You are on page 1of 2

Origem do Teatro É comum ouvirmos dizer que o teatro começou na Grécia, há muitos séculos atrás.

No entanto, existem outros exemplos de manifestações teatrais anteriores aos gregos. Por exemplo, na China antiga, o budismo usava o teatro como forma de expressão religiosa. No Egito, um grande espetáculo popular contava a história da ressurreição de Osíris e da morte de Hórus. Na Índia, se acredita que o teatro tenha surgido com Brama. E nos tempos pré-helênicos, os cretenses homenageavam seus deuses em teatros, provavelmente construídos no século dezenove antes de Cristo. É fácil perceber através destes poucos exemplos, uma origem religiosa para as manifestações teatrais.

No entanto, podemos olhar ainda mais para trás quando lembramos que o teatro é a imitação de uma ação e que o ato de imitar está presente na essência dos mais primitivos rituais que conhecemos. É através da imitação que a criança se desenvolve aprendendo a falar e a agir. Comparando este homem primitivo com uma criança, podemos observar que ambos são completamente ignorantes em relação ao universo que os cerca. E muito provavelmente, este homem, ansioso por encontrar respostas para as suas perguntas, tenha começado a construir um acervo de mitologias, religiões e rituais, numa tentativa de explicação do mundo, dos fenômenos naturais, da vida, do nascimento, da morte.

Na história do pensamento humano o mito surge como uma tentativa de explicação, compreensão e controle do mundo. É através do mito que o homem primitivo tenta compreender os fenômenos da natureza, atribuindo-lhes uma origem divina. A palavra mitologia está ligada a um conjunto de narrativas da vida, das aventuras, viagens, afetos e desafetos dos mitos, dos deuses, dos heróis. Existem diversas mitologias: cristã, egípcia, hindu, grega etc...

A palavra religião, do verbo latino religare (ato de ligar) pode ser definida como o conjunto de atitudes pelos quais o homem se liga ao divino. Através da realização dos ritos/rituais o homem relembra os mitos. Por exemplo: no ritual da missa cristã, uma série de procedimentos relembram a vida, morte e ressurreição de seu principal mito, Jesus Cristo.

à qual se recorre incessantemente. exalta e codifica a crença. Mas e o teatro? A origem do teatro ocidental está ligada aos mitos gregos arcaicos e à religião grega. aspirações morais. A mitologia grega é formada por numerosos deuses imortais e antropomórficos. a pressões e imperativos de ordem social e mesmo a exigências práticas. . absolutamente. isto é. discutem. sentem ciúme. Existem várias gerações e famílias divinas na mitologia grega. os deuses antropomorfizados amam. mas uma narrativa que faz reviver uma realidade arcaica. Nas civilizações primitivas. protege e impõe os princípios morais. garante a eficácia do ritual e oferece regras práticas para a orientação do homem. uma teoria abstrata ou uma fantasia artística. ele é uma realidade viva. odeiam. mentem como as pessoas comuns. traem. não é. são vingativos. perseguem.O famoso antropólogo Malinowski propõe que "o mito não é uma explicação destinada a satisfazer uma curiosidade científica. o mito desempenha uma função indispensável: ele exprime. O mito é um ingrediente vital da civilização humana. que satisfaz a profundas necessidades religiosas. mas uma verdadeira codificação da religião primitiva e da sabedoria popular". que têm a forma e o temperamento humano.