You are on page 1of 10

ESTATUTO DO CENTRO ACADÊMICO DE ENGENHARIA CIVIL

TÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO I DA ENTIDADE Art. 1º - O Centro Acadêmico de Engenharia Civil ± CAEC, fundado em ________________________________________ , é a entidade civil, sem fins lucrativos, representativa de todos os estudantes do curso de Engenharia Civil da Faculdade de Tecnologia e Ciências ± Campus Itabuna, regularmente matriculados no curso, sem qualquer discriminação, tendo como foro cidade de Itabuna-BA e sede ______________________________________________________________________ __________________________ .
y

1º - O CAEC é uma entidade suprapartidária, filiada à União Nacional dos Estudantes (UNE), ao Diretório Central dos Estudantes (DCE) e à Federação Nacional dos Estudantes de Engenharia Civil (FNEEC). 2º - O CAEC terá duração indeterminada e será regido por este estatuto.

y

CAPÍTULO II DAS FINALIDADES Art. 2º - O CAEC tem por finalidades: a. Defender os interesses dos estudantes de Engenharia Civil no âmbito do curso de Engenharia Civil; b. Promover a aproximação entre os corpos discentes, docente e administrativo do setor; c. Preservar o patrimônio material, promover o debate entre as entidades congêneres; d. Organizar reuniões e certames de caráter social, cultural, científico, técnico, artístico e desportivo; e. Realizar intercâmbio e colaborar com as entidades congêneres; f. Concorrer para o aprimoramento das instituições democráticas; g. Promover a divulgação da FNEEC, do DCE e da UNE e;

i. em primeira convocação. com a presença de ____% dos seus sócios. Promover o combate às opressões e a luta por uma universidade democrática e de qualidade. pelaCoordenação-Geral do CAEC ou por um terço (1/3) dos seus Coordenaçãoes. automaticamente marcada para vinte e quatro horas depois da primeira.O CAEC compõe-se de: a. com qualquer número de membros presentes.Quanto às deliberações. 3º . e. b. Parágrafo Único ± A Assembléia geral será presidida pelaCoordenação-Geral do CAEC e secretariada pelaCoordenação de Organização. TÍTULO II ESTRUTURA ORGANIZACIONAL CAPÍTULO II DAS INSTÂNCIAS DE DELIBERAÇÃO Art.Itabuna. por requerimento subscrito por ___% ou mais de seus sócios. 7º . 4º . Coordenação. CAPÍTULO II DA ASSEMBLÉIA GERAL Art. Art. Assembléia Geral. Parágrafo Único ± As propostas serão aprovadas por maioria simples de voto.A Assembléia Geral é constituída pelo corpo discente do curso de Engenharia Civil da FTC . 5º .h. Lutar pelo ensino público gratuito e de qualidade em todos os níveis. Parágrafo Único ± Poderá ser convocada a Assembléia Geral Ordinária ou Extraordinária sempre que necessária. Art.A palavra será aberta a todas as entidades reconhecidas pelo CAEC e a qualquer de seus sócios. Art. voltados para os reais interesses da população.À Assembléia Geral compete: . 6º . a Assembléia geral reunir-se-á. em segunda.

com número ilimitado de integrantes. devidamente justificada e fundamentada.À Coordenação compete: . y y 1º . Empossar os membros eleitos para a direção do CAEC. Coordenação de Relações Institucionais. e. 3º . b. de acordo com o presente estatuto e. 2º .Em qualquer caso a convocação deverá ser feita com no mínimo dois dias úteis de antecedência. é obrigatório o direito de defesa e a aprovação por 3/5 da assembleia. b. Art.a. Comissão Administrativa. Aos membros da Comissão é garantido o direito à voz nas reuniões da coordenação.A Coordenação compõe-se de: a. mediante Edital de Convocação afixado em local de fácil acesso do público-alvo. Coordenação-Geral. Aprovar. 9º . Coordenação Acadêmica. Coordenação de Comunicação e Cultura. embora não o direito a voto. CassarqualquerCoordenador/a do CAEC quando houverinfraçãoao presente estatuto. d. Coordenação de Organização. Coordenação de Finanças. contendo discriminação completa da pauta.Para cassação. 8º . Parágrafo Único ± A Comissão administrativa será criada com finalidade específica. c. f. a par de ampla divulgação pelos meios disponíveis. reformar parcial ou totalmente o estatuto do CAEC. c.Para executar qualquer um dos itens acima é preciso um quorum mínimo de __% dos filiados do CAEC. y CAPÍTULO III DA COORDENAÇÃO Art. em função das eventuais necessidades e funcionará apenas por tempo necessário ao cumprimento da missão que lhe for atribuída. g.

Autorizar despesas. Traçar e apresentar juntamente com a presidência. d. Administrar o CAEC. Aprovar a prestação de contas semestral do CAEC e encaminhar para aprovação da Coordenação e da Assembléia Geral. aquisição de patrimônio e realização de eventos. b. Parágrafo Único ± É vedado àCoordenação de finanças conservar em seu poder a importância (espécie) superior a 05 (cinco) salários mínimos vigentes. f. . Cumprir o presente estatuto e as deliberações de Assembléia Geral e da própria Coordenação em juízo ou fora dele.ÀCoordenação de Finanças compete: a. d. Presidir as reuniões da Coordenação e Assembléia Geral. Apresentar à Assembléia Geral relatórios das atividades. Submeter à Assembléia Geral os casos omissos deste estatuto. Art. Diligenciar para a boa guarda do arquivo da entidade. b. f. c. e. b. Art. 11º .a. No caso de impedimentos doCoordenação-Geral.ÀCoordenação de Organização compete: a. ativa. Recolher as disponibilidades do CAEC à agência bancária na qual a entidade tenha conta corrente. 10º . Criar formas de arrecadação de Fundos para o CAEC. passiva. 12º . bem como prestação de contas do CAEC. Ter a sua guarda a responsabilidade de zelar pelo bom exercício financeiro e patrimonial da Coordenação. Autorizar despesas para viagens. c. judicial e extrajudicialmente. c. Assinar com o Coordenação-Geral os cheques e efetuar os pagamentos e recebimentos autorizados pela Coordenação Executiva. c. h. Assinar documentos pela entidade e. Substituir o Coordenação de Organização em seus impedimentos ou por solicitação. Secretariar as sessões da Coordenação e da Assembléia Geral e. e. Discutir as deliberações das entidades congêneres e. Art. Fiscalizar os serviços da secretaria emitindo opiniões. o orçamento do CAEC para a gestão. assumirá suas funções no CAEC nos diversos eventos.ÀCoordenação-Geral compete: a. b. Representar oficialmente o CAEC. d. g.

Fazer a interlocução do CAEC com demais entidades da sociedade civil ou governo. 13º . A responsabilidade pelo intercâmbio entre o colegiado do curso e o CAEC (ouvidoria) e. Coordenar a participação dos membros nas reuniões onde o CAEC possui representatividade acadêmica. Manter contato com os órgãos de imprensa de modo geral para divulgação de atividades ou assuntos de interesse do CAEC. b. Art. e. A elaboração e publicação de boletins informativos e outras publicações do CAEC. A elaboração e responsabilidade da programação cultural do CAEC c. Coordenar a participação dos membros nas reuniões onde o CAEC possui representatividade política. 15º . a Coordenação que o fizer também goza deste artigo. b.ÀCoordenação de Comunicação e Cultura compete: a. Assessorar o planejamento acadêmico e o desenvolvimento de programas e projetos voltados para o curso de graduação. os estudantes e as entidades gerais às quais o DAEC é filiada. c. d. b. Art.Art. mantendo relação harmoniosa com entidades parceiras.ÀCoordenaçãode Relações Institucionais compete: a. . TÍTULO III RELAÇÕES ADMINISTRATIVAS CAPÍTULO I DOS MANDATOS E SUBSTITUIÇÕES Art. f. 16º . Coordenar a participação dos membros nas entidades gerais reconhecidas pelo CAEC. O zelo pela comunicação entre a entidade.ÀCoordenação Acadêmico compete: a. 14º .O mandato dos membros do CAEC terá duração de 1 (um) ano. O intercâmbio entre várias unidades estudantis a fim de trocar experiências e firmar um maior relacionamento e articulação entre as atividades congêneres. Parágrafo Único ± Se por algum motivo o CAEC for extinto por mais de 1 (um) ano e depois restaurado.

Reuniões de caráter não deliberativo.A Assembléia Geral deverá seguir o disposto no Artigo 4º.As reuniões compreendem: a.as sessões ordinárias serão realizadas: 1. Art. . Reuniões da Coordenação e.Os membros da Coordenação poderão ser substituídos por reunião da Coordenação. 17º . c. Sessenta (60) dias antes da próxima eleição e esta servirá para instituir uma comissão eleitoral e. 18º . b. em caso de cassação. Até quinze (15) dias após a eleição para a apreciação do relatório anual e prestação de contas da Coordenação e dar posse aos membros recém-eleitos. 18º .Art. Ordinária (AGO).Itabuna. Parágrafo Único ± As reuniões da Coordenação e de caráter não deliberativo serão sempre abertas à participação de todos os estudantes de Engenharia Civil da FTC . ou. 19º . y 1º . y 2º . Assembléia Geral. Extraordinária (AGE). Art. por AssembleiaGeral. CAPÍTULO II DAS REUNIÕES E CONVOCAÇÕES Art.Assembléia Geral será: a. 2.Reuniões promovidas pelos Coordenadores ou por estudantes filiados ao CAEC terão a finalidade de discutir questões referentes ao envolvimento da categoria no âmbito escolar ou não. b.

sem discriminação à estudantes devedores à instituição. Estado. b.O patrimônio do CAEC não poderá ser alienado sem prévia autorização da Assembléia Geral. Sua sede e bens imóveis e móveis incorporados ao seu acervo e. CAPÍTULO II . pela União.Constitui-se na receita do CAEC: a. 21º . Doações que lhes forem feitas por pessoas físicas ou jurídicas. Bens e direitos que foram doados ou por ele adquiridos. Rendas eventuais.O patrimônio do CAEC é constituído de: a.Serão afiliados ao CAEC todos os estudantes pertencentes ao curso de Engenharia Civil que estiverem regularmente matriculados no curso de Engenharia Civil da FTC ± Itabuna. Município ou Universidade e. 22º . 23º . 20º . b. TÍTULO V FILIADOS CAPÍTULO I DA FILIAÇÃO Art. Parágrafo Único ± Em caso de extinção do Centro Acadêmico de Engenharia Civil o patrimônio deverá ser transferido a uma outra instituição sem fins lucrativos. Art. CAPÍTULO II DO REGIME FINANCEIRO Art.TÍTULO IV ADMINISTRAÇÃO ECONÔMICO ± FINANCEIRA CAPÍTULO I DO PATRIMÔNIO Art.

d. c. pelos encargos da entidade. zelo e ciência os cargos que assumir. Comparecer às atividades e realizações promovidas pelo CAEC e. Tomar parte nas delegações quando indicado pela Assembléia Geral ou pela Coordenação. g. Concorrer às eleições. Respeitar fielmente o estatuto da entidade.Os filiados terão os seguintes direitos: a. b. b. Freqüentar a sede e usufruir de todos os benefícios propiciados pelo CAEC. Zelar pelo patrimônio material do CAEC. Informar a Coordenação de qualquer irregularidade que presenciar e pedir as providências cabíveis ao caso. para o desenvolvimento do CAEC e de suas atividades. f. c.DOS DIREITOS Art. CAPÍTULO III DOS DEVERES Art. TÍTULO VI ELEIÇÕES CAPÍTULO I DA CONVOCAÇÃO . h. Indenizar todo e qualquer prejuízo ocasionado ao CAEC quando praticado intencionalmente. Sugerir à Coordenação. Participar das reuniões da Coordenação com direito à voz. 25º . e. e. nem mesmo subsidiariamente. f.Os filiados terão os seguintes deveres: a. Participar com direito a voz e voto das Assembléias Gerais. 24º . g. Satisfazer as obrigações sociais. Concorrer por todos os meios. bem como as deliberações dos órgãos deliberativos. a realização de quaisquer atividades de interesse coletivo. Parágrafo Único ± Os filiados não respondem. d. Participar de realizações patrocinadas pelo CAEC. Cumprir com responsabilidade.

É facultado a cada chapa inscrita. Art. Art. Art. dirigido à Comissão Eleitoral. podendo ficar apenas 01 (um) componente de cada chapa no local de votação. CAPÍTULO III DA VOTAÇÃO Art. levar seus protestos no ato de encerramento e interpor recursos e. 30º . Art.Será garantido o sigilo do voto e a inviolabilidade da urna.Poderão concorrer às eleições. 34º . 31º . Parágrafo Único ± A chapa será registrada mediante requerimento assinado por todos os componentes.Os trabalhos eleitorais serão exercidos pela Comissão Eleitoral. b.Só poderão concorrer às eleições candidatos que forem integrantes de chapas que forem registradas no prazo determinado pela Comissão Eleitoral. durante o período letivo. CAPÍTULO II DOS ELEITORES E CANDIDATOS Art. 2º . credenciar junto à mesa eleitoral um delegado. . Art.Serão eleitores todos os filiados ao CAEC.As eleições realizar-se-ão anualmente. durante a totalidade do horário das atividades por sufrágio direto e secreto. Assinar juntamente com o Secretário da mesa eleitoral a ata de abertura e encerramento das eleições. todos os filiados ao CAEC.As eleições serão convocadas por uma Comissão Eleitoral eleita em Assembleia-Geral ou pela própria Assembleia. 27º . Art.A votação será feita em um local determinado pela Comissão Eleitoral. 32º .Art. Fiscalizar as eleições. 29º .É vedado o voto por procuração. Parágrafo Único ± As eleições sempre deverão ocorrer durante o período letivo e em dia em que houver funcionamento regular da universidade e do curso.Compete somente ao delegado da chapa: a. y y 1º . 33º . 26º . 28º . 1 (um) ano após a posse da Coordenação.

até 15 (quinze) dias após as eleições. CAPÍTULO IV DA POSSE Art. 39º . 37º . Art. 35º . Itabuna-BA. em conformidade com o regulamento das eleições aprovado por Assembléia Geral do CAEC. .Art. convocar-se-á a Assembléia Geral.Os casos omissos neste estatuto serão resolvidos pela Assembléia Geral. Art. TÍTULO VII DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 36º . que no prazo de 48 (quarenta e oito) horas no máximo deverão ser divulgadas ao conjunto de estudantes de Engenharia Civil.Das decisões da Comissão Eleitoral.A Comissão Eleitoral será instituída em Assembléia Geral e será constituída por 03 (três) membros filiados ao CAEC. caberão recursos. no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas após divulgação do resultado da eleição.Para a renovação parcial ou total do estatuto. divulgado amplamente via comunicado escrito nas salas e passagem nas mesmas. Parágrafo Único ± Será considerada encerrada a eleição no último dia do período de votação. Art.Os membros eleitos serão empossados em sessão ordinária de Assembléia Geral. de agosto de 2011. Parágrafo Único ± A Comissão Eleitoral será provida de plenos poderes para conduzir o pleito eleitoral de acordo com o disposto neste estatuto. de acordo com os critérios estabelecidos na alínea b do artigo 9º. a mesa eleitoral procederá imediatamente à apuração e contagem de votos elaborando ata dos trabalhos realizados.Encerrada a votação. 40º . 38º .