You are on page 1of 4

As relações interpessoais estabelecidas na escola durante a realização do estágio curricular supervisionado na percepção dos acadêmicos da licenciatura em Educação Física

do CEFD/UFSM

O artigo escolhido realizou uma pesquisa observando as relações interpessoais de acadêmicoestagiários do curso de Licenciatura de Educação Física numa Universidade Federal. O importante dessa pesquisa e o grande objetivo foram analisar as relações interpessoais destes estagiários perante aos funcionários das escolas onde foram designados. Os funcionários escolhidos foram os professores de educação física da escola, professores de outras disciplinas, coordenadores pedagógicos, diretor e a os alunos da escola. Como forma de avaliação foi realizada um questionário de perguntas abertas, com isso podendo saber se a relação interpessoais do estagiários com os funcionários pode ser considerada positiva ou não. Ilha et al. (2009) cita que, consideram que o Estágio Curricular Supervisionado é um espaço em que o acadêmico venha a se constituir enquanto profissional da educação. Embora essa constituição perpasse toda a sua trajetória escolar/acadêmica e o seu desenvolvimento profissional, é através do estágio que ocorre uma maior aproximação com a realidade escolar e o início da profissão, bem como, a consolidação e criação de um modelo próprio de ação docente construído através das relações entre a experiência e o conhecimento. E certo afirmar que através do estagio supervisionado e possível haver uma maior vivencia no cotidiano da escola, participar por problemas que acontecem dentro da escola como: falta de materiais e o um espaço adequado para a realização das aulas, ter liderança entre os alunos e ter uma boa relação entre seus futuros colegas de profissão e também ajuda a forma um perfil profissional para o próprio acadêmico. Perante aos resultados foi visto que: as relações interpessoais com a direção da escola mostraram não terem “nenhuma” relação interpessoal com a direção da escola. Obtiveram esse resultado pelo fato de não ter ocorrido esse encontro. Segundo Marcellos (2009) o gestor, representado pelo diretor da escola, é o grande articulador da escola e, deve esforçar-se por criar canais adequados de comunicação e interação e garantir o alcance dos objetivos da escola, mantendo um bom clima entre as pessoas que fazem parte da comunidade escolar e local.

mesmo havendo o acesso dessas propostas para esses profissionais. por isso a importância da reflexão sobre a atuação pedagógica e institucional deste profissional nas escolas. não apresentando . Conforme Cristino et al. sem dúvida. Conforme Marcellos (2009) a comunicação é. Sobre este fato citamos Ferreira e Krug (2001) que sugerem que deva acontecer um maior comprometimento do professor de Educação Física da escola para com o acadêmico-estagiário. Então é extremamente necessário haver uma relação interpessoal com a equipe diretiva da escola com os estagiários. Infelizmente é comum professores de educação física da escola não dar o apoio necessário para o estagiário que esta ali para colher informações. pois é ele que deve ser o estimulador de uma boa relação interpessoal e a inclusão de pessoas na equipe. (2009) a Educação Física é um importante componente curricular. (2007) os professores de Educação Física normalmente não apontam problemas de relacionamento com os diretores da escola. um dos elementos de maior importância na participação coletiva. que vem buscando seu espaço dentro de contexto escolar. Relação interpessoal com o professor de Educação física foi apresentada uma relação positiva. então e possível haver uma melhor comunicação da equipe diretiva. Relação interpessoal com a equipe pedagógica da escola foi apontada uma relação positiva com esses funcionários. mesmo havendo alguns estagiários que apresentaram nenhuma relação e uma relação negativa perante o professor de educação física. O autor justificou de não ter ocorrido este encontro pelo fato de que as aulas de educação física serem no contra-turno fazendo com isso haver um distanciamento dos estagiários com a direção. Como a educação física é importante na grade curricular da escola então porque ser tratada de uma forma diferenciada com os outros profissionais. como dito anteriormente é o gestor é o responsável pela boa comunicação.O gestor da escola que é o principal responsável pela boa comunicação. O profissional de educação física mesmo com o passar do tempo ainda e visto como ser menos importante perante aos outros profissionais. muitas das vezes pelo fato do profissional já esta a muito tempo naquela área. Mas o que foi citado no artigo que as coordenadoras pedagógicas não tem conhecimento das atividades propostas pelos professores de educação física. O profissional de educação física e visto como um bom articulador. Como diz Santos et al.

um trabalho conjunto e jamais deve-se permitir que os professores de Educação Física abandonem suas turmas para os estagiários. pois como a escola é um centro de relações. Mas também existe o fato do próprio estagiário não mostra interesse pelo estagio. ou nenhum contato entre si. que com isso podendo torna-se o seu convívio no dia-a-dia mais positivo e prazeroso. portanto. Na base de observação e possível visualizar essa falta de “comunicação” entre esses profissionais com os estagiários que não são da sua área. pois a grande maioria dos alunos mostram satisfeitos pelas pratica das aulas de educação física. com isso torna-se complicado para quem esta em fase de aprendizagem uma maior base de informações e troca de experiências mesmo que não sejam da mesma área. e preciso mostrar e ensinar desde do funcionário ate aos alunos e pais a importância de um bom relacionamento. não se interessa em adquirir mais conhecimentos pela sua área. Como diz Neuenfeldt (1998) é necessário estabelecer um compromisso entre os estagiários e as escolas que os recebem.empolgação nenhuma no seu trabalho acaba por influenciar os estagiários e entrando em contradição com os mesmos. que mantém pouco. Relações interpessoais com os alunos já se torna mais fácil. A autora concluiu que é necessário haver um bom relacionamento interpessoal com todas as pessoas das escolas. Nas aulas de educação física é constante essa interação com isso ajuda haver uma relação positiva dos estagiários com os alunos. pois deve haver uma troca de experiências. . E a autora relata ainda mais que é preciso haver mais interação da gestão e da equipe pedagógica mostrar mais valorização interpessoal dentro da escola. trabalhando no mesmo turno e na mesma série. a pesquisa mostra que a maioria dos alunos tiveram uma relação positiva já outros obtiveram nenhuma relação com esses funcionários. Na relação interpessoal entre os outros professores da escola. professores da mesma escola. Cunha (1996) que afirma que a aula é um lugar de interação entre as pessoas e. um momento único de troca de influências. isto é. Segundo Marcondes (1997) nas escolas existem professores que desenvolvem suas atividades de modo isolado. Infelizmente é comum observar essa falta de interesse desses profissionais esquecendo que um dia eles já estiveram no lugar desses estagiários.

AM Março .CENTRO UNIVERSITARIO DO NORTE LICENCIATURA EM EDUCACÃO FISICA Denylson Kenya Melo. Lidia Moraes Manoel Raimundo Marcelo Paula Amazonas Tanamara Oliveira As relações interpessoais estabelecidas na escola durante a realização do estágio curricular Manaus.2011 .