Estática patrimonial: o BALANÇO

Um dos principais Princípios ou Conceitos Contábeis, é o da Entidade. Com base nele, a Contabilidade deve tratar a pessoa jurídica da empresa como distinta das pessoas físicas e/ou jurídicas de seus proprietários quando ela for o objeto dos relatórios contábeis. A Contabilidade, nos exemplos a seguir, é feita para medir o desempenho da entidade, portanto, todo o estudo que faremos neste livro será voltado para os interesses da entidade como distinta de seus proprietários, muito embora o que for útil para a empresa usualmente seja útil para os proprietários. O Balanço Patrimonial é uma das mais importantes demostrações contábeis, por meio do qual podemos apurar a situação patrimonial e financeira de uma entidade em determinado momento, dentro de certas regras. Nessa demonstração, estão claramente evidenciados a Ativo, o Passivo e o Patrimônio Líquido da entidade. A título ilustrativo, transcrevemos a seguir um balanço patrimonial, reduzido a uma expressão bem simplificada.

Alfenas S.A Balanço Patrimonial em 31-1-2011 Ativo Caixa Bancos Contas a Receber Estoques de Materiais Terrenos Veículos Total 1.000 800 3.000 3.000 1.700 500 10.000

Em $ mil

Passivo e Patrimônio Líquido Passivo Contas a Pagar Fornecedores Patrimônio Líquido Capital Lucros Acumulados Total 3.500 1.800 4.000 700

5.300 4.700 10.000

2.1 Ativo O Ativo compreende, de forma muito simplificada, os bens e os direitos da entidade expressos em moeda; Caixa, Bancos (ambos constituem disponibilidades financeiras imediatas), Imóveis, Veículos, Equipamentos, Mercadorias, Contas a Receber de Clientes são alguns dos bens e direitos que uma empresa normalmente possui. Todos os elementos componentes do Ativo acham-se discriminados, por convenção, no 1

Financiamentos a Pagar são algumas das obrigações. somente nos interessará a parcela derivada de investimentos dos acionistas.700 2.000 $ 5. 2. b) Lucros – Acumulados na entidade e não distribuídos aos sócios como fonte (adicional) de financiamento.2 Passivo O Passivo compreende basicamente as obrigações a pagar. Os lucros acumulados serão estudados posteriormente. Já que na maioria das entidades o Ativo (Bens e Diretos) suplanta Passivo (Obrigações). isto é.lado esquerdo do Balanço Patrimonial. em determinado momento. de fazer. direitos e obrigações de uma entidade. Fornecedores. Sabemos que. seu Balanço Patrimonial assume a forma: ATIVO = PASSIVO + PATRIMÔNIO LÍQUIDO 2 .300 $ 4.4 Fontes de Patrimônio Líquido O Patrimônio Líquido de uma entidade pode ser proveniente das seguintes fontes: a) Investimentos dos Sócios – Efetuados pelos proprietários em troca de ações. isto é. Patrimônio é o conjunto de bens. no Capítulo 4. É por essa razão que o balanço costuma ser denominado Balanço Patrimonial. Neste capítulo. pela própria definição. 2.5 Equação fundamental do patrimônio A representação quantitativa do patrimônio de uma entidade é conhecida entre nós pela expressão Balanço Patrimonial.3 Patrimônio Líquido Definimos Patrimônio Líquido como a diferença entre o valor do Ativo e do Passivo de uma entidade. Todos os elementos componentes do Passivo estão discriminados no lado direito do Balanço Patrimonial. Impostos a Pagar. que serão tratadas em capítulos posteriores. as quantias que a empresa deve a terceiros: Contas a Pagar. Exemplificando: Se a entidade tem um Ativo de e um passivo de O Patrimônio Líquido $ 10. Salários a Pagar. quotas ou outras participações. não trataremos de todas as fontes de Patrimônio Líquido. 2. a representação mais comum de seu patrimônio.

A. preparando um Balanço Patrimonial após cada operação e observando a contínua igualdade entre os dois lados do Balanço. de reparos (consertos) de aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos. 3 . Caso o Passivo supere o ativo. dedicando-se ao ramo de prestação de serviços. Mas. O peso (valor) que colocaremos apenas para a obtenção do equilíbrio é o que chamamos Patrimônio Líquido e. teremos o chamado Patrimônio Líquido Negativo. Se ambos tiverem valores iguais. a balança penderá para um dos lados. o equilíbrio estará conseguido.(Lado esquerdo) (Lado direito) Se o Passivo suplantar o Ativo. 1ª Operação – Subscrição do capital social Diversas pessoas resolvem fundar uma sociedade anônima. concluem que precisão investir $ 4. então. encontraremos: ATIVO + PASSIVO A DESCOBERTO = PASSIVO ou ATIVO = PASSIVO + PASSIVO A DESCOBERTO (PATRIMÔNIO LÍQUIDO NEGATIVO) 2. Com isso.000 para começar o empreendimento. subscrevem (assinam o compromisso de entregar o dinheiro). é lógico. suponhamos uma balança de dois pratos: colocaremos no da esquerda o Ativo e no da Direita o Passivo. denominada Alfa S. A entidade inicia suas atividades em 15-janeiro-X. como normalmente Ativo e Passivo apresentam valores diferentes. Fazendo uma análise do que pretendem fazer. Passaremos a considerar certo número de operação de uma empresa.6 Configurações do estado patrimonial 1 Como ilustração. deliberando que este capital será constituído de 40 ações de $ 100 cada uma. esta no lado de menor valor. Esse é. definido como o capital inicial do empreendimento. melhor denominado Passivo a Descoberto.

o Balanço Patrimonial toma a forma apresentada a seguir: Alfa S. em contrapartida.000 Caixa Patrimônio Líquido Capital subscrito A entidade recebe um Ativo (Caixa) no valor de $ 4.000 4.000 4. Após a subscrição e integralização em dinheiro do capital social.000 Em $ mil Passivo e Patrimônio Líquido 4.(lado esquerdo) A Ativo = Passivo Patrimônio Líquido = 0 (lado direito) P Obrigações (lado esquerdo) A Ativo > Passivo Patrimônio Líquido > 0 (lado esquerdo) A Bens e Direitos Ativo = Patrimônio Líquido Passivo = 0 (lado direito) P + PL (lado direito) PL (lado esquerdo) (lado direito) A + PL P Ativo < Passivo Patrimônio Líquido < 0 (Situação de Passivo a Descoberto) 1 Não consideramos a configuração A = zero (PL = P) por ser extremamente improvável. forma o Patrimônio Líquido inicial. data de integralização do capital social.A. Balanço Patrimonial em 15-1-X Ativo 4. O Balanço Patrimonial apresenta o seguinte aspecto em 31-1-X. 4 .000 e.

O diretor da empresa.000 (lado direito) Passivo = 0 Patrimônio Líquido = Capital 4. para uma posterior utilização. possamos 5 . teríamos: (lado esquerdo) Ativo Caixa: 4. o Balanço Patrimonial passa a ter a seguinte disposição: Alfa S. Brito. a empresa adquire um novo Ativo (Imóveis). na ocasião.. como veremos. assinando as partes o respectivo contrato. um edifício de dois pavimentos para abrigar suas instalações. há considerável diferença entre o custo e o valor desse bem no mercado . o raciocínio tem sido o seguinte: vamos registrar os estoques por quanto eles nos custaram para que. Almeida confessa que poderia vender facilmente seu saldo de Materiais por $ 2. por se tratar de venda rápida. que serão estocados. Existe um princípio contábil segundo o qual as aquisições de bens devem ser registradas pelo custo real da compra. Sr. quando forem vendidos. desde o início da Contabilidade. não importando se. mas aceita o preço oferecido pela Alfa S.200.200 4. comerciante que. Em 13-02-X são arrematados todos os materiais da empresa liquidante pela importância de $ 2.000 4. está liquidando seus estoques de material eletrônico.000.000 Em $ mil Passivo e Patrimônio Líquido Patrimônio Líquido Capital 4. conhece o Sr.A Balanço Patrimonial em 10-2-X Ativo Caixa Imóveis 2. Isto porque.No exemplo da “balança”. Almeida. a empresa necessita adquirir materiais.800.A. Essa diferença será reconhecida (como lucro) apenas mais tarde. O Sr. Realizada a transação imobiliária. mas vê seu dinheiro (Caixa) diminuído do mesmo valor. quando da prestação dos serviços a seus clientes.000 3ª Operação – Compra de materiais Para iniciar suas atividades mercantis. em leilão. nesse período. pela importância de $ 1.800 1. mediante pagamento a vista.000 2ª Operação – Aquisição de edifício A empresa resolve adquirir em 10-2-X. Com essa transação.

deixemo-los pelo custo para que. Almeida nessa data.A.200 2.000 4.600 1. Adquire. Nenhum pagamento em dinheiro é feito ao Sr.800 1. da Beta Automóveis S. Efetuada essa nova transação. um veículo. quando prestarmos os serviços e consumirmos o material.000 5ª Operação – Venda de parte do edifício 6 .A. a empresa adquire um novo Ativo (Veículos) e seu dinheiro (Caixa) diminui no mesmo valor. por $ 200. o Balanço da Alfa S. Passa ater a seguinte forma: Alfa S. a vista.000 Em $ mil Passivo e Patrimônio Líquido Passivo Fornecedores Patrimônio Líquido Capital 2. Ou.000 6.000 6. em 20-2-X.000 Em $ mil Passivo e Patrimônio Líquido Passivo Fornecedores Patrimônio Líquido Capital 2.000 200 6.A.A necessita de um utilitário para efetuar aos clientes a entrega dos aparelhos eletrônicos consertados. Balanço Patrimonial em 13-02-X Ativo Caixa Imóveis Estoques de Materiais 2. Por essa transação. Após essa transação. uma obrigação de pagar (Fornecedores).. no caso de materiais a serem consumidos na prestação de serviços. já que ele concordou com um certo prazo para essa liquidação financeira. a empresa adquire um novo Ativo (Materiais) e assume um Passivo. então.000 6.000 4ª Operação – Compra de veículo A Alfa S.medir o lucro pela diferença entre o dinheiro da venda e o dinheiro usado na compra.A.200 2. O material adquirido figurará no Balanço Patrimonial. então pelo preço de custo (compra) de $ 2. tenhamos o lucro medido pela diferença entre o dinheiro da venda e o empregado para comprar o material usado e para pagar outras despesas.000 4.000. Balanço Patrimonial em 20-2-X Ativo Caixa Imóveis Estoques de Materiais Veículos 2. O balanço da empresa estará agora assim configurado: Alfa S.

Supondo que o custo pago pelo imóvel total.Os diretores. ter-se-ia agora o seguinte: o ativo cresceu $ 800 representado pela Nora Promissória a Receber. a Alfa S. quando da aquisição de materiais eletrônicos. Nenhum dinheiro foi recebido do Sr. isso provoca. Tais direitos serão denominados por Títulos a Receber.600 600 2. A venda do pavimento ocasiona redução do Ativo Imóveis.A.200 6. Almeida $ 1.900 7 . devido à baixa da parte do imóvel vendido. verificando que o edifício adquirido excede às necessidades previstas. como nada se altera no Passivo.A. um aumento de $ 200 no patrimônio líquido.000 200 4.200. correspondentes a parte da dívida assumida com o mesmo em 13-2-X. em 23-2-X por $ 800. mas o ativo também foi reduzido em $ 600. há um incremento líquido de $ 200 do ativo. resolvem vender o pavimento superior ao Sr. A. Paga ao Sr. então. Esta operação diminuiu o Passivo (Fornecedor) e também a disponibilidade de dinheiro em Caixa (Ativo).200 6ª Operação – Pagamento de obrigação Em 5-3-X. A. Vejamos a nova situação do Balanço Patrimonial da Alfa S. após a ocorrência dessa operação.200 4. porém a empresa adquire um novo Ativo – um direito de receber os $ 800.000 200 800 4.000 200 800 6. representado por uma Nota Promissória emitida pelo comprador. Com isso. Eis o novo Balanço Patrimonial da entidade.200 Em $ mil Passivo e Patrimônio Líquido Passivo Fornecedores Patrimônio Líquido Capital Lucro Passivo + PL 2. nessa data.000 200 4.300.A Balanço Patrimonial em 23-2-X Ativo Caixa Imóveis Estoques de Materiais Veículos Títulos a Receber Ativo 2. Sousa. $ 1.300 600 2. Sousa. Alfa S.000 4. $ 600 como custo de cada um dos dois pavimentos adquiridos.A Balanço Patrimonial em 5-3-X Ativo Caixa Imóveis Estoques de Materiais Veículos Títulos de Materiais Ativo 1. fosse dividido em partes iguais. em função desse lucro na venda do imóvel.: Alfa S.900 Em $ mil Passivo e Patrimônio Líquido Passivo Fornecedores Patrimônio Líquido Capital Lucro Passivo + PL 700 4.

Alfa S.900 Em $ mil Passivo e Patrimônio Líquido Passivo Fornecedores Patrimônio Líquido Capital Lucro Passivo + PL 700 4. pode-se. os elementos patrimoniais poderão assumir somente os seguintes valores: A>0 P>0 PL >_< 0 Com base na equação do balanço (A – P = PL). Não tem sentido falarmos em Ativo ou Passivos. Balanço Patrimonial em 10-3-X Ativo Caixa Imóveis Estoques de Materiais Veículos Títulos a Receber Ativo 1. a saber: 1º) Quando A > P. A. o Patrimônio Líquido (PL) é a diferença algébrica entre o Ativo (A) e o Passivo (P).200 4.000 200 400 4.7 Representação gráfica dos estados patrimoniais Como vimos anteriormente. então.000 200 4. Nessas condições. A. em dado momento.900 2. Sousa como pagamento parcial de sua dívida.7ª Operação – Recebimento de direito Em 10-3-X.700 600 2. são recebidos $ 400 do Sr. o patrimônio assume.A. Esse fato contribui para aumentar o dinheiro em Caixa (Ativo) e diminuir os Títulos a Receber (Ativo). um dos cindo seguintes estados. Veremos a seguir o Balanço Patrimonial da Alfa S. concluir que. teremos PL > 0 8 . teremos PL > 0 A = P + PL A P PL Revela existência de riqueza própria 2º) Quando A > P e P = 0. invariavelmente.

todo o Ativo é dos sócios e não há reclamos de terceiros sobre ele. mas tem dívida junto a terceiros de igual valor. ou Passivo a Descoberto. 5º) Quando P > A e A = 0. é constituída por quatro sócios. nesta altura. 1º) Capital Nominal – O investimento inicial feito pelos proprietários de uma empresa é registrado pela Contabilidade numa “conta” denominada Capital. coincidirá com o patrimônio líquido. 9 . existência de “Passivo a Descoberto” (“Patrimônio Líquido Negativo”). depois do início do funcionamento da empresa. O capital nominal só será alterado quando os proprietários realizarem investimentos adicionais (aumentos de capital) ou desinvestimentos (diminuições de capital). teremos PL < 0 PL = P PL P Revela inexistência de Ativo. pode também aparecer no lado direito do balanço. por exemplo. teremos PL = 0 A=P A P Revela inexistência de riqueza própria. teremos PL < 0 A + PL = P A PL P Revela má situação. 4º) Quando P > A. Como o patrimônio líquido também é alterado pelos lucros (ou prejuízos). Apenas dívidas (obrigações). inexistência de bens e/ou direitos. como. Este é o capital nominal. que corresponde ao patrimônio líquido inicial. podemos afiançar que muito raramente o capital nominal. principalmente o último. mas com valor negativo. quando a empresa praticamente já não tem condições de subsistência.A = P + PL A P Revela inexistência de dívidas (Passivo).8 Conceituações: as várias configurações do capital Podemos considerar quatro conceitos de Capital na Contabilidade. logo. 3º) Quando A = P. 2.000. Observação: O Patrimônio Líquido Negativo. com capital integralizado de $ 800. acontece com o indivíduo que possui bens a sua disposição. Os dois últimos estados patrimoniais (4º e 5º) raramente ocorrem. na realidade. Por exemplo: a Sociedade Comercial Gama Ltda.

000.000 A Capital 800.000 A Contas a Pagar Capital Lucro 10. pode-se conceituar o capital como o conjunto dos valores disponíveis pela empresa em dado momento.000 810. neste caso.000 820.000 810.000 820. ou seja: CREDORES + CAPITAL + LUCROS = 820.000 A Capital Lucro 800. o capital nominal será mantido pela Contabilidade.000 P PL O capital de terceiros. com recursos provenientes de terceiros. que corresponde ao conceito de patrimônio líquido.000 800.000 10. móveis para escritório por $ 10. conforme já visto. tal situação inicial. 4º) Capital Total à Disposição da Empresa – Em acepção mais ampla. é representado pelo saldo de Contas a Pagar.000 390.000 10. tenha comprado.000 = (P + PL) = A Quadro – Resumo 10 . proveniente de suas operações mercantis. Por exemplo: após determinado período. abrange o capital inicial e suas variações.000 390.000. a prazo.Em Contabilidade. no sentido restrito. será representada da seguinte forma: Caixa (dinheiro): 800.000 PL 2º) Capital Próprio – O capital próprio.000 PL 3º) Capital de Terceiros – Este capital corresponde aos investimentos feitos na empresa.000 10. Seria. obtém um lucro de $ 10. Por exemplo: suponhamos que a Sociedade Comercial Gama Ltda. todavia. o Passivo da entidade. a Sociedade Comercial Gama Ltda. conforme vemos abaixo: Caixa Títulos a Receber 420. O capital próprio da empresa aumenta para $ 810. o capital à disposição da empresa é o somatório dos elementos colocados à direita da situação anteriormente exposta. Teremos a seguinte situação: Caixa Títulos a Receber Móveis e utensílios 420.000 (Capital + Lucro). Assim.

no valor de $ 12. são apresentadas.000 12.500 c) Dia 5-1 11 . para liquidação de parte da dívida pela compra efetuada em 15/1. aumentando o capital.500.000. Solução do exercício 1 a) Dia 2-1 Em $ mil Caixa 12.500 Títulos a Pagar – Cia.000 14...000 b) Dia 4-1 Em $ mil Caixa Imóveis 9. 23/1 – Pagamento de $ 1. de M & Cia.000. as transações da Empresa Comercial Bahia S..2) Passivo e Patrimônio Líquido (Fontes de Recursos) Passivo = Capital de Terceiros Patrimônio Líquido = Capital Próprio Capital = Capital Nominal Lucros e Reservas = Variações Capital Total à Disposição (Recursos Totais) = (1) + (2) Exercícios e soluções Exercício 1 A seguir.) para a Empresa. 18/1 – Obtenção de um empréstimo de $ 10.500 5. 30/1 – Compra a vista.500 a vista e o restante a prazo. por $ 4. A Capital 2. a M. por $ 8.000.000 com pagamento de $ 2. 26/1 – Investimento de mais de $ 5. no Banco Alfa. 15/1 – Aquisição de equipamentos (maquinaria).000 12. com emissão de uma nota promissória.000 Capital 12.500 12. após cada operação.000.00. & Cia.000 pelos sócios. Em dinheiro.1) (2.A. de peças para reparos da Cia. 4/1 – Aquisição de um imóvel da Cia. Pode-se: Levantar um balanço da Empresa Comercial Bahia S. cronologicamente. cortinas etc.A. por $ 2. 5/1 – Compra a vista de instalações (divisórias. em dinheiro. A por $ 5.Ativo (Aplicações dos Recursos) Bens Direitos (1) (2) (2.000 14. Ômega. a prazo. (em $ mil): 2/1 – Investimento inicial de capital.

500 Títulos a Pagar – Cia.000 32.000 17.500 e) Dia 18-1 Em $ mil Caixa 17.000 14.500 Imóveis 5.500 Títulos a Pagar – Cia.000 Instalações Equipamentos 4.000 Equipamentos 4.500 4.000 32. A Títulos a Pagar – M & Cia.500 Títulos a Pagar – Cia.000 28.000 18.000 2.Em $ mil Caixa Imóveis Instalações 7.000 12.000 12.000 14.500 Imóveis 5.500 h) Dia 30-1 12 .000 2.000 18.000 Equipamentos 4.000 27.000 2.000 27.500 5.500 3. A Títulos a Pagar – M & Cia.500 f) Dia 23-1 Em $ mil Caixa 16.000 Instalações 2.500 d) Dia 15-1 Em $ mil Caixa Imóveis Instalações Equipamentos 7.500 4.500 Títulos a Pagar – Cia.500 g) Dia 26-1 Em $ mil Caixa 21.500 12. A Títulos a Pagar – M & Cia.000 Instalações 2.500 Títulos a Pagar – Cia. A Títulos a Pagar – M & Cia.000 10.500 5.000 28.000 4.500 Imóveis 5. A Capital 2.500 3. Promissória a Pagar – Banco Alfa Capital 2. Promissórias a Pagar – Banco Alfa Capital 2.000 10. Capital 2. Promissórias a Pagar – Banco Alfa Capital 2.000 10.000 12.

000 30.000 d) Em $ mil Caixa 13.000 32.000 17.000 26.000 Móveis e Utensílios 6.000 32.000 Estoques de Materiais 12.000 Móveis e Utensílios 6.000 24.000 32.000 32.500 Exercício 2 Identifique as operações que dão origem às situações patrimoniais apresentadas a seguir: a) Em $ mil Caixa 12.000 32.000 30. A Capital 6. A Capital 6. A Capital 6.000 Estoques de Materiais 12.000 Contas a Pagar – Cia.000 10.500 Capital 24.000 24. A Títulos a Pagar – M & Cia.500 3.Em $ mil Caixa Estoques de Peças para Reparos Imóveis Instalações Equipamentos 13. Promissórias a Pagar Banco Alfa Capital 2.000 Contas a Pagar – Cia.000 Estoques de Materiais 12.000 Contas a Pagar – Cia.000 c) Em $ mil Caixa 14.000 13 .000 2.000 24.000 b) Em $ mil Caixa 12.000 Veículos 1.000 4.000 8.500 Títulos a Pagar – Cia.000 Estoques de Materiais 12.000 32.000 Móveis e Utensílios 6.000 26.000 5.

000 Contas a Pagar – Cia.000 34. B Capital 3.000 Móveis e Utensílios 6.e) Em $ mil Caixa 10. Atlas . A Capital 3.500 Contas a Pagar – Cia.000 34.2010 14 .000 Estoques de Materiais 12.000 5.000 Veículos 1.000 Equipamentos 10.000 29. A Contas a Pagar – Cia.São Paulo .000 26.000 26.000 Veículos 1.000 f) Em $ mil Caixa 5.000 Estoques de Materiais 12.000 29.000 Móveis e Utensílios 6.000 Bibliografia – Equipe de Professores da FEA/USP – CONTABILIDADE INTRODUTÓRIA – ed.