaria Geral de Alunos .

nos vinte minutos finais da aula seguinte a da avaliação. aos pedidos de revisão. TÍTULO V DA REVISÃO DA AVALIAÇÃO Art.O professor deverá fornecer verbalmente o gabarito correto para as questões formuladas e atender.TÍTULO IV DA CORREÇÃO DA AVALIAÇÃO Art.Em caso de alteração ou manutenção de nota. a colocação de respostas extemporâneas.Após a correção. 23 . 24 . . salvo se unificada ou AV3. caso ocorram. 26 . na própria avaliação. nos termos do Regulamento Interno da Universidade Estácio de Sá. registrando os apontamentos que o justifiquem. § 2º . § 1º . Art. salvo as unificadas e as AV3. 25 . Art. quando deverão ser devolvidas. assim. de imediato. o professor deverá registrar. evitando.Uma vez lançado o grau nos registros da Instituição. todas as avaliações serão devolvidas aos alunos. o professor deverá anular as folhas e os espaços em branco. 22 .As revisões das avaliações devem ser feitas em sala de aula.É direito do aluno a revisão de avaliação. Art.O professor deverá lançar o grau atribuído a cada questão. de maneira clara e criteriosa.

para efetuar a revisão de prova. mediante fundamentação.A Banca terá 72 horas a partir de sua notificação.A Coordenação do Curso. no prazo de 10 dias úteis. composta de até três professores da área.Não caberá recurso da decisão da Banca. a Coordenação do Curso. no campus. no campus. no prazo de 72 horas contadas do indeferimento. contados da data do recebimento do requerimento de revisão e da prova. § 9º . o recebimento de pedidos de revisão fora dos prazos . cada um deles. § 6º .O aluno que tiver indeferido seu pedido de revisão de avaliação pelo professor.A ausência do aluno no dia de revisão implica preclusão. O requerimento deverá conter a indicação da questão a ser revista e a fundamentação jurídica que justifique a alteração do respectivo grau atribuído. objeto de análise. § 7º . poderá requerer. podendo.§ 3º . remeterá o requerimento. §4º . manter ou aumentar o grau atribuído. objeto de análise.É vedado à Coordenação do Curso. à Coordenação da Área de Ciências Jurídicas -RJ. § 8º . § 5º . por telefone ou e-mail. poderá rejeitar o pedido por carência de fundamentação jurídica da resposta dada à questão cujo grau se pretende alterar. Caberá à Coordenação da Área de Ciências Jurídicas -RJ a decisão final.Acolhido o pedido de revisão. revisão por banca. que indicará banca revisora. acompanhado da prova. no campus.

fixados neste regulamento. 04 de agosto de 2010.Os procedimentos pendentes de semestres letivos anteriores serão resolvidos conforme as normas regulamentares então vigentes. Art. 23 . com revogação das disposições em contrário.A Universidade poderá impor a cobrança de uma taxa para efetuar a revisão por banca. Coordenação da Área de Ciências Jurídicas . § 10 . 24 . TITULO VI DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS Art.Este Regulamento entra em vigor em 04 de agosto de 2010.RJ . Rio de Janeiro.