CAPÍTULO DOIS

Perdido e procurando; Maldito e imortal Uma corrida em necessidade A raça de vampiros Vamos mostrar a bondade Ofereça silêncio em respeito E dê a cada oração Como a nossa parte perfeita
CUEVAS EQUIPE SALAMANCA

Jenn sentiu uma mistura de orgulho e vergonha, quando ela olhou para a bandeira improvisada plantada no ensangüentado solo. Consciente de um olhar, ela olhou para cima. Os olhos de Antônio brilharam com intensidade, o zelo pela missão da equipe. Ele nunca vacilou, e ela o amava e o invejava por isso.

É aconselhável deixar um cartão de visitas como esse? Skye perguntou nervoso, quebrando o silêncio. Sua presença na universidade era um segredo ± embora não muito bem guardado, muitos dos habitantes locais começaram a pedir a sua ajuda. O governo espanhol sabia de sua existência, mas não reconheciam abertamente eles, explicando as atividades da Universidade de Salamanca como uma pequena guarnição misturada as forças militares espanholas. De certo modo era verdade. Três de seus professores eram oficiais militares espanhóis. Os três ensinaram muitas das classes de combate; um deles, Felipe Santasiero, também havia sido professor de espanhol de Jenn.

Quanto a reais forças armadas espanholas, aqueles que conheciam a verdade se ressentiam dos Salamancas, os chamandoeles de Las pulgas ± as pulgas. General Maldonaldo do exército espanhol temia-os. Um homem conservador, ele sabia que Salamanca utilizava mágicos... E magias, ele acreditava que era o trabalho do Diabo. O Diabo estava vivo em toda a confusão e derramamento de sangue; General Maldonaldo não quis o Diabo para beber mais sangue espanhol, ele nunca teria aceitado que o Padre Juan compartilhasse o seu desejo. Jenn deslocou o seu peso quando ela olhou para a bandeira. Suas costas estava latejando. Se colocar nossa bandeira no pó dos Malditos torna-os ainda com um pouco medo de nós, eu sou a favor disso. A menos que seja um código, disse Jamie. a nota, obrigado. Ainda não está morto´. Como, ³tem

Jamie, por favor. Ele é um de nós. Skye olhou para Antonio. Eu joguei as runas. Nós podemos confiar nele. A maioria dos vampiros fedem, e Antônio não, Holgar disse em seu sotaque dinamarquês, fazendo como se estivesse cheirando o ar. Além disso, ele salvou a minha vida. Ele olhou para Jamie. Vocês, também. A última vez que nós estávamos fora. Isto é como você diz, em inglês, ³doce´. E mais doce para você, Jamie, uma vez que a sua vida significa muito para você. Baixo, garoto, sussurrou Skye, colocando a mão no antebraço de Holgar. Estamos todos no limite. Mas parece que eles estavam nos esperando. Muitas mágicas, quando você voltar, sugeriu Eriko. Você e o padre Juan juntos. Talvez você possa videnciar a fonte de um vazamento. Nós podemos simplesmente ter tido falta de sorte. Nascidos sob uma má estrela, disse Jamie. Ele fez uma careta para Holgar. Ou uma lua cheia ruim. Holgar suspirou. Isso não é aconselhável, se você não quer ser uma isca para um lobisomem.

Jamie mostrou os dentes, em seguida, cuspiu sobre as cinzas. Tudo bem, você sabe que eu amo coelhos, mas eu estou excitado. Skye apertou os lábios, e Eriko assentiu. Jenn estava perdida. Dois anos na academia e dois meses como companheiros de equipe, e Jenn ainda não conseguia acompanhar muito do que Jamie dizia. Era ruim o suficiente que Skye tinha um sotaque grosso, Antonio liberalmente atado no seu inglês com o espanhol, Eriko jurava em japonês, e Holgar tinha uma tendência a falar consigo mesmo em uma série de grunhidos, gritos e latidos que só um cão, ou outro lobisomem, pudesse entender. Com Jamie era de alguma forma pior. Ela entendia as palavras que ele usou, mas não conseguia nem começar a compreender a metade dos seus significados. Ele quer ir, disse Skye, por meio da tradução. cansado. Todos nós estamos. Skie a pacifista. Ele está

Tacitamente, concordando com a queda de sua hostilidade, os seis se espalharam, caminhando em uma formação circular no caso de que houvesse mais vampiros. Skye tinha apagado o fogo das casas visíveis da área da praça. Lentamente, as pessoas começaram a se reunir, alguns vindos da floresta onde tinham procurado refúgio. Quando eles viram os caçadores, eles iniciaram um coro de µviva¶. Homens de calças jeans e terno, garotas com a mesma idade de Jenn e todas de uma forma fashion e elegante. Um cara com uma camiseta de *Hellboy ergueu seu celular, para filmá-los. _______ *Hellboy - é um personagem de histórias em quadrinhos criado por Mike Mignola, cujas histórias são editadas nos Estasdos Unidos pela Dark Rose. Maldição, disse Jamie. gente e pedir autógrafos. Eles vão querer tirar fotos da

Nós devemos fazer isso, disse Jamie. Você sabe que a muitos que odeiam caçadores lá fora. Isso é na América, não na Espanha, Holgar insistiu.

Eu preciso de um cigarro,

disse Jamie.

Antonio, você deve sair daqui, Eriko advertiu. Até agora, nenhum civil havia descoberto que Antônio era um vampiro ± na maior parte das vezes você não pode dizer só de olhar para ele ± mas não havia razão para correr riscos desnecessários. O cheiro de sangue de alguma coisa tão pequena como um corte de papel, pode trazer a sede de sangue, o que faria seus dentes crescerem e os seus olhos ficarem vermelhos reluzentes. Eu vou estar na van, Antonio disse, virando-se para ir. Jenn pulou para o lado dele, e suas feições afiadas suavizaram. Ele pegou a sua mão e apertou não muito rígido. Ele poderia ter quebrado todos os ossos se ele quisesse. Ele era ainda mais forte do que Eriko. Atrás deles, os gritos ficavam mais altos. Os sobreviventes estavam contentes. Em breve, eles se tornam mais sóbrios, como alguns dos feridos que se juntam às fileiras dos mortos. Jenn tinha visto isso antes. Seria pior dessa vez, por isso grande parte da cidade havia sido queimada. Levaria muito tempo para reconstruir. Ela se sentiu culpada em seu relevo, porque ela não teria tempo para ajudar a limpar e ajudá-los a começar de novo. Ela não sabia nada sobre a criação, mas, graças à academia, ela sabia muito sobre destruição. Estou contente por você não está ferido, Jenn disse a ele. Tentando fechar os sons dos aplausos que foram crescendo com força por trás deles. Quando eu vi você no chão, aquelas chamas... Jamie está certo, ele a interrompeu, o brilho vermelho da sede de sangue voltando nos seus olhos. Um arrepio deslizou até sua espinha dorsal. Seus dentes estavam começando a se alongar. Ele tem razão para desconfiar de mim, continuou ele. E ele está certo em pensar que há um traidor entre nós, ou um espião na Academia. Alguém disse aos vampiros que nós estávamos chegando. Nós tivemos muita sorte, nenhum de nós foi morto.

Bem, nenhum de nós estava, ela lembrou a ele. Engolido seco. Ainda não, ele respondeu, sua voz rouca e profunda. E seus olhos brilhavam repletos sobre os seus sob os raios de prata brilhantes da lua espanhola. Ela baixou os olhos e foi em direção a branca van MercedesBenz. Skye lançou uma magia de proteção para manter a van escondida de estranhos e intocada pelo fogo. Estava estacionada no bosque de carvalho, por outro lado, havia sido parcialmente consumida, e muitos os restos calcinados seria nada mais do que cinza ao amanhecer. Antonio deslizou atrás do volante, e alguns minutos depois quando os outros se juntaram a eles, Jenn encontrou-se presa entre Holgar e ele. É como aqueles filmes de terror antigos que eu costumava assistir com o pai de Che, quando eu era pequena: Lobisomens e vampiros , ela pensou, e imediatamente se sentiu muito boba e ainda mais culpada. No banco de trás Jamie descansava entre Eriko e Skye, e ele estava roncando alto, muito antes de eles voltarem para a estrada. Você não pode fazer nada sobre isso? Antonio perguntou com os dentes serrados. Sua audição estava mais acentuada do que a deles, fazendo dele um grande vigia. E poderia fazer dele um traidor ainda melhor... Skye murmurou uma magia, e o silêncio desceu. Jamie ainda estava roncando, e eles simplesmente não podiam ouvir mais. Então a bruxa fez alguns trabalhos nas costas de Jenn e felizmente levou a dor. Jenn imediatamente fechou os olhos, os ossos cansados, contudo como se ela tivesse bebido vinte copos de um grosso café torrado espanhol até ela se viciar. Ela desejou ter algum agora para lavar a poeira, fuligem e sangue da sua língua saburrosa e da sua boca. Ainda mais do que isso, ela desejava dormir que nem Jamie. Jamie era o único que foi capaz de dormir por pura força de vontade. Ele disse que era bom descansar a cada oportunidade, porque você nunca sabe quando e onde a violência irá irromper ±

algo que ele havia aprendido de sua família IRA na Irlanda do Norte. Seus pais foram mortos, atacados ferozmente há alguns anos atrás, por lobisomens locais de *Belfast que estavam trabalhando com os Malditos ± que, Jamie alegou, estavam trabalhando com o inglês. O velho rancor ainda estava ali; assim como os guerreiros lutando pela causa de uma Irlanda unida, livre do poder inglês. Apesar de que, Jamie queria, o grupo nunca foi atrás dos lobisomens, apenas vampiros. ______ *Belfast ± é a maior cidade e capital da Irlanda do Norte . Jamie tinha uma louca habilidade de luta, como o restante deles, ele ainda teve que treinar duro para se tornar um caçador. Armas modernas eram proibidas, porque ela é ineficaz contra um vampiro. Parar matar um deles, você tem que se mover para perto e arriscar sua vida. Jamie havia treinado com seu avô para ser um armeiro, antes de ele entrar a estudar na Academia. A única coisa que Salamanca estava preste a matar com uma arma, era uns aos outros. Dada a tensão entre os membros da equipe, o medo roeu dentro dela que um dia poderia realmente se resumir a isso. Gracias, brujita, Antonio disse para Skye que Jenn suspirou e moveu os ombros, indicando que a mágica de Skye tinha acalmado suas queimaduras. Obrigado, bruxinha. Skye gostava quando ele a chamava assim. Skye tinha percebido o poder mágico que emanava do padre Juan, então ela disse a si mesma que ela era uma bruxa. A bruxa branca, de fato, uma das muitas bruxas brancas que se consideram seguidores da deusa Wiccan. Havia bruxas escuras, também chamadas por alguns bruxos, que seguiu a Deusa em seus muitos aspectos do mal e praticaram magias escuras. Ambos os ramos de bruxarias tentaram ficar fora do radar das pessoas comuns, e bruxaria branca havia passado à clandestinidade, com medo dos vampiros que os explorariam como faziam com os lobisomens e os forçavam a se tornarem seus aliados. Alguns vampiros procuravam os bruxos para usar como armas, outros queriam exterminá-los, porque os bruxos poderiam detectar a presença de vampiros. Skye era a bruxa só na Academia, e no início ela tentou esconder suas habilidades mágicas dos outros. As bruxas brancas eram curandeiras, não guerreiras. E assim ela era uma anomalia.

Mas Antonio a tinha acolhido. E explicou a sua crença ± que a luta era uma forma de cura, assim como o choro era uma forma de oração. Ela gostava da maneira como ele pensava, e ela ficou fascinada por sua crença ardente na sua religião católica. Sua devoção à Virgem Maria, como era sua devoção à Deusa. Ele acreditava que muitas coisas do que ela não fez como o conceito do pecado e da necessidade da salvação ± mas a pureza e a simplicidade da sua fé a encantou. Skye gostava disso. Ela gostava dele. Ela tinha assegurado para Jenn que Antonio era realmente um ³homem vampiro´ que podia confiar. Cada magia que ela tinha lançado para julgá-lo tinha mostrado isso. Mas talvez os vampiros pudessem manipular as forças mágicas do universo, assim como haviam manipulado a raça humana. Queremos viver em paz. Nós queremos ser seus amigos. Nós bebemos do sangue de animais. A estrada torcida se transformou numa paisagem espanhola, árvores e arbustos tecendo sombras no farol alto da van. Ao contrário da casa de Jenn, na Califórnia, não havia iluminação pública, apenas escuridão, manchado de tinta. Antonio podia ver melhor do que ninguém na van, mas mesmo ele, tinha seus limites. Ela olhou para ele nervosa, mas ele mantinha os olhos para frente. Ao lado de Jenn, Holgar lambeu suas feridas. Ela tentou não fazer careta, mas foi nojento. O corpo de Hogar cura-se muito mais rápido do que um ser humano poderia, e muitas vezes ele ajudou ao longo limpando seus ferimentos como os irmãos selvagens faziam. Ela sabia que isso fazia um po uco Antônio doente, e ele tinha muito mais tempo ± mais de sessenta anos para se acostumar com essas coisas. No banco de trás Eriko e Skye estavam conversando em voz baixa. Ambas estavam irritadas com a quantidade de moradores que haviam perdido, e elas estavam tentando decifrar a evidente emboscada. Jenn estava irritada demais, mas sua mente estava ocupada com outras preocupações. Ela hesitou. Ela não tinha estado até a luta. Ela não pertencia. Ela sabia disso. Existiam seis em sua equipe, seis Caçadores de Salamanca. Destes seis, quatro tinham habilidades sobrenatural.

A natureza de lobo de Holgar havia sido revelado durante o primeiro semestre de formação, quando, embora trancado pelo padre Juan , seus uivos furiosos atravessavam a noite de lua cheia particularmente brilhante. Além disso, ele tinha esquecido e lambeu suas feridas após um treino de formação. Os alunos tiveram conhecimento da natureza µbruxa¶ de Skye logo depois, como se ninguém visse em nunhum momento, ela tentar esconder o quanto do sobrenatural estava presente em seu mundo atualmente artificial. Jenn tinha se preparado para ainda mais revelações chocantes... mas mesmo com isso, ela não tinha sido preparada para a reveleção mais impressionante de todas: Antonio. Ninguém sabia sobre Antonio até a noite da formatura, quando fez par com Jenn para ir numa caçada de vampiros ± seu exame final. Até então, sua paixão por ele tinha transformado em um profundo desejo. Seu sentimento de traição era enorme quando ela descobriu o que ele era, em essência, o mesmo tipo de monstro que ela jurou matar. Tudo o que ela havia aprendido sobre vampiros em suas aulas, de seus professores, e do manual do Caçador, insistiu em que todos os vampiros eram maus. Malditos, que nunca deve ser mostrada misericórdia. E depois de descobrir que o cara que ela queria, era muito, muito o cara errado para ela ou para qualquer pessoa com um coração batendo, e uma alma... Mas, então, ao saber que ele estava estudando para ser padre antes de ser ³convertido´ , como era chamado, e que mesmo ele tivesse uma alma humana, ele estaria fora dos limites para ela... Não pense. Você está cansada. Você faz isso quando está exausta. Era como sua mini-férias em desespero. Como bater a cabeça na parede porque se sentia tão bem quando ela parava. O último membro sobrenatural foi Eriko. Como o Caçador, Eriko tinha um poder nato de beber o exilir. Os dois últimos integrantes da equipe, ela e Jamie, eram seres humanos comuns. Com exceção de Antonio, Jamie tinha mais experiência de combate do que todos eles juntos. O esquentadinho irlandês foi um lutador de rua vicioso, e ele tinha o

dom de estratégia ± onde atacar para causar um maior dano e confusão. Era por isso, a suspeita de Jenn, ninguém tinha o levado a força para deixar a equipe. Jamie não fazia nada, mas brigava, discutia, e acusava, mas eles precisavam dele. Assim que deixou. Apenas Jenn. Era assim que ela pensava de si mesma, nada de especial. Ela trouxe nada de distinto para o grupo ± nenhuma malandragem de rua ± nenhuma extraordinária habilidade, e até mesmo o seu espanhol era o mais fraco. Mais de uma vez ela tinha pensado que, para o bem de todos, ela deveria sair. Toda vez, pórem, o padre Juan a deteve. Secretamente, ela agradeceu. Um Caçador solitário era um alvo fácil e uma morte fácil. Mesmo que ela sobrevivesse a sua primeira noite sozinha, onde ela iria? Era uma loucura, um grupo incompatível, mas esses eram tempos loucos. Jenn tinha pedido para entrar na Academia, logo que ela soube que havia uma escola especial de que as pessoas treinadas ± os jovens ± lutavam com vampiros. Estas escolas, aparetemente, existe há séculos, mas eles tinham cumprido uma finalidade diferente ± para treinar um Caçador para combater os vampiros em cada cidade ou região. Na história da classe do Vampirismo, Jenn aprendeu que, durante a Idade das Trevas muitas dessas escolas se perderam, e até mesmo as Academias perderam a noção entre si, até que cada um achava que estava sozinha. De cada Academia sobreviventes continuaram a treinar um simples Caçador, muitas vezes conciderado como um cavaleiro, um santo ou ambos, que iria protejer a sua- ou seu ± pequeno território. O Caçador de Salamanca teria que proteger a universidade, a cidade, e as aldeias vizinhas. Em seguida os vampiros se revelaram à humanidade. Seu porta voz, Salomon ± jóvem e estrela do rock quente, com cabelos vermelhos como é o de Jenn ± havia estado ao lado do presidente dos Estados Unidos e ofereceu a sua mão em amizade. Salomon insinuou que os vampiros tiveram acesso ao segredo de sua própria imortalidade, e que iria compartilhar isso se eles fossem tratados como ³parceiros globais.´ Como iguais, declarou salomon.

E o presidente dos Estados Unidos ± velho, cinzento, de aspecto cansado - tinha tomado a mão de Salomon. Celebridades correram para festa com os vampiros e para serem fotografados e entrevistados com eles. *Talk shows vampiricos reservados para aumentar suas classificações. As estrelas de cinemas se casaram com eles. Os políticos e corporações os cortejavam. Tudo tinha acontecido tão rápido. Tudo tinha sido tão emocionante. _________ *Talk shows - é um gênero de programa televisivo ou radialístico em que uma pessoa ou um grupo de pessoas se junta e discute vários tópicos que são sugeridos. Salomon era de um modo charmoso, afável e divertido. Jenn e suas amigas de escola tinham pendurado a foto dele nos seus armários e usou-a como papel de parede em seus laptops. Vampiros avatares e ícones surgiram em todo sites de redes sociais. Os vampiros eram completamente, totalmente legais. Então Nina filha adolescente do presidente, foi seqüestrada. A busca por ela era intensa, e Salomon, e os vampiros se dedicaram a encontrá-la... Ou então eles afirmaram. As pessoas rezavam, os generais ameaçaram, e a primeira-dama chorava e implorava aos seqüestradores para liberar sua filha. Quando Nina finalmente surgiu, seus seqüestradores lhe mostrou ao vivo na TV. Ela tinha sido transformada em vampira, ³convertida´, no jargão dos vampiros. A CIA juntou forças com outros grupos de inteligência para descobrir onde Nina estava, e ela foi localizada em uma remota aldeia perto do Círculo Polar Ártico, onde era escuro quase todo o tempo. Os marinheiros entraram, junto com uma equipe de filmagem, e as pessoas viram como os vampiros poderiam ser tão selvagens no modo como atacaram os humanos. Ao invés do bonito Salomon, cujos seguidores bebiam de bolsas de sangue e açougues, esses vampiros rasgaram as gargantas de soldados armados. Sangue jorrava e pulverizava. O sargento Mark Vandeven transportou Nina para a segurança. Assim que ele a acomodou, ela o atacou. O Cabo Alan Taliaferro, cravou uma estaca no coração dela, e todos que estavam assistindo viram o que acontecia com os vampiros quando eles morriam.

O Cabo Taliaferro foi entrevistado depois. Ele estava com os olhos arregalados e abalado. Ela era um monstro, a Marinha citou o que ele estava dizendo. Não havia nenhuma menina mais lá, apenas um demônio. Salomon alegou que um grupo marginal radical tinha convertido ela. Ele insistiu que esses ³renegados´ deveriam ter forçado Nina a beber de um deles, uma violação de tudo aquilo que mostra dos vampiros sagrados. Para vampiros dignos, compartilhar seu sangue com um ser humano era um ato sagrado, e os humanos tinham que estar dispostos. O mortal deve pedir para ser convertido, explicou Salomon na televisão nacional. É muito parecido com o conceito cristão da sagrada comunhão. Sentindo quão apavorados muitos de seus novos aliados estavam ele passou a lembrar seus leitores que uma mordida de vampiro não pode converter um ser humano; não uma, duas ou até mesmo uma dúzia de mordidas. Um humano tinha que beber sangue de um já renascido a imortalidade. Voluntariamente, ele acrescentou. Esta foi uma tragédia insensata, e não tinha nada haver com vampiros civilizados como nós. Mas, muitas pessoas viram a entrevista do marinheiro no You Tube ± monstro, demônio; o olhar assombrado em seus olhos disse ainda mais que suas palavras. Algumas semanas depois que o vídeo passou, seu corpo foi encontrado sem sangue e, lentamente, muitos vieram perceber que não havia vampiros decentes. Foi então que os americanos normais começaram a chamar os vampiros de ³Aqueles Malditos´. Era uma vez uma expressão escrita nos livros antigos, empoleirados, resguardada por uma pequena elite consciente, em seguida, passado para pessoas como Jenn ± Caçadores que haviam se dedicado a destruir Aqueles Malditos. O nome pegou, se tornando truncado para ± ³Malditos´ ± e em vez de serem vistos como os recém-chegados exóticos, os vampiros foram finalmente considerados como inimigos. Os Estados Unidos declararam guerra contra os Malditos e exigiu que os seus aliados ao redor do mundo fizessem o mesmo.

Muitos fizeram isso. Alguns não. Os governos não confiam uns nos outros. Alguns aproveitaram o caos e declararam guerra a seus inimigos humanos. O presidente dos Estados Unidos foi assassinado. A guerra mundial estourou - a terrível guerra. Os Malditos eram incrivelmente rápidos e fortes. Os exércitos caíram, tanto a Cursers e outras nações; forças de operações especiais, foram apagadas. Dezenas de pequenas cidades ao redor do mundo foram destruídas nas batalhas. E quando se tornou óbvio que a humanidade estava prestes a perder, o novo presidente dos Estados Unidos ± jovem, sexy e ambicioso ± declarou uma trégua com os vampiros. Vários outros países seguiram o exemplo, com a Espanha, sendo um dos redutores. Mas era uma trégua sem honra. E enquanto muitas pessoas optaram por acreditar que tudo tinha sido um trágico engano, outros sabiam que a guerra real ± a guerra fria ± havia apenas começado. Na parte de trás da van Skye e Eriko havia se calado. Holgar finalmente parou de lamber suas feridas, e saltou ao longo da estrada na escuridão. Jenn lutou contra o impulso de perguntar a Antonio o quanto faltava até eles chegarem em casa, na universidade. Era como uma viagem de carro da família do inferno. Sua garganta apertou com o pensamento. Ela não conseguia deixar de pensar como estava sua família, de volta em Berkeley, Califórnia. Havia ainda tanta coisa entre ela e seus pais. Ela lembrou a sensação de mal estar que havia fechado seu estômago, a raiva pura, quando seu pai chegou em casa do seu novo trabalho, todo animado, jorrando propaganda pró-vampiro, como se ele realmente acreditasse nisso. Três vampiros apenas se juntaram a nossa repartição, disse a família na mesa de jantar. E eles são caras realmente grandes. Eles são praticamente iguais a nós. Você não pode acreditar que... ela disse. Eles não são iguais a nós em tudo. Eles não conseguem trabalhar durante o dia. Nós temos pessoas que trabalham todos os tipos de horas, ele respondeu na defensiva.

Eles não são pessoas,

Jenn combateu.

E tinha havido uma briga, - a primeira de muitas. Sua mãe estava pálida, sua irmã Heather, chorava. E Jenn se afastou da mesa de jantar e bateu a porta do seu quarto ± antes do seu pai lhe mandar primeiro. Então, uma noite que tinha havido uma trégua, ele desabou: Você vai nos colocar em problemas, e ela sabia, que ele sabia que estava trabalhando com monstros. Ele estava apenas fingindo, para que eles pudessem sobreviver. Jenn pulou fora para o quarto dela, com tanta vergonha dele, e tanto medo. Ela chorou no seu travesseiro e fantasiou sobre fugir. Mas onde ela poderia ir? Mais tarde, ele bateu de leve em sua porta, abriu ela antes, que ela pudesse dizer para ele ir embora. Ele parecia pequeno enquanto ele estava no limiar. Desamparado. Olhando para ela, ele estendeu sua mão. Ela começou a se levantar, pensando que eles iam ser honesto um com o outro. Finalmente. Você tem que se comportar, disse seu pai, e suas palavras foram cortantes. Você não pode ser assim. Você faz parte desta família. Então, ele fechou a porta. Ela ficou olhando para ele, incapaz de acreditar que seu pai poderia dizer algo assim para ela. Ele havia sido criado por pais que lutaram por aquilo que acreditava, literalmente. Seus avós, que tinham lutado contra os opressores anteriormente, desconfiavam dos Malditos, e Jenn não sabia como seu pai poderia apenas descartar as evidências, fingir que estava tudo bem quando não estava. A palavra lentamente se espalhou sobre as Academias secretas de Caçadores de vampiros. Uma grande quantidade de informação estava errada. Mas Jenn ouviu duro, e descobriu o que era certo. Havia uma escola nos Estados Unidos, em Portland, Oregon, que estava cheia. Todos os outros países com escolas ³antivampiros´, só aceitava estudantes que era natural do país ± Exceto a escola na Espanha. Foi instalado no campus da

Universidade de Salamanca, uma das mais antigas universidades da Europa. Durante séculos universitários tinham se reunido até Salamanca para uma educação superior a todo o resto da Europa. Até a guerra contra os Malditos, somente a igreja Católica tinha o conhecimento da existência da Academia Sagrado Corazón Contra los Malditos. Durante a guerra, a Universidade de Salmanca fechou suas portas, e nunca havia aberto novamente. Mas, dentro do vasto complexo de edifícios antigos e modernos, a Academia Sagrado Corazón, abriu suas portas para um novo tipo de estudantes, e todos os que queriam lutar contra os vampiros foram bem vidos ± todos que se classificaram, o que são. Jenn ainda não tinha certeza de como ela tinha conseguido entrar ± e menos certeza sobre como ela tinha se formado. Dos noventa alunos que compuseram seu grupo, somente trinta alunos tinham feito à graduação. Os outros alunos haviam sido reprovados ou foram mortos. Sua prova final foi realizada na Véspera de Ano Novo; seu teste, para acabar com um ninho de vampiros composto por nove Malditos. Dos trinta alunos, quinze morreram naquela noite. Isso deixou quinze esperando para descobrir quem seria declarado o Caçador de Salamanca. Havia um Caçador durante séculos, que protegia a área ao redor de Salamanca, defendendo a cidade, a universidade, e as aldeias vizinhas dos ataques Los Malditos ± Os Malditos. Através dos séculos, caçadores não tinham muito que fazer. Os religiosos permanentes expurgos dos hereges e estrangeiros dificultaram para Os Malditos de evitar o escrutínio, então eles deixaram as áreas sozinhos. Outras regiões do mundo não tiveram tanta sorte. Mas agora que Os Malditos travaram guerra contra a humanidade, alguma coisa tinha que mudar. Padre Juan foi capaz de destilar a essência apenas o suficiente para criar um mágico com uma dose do elixir sagrado, disse que ia fazer um ser humano tão forte como um Maldito, e quase tão rápido. Isso ele deu à Eriko, a quem foi decretada a sua Caçadora escolhida. Então, ele rompeu com a tradição e deu ao Caçador uma equipe de guerreiros para apoiar sua campanha contra o inimigo ± uma equipe de cinco, que seria chamado ³caçadores´, com o c minúsculo. O mundo todo estava começando a descobrir sobre

esses lutadores veneráveis e não entendia a diferença entre o Caçador e um caçador. Mas para os cinco escolhidos antes de Eriko, havia uma diferença enorme. Os outros nove que permaneceram na escola, caso quisessem, ajudariam para a formação da nova classe de noventa. Quando Jamie percebeu que não tinha sido selecionado como um Caçador, ele explodiu de raiva. Skye tinha empalidecido, assustada, como ela poderia ser ± ela estava sendo ordenada para combater vampiros sem o benefício do elixir. Holgar recebeu a notícia numa boa, declarando que, com ou sem elixir, ele estava feliz com a chance de ³rasgar uns garotos com presas, aparte.´ Como um vampiro, Antonio não esperava ser escolhido como o Caçador, e o Padre Juan já havia dito que ele estava montando uma equipe. Depois, Antonio contou a Jenn que pediu para ser seu parceiro de luta para que ele pudesse vê-la novamente. Quanto a Jenn, quando Eriko tinha sido escolhido, ela percebeu que ela mesma não esperava ser escolhida ± não realmente, bem lá no fundo. Foi um golpe. Ela tinha, na essência, mentido para si mesma. Ela acreditava na causa, mas não em si mesma. Há uma razão para você estar aqui, Padre Juan lhe disse. Cada um de vocês tem um caminho. Cada um de vocês é uma luz nessa nova Idade das Trevas. Alguns brilham agora. Para alguns, deve haver um vento refrescante primeiro, e depois... Ele tinha ido, e abençoou-a e os outros, embora, somente dois deles acreditavam em bênçãos católicas. Então Padre Juan equipou-os com armas, e suas novas vidas começaram. Eles eram os Caçadores. Ela desejou que seu pai entendesse. O que ele diria se pudesse vê-la agora, veja a lutadora que se tornou? Lágrimas ardiam em seus olhos. Não agora, ela pensou, cerrando os punhos. Ela começou a pensar nos homens fortes na sua vida ± seu avô, quem ela chamou

de Papa Che depois de seu ídolo, o lutador da liberdade Che Guevara. Antonio. Antônio que não era um homem. Jenn? Antonio perguntou. Ela deslizou seu olhar para ele, constrangida, porque ele pode lê-la facilmente. Ele sempre sabia quando ela estava lutando com algum problema particular. Ela encolheu os ombros. Estou bem, ela disse, que praticamente era um código que ela não queria compartilhar com os outros. Bien* o disse, indicando que ele entendeu. Mas ele continuava olhando para ela, seu rosto iluminado pelas luzes do painel. Às vezes ela se perguntava se ele estava lendo sua mente ou seu coração. Talvez vampiros pudessem fazer isso. Havia muitos vampiros que as pessoas não sabiam. ______ *Bien ± Bem, em espanhol. Muito sobre Antonio que Jenn não sabia. Só que, quando ele sussurrava seu nome, ela acreditava que ele realmente a amava. Depois de um tempo, sua exaustão e o calor do aquecedor do carro embalou ela a dormir. Ela sonhava em viajar com sua família, a *Big Sur, antes da guerra contra os vampiros; pegar a mão se sua irmã e passear ao longo das ondas rolando na areia, sem entrar na água. _______ *Big Sur - é uma região costeira localizada no centro da Califórnia, nos Estados Unidos. Há tubarões, no sonho eu disse a Heather. Jenn, nós estamos em casa, Antônio murmurou.

Ela ergueu a cabeça quando a van passou através dos portões de ferro forjado da entrada da universidade. Estátuas de santos colocados no alto, paredes arqueadas. Cruzes, montada há seis anos para impedir a entrada de vampiros, brilhavam ao luar. Por trás da parede de gengibre, a nova classe estava dormindo, ou talvez estudando para os exames de Liderança, espanhol ou a

leitura fria, ensinada pelo Senhor Sousi, que era o homem mais estranho que Jenn já conhecera. Jenn era para ajudar com a disputa pela manhã, a formação dos novos estudantes que poderiam muito bem substituir um ou todos os membros de sua equipe... Se os próprios alunos vivessem o tempo suficiente. Antonio estacionou no espaço ao lado da capela, e os outros esperavam do lado de fora. Padre Juan, vestido de terno clerical de um padre e um colar, desceu as escadas em direção a eles. O padre estava aparentemente bem, com cordões prateados no pescoço tecido pelo seu cabelo preto-azulado. Ei, Padre, eu tenho um osso para escolher com você, parcialmente Jamie gritou para o Padre Juan, mas o Padre passou por ele. Eles sabiam... Ei! Jamie gritou. Holgar saiu, deixando a porta aberta para ela. Jenn desdobrou-se, franzindo a testa enquanto o Padre Juan aproximou da van. Normalmente ele teria esperado por eles no interior da capela, para abençoá-los após suas batalhas e levá-los em oração para agradecer por suas seguranças. Em vez disso ele se aproximou da porta do passageiro aberta, rosto sombrio. Padre? Antonio disse, se inclinando em direção a Jenn. disse o

Jenn, eu preciso falar com você em particular, Padre Juan sombriamente.

Jenn olhou para Antonio, que parecia tão confuso quanto ela. O quê? ela perguntou nervosamente quando ela desceu e seguiu o Padre Juan. A mente dela correu. Será que Eriko disse a ele que Jenn tinha embargado durante a missão? Talvez ele fosse dizer que ela estava fora da equipe porque não podia confiar nela. Ou que Antonio era um traidor. Não. Nunca. Ele não pode ser isso. Perto de uma grande estátua de pedra de *São João da Cruz, o Padre Juan parou, e virou e colocou a mão no ombro dela. Jenn olhou para seus olhos castanhos escuros, e arrepiou-se pelo medo deles. _________

*São João da Cruz - foi um frade carmelita espanhol, famoso por suas poesias místicas. O que há de errado? subitamente seca. perguntou ela, sua boca

Antonio olhou para Jenn e para o Padre Juan, ajustando sua audição para fora do discurso de Jamie e as tentativas de Skye de acalmá-lo, e se concentrando na conversa. Ele não estava preocupado com as sutilezas das coisas como a privacidade . Ele não iria permitir o que era rude, atrapalhar o seu modo de trabalhar. Que era para destruir muitos vampiros o quanto podia. E para segurar que Jenn não se machucasse. Apesar de algumas noites, ele achava que o maior perigo para ela não vinha das caçadas dos vampiros, mas partir dele, o que ela não achava. Ele queria que ela ficasse tão mal quando eles estavam se beijando em Cuevas. O desejo tinha inundado através dele, enchendo-o realmente de uma intensa necessidade do sabor dela, alimentando-se dela até drenar-la completamente. Apenas lembrando esse feito a sede piora, e ele sentiu a nitidez de suas presas apertando contra o seu lábio inferior. Sinto muito, Padre Juan disse a Jenn. É o seu avô. Foi o seu coração, muito repentino. Sua avó está perguntando por você. Sua família quer você em casa para o funeral. Ah, não, Jenn, Antônio pensou. Ele sabia que ela adorava o Papa Che. Foi por causa dele que ela tinha entrado na Academia. Ele viu que os joelhos de Jenn começaram a se curvar, e ele disparou em movimento. Padre Juan estendeu a mão para apoiá-la, mas Antonio chegou antes dele. Ela caiu em seus braços abraçando-a com facilidade. Meu amor, ele sussurrou. Meu amor. Oh, meu amor.

Ela chorou muito contra ele, e seu coração doía por ela. E suas presas alongaram.

Jenn deve ficar na Califórnia, disse Antonio. Quando ele e o Padre Juan sentaram em uma mesa de madeira em um bar de tapas pequenas a poucos quarteirões do Aeroporto Internacional de Madri, tendo acabado de colocá-la em um avião. O chão era de mosaico quadrado em preto e branco, como tabuleiro de xadrez. O vampiro e o Padre já tinham passado muitas horas juntos jogando xadrez e outros jogos ± jogos de guerras, jogos mentais. Músicas como Jazz, pop e uma pitada de flamenco saltaram ao longo dos nervos de Antonio. Dois soldados espanhóis armados sentaram em uma mesa próxima, olhando para Antonio e Padre Juan e murmurando-os em voz baixa. Eles não tinham percebido nenhum reflexo de Antonio moldado na janela, mas quando sua audição vampírica alertou o seu interesse, ele mudou de lugar com o Padre. Ele foi negligente por não prestar atenção, em primeiro lugar. Ele sabia que estava distraído com a sua preocupação sobre Jenn. Os soldados reconheceram pelo bordado na manga de sua jaqueta, ele era um dos Caçadores de Salamanca. As equipes de caçadores eram novas, mas o símbolo era antigo. Muitos os militares aprovaram os bandos independentes de caçadores de vampiros espalhados pelo mundo. Mas outros, como esses dois, temiam a independência dos caçadores e queriam que eles servissem para o ramo das Forças Armadas ou serem estigmatizados como traidores. Havia poucos clientes no bar, desde a guerra e a ³trégua´, as pessoas já não se aventuravam durante a noite se não houvesse necessidade premente. A Espanha nunca tinha assinado o tratado; as lealdades das pessoas foram questionadas ± por vampiros, pela humanidade. Como ela sempre teve, a Espanha guardou muitos segredos sobre fé e crença, cumplicidade e honra. Ela ficou como um farol... Ou uma fogueira. O mundo está se afogando em medo, Antonio pensou. Assim era o seu mundo. Raramente por dois anos, ele deixou Jenn fora de sua vista. Até que ele havia confessado o que sentia, ela não sabia, nunca imaginou que ele ficou noites intermináveis vigiando sua janela, estudando as sombras. Por que Jenn? Por que a garota da Califórnia, que duvidava de si mesma toda vez, insistia que não era nada especial. Ele não sabia como ela havia irradiado a luz das

sombras de sua alma. Ela era especial. Ele sabia que, tanto quando ele sabia que sem ela ± como sem sangue ± ele viraria pó. E agora ela estava voando de volta para os Estados Unidos. Milhares de quilômetros os separavam, ou quem sabe quanto tempo. Durante todo esse tempo houve um traidor no meio deles. E se Jenn fosse o seu alvo? E se ela estava fazendo exatamente o que ele queria, deixando a segurança de Salamanca e a segurança dele? E se ela for a traidora? Ela tem simpatia por um vampiro, por que não os outros? Irritado consigo mesmo por essa dúvida, Antonio balançou a cabeça como se a ação por si só poderia limpar os pensamentos indesejáveis. Jenn importava para ele, apesar do que ele era, não por causa dele: Essa era a verdade, ele se agarrava a cada vez que se perdia em seus olhos. Ainda assim, havia uma parte dele que duvidava. Constantemente. Ela deve ficar longe, insistiu ele, com mais força do que ele pretendia. Porque ele sabia que eles juntos, não era seguro. Não mais. Quanto mais tempo eles passavam um com o outro, mais difícil para ele se controlar. Padre Juan levantou uma sobrancelha, e Antonio baixou o olhar. Antonio pediu dois copos pequenos de *Sol y Sombra para ele e para Padre Juan. Antonio bebeu um gole para tirar os olhos do homem em frente a ele. Padre Francisco o antecessor de Juan, como mestre da capela da universidade, havia concedido refúgio há Antonio meio séculos atrás. Padre Francisco manteve Antonio escondido, rezando com ele para a liberação do vampirismo. Quando o Padre Juan tomou o seu lugar, ele trouxe Antonio de volta para a luz da comunidade. Padre Juan incentivou a continuar os seus estudos teológicos. Outra guerra, anos atrás, tinha interrompido os estudos ± Segunda Guerra Mundial. Antonio havia sido ³convertido´, como foi chamado, no ano de 1941. Ele ficou com o seu Senhor há menos de um ano, até que a vergonha e o horror o enviou fugindo do ninho do vampiro com sede em Madri, e voltou para os braços da igreja. ___________ *Sol y Sombra - uma bebida alcoólica depois do jantar, composto por partes iguais de brandy e anis doce (anis-doce ou anis). Esta

bebida é conhecida nos bares e restaurantes em Madri, mas não tão conhecida em outras cidades e vilas. O nome da bebida vem das palavras em espanhol para sol e sombra e refere-se a diferentes tipos de lugares.

Ele teve praticamente uma segunda chance, e os estudos tinha ajudado a se sentir quase humano. Tudo isso mudou, no entanto, quando a universidade se tornou um campo de treinamento ocupado por caçadores de vampiros. Havia cinco classes de formandos na Academia, e sempre Antonio havia disfarçado de estudante. Quando o Padre Juan e outros mestres de todo o mundo decidiram romper com a tradição e treinar grupos de caçadores para trabalhar em conjunto, Antonio teve suas dúvidas. Mas quando o grupo foi formado Caçadores ± Jenn estava no grupo ± ele se juntou a ela, a pedido do Padre Juan. Ela vai voltar, disse o Padre Juan. Ela é uma de nós. Ele levantou o copo e se virou para os soldados na outra mesa. A La gente*, ele saldou para eles. _________ *A La gente ± Para as pessoas. Os saldados içaram seus óculos. A La gente. pareciam muito cansados, assim eles pareciam. Foi cansativo está no lado perdedor. Peço a Deus que ela fique em casa, murmurou Antonio. Padre Juan sorriu tristemente para ele. Você é como um quebra-cabeça para mim, meu filho. Você é mais velho que meu avô, e ainda você parece ter dezenove anos. Ela está com dezoito anos, praticamente, Também, é muito jovem para isso. disse Antonio. Os dois

Você lutou ao lado de homens com dezoitos anos, antes, o Padre Juan rebateu. Na guerra com outros. forte. alma. E eles morreram, Milhares. Então, a proteja, Antonio disse em uma voz, baixa e disse o Padre Juan. Com toda a sua

Antonio bufou.

Ainda não sei se eu tenho uma alma.

Eu conheço você. Era uma conversa antiga, um Antonio que imaginava que eles teriam uma morte no final ± esse dia nunca chegou. Provavelmente, iria. Havia um preço por sua cabeça. Entre sua própria espécie, ele é um traidor. Para o seu Senhor, ele era um Judas. Então como os Malditos sabiam que estávamos indo para Cuevas? Antonio perguntou, voltando para o tema inicial. Embora fosse conhecido na região, havia uma equipe de Caçadores secretamente enviados em missões para derrotar os vampiros saqueadores, os cidadãos agradecidos mantiveram a boca fechada. Padre Juan recebeu dezenas de pedidos de ajuda e respondeu a tantos quanto podia. Antonio tinha escutado com divertimento melancólico a uma palestra de vitalidade do Padre Juan para a equipe, no qual ele comparava os caçadores a Robin Hood ou Zorro ± benfeitores lutando, estabelecendo autoridade em nome dos oprimidos. Então Antonio se imaginava, até a noite em que foi convertido. Os vampiros em Cuevas sabiam que estávamos chegando. Eles nos armaram uma cilada. Será que temos um espião? ele pressionou. Com um suspiro Padre Juan ergueu seu Sol y Sombra - sol e sombra ± para a luz e estudou a líquida cor de âmbar. Eu não sei. Eu trabalhei com Skye, lançando runas, convocando visões, mas nada claro. Skye é uma bruxa forte, disse Antonio arriscando.

Sí, disse Padre Juan. E como você sabe, eu também servi a Deus e Deusa até o momento da escolha. Eu trabalhei as magias e nossa pequena bruxa nunca sonhou, mas ainda não posso dizer nada se temos um espião. Jamie acha que eu sou ele. Antonio disse. Talvez eu seja. Se de alguma forma os outros vampiros podem ler minha mente, eles podem me rastrear.

O Padre franziu a testa. suas mentes.

Mas você pode controlá-los, ou ler

Eu sou diferente. O fedor da sepultura não está sobre mim. Eu vivo dentro de uma igreja. Um olhar para a cruz e a maior parte deles são vômitos. Ele passou o dedo ao redor da borda do copo, o seu humor cada vez mais sombrio. Padre, ouça a minha confissão. Quando eu a beijei na noite passada, eu queria... Ele virou a cabeça, envergonhado. Já era hora de você se alimentar. Você costumava ser tão bom quanto ele, ³Tonio´. Padre Juan se inclinou nos seus cotovelos, o rosto jovem e bronzeado gravado com rugas de preocupação. Duas vezes por mês, a primeira e a terceira sexta-feira. Por décadas. Essa foi a sua promessa. A vergonha em Antonio cresceu. Durante décadas, ele tinha bebido o sangue de doadores humanos dispostos, que sabia de sua honra e sua luta para permanecer fiel à sua fé e sua humanidade perdida. O sangue animal não pode sustentar um vampiro, embora muitos mentiram ao dizer que se alimentavam só disso. Ele lembrou que assistiu todas as transmissões em que Salomon disse ao mundo que os vampiros se alimentavam de bovinos, suínos, ovinos. Antonio queria que fosse assim, mas sabia que só o sangue de humanos poderia sustentá-lo. Desde que Jenn entrou na Academia, ele mal se alimentava, imaginando o que ela poderia pensar, como ela se sentiria, se ela já tinha visto ele se alimentar. Aos olhos da igreja, o amor era um milagre. A Santidade do amor inspirou homens e mulheres ordinários que agem como anjos. Decidiu deixá-los com asas, ficando mais próximo de Deus. Mas o pensamento de amor de Jenn para ele o deixava tonto, como se estivesse caindo em um abismo. Essa foi a sua promessa, o Padre Juan enfatizou. Para parar a si mesmo o desejo de sangue e o frenesi da maldição. Eu posso ajudar você com, orações e magias. Mas você tem que se ajudar, você sabe.

Eu sei. Antonio olhou para a lua. Bruxas honravam a lua como a Deusa em todas as suas faces. Para Antonio a lua usava o rosto da Virgem. Mas hoje ela olhou como o de Jenn. Eu lhe disse que nunca iria abandoná-la, ele pensou. Quando ele era jovem, havia deixado Lita, seu primeiro amor, para a morte. Ele tinha jurado que não iria fazer o mesmo com Jenn. Mas talvez Jenn me deixou. Neste caso, ela é livre. Vinte minutos depois eles estavam de volta no carro; duas horas depois, eles puxaram os portões da universidade. Eriko, Holgar, Jamie, e Skye, interromperam a capela e correram em direção a van. Algo aconteceu com o avião de Jenn, Antonio pensou, baixando a janela e estendendo a cabeça. É jenn? gritou ele. Não é Jenn, Skye gritou de volta. *** Eriko liderou o caminho de volta a capela, e todos se reuniram perto do altar sob o crucifixo. Eriko pensava que a estátua era macabra ao extremo. Ele não gostava de olhar para a terrível morte de Jesus, então ela se manteve de costa para Padre Juan quando ela disse a terrível notícia: Durante as últimas 24 horas, três caçadores tinham sido massacrados por vampiros. Três? Padre Juan murmurou. Se benzendo. Ele parecia abalado. Que descansem em paz. Antonio se benzeu e murmurou em latim junto com o Padre Juan: *Requiescat in pace. Lutavam todos pela a humanidade. Mas no fim, os caçadores lutaram por suas vidas. Sozinhos. _________ *Requiescat in paces ± Que eles descansem em paz. Sua mandíbula se apertou com raiva, Jamie se benzeu. Mas é ruim!

Nós recebemos e-mails, Eriko disse a Padre Juan, curvando-se ligeiramente. Eles foram copiados para mim. Como o Caçador, Eriko era a comandante oficial da equipe. Foi um ataque organizado? Padre Juan perguntou. Você recebeu e-mails de quaisquer outros caçadores? Eu não sei se eles foram organizados. Talvez alguns emails foram enviados somente para você. Ninguém sabia quantos caçadores havia em todo o mundo. Não houve Confederação de Caçadores ± ou de seus professores ou confidentes. Alguns optavam pelo reconhecimento, outros permaneciam no anonimato. O segredo lhes dava uma segunda chance a uma vida mais longa. No ano passado, os caçadores de Salamanca duraram menos de 24 horas depois de beber o elixir sagrado. Os vampiros ficaram esperando, ansiosos para derrubá los. Qualquer pessoa sabia que eles treinavam em Cursers para lutar com eles. Essa foi uma das razões que Padre Juan havia lhe dado uma equipe. Os governos provavelmente venderam ³para fora´, Jamie falou, Para apaziguar os otários. Ele olhou como se quisesse cuspir no chão, mas nunca faria uma coisa dessa rude em uma capela. Por isso é muito importante estar em um grupo, disse Skye, nervosa pegando em um pedaço de lã do seu suéter cinza. Sim, Holgar concordou. Como uma alcatéia.

Dificilmente, retorquiu Jamie. Nós não somos animais. Pelo menos o resto de nós não é. Ele zombou Holgar. Mesmo quando estávamos falando sobre a morte de caçadores, nós brigávamos, Eriko pensou meditativamente. Mais ela não disse nada. Eu vou celebrar uma missa para eles, Padre Juan anunciou. Em uma hora, se alguém se importar em ajudar. Eu vou ajudá-lo, disse Antonio.

Eriko não queria ir. Suas articulações doíam, ela estava cansada, e ela não tinha vontade de pensar sobre a morte de qualquer dia. Mas ela percebeu que o ritual pode servir para unir a equipe, e suspirando, ponderou-se que era o seu dever de participar. Ela olhou para os outros. Eles estavam furiosos e assustados. Os olhos de Antonio estavam fechados, a testa franzida, e os lábios se movendo em silêncio. Ele estava orando fervorosamente. Por um instante seu coração amoleceu. Em seguida, endureceu de novo. Ele era um monstro. Ele não pertencia a sua equipe ou na Academia. Mas novamente não disse nada. Eu sou uma péssima líder. Ela marcou o seu olhar para Padre Juan, que estava olhando para ela. Será que ele sabe disso?