You are on page 1of 6

SAÚDE DO ADOLESCENTE Introdução A adolescência é um dos períodos mais intensos da vida pelos desafios, descobertas e oportunidades que apresenta

porque não há jeito ou ordem certa para organizar tantas novidades. Objetivos

Construir coletivamente o conceito de cidadania, participação social e sexualidade; Refletir sobre os fatores individuais, familiares, sociais e culturais que influenciam a vida do adolescente brasileiro; Discutir aspectos de promoção e prevenção à saúde; Analisar as questões da gravidez, planejamento familiar, métodos contraceptivos e a dupla proteção na adolescência

• •

Procedimentos Metodológicos Atuação interdisciplinar nos programas.
• • • • • •

Ambulatório de Ginecologia / Obstetrícia para adolescentes; Rede Adolescente de Itapira; Saúde do Escolar; Paz no Trânsito; Saúde Mental para Adolescentes; Oficina dos Sonhos

Conclusão A Secretaria Municipal de Saúde tem buscado, através de diversas iniciativas, oferecer as oportunidades necessárias ao pleno desenvolvimento do adolescente, potencializando suas capacidades nos espaços sociais para que exerçam livremente seus direitos à cidadania. AMBULATÓRIO DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA DA ADOLESCENTE JUSTIFICATIVA:

descobertas e oportunidades que apresenta. • Analisar. • Discutir como se dá o desenvolvimento ginecológico na adolescência. a necessidade de prevenção e a exigência de já saber tudo isso. Atendimento Grupal (grupos / palestras). pelos desafios. Enfermeiros: Agilização e agendamento de exames. é que justifica a necessidade deste ambulatório. • Analisar de influência e suas conseqüências na vida da gestante.A adolescência é um dos períodos mais intensos da vida. a despeito dos avanços tecnológicos da área da saúde hoje. porque não há jeito ou ordem certa para organizar tantas novidades. Itapira não fica fora desta lamentável estatística. familiares. De uma forma geral. OBJETIVOS: • Construir • Refletir coletivamente o conceito de sexualidade. ninguém assume que os adolescentes têm vida sexual. sociais e culturais que a questão da gravidez na adolescência. corpo na adolescência. . o interesse quanto à importância dos exames ginecológicos • Despertar na adolescência. Isto acaba impedindo que eles recebam informações adequadas sobre os cuidados com a saúde sexual. A gravidez inoportuna (precoce) ocorre de maneira expressiva em todo o Brasil. sobre os fatores individuais. enfocando seus fatores influenciam na sexualidade. ATRIBUIÇÕES DOS PROFISSIONAIS: Médicos: Atendimento individual (consulta ginecológica). Como lidar com a novidade da vida sexual. • Refletir sobre a importância do planejamento familiar na adolescência e compreender e interpretar algumas transformações do próprio conhecer os métodos contraceptivos e a dupla proteção.

passes. 2005. Leonor Finelli Assistente Social Regina Enfermeira Deise Psicóloga Fátima / Nutricionista Regina Colosso Daniel. preenchimento da carteira da gestante. Leonor Finelli Dra. dentre outros). PLANEJAMENTO ANUAL DE PALESTRAS MÊS Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Janeiro Fevereiro ASSUNTO O Grande Momento: O Parto Aleitamento Materno: Fatos e Mitos Direitos da Gestante Cuidados com o Recém-Nascido A adolescente e a Maternidade Alimentação da Gestante Orientações Nutricionais O Grande Momento: O Parto Aleitamento Materno: Fatos e Mitos Direitos da Gestante Cuidados com o Recém-Nascido A adolescente e a Maternidade Alimentação da Gestante Orientações Nutricionais Bibliografia • LAYANI. PROFISSIONAL Dra. 5º edição.Atendimento grupal (palestras). Psicóloga: Atendimento individual (terapia de apoio / terapia breve). pré e pós consultas. convocação de faltosas. Orientações gerais de saúde e funcionamento da UBS. Atendimento grupal (grupos / palestras). Andrei. Manual de Dietética na Clínica Médica atual. monitora o fechamento do sis pré-natal através da consulta de puerperio. São Paulo. Leonor Finelli Assistente Social Regina Enfermeira Deise Psicóloga Fátima / Nutricionista Regina Colosso Dra. participação em grupos educativos. Grupo de Novas Técnicos de Enfermagem: Agendamento em grupos. enxovais. Leonor Finelli Dra. Assistente Social: Atendimento individual (acompanhamento social / prestação de auxílio concreto . .

emagrecimento. D. . São Paulo. oportunidades para que potencializem suas capacidades. Como vencer a obesidade: Pontos chaves do • QUAGLIA.G. Casa do Psicólogo.E. Equipe Médica: Enfermeira: Psicóloga: Assistente Social: Proposta das Oficinas Essas oficinas deverão oferecer as adolescentes inseridas no ambulatório de pré-natal da adolescente. As oficinas deverão reina -las e não reina-las. Objetivos O objetivo é criar entre o grupo uma conduta sistematizada conscientizando para a responsabilidade para o trabalho. Educar é desenvolver o potencial do indivíduo. Oficina de Sonhos Local de Atendimento Endereço: Bairro: Telefone: Público Alvo Adolescentes e gestantes até 19 anos. 1997. Deve-se oferecer todas as oportunidades necessárias ao seu pleno desenvolvimento.• Autor Desconhecido. bem como espaços no ambiente social para que exerçam livremente seus direitos a cidadania. Apostila Protocolo de Atenção a Saúde. promovendo aumento das relações intra e inter grupal.R.

3.As atividades além de transformarem-se em produto final. Pontualidade. auto estima e confiança. 4. Também quando forem necessários. autonomia da adolescente através de: 1. Todos os itens citados acompanharão as atividades desenvolvidas. 8. 2. Relacionamento com o grupo. comunidade. Avaliação Ocorrerá através do trabalho profissional. A vivência na oficina. serão feitas abordagens terapêuticas. (perseverança). que norteará o campo externo a fim de aumentar a auto-estima. Limpeza do local. Qualidade do trabalho. 6. qualidades pessoais importantes para obter sucesso no trabalho. escola e do próprio adolescente. Freqüência. O objetivo seria fornecer subsídio para a capacitação profissional. Habilidade para seguir instruções. Cooperação. Oficina de Fios Local de Atendimento . 9. Serão avaliados 1 vez por semana através de relatórios descritos nos prontuários médicos. Conclusão A Inclusão social se faz através da família e/ou responsáveis. sempre norteadas para o campo profissional. reforçando aspecto técnicos e desenvolvendo sua capacidade de relacionamento. Memorização. 7. 5. Ds (Atividades de Vida Diárias). as atividades complementares e a convivência social são caminhos para transformar a reinserção social das adolescentes. Aproveitamento do local. serão educativas no que se refere a orientações quanto as ªV. após cada atividade.

A vivência na oficina. tricô. contas. alicates. tesoura. vagonite. lã. Pistola de cola quente. as atividades complementares e a convivência social são caminhos para transformar a reinserção social das adolescentes. bordados em ponto cruz. sisal. comunidade. miçangas. tecido para vagonite. coordenação motora grossa e fina. Equipe Médica: Enfermeira: Psicóloga: Assistente Social: Metodologia Confecção de colares. tela para talagarça. Materiais Fio de naylon. criatividade. barbante. linha de crochê Conclusão A Inclusão social se faz através da família e/ou responsáveis. cristais. agulhas de crochê. tecido para ponto cruz. fio de lastex. proporcionar valorização social e melhora da auto estima. agulhas de tricô. macramé.Endereço: Bairro: Telefone: Obs: somente para participantes do programa de ginecologia e obstetrícia para adolescentes Público Alvo Adolescentes e gestantes até 19 anos. brincos e acessórios em bijuteria. búzios. . talagarça. agulha para vagonite. Objetivo Desenvolver a coordenação bi-manual. fechos. crochê e passar fita. pulseiras. escola e do próprio adolescente.