You are on page 1of 2

Brasília, 15 a 31 de maio de 2011 - nº 39

INSS discute novo modelo de perícia médica
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está inclusive, com a participação dos médicos peritos. discutindo com a sociedade e divulgando a nova proNo momento está sendo discutida a utilização de posta para a concessão do auxílio-doença com afas- um atestado médico eletrônico com certificação ditamento de até 120 dias. “Vamos discutir com o Con- gital do médico assistente e, também, se o atestado selho Nacional de Previdência Social, com entidades médico já valeria como um requerimento para a conrepresentativas de trabalhadores e empregadores, cessão do benefício ou se seria necessário um requecom o Conselho Federal de Medicina, temos um am- rimento específico. “Por enquanto estamos fazendo plo espaço para discussão”, anunciou o presidente um estudo aprofundado, ainda não há definição de do INSS, Mauro Luciano Hauschild. O novo modeAtual Modelo Nova Proposta lo prevê a concessão do A quem se aplica: Requerimentos de auxílioauxílio-doença previdendoença previdenciário para segurados obrigatórios ciário, com afastamento A quem se aplica: a (empregado, contribuinte individual, avulso, de até 120 dias, sem a neTODOS os segurados doméstico, segurado especial) cessidade da realização Requisito específico: Estar em atividade nos de perícia médica. últimos 36 meses* antes do requerimento. Segundo Hauschild, 0 a 15 dias – pago pelo 0 a 15 dias – Pago pelo empregador (segurado a perspectiva é de que, empregador (segurado empregado). a princípio, sejam feitos empregado). experimentos com afasAcima de 15 dias e até 120 dias* - O médico tamentos de 30 dias, com Acima de 15 dias – assistente do segurado (SUS ou particular) emite Qualquer requerimento atestado de incapacidade de, no máximo, 120 dias*. aumentos gradativos. No depende de realização de entanto, ele explica que perícia médica (inicial, Acima de 120 dias* - A perícia médica é há um motivo para que pedido de prorrogação e realizada (inicial, pedido de prorrogação ou pedido fossem escolhidos os bepedido de reconsideração). de reconsideração). nefícios com afastamento * Os prazos contidos na proposta são apenas sugestão do INSS, podendo ser alterados posteriormente. de até 120 dias. “Oitenta e cinco por cento dos benefícios por incapacidade têm duração de até 120 uma data para a implantação do novo modelo”, escladias. Além disso, 60% dos segurados que recebem receu Hauschild. auxílio-doença não pedem prorrogação”, esclareceu Segundo o presidente do INSS, as novas medidas o presidente do INSS. Ele ressalta que esta não é uma foram propostas por causa da insatisfação do seguraproposta definitiva. “É um indicativo de que estamos do com o modelo atual de concessão de benefícios por preocupados e que gostaríamos de repercutir a pos- incapacidade, pela reincidência da violência contra sibilidade de construir algo melhor para a sociedade”, os peritos-médicos e pelo grande número de perícias afirmou. iniciais realizadas pelo instituto. Com as novas mediA proposta foi apresentada pela primeira vez no das, 1,1 milhão de perícias iniciais deixariam de ser dia 30 de março ao Conselho Nacional de Previdên- realizadas anualmente e, assim, os peritos poderiam cia Social (CNPS). Desde então, o projeto passa por ser aproveitados em outras ações para melhor atenaprimoramentos e estudos da área técnica que conta, der a população.
previdenciaemquestao@previdencia.gov.br

o INSS poderá. a informatização do sistema nos dá segurança em termos de monitoramento”. seria feito um monitoramento por amostragem. que seria comunicado ao segurado. e.br com a palavra “sugestão” ou “incluir” no campo “assunto”. Ficam de fora das novas regras os segurados com menos de 35 contribuições. contribuinte individual. garante Filomena Gomes. o segurado com um atestado de incapacidade emitido por um médico da rede pública ou particular. Informativo Eletrônico do Ministério da Previdência Social . “Hoje. avulso. Dentre os critérios de segurança do novo modelo proposto. ou seja.gov. Caso não queira receber a publicação. quando implementadas. . Além disso. o INSS responsabilizará o beneficiário e o médico que emitiu o atestado de incapacidade. Nesse caso. com a realização de perícias médicas. doméstico e segurado especial) em atividade nos 36 meses antes do requerimento do benefício.Auxílios-doença com afastamento de até 120 dias De acordo com a nova proposta feita pelo INSS. enviar e-mail com a palavra “exclusão” no campo “assunto”. por fim. Os benefícios concedidos seriam monitorados por amostragem. os casos de afastamento decorrente de acidente de trabalho e as indicações de afastamento superiores a 120 dias. convocar o titular do benefício para avaliação por peritos do instituto.Editado pela Assessoria de Comunicação Social Para fazer sugestões ou solicitar recebimento do Previdência Em Questão. via sistema do INSS. os contribuintes facultativos. Complementação de Informação O último Previdência em Questão. a qualquer momento. que citou a equipe multidisciplinar que atua na reabilitação profissional do trabalhador. sem nomear os terapeutas ocupacionais. diretora de Saúde do Trabalhador do INSS. há a necessidade de agendamento da perícia. os desempregados. agendaria um atendimento na Agência da Previdência Social para lançamento dos dados do atestado no sistema. de número 38. Caso os 120 dias de afastamento não sejam suficientes. Segurados atingidos pelas novas regras As novas regras. o reconhecimento do direito. envie um e-mail para previdenciaemquestao@previdencia. irão atingir apenas os segurados obrigatórios (empregado. o segurado deverá passar por uma perícia médica. feito pela Central 135 ou pela internet. veiculou a matéria intitulada “Benefícios para o Segurado”. A previsão é que todos esses casos continuem com o modelo atual. Pedimos desculpas a esses importantes profissionais e aos demais que por ventura integrem ou venham a integrar a equipe multidisciplinar. Em seguida. sendo constatadas irregularidades.