You are on page 1of 9

ESTRUTURA DO TCC – CURSO DE FARMÁCIA FORMATAÇÃO -Folha tamanho A4 -Fonte: Times New Roman ou Arial, 12 Margens: Superior 3,0 cm Inferior

2,0 cm Esquerda 3,0 cm .....Direita 2,0 cm Cabeçalho / Rodapé 1,5 cm - Espaço entre linhas 1,5 - Alinhamento Justificado - Número da página: superior, à direita ORIENTAÇÕES BÁSICAS
o o o

Expor as idéias com clareza e objetividade. Utilizar linguagem direta. Redigir com simplicidade, sem resvalar para o supérfluo ou exagerar no excessivamente coloquial. Enfoca-se a matéria e particularizam-se os pontos necessários sem utilizar um estilo prolixo, retórico e confuso. Usar vocabulário técnico, com rigor e precisão. O bom senso permitirá o equilíbrio entre a linguagem técnica e a comum. Evitar escrever períodos muito longos. São preferíveis as frases curtas, em ordem direta e sem grandes inserções, como apostos ou comentários. Usar a 3ª pessoa do singular ou do plural, em voz passiva sintética ("fez-se", "obtiveram-se") ou analítica ("foi feita", "foram obtidos"). Evitam-se referências pessoais como "minha monografia", "neste meu estudo". É também desaconselhável usar a primeira pessoa do plural para indicar impessoalidade. Por exemplo "nossa tese", "neste nosso estudo". Todos os termos que denotarem subjetividade podem comprometer o valor do trabalho. Evitam-se expressões como "parece-me", "acredito que", "penso que", porque indicam subjetividade.

o

o

o

o

TABELAS, FIGURAS E QUADROS São caracterizadas pela ABNT como ilustrações que complementam o texto e devem estar situados o mais próximo possível do texto em que aparecem mencionados. Devem apresentar legenda própria, numerados independentemente. Quando existir grande quantidade de cada tipo, as ilustrações deverão ser relacionadas em listas próprias. As figuras, fotos, gráficos, etc. têm as legendas e títulos colocados abaixo delas, centradas na largura útil do texto e com espaço simples entre as linhas, caso ocupe mais de uma linha.

enquanto os quadros apresentam números e palavras. e a legenda e o título são colocados acima das tabelas e quadros.Quadros e tabelas não possuem linhas verticais externas traçadas e as verticais internas são facultativas. Os títulos são centrados na largura útil da página ou logo no inicio da margem. Estrutura Elemento Capa (obrigatório) Folha de rosto (obrigatório) Folha de aprovação (obrigatório) Dedicatória(s) (opcional) Agradecimento(s) (opcional) Pré-textuais Epígrafe (opcional) Resumo na língua vernácula (obrigatório) Resumo em língua estrangeira (obrigatório) Lista de ilustrações (opcional) Lista de abreviaturas e siglas (opcional) Lista de símbolos (opcional) Sumário (obrigatório) Introdução Textuais Justificativa Objetivos Desenvolvimento Bibliográfico Material e Métodos Resultados e Discussão Conclusão Pós-textuais Referências (obrigatório) Glossário (opcional) Apêndice (opcional) Anexo(s) (Opcional) . A diferença entre eles está no fato de a tabela possuir tratamento estatístico. ELEMENTOS COMPONENTES DA ESTRUTURA A estrutura de um trabalho acadêmico compreende: elementos textuais e elementos pós-textuais.

Modelo: CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA – UNICEP CURSO DE FARMÁCIA (sugestão: letra tamanho 16) TÍTULO (Em negrito) (sugestão letra 16) Autor (sugestão: letra 14) São Carlos 2007 FOLHA DE ROSTO (mesmas dimensões da capa) CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRAL PAULISTA – UNICEP CURSO DE FARMÁCIA TÍTULO (Em negrito) Autor Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Graduação em Farmácia do Centro Universitário Central Paulista.O título deve ser objetivo e expressar a idéia do conteúdo . São Carlos 2007 . como requisito parcial para obtenção do Título de Bacharel em Farmácia.ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS CAPA .Contêm dados que identificam o trabalho .

Elemento opcional. Nome do aluno TÍTULO DO TCC Orientador _______________ Prof. fotografias. devidamente assinada pelos membros da Banca Examinadora. RESUMO . mapas. destacando os aspectos de maior interesse e importância. acompanhado do respectivo número da página. colocado após a folha de aprovação AGRADECIMENTO . retratos e outros). colocado após a dedicatória EPIGRAFE . ABSTRACT – tradução do Resumo para a língua inglesa. DEDICATÓRIA . Dr. O resumo deve ser elaborado de forma a permitir ao leitor julgar a necessidade ou não da leitura integral da monografia.5 cm elaborada com auxílio de um bibliotecário . organogramas. em formato 12. plantas. LISTA DE ILUSTRAÇÕES Elemento opcional elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto.É a apresentação concisa do texto. com cada item designado por seu nome específico. fluxogramas. constituído de uma seqüência de frases concisas e objetivas e não de uma enumeração de tópicos. colocado após os agradecimentos. gráficos. Quando necessário recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo de ilustração (desenhos.5 cm x 7.VERSO DA FOLHA DE ROSTO Para monografias deve figurar a ficha catalográfica. FOLHA DE APROVAÇÃO Deve aparecer após a folha de rosto. .Elemento opcional. Dr. MSc. O objetivo do resumo é promover a divulgação de trabalhos monográficos. somente depois da aprovação. ______________ Prof. Banca Examinadora ___________ Prof. Elemento obrigatório. quadros. Deve ser redigido em um único parágrafo. Recomenda-se que os resumos contenham até 250 palavras. esquemas.Elemento opcional.

. acompanhado do respectivo número da página....pg ..... .......... referências bibliográficas...... Introdução ....... não constando página onde se encontram. listas ou resumos..................... Objetivos ........ SUMÁRIO Resumo ........pg 5. Para numeração das seções das publicações deve-se adotar o sistema de numeração progressiva... O sumário localiza-se imediatamente após a folha de rosto ou após as folhas de dedicatória ou de agradecimentos.. Material e Métodos ....... bem com as partes preliminares (dedicatória..... Resultados e Discussão ........pg 2........ SIGLAS E SÍMBOLOS Elementos opcionais................ Conclusão........................ com a relação das seções do trabalho..... relacionadas em ordem alfabética das abreviaturas... texto...pg 1... seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso.. pg 3......pg 6. ........ incluindo-se os anexos e referências bibliográficas............. elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto.1 Amostra..... Usa-se numeração apenas para as partes do texto propriamente dito. Deve aparecer na mesma ordem e grafia que aparecem no texto... Desenvolvimento Bibliográfico............ Essas listas só serão incluídas quando o trabalho assim o exigir... SUMÁRIO Elemento obrigatório. anexos).... acompanhadas do(s) respectivo(s) número(s) da(s) páginas.......................pg 8.............. Anexos .. epígrafe)... LISTAS DE ABREVIATURAS....................LISTA DE TABELAS Elemento opcional.pg 4............. com cada item designado por seu nome especifico. Justificativa ... a partir da introdução........... agradecimento........ Isso significa que não se numeram as partes que contêm listas e resumo. quando houver. O sumário deve incluir apenas as partes da publicação que lhe sucedem (resumo.pg 9..... Não se deve confundir sumário com índice...............pg 7......... siglas e símbolos empregados no trabalho.........pg 5.... Referências Bibliográficas ..............

Idealmente.ELEMENTOS TEXTUAIS (CORPO DO TRABALHO) INTRODUÇÃO . Inclui informações sobre a natureza e a importância do trabalho. isto é. Incluir. etc. . JUSTIFICATIVA – Apresenta as razões (ordem prática ou teórica) que justificam o trabalho que será desenvolvido. a conclusão deve conter também indicações para futuras pesquisas que visem examinar aspectos que não se pôde aprofundar no trabalho presente. sem a necessidade de especificá-los (citá-los). RESULTADOS E DISCUSSÃO Este item deve ser apresentado de modo detalhado. Verificar. propiciando ao leitor o entendimento completo dos resultados obtidos.Indica o que se pretende com o trabalho. gráficos. A conclusão por ser o arremate final do trabalho deve conter uma resposta (o mais inequívoca possível) para a problemática do assunto. de juízo subjetivo. a relevância do estudo (pode aparecer ao final da introdução em escrita contínua). os objetivos da obra e o modo de tratar o assunto. concisa e formal. mapas e outros. Na conclusão. CONCLUSÃO Síntese final do trabalho. A análise. . MATERIAL E MÉTODOS Descrição breve. de hipótese sem fundamentação. tabelas.Revisão de literatura . completa e clara das técnicas que foram utilizadas na investigação. quando necessário.A linguagem deve ser clara.) .compreende a produção de um texto.Apresentar resultados de estudos de outros autores . proposta na introdução. por meio de uma compilação crítica e retrospectiva de várias obras a respeito do tema objeto do projeto.Demonstrar conhecimento da literatura básica sobre o assunto.Pode ser dividido em: a) Objetivo Geral b) Objetivo Específico DESENVOLVIMENTO BIBLIOGRÁFICO . É necessário que o autor deixe bem claro ao leitor tudo que é resultado de opinião pessoal. no balanço final do estudo realizado. a conclusão constitui-se numa resposta à(s) hipótese(s) ou objetivo(s) enunciado(s) na introdução. o autor expõe claramente seu ponto de vista sobre o que conseguiu demonstrar durante o desenvolvimento. ilustrações como quadros. OBJETIVOS . Utilizar terminologia própria do assunto. . . A conclusão deve ser breve e basear-se em dados comprovados. interpretação e discussão dos dados possibilitam a comparação entre os dados obtidos na pesquisa com aqueles já descritos na literatura da área em questão.Deve-se redigi-lo no impessoal (Analisar.Parte inicial onde se expõe o argumento.

já que a pesquisa servirá justamente para descobrir novas fontes.ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS São aqueles elementos não essenciais à compreensão do texto mas que servem para elucidar ou ilustrar o trabalho. periódicos. CUNHA. INICIAIS. sem especificação do conteúdo. Edição. E. M. data. A. anais de eventos) MODELOS DE REFERÊNCIAS 1. SORES. São os anexos. dissertações. 190p. Local: Editora. com autor (es) e/ou título(s) próprios. 2. por exemplo um questionário utilizado na coleta de dados. Porto Alegre: Globo. como. científicos e culturais.. Local: Editora.Listagem alfabética das fontes utilizadas. 1974. Título: subtítulo. 1972. Introdução aos procedimentos de pesquisa em educação. E. M. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS Devem-se citar as referências bibliográficas utilizadas no Desenvolvimento bibliográfico. Título. INICIAIS. Petrópolis: Vozes. Internet. Pesquisas brasileiras: 1º e 2º grau. Mais de três autores – usar a expressão et al. 3 CAPÍTULO DE LIVRO Inclui capítulo. apêndices. V. Podem ser de autoria do pesquisador (apêndices). SOBRENOME. K. volume ou total de páginas. . LIVROS – COM SUBTÍTULO SOBRENOME. Até três autores: MAMEDE. com as páginas numeradas seqüencialmente. Material e Métodos e ou Resultados. C. et al. 1994. . BURLAMAQUI.Normas específicas para cada tipo de fonte (livros. LIVROS – SEM SUBTÍTULO SOBRENOME. 74p. F. glossários e referências bibliográficas. C. Manual de normalização de trabalhos técnicos. .Todas as fontes utilizadas no projeto devem figurar nesta seção e vice-versa. . SÁ. São Paulo: Formar. data. S. Aparecem indicados no final do sumário sem numeração progressiva. volume. e outras partes de uma obra... CARVALHO. 200p. Volume ou total de páginas. INICIAIS.

1999... 1990. Orégano (Origanum vulgare L. p. J. 1994. páginas inicial – final. PUCCAMP. NEVES. Título do livro. Páginas do capítulo. Imagens da juventude na era moderna.). E. 90f.. jurisprudência (decisões judiciais). SCHMIDT. 28 jun. entrevistas. São Paulo. SOBRENOME. G. R. n.. B.. C. 1994. São Paulo. R. Reimplante dentário. Incorporação do tempo em SGBD orientado a objetos. JULIANO. BRASIL. 51f. TESES. L. 7-16.. São Paulo: Saraiva. p. v. MEDEIROS.SOBRENOME. 13. Campinas. 2005. reportagens e outros. INICIAIS. Cidade. C. Lamiaceae): uma especiaria como potencial fonte de compostos antimicrobianos. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia) – Escola de Biblioteconomia. Título do capítulo. ARTIGO E/OU MATÉRIA DE JORNAL Inclui comunicações. 132. MORGADO. no do volume. ed. In: LEVI.L. Folha de S. Paulo. INICIAIS. 7. Folha Turismo.19. data. São Paulo. ARTIGO E/OU MATÉRIA DE REVISTA. Universidade Camilo Castelo Branco. P. data. 46. 1996. p. 16-29. São Paulo: USP. 5. M. São Paulo: Companhia das Letras. DOCUMENTO JURÍDICO Inclui legislação. 40-45. TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO BRAYNER. no do fascículo. editorial. p. Lagos andinos dão banho de beleza. A. Higiene Alimentar. 4. Local: Editora. Título do Periódico. Código civil. 1995. Título do artigo. In: SOBRENOME. SOUZA. 1994. INICIAIS. 1994. Giovanni. et al. 1990. A. A. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização)-Faculdade de Odontologia. . (Org. BOLETIM ETC. 8. ROMANO. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS. História dos jovens 2. 6. Caderno 8. 9. Análise de resumos nas dissertações de mestrado em biblioteconomia da PUCCAMP. DISSERTAÇÕES E TRABALHOS ACADÊMICOS. Anais. M.

Disponível em: <http://www. Deve-se fazer referência a cada um no texto do projeto.htm>. Acesso em: 10 jan. n. APÊNDICES Elemento opcional que serve como esclarecimento ou documentação interessante para consulta. PC World. set. São Paulo.ufpe.com. DOCUMENTOS ELETRÔNICOS ALVES.idg. Anais eletrônicos.com. 75. 1996. Castro. Acesso em: 21 jan. Disponível em: <http://www. Decreto-lei nº 5. Aprova a consolidação das leis do trabalho. 1998. 16:30:30. 1996. 1998.br/virtualbooks/freebook/port/Lport2/navionegreiro. CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFPe. São Paulo. Recife: UFPe.terra.. Lex: coletânea de legislação: edição federal. Recife. É de autoria do pesquisador. NOTA – Não se recomenda referenciar material eletrônico de curta duração nas redes. 2002. 9.]: Virtual Books. WINDOWS 98: o melhor caminho para atualização. Documentos complementares extraídos de outras fontes que possam enriquecer e elucidar o projeto. Navio negreiro. 1 de maio de 1943. Acesso em: 10 set. 1943. Disponível em: <http://www. [S.htm>.452.br/anais>.. 2000. Suplemento. 7.. ANEXOS Elemento opcional.l.1997. v. 4.BRASIL.br/abre. .