APOSTANDO EM UM NICHO

O desenvolvimento de uma área para o mercado imobiliário de Porto Alegre

• •

• •

Faz parte do Grupo Rossi, um dos principais grupos de engenharia, construção e incorporação no Brasil; Participou de obras como o Elevado Arthur da Costa e Silva (o “Minhocão”) e a praça Roosvelt em São Paulo, o Projeto de Itaipu, entre outros; Criou o Plano 100 em 1992; Atua hoje em 19 cidades através de suas unidades regionais: São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte.

• • • • •

Empresa gaúcha com mais de 50 anos de tradição; Tem vocação centrada no segmento de obras industriais e comerciais; Constrói para clientes como Grupo Gerdau, Forjas Taurus, Fitesa entre outros; Responsável pela obra da Torre da Claro – obra do ano 2000 pelo Sinduscon-RS; Está presente no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Cenário macroeconômico
• Má performance do setor, basicamente devido a:
– elevada taxa de juros – pesada carga tributária – redução do poder de compra da população

• • • • •

Índice de Atividade da Construção Civil (AIC-RS) em queda de 2,93% entre 2004 e 2005; Queda do consumo de cimento de 9,1% Entre 2004 e 2005 queda de 15,05% no índice de emprego formal no setor; Em 2005, queda de 44,06% no número de novas unidades lançadas; Estoque elevado de unidades novas.

Concorrentes
• Concorrência de casas numerosa e fragmentada:
– Condomínios de casas em áreas centrais de Porto Alegre
• • • • Áreas centrais (Petrópolis, Bela Vista, Três Figueiras etc) Terrenos de pequenas dimensões (e caros) Pouca ou nenhuma infra-estrutura de lazer Segmento de alta renda

– Condomínios em áreas afastadas
• Zona norte ou zona sul • Terrenos de portes distintos • Dificuldade de acesso • Segmentos de rendas bastante variados

Tendência
– EXPANSÃO IMOBILIÁRIA – DIRECIONAMENTO DOS INVESTIMENTOS PARA LOCAIS MENOS CENTRAIS

• Novo movimento urbano vem se desenhando:

• Aumento da violência das grandes cidades e a crescente preocupação com qualidade de vida:
– DESEJO DAS PESSOAS DE MORAR EM CASA COM LAZER E SEGURANÇA

Desafios
• Área desacreditada no pelo mercado imobiliário •

Oportunidades
“Desconstruir” a região, e ao mesmo tempo deixá-la dentro do centro urbano. Plano de revitalização da Av. Ipiranga com inúmeros benefícios: novo paisagismo, calçamento, iluminação e conservação do Arroio Dilúvio. Localização em uma das principais “artérias” de Porto Alegre, com fácil acesso a importantes pontos. Distância também se mede em tempo.

• • Distante das zonas centrais de Porto Alegre •

Que características deve ter o empreendimento? Qual público-alvo deve ser trabalhado? Que posicionamento deve ser estabelecido?

Que características deve ter o empreendimento?
Terra Mater Club House Porto Alegre
– Terreno de 35.000m² com bosque preservado – 140 casas de 3 e 4 dormitórios (até 4 suítes) – A menos de 10 minutos do Shopping Iguatemi e outras facilidades – Completa infra-estrutura de lazer e segurança – Conceito de casa, clube e natureza no mesmo lugar
– Estratégia de co-branding: negociação e parcerias com marcas conhecidas
• Intercity - serviços de condomínio e pay-per-use • Reebok - fitness center com a aparelhos de última tecnologia

Qual público-alvo deve ser trabalhado?
Casais com filhos pequenos e adolescentes Situação profissional e de renda definida Faixa etária 35-45 anos

Que posicionamento deve ser estabelecido?
Oportunidade de morar em casa com liberdade, segurança e qualidade de vida.
• Valorização da liberdade, de bem-estar, de família • “A sua infância pode ter sido muito feliz, mas a dos seus filhos com certeza será inesquecível” • Possibilidade de trocar o tradicional “já para casa” para o “já para rua” • Lazer para todas as idades: crianças, adolescentes e adultos • Infra-estrutura de clube • Custo do condomínio: menos de R$ 500 mensais

Estratégia de Comunicação
• Antes do pré-lançamento:
– Café da manhã para a imprensa
• Investimento na região • Parceria entre Tedesco e Rossi • Apoio ao Projeto Abrace sua Rua da Prefeitura Municipal

Estratégia de Comunicação • Pré-lançamento:
– Empreendimento foi tratado como raridade – Conceito de resort no quintal de casa – Oportunidade única

O sucesso
A estratégia de apostar num nicho e o bom uso de ferramentas coerentes possibilitou que, já no segundo mês, o Terra Mater tivesse comercializado 121 unidades, um total de 86% da oferta.

O sucesso
A velocidade de venda, demonstra o quanto a venda das unidades do Terra Mater se diferenciou em relação o que se observava no mercado

Por fim, observa-se como foi acertada a estratégia da Rossi Residencial e da Construtora Tedesco. A correta concepção do produto e posicionamento de nicho, aliada ao uso de ferramentas coerentes, fizeram do Terra Mater Club House Porto Alegre o sucesso que se esperava.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful