O termo SWOT resulta da conjugação das iniciais das palavras anglo-saxónicas Strengths (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities

(oportunidades) e Threats (ameaças). Assim, a análise SWOT corresponde à identificação por parte de uma organização e de forma integrada dos principais aspectos que caracterizam a sua posição estratégica num determinado momento, tanto a nível interno como externo (forma como a organização se relaciona com o seu meio envolvente)
ANÁLISE SWOT

Missão, da Visão e dos Valores da Organização A adopção de uma filosofia de qualidade numa Escola/Organização passa pela definição da Missão, da Visão e dos Valores da Organização. O sucesso assenta, por excelência, nestas características que determinam a qualidade da escola.
«A organização/escola é, sobretudo uma organização social, a adopção de uma prática de qualidade começa com a visão, a imagem do futuro da organização, construída, difundida, apreendida e aplicada no trabalho diário por todos os operadores na organização (Domingues, 2003)».

Visão
A visão indica o que a escola quer ser, numa perspectiva de futuro. É essencial para alcançar o interesse, a motivação, o entusiasmo de todos ± Professores, Alunos, Funcionários e membros da comunidade educativa. «Latham considera que a visão deve ter em conta três elementos fundamentais: as pessoas, a
cultura da organização e o tipo de serviço prestado (1995)»

Para Lattham a formulação de uma visão pode ser realizada através de algumas das etapas que passamos a referir: Fase preparatória; Planeamento; Ouvir as pessoas ± para ser eficaz deve ter em conta as ideias de toda a organização; Síntese das ideias; Comunicação.

Missão
«A par do conceito de visão, o conceito de missão ocupa uma posição central na análise de organizações complexas (Terry, 1995)».

A missão evidencia as razões que justificam a existência da organização/escola, as suas finalidades, identificando os objectivos que possibilitem atingir a visão. Procura encontrar uma resposta para determinadas questões: O que somos? O que fazemos? Por que o fazemos? Com quem fazemos? Como o fazemos?

Valores
Os valores são essenciais para a estruturação da escola, estão ligados à qualidade organizacional.
«A mudança não apoiada em valores normativos está condenada ao fracasso (Domingues, 2003)».

A Escola deve. assim como a escola também esper a algo dos seus parceiros. provocam a criação de um relacionamento próximo e duradouro. De acordo com a missão atribuída à escola. Partilha do conhecimento. na medida das suas possibilidades. um rumo. . Agregação de valor A escola deve procurar parceiros estratégicos que viabilizem a concretização dos seus projectos e das suas actividades e que possam contribuir para a solução de alguns problemas. o que gera uma interacção entre as pessoas e a escola/organização. Prestam o seu contributo e esperam receber os incentivos dentro de um processo de reciprocidade. para que sejam do conhecimento de todos. nas escolhas e nas decisões que se tomam. Actualmente atribui-se uma grande importância ao«accountability». A importancia das parcerias A gestão de parcerias é essencial na gestão da qualidade. tendo cada um deles motivos pessoas ou institucionais. na medida em que o resulta do traz compensações para as partes envolvidas. O resultado constitui um reforço positivo que leva a um novo contributo. cada um dos parceiros tem expectativas em relação à escola. simultaneamente. Há um conjunto de valores que devem orientar a acção de todos os membros de uma organização. Poder-se-ão referir alguns factores que estão na base da criação de parcerias: Procura de inovação. Há um conjunto de valores que devem orientar a acção de todos os membros de uma organização. Constituem o fio condutor da nossa acção. Os parceiros são procurados na esperança de que trabalhem e desempenhem as suas tarefas. privado e associativo. Os princípios éticos são determinantes na prestação de contas. devem ser discutidos entre as pessoas que trabalham na organização/escola. A fixação de objectivos constitui uma ferramenta de gestão importante que põe em evidência o sucesso ou o insucesso das pessoas no seu desempenho. materiais e humanos.Os valores têm influência nos comportamentos. promover a criação de parcerias com o sector público. A visão e os objectivos permitem um «propósito estratégico». A Escola como qualquer organização tem parceiros. Daqui decorre a responsabilidade social. As parcerias procuram responder às exigências dos cidadãos. sustentam a identidade da escola. Aumento a eficiência e da eficácia. são estabelecidas parcerias que vão contribuir para melhorar a sua eficiência e eficácia. Regem as actividades desenvolvidas. Desenvolvimento de actividades que exijam auxílios financeiros. com soluções inovadoras que possibilitem a melhoria do desempenho das organizações e. Legalidade Transparência Competência Coerência Rigor Responsabilidade Humanismo Imparcialidade Integridade igualdade Partilha Lealdade A identificação da visão e da missão da organização/escola possibilitam o desenvolvimento de um plano estratégico.

com a colaboração e a cooperação. sempre. Falta de um Projecto Curricular de Escola (PCE). Integração nos órgãos de gestão e Administração escolar. Avaliação. Concretização das parcerias . Identificação dosstakeholders Stakeholders Escola Atributos / Contributos Ensino. formação e educação. Funcionários. formação e educação. Um dos factores determinantes é o envolvimento dos«stakeholders» As parcerias são um processo de construção: Preparação. vigilância. das relações de confiança que se estabelecem. em grande parte. Professores. Ausência de um pavilhão gimnodesportivo. Ausência de Sala de Alunos. Alunos. . da comunicação. O sucesso das parcerias depende. do empenho. de Educação (E). Integração nos órgãos de gestão e administração escolar. Associações de Pais. Associação de Estudantes. Número reduzido de funcionários Auxiliares de Acção Educativa (AAE). Dificuldades na articulação dos ciclos de escolaridade. Contudo existem algumas debilidades : Ocupação plena dos tempos lectivos. Resistência à mudança. Poucas parcerias. assim como do cumprimento do que foi acordado. Identificação dosstakeholders (parceiros estratégicos) ± em função da Missão da Escola/Organização. Degradação de alguns espaços.Os objectivos que presidem a esta actuação prendem-se. Dificuldades de monitorização. e da credibilidade. formação. Integração na comunidade escolar. Pais/E. Complementaridade da família nos processos de ensino. internos Ensino. num espírito de partilha e proveito mútuo.Realização de protocolos. Falta de equipamentos/recursos materiais. Ausência de espaços verdes. Problemas de divulgação/comunicação.

Editoras. Prevenção Protecção. Educação para a saúde: informação / formação. Segurança. INEM.Stakeholders Associações Profissionais. Contacto com escritores/lançamento de livros. formação diagnosticadas da Organização. Electricidade. Gás Matérias-primas. Responder às necessidades de Centros de Formação. Bibliotecas. Reforço dos fundos bibliográficos. Institutos Politécnicos. Divulgação de trabalhos realizados pelos alunos. Cooperação. Escola Atributos / Contributos Formação inicial e complementar. Tecnologias Produtos/materiais. Escolas nacionais e estrangeiras. Hospitais. Universidades. Contacto com o acervo literário. Bombeiros. Formação. PT. Conhecer realidades educativas multiculturais. Manutenção . Telefone. Centro de Saúde. EXTERNOS PSP/Escola Segura. Protecção Civil. Internet. Inovação. Água. Gás. EPAL. Fornecedores/Distribuidores: EDP. Apoio.

Prestações financeiras. etc. Hotéis. Apoio financeiro. Estágios. Cabe. Divulgação das boas práticas. Esse trabalho exige uma metodologia que poderá ser semelhante à que apresentamos neste nosso trabalho. Comunicação Social (televisão. Divulgação. Responsáveis pela territorialização das políticas educativas. Cedência de espaços. de forma a poder tirar as suas conclusõese a melhorar as suas práticas. numa perspectiva de melhoria das mesmas. compete-lhe a orientação de uma análise SWOT. jornais). de modo a que possa responder às necessidades de formação dos cidadãos. Marketing. formação e emprego Empresas (Bancos. Para tal. Cooperação/Apoio para o desenvolvimento de projectos. à Escola a implementação de momentos de reflexão sobre os serviços que presta à sociedade. . Prestação financeira. Autarquias. Mecenas. rádio. uma renovação/actualização de práticas. Articulação com a comunidade. Informação. Seguradoras. impõe-se uma sistemática adaptação às mudanças. para um modelo de Escola. Divulgação do património cultural /Transmissão da memória colectiva. de ³rotina´.). Associações Culturais e Recreativas. através da formação dos seus alunos. Integração na comunidade. Estabelecimentos Prisionais A actual conjuntura das Escolas implica a sua abertura constante com a comunidade envolvente. Autonomia. pois.Serviços do Ministério da Educação. Lojas. Formação. Cooperação. uma melhoria dos serviços prestados. de forma a poder aferir sobre as suas práticas. ANÁLISE SWOT Uma análise SWOT deve implementar uma metodologia que vise a análise de factores Internos e Externos à Escola. Lares. Troca de experiências Museus.

Representante do Pessoal Auxiliar de Acção Educativa . 5.METODOLOGIA: 1. 7. nomeada pelo Líder do projecto.Coordenadores de Centros de Recursos / Biblioteca . 2. Realização de inquéritos. Nova reunião da equipa de avaliação: estudo comparativo dos problemas detectados.Representante dos Serviços de Psicologia e Orientação . de um Líder do Projecto que.Representante dos Pais e Encarregados de Educação (Presidente da Associação de Pais). 3. Implementação do Plano de Melhoria. Computador. Elaboração de inquéritos. Líder do projecto.RECURSOS HUMANOS: Órgãos de administração e gestão. Espaços: Sala de Alunos. ao longo do processo e no final do mesmo. impressora. ANÁLISE SWOT . por parte da Gestão. entrevistas. Em trabalho de equipa. Papel.Coordenadores de Ano . 4.Representante dos Alunos (Presidente da Associação de Estudantes) . grelhas de avaliação. Estes agendarão as reuniões necessárias com as partes interessadas e desencadearão todos os mecanismos no que concerne à aquisição demateriais.Coordenadores de Curso . PONTOS FRACOS AVALIAÇÃO INTERNA . Reuniões parcelares das partes interessadas: fase de diagnóstico (identificação de pontos fortes e de pontos fracos). Elaboração de um relatório: divulgação dos pontos fortes e dos pontos fracos. Reconhecimento das causas dos problemas. ANÁLISE SWOT PONTOS FORTES AVALIAÇÃO INTERNA PÁG 17 ESPAÇOS: Salas de trabalho acolhedoras e confortáveis. de entrevistas pertinentes. Máquina fotográfica. o Líder e a sua equipa de avaliação implementarão um plano de melhoria. Consulta de reclamações (pontos fracos) 8. por sua vez. Apresentação de soluções para problemas detectados ± Plano de Melhoria. ANÁLISE SWOT. projector. 6. ANÁLISE SWOT .Representante dos serviços Administrativos .O processo deve iniciar-se pela nomeação. nomeará os seus colaboradores. 10.RECURSOS MATERIAS: Sala de trabalho.Coordenadores de Ciclo . Equipa de trabalho. Reunião da equipa de avaliação com o Líder. 9. Colaboradores ± Coordenadores dos Departamentos Curriculares . elaborarão os relatórios pertinentes.

E. ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO: Fraco envolvimento com a Escola. Alteração do Plano Curricular. para espaços lúdicos. Óptimo relacionamento com a comunidade educativa: alunos. Falta de criação de novos projectos. Expectativas de sucesso. para recreios. Fraco envolvimento em actividades extra. ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO: Forte envolvimento no acompanhamento escolar dos seus educandos. Falta de autonomia.scribd. Novas Tecnologias.com/doc/13922921/parcerias-educativas-analise-swot-e-propostas-de-intervencao-noagrupamento-de-escolas . O meio envolvente. Novas Tecnologias. Fraco envolvimento com as novas tecnologias. Fraca abertura com o meio.: Bom relacionamento com todos os membros da comunidade educativa. Exigência de médias escolares elevadas FUNCIONÁRIOS DE A. Óptimo atendimento ao público FUNCIONÁRIOS ADMINISTRATIVOS Insuficiente envolvimento com a comunidade ducativa. Falta de envolvimento em novos projectos OPORTUNIDADES ANÁLISE INTERNA AMEAÇAS ANÁLISE INTERNA Novo modelo de Gestão. Abertura ao diálogo com toda a comunidade educativa. Falta de espaços verdes: Pátios degradado. E. Salas suficientes e acolhedoras. Preocupação com as médias escolares dos seus educandos. bem organizados. Os Encarregados de Educação http://pt. Criação de bom ambiente de trabalho. funcionários Administrativos.curriculares. académico.E. funcionários de A. FUNCIONÁRIOS ADMINISTRATIVOS Bons prestadores de serviços. Criação de Parcerias/ Protocolos. Bons prestadores de serviços gerais. Abertura com o meio envolvente. Novo modelo de Gestão. colegas. Insuficiente abertura com os E. PROFESSORES: Ensino tradicional. FUNCIONÁRIOS A. PROFESSORES: Estratégias diversificadas. Abertura à inovação. A. Gestão. Criação de projectos.Espaços.. Ausência de um pavilhão.A. Falta de criação de Associação de Pais e Encarregados de Educação. Falta de formação especializada.E.A. Salas degradadas.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful