'Twilight' Tuesday: Catherine Hardwicke Gets Swept Up By Bella And Edward's 'Obsessive Love

'
Portland, Oregon - Com toda a algazarra em torno do lançamento em novembro de Twilight no cinema, e de todas as notícias sobre Robert Pattinson, Stephenie Meyer, "Breaking Dawn" e tantas outras pessoas, é fácil esquecer que agitação está sendo supervisionada por uma diretora de grande personalidade de Hollywood. Nesta semana de “Twilight Tuesday”, nosso objetivo é mudar o foco voltar para a querida antiga participante de festival de cinema Catherine Hardwicke. Seguindo o caminho do seu aclamado hit independente "Treze", seguido do não reconhecido "The Dogtown Lords" e o sob-cerco-antes-mesmo-de-serliberado "Natividade Story", Hardwicke preocupou alguns em Hollywood, por ter pegue um romance de vampiros que era pouco conhecido e ter apostado tudo nele. Agora, com "Twilight" pronto para se tornar seu primeiro filme comercial, ela atingirá os 52 anos de idade, cineasta está sendo a última a rir. Uma mulher segura que verdadeiramente se entrega no processo de filmagens, Hardwicke fez intensa interação humana, o amor e trilhas sonoras de seus filmes que parecem embriagados com as suas próprias possibilidades, são suas marcas registradas. Quando encontramos a entusiasmada e divertida cineasta, ela estava ansiosa para discutir os seus esboços de vampiros, o personagem que tinha de cortar e por isso todos os fãs de “Twilight” merecem um pouco de ação da língua. MTV: Esquecendo Twilight por um momento - quais eram os seus pensamentos na primeira vez que ouviu a história de Stephenie Meyer? Catherine Hardwicke: É incrível! Ela era uma mãe, ela tem três filhos, e um dia, ela teve esse sonho sobre um vampiro conhecendo uma garota. E ela só pensava, "Eu tenho que escrever isso!" Em três meses, ela escreveu o romance inteiro, e seus amigos e sua irmã a incentivaram [publicá-lo]. São publicados 2.000 romances para jovens por ano, e quase nenhum deles faz sucesso. ... Esse está apenas começando. Eu acho que as pessoas foram atraídas pela voz, por essa paixão. MTV: Está sendo complicado para o clima cooperar aqui em Portland?

Hardwicke: Nós tivemos uma cena com sol, com granizo, e com chuva – em uma cena! O clima tem sido imprevisível. Tem mudado, tipo, a cada minuto. Está ensolarado, com chuva, com granizo, com neve - tudo no mesmo dia! É emocionante, mas você está sempre mudando a câmera e parando três vezes durante a tomada. MTV: Tem de haver um vampiro mil filmes e programas de TV que têm sido feitas ao longo dos anos. Em sua opinião, o que faz de Twilight a exceção? Hardwicke: Bem, quando eu comecei a ler o livro "Crepúsculo”, fui atraída por todo esse sentimento, desse amor quase obsessivo. Uma adolescente, se apaixonando loucamente, tão apaixonada por este cara que ela iria realmente transformar-se em um vampiro para ficar com ele. E eu pensei: "Isso é grande". Stephenie realmente pegou o espírito de ser uma adolescente e de seu primeiro amor. E eu pensei: "Que visual!" Estes vampiros vivem na floresta. Nós nunca vimos nada parecido. Nós nunca vimos vampiros jogarem beisebol - vampiro –velocidade- super-homens beisebol. Havia tantos desafios, sabe? MTV: Alguns fãs manifestaram receios de que você poderia ser de cortar a cena romântica de Port Angeles. Mas apenas para saber: está no filme, certo? Hardwicke: Ah, sim. Nós definitivamente temos a cena em Port Angeles aonde [Edward] vem e resgata [Bella] no estacionamento - ele dirige seu carro e a resgata de maus rapazes. MTV: Você sempre teve a sua própria voz distinta. Você já teve a oportunidade de dizer, "O livro é maravilhoso, mas vamos um pouco mais longe"? Hardwicke: sim. O que podemos fazer em uma tomada no filme, quando você vê a cara da Kristen, você vê a cara do Rob e o cenário – [Meyer] levou, talvez 25 páginas para escrever isso. MTV: Como você se preparou uma vez que você sabia que estava indo assumir "Crepúsculo"? Você é um desses diretores que fazem os seus próprios storyboards? Hardwicke: Na verdade, sim, eu sou um artista. Eu desenho. Eu costumava ser designer de produção, de modo que fiz um grande número de esboços em meu pequeno diário, e de alguns dos storyboards. E eu olhei a todos os tipos de fotos; temos olhado todo o Noroeste do Pacífico, e algumas das coisas que temos visto, nos colocamos no roteiro. E é tudo um processo, trabalhar com os atores. ... [Em um ponto] fomos caminhando e vimos uma

cama de folhas secas. Ao final da cena eu disse, "Rob, por que você não pega Kristen viagem, e a coloca na cama de folhas?" Acabou ficando muito bom; foi tão romântico. MTV: Quando você estava visualizando o filme, qual foi a primeira cena que você estava morrendo para afundar em seus dentes? Hardwicke: Bem, eu estava pensando, na sua essência, que é na verdade um romance. Eu tentei deixar que eu imaginasse a mais romântica e surreal fantasia, todos os momentos que nos faria amar a experiência. Por isso, desenhei [esboços] de cabelo flutuando na água, e somente coisas interessantes. ... Para a parte de ação, tivemos duas grandes artistas que havia trabalhado em "Matrix", e coisas como essa, de modo que nos ajudou a visualizar um monte de seqüências de ação. Nós temos Andy Cheng, ele é a nossa diretora de ação. Ele foi o duble de Jackie Chan durante anos, e ele tem todos essas grandes idéias. Ele começa a fazer todo o trabalho com os cabos, e ele é simplesmente maravilhoso. MTV: Vemos menos dos Cullens nos próximos livros. Se você fizer as seqüências, você vai melhorar a presença deles? Hardwicke: Bem, nós pegamos o que a Stephenie escrever [a partir daí]. ... Neste caso, nós moldamos em uma estrutura de três partes para um filme, um filme 90-95 minutos. Às vezes você deseja definir um pouco as coisas para que você possa vê-las mais tarde, mas estou certo que nós vamos mudar [as seqüências] um pouco. ... Então, sim, podemos ver um pouco mais dos Cullens - porque sentiríamos a falta deles! MTV: Nós tivemos um monte de fãs perguntando se "Crepúsculo" terá uma estréia britânica. Hardwicke: Ah, eu tenho certeza que vai haver. Rob - é o seu país dele! MTV: eu observei no set de filmagens que você chama muitos dos atores pelos nomes dos seus personagens, o que é incomum para um diretor. É de propósito? Hardwicke: Bem, quando estou filmando, estou tentando estar [naquele mundo]. Então, sim, eu faço-o. MTV: Isso mantêm os atores no personagem? Hardwicke: eu quero que eles estejam do jeito do personagem, não em seu próprio modo. Isso [filme] não é sobre o que o Rob ou a Kristen faria; é sobre o que a Bella sentiria e o que o Edward sentiria. Não é o mesmo que o ator. Apesar de existir uma série de semelhanças e coincidências, e eles trazem

tanto para os seus personagens, para as telas, Edward e Bella são diferentes. Portanto, eu acho que contribui, acho me ajuda muito. MTV: Você cortou o personagem Lauren a colega de Bella? Hardwicke: Temos algumas meninas que nós não chamamos pelo nome. Mas temos algumas meninas que quando você vê seu grupo de amigos, você poderia imaginar ser Lauren. Nós incentivamos os fãs para escolher quem é a Lauren. Ela não é uma parte importante neste livro. MTV: A última pergunta é um grande problema: Quando Edward e Bella beijam, é um beijo francês? Muitos dos fãs sentem que há que terá ação de língua. Hardwicke: Concordo! Todo mundo precisa ação de língua, acreditem. E nós não colocamos restrições aos os atores; eu não tinha uma câmera dentro de suas bocas, mas eu acredito, houve um pouco de ação da língua a partir maneira apaixonada que eles beijaram. Mas talvez nós devêssemos pôr uma câmera pequena, uma câmera de batom, nas bocas deles. Essa seria uma boa idéia.