Extraído de: Shigley, J.E. Projeto de Engenharia Mecânica. 7ª Ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Em que consiste um projeto?
 1) Formular um plano para a satisfação de uma

necessidade específica.

 2) Solucionar um problema.

• Seguro (não oferece perigo ao usuário).Características do projeto • Funcional (atende às necessidades). • Confiável (funciona de modo satisfatório). • Manufaturável (adequação à produção em massa). . • Mercável (pode ser comprado. assistência técnica). • Utilizável (“amigável ao usuário”). • Competitivo (competidor em seu mercado).

um sistema ou um processo que realize uma tarefa especificada (sujeita a certas restrições de solução) otimamente.Projetar  Projete (sujeito a algumas restrições de solução de problemas) uma componente. .

Estratégias de otimização  Elaborar soluções alternativas. simular e predizer o desempenho de cada alternativa.  Implementar o projeto. retendo as satisfatórias e descartando as insatisfatórias.  Escolher a melhor alternativa satisfatória descoberta como uma aproximação ao ótimo. .  Mediante análise e teste.  Estabelecer métricas-chave de desempenho.

 Atividade de intensa comunicação (palavras. nunca estará seguro).O ato de projetar  “Projetar é um processo inovador e altamente iterativo. entretanto. . formas orais e escritas). desenhos.”  Processo de tomada de decisão (um homem com um relógio sabe que horas são. com dois relógios.

. desenho e linguagem. de tecnologia e princípios  Ferramentas: Matemática.Recursos  Criatividade. estatística.  Capacidade de solução de problemas.  Habilidade de comunicação.  Conhecimento fundamentais. computação.

Projeto de Engenharia Mecânica  “A ciência explica o que é.” . a engenharia cria o que nunca foi.

Nome da Atividade Para encontrar Dados Habilidade envolvida Análise Análise inversa Ciência Engenharia Saída Entrada Leis Sistema Sistema. leis Sistema. saída. entrada. leis Dedução Dedução Indução Síntese . saída Entrada.leis. entrada. saída Sistema.

Tomada de decisão  A tomada racional de decisão é um processo sistemático de projeto que envolve os seguintes elementos-chave: .

dinheiro e material disponível. ou se puder ser feita em tempo hábil. factibilidade. . aceitabilidade  Adequada: se sua adoção de fato atingir o propósito intencionado. pessoal.  Aceitável: se os resultados prováveis equivalerem ao valor dos custos calculados.Adequabilidade.  Factível: se puder ser desenvolvida com conhecimento.

ela se torna uma alternativa satisfatória.  Comparação de duas alternativas estratégia de otimização. factível e aceitável. satisfatórias: .Alternativa satisfatória  Se uma ação é adequada.

 Textos. .Conjunto de especificações  Desenhos.  Instruções.  Lista de materiais.

Exemplo: mola de espiras  Material e condição. .  Diâmetro interno e externo da espira e tolerância.  Tratamento de extremidade.  Tamanho do fio e tolerância.  Comprimento livre e tolerância.  Número total de voltas e tolerância.

confiabilidade e linearidade da mola [robustez do modelo matemático]).  Tratamento de extremidade.  Diâmetro d do fio (competitividade por meio de otimização). ou F1 e comprimento L1 (função).  Atua (externamente) sobre uma barra: drod (função).15 (segurança.  Sobrecurso fracionário para fechamento da espira ξ: ξ=0.  Força F1 e contração da extremidade y1.Conjunto de decisões  Material e condição. .

 Variável de projeto: o projetista atende a assuntos relativos à preservação de função. . segurança e confiabilidade. especificamente utilizando-a para considerar a competitividade mediante a otimização.Decisões a priori versus variáveis de projeto  As primeiras cinco decisões anteriores: decisões a priori.  A última decisão (tamanho d do fio): variável de projeto.

 Habilidade primordial do projetista.Avaliação de adequação  Passos que o projetista usa para assegurar que o conjunto de especificações é satisfatório. empíricos e relativos à modelagem matemática. .  Os passos podem ser: mentais.

Figura de mérito  Figura de mérito: ajudar a identificar o melhor conjunto de especificações satisfatório. .  Por volume de material: fom   d N t D 2 4  Permite a rápida escolha entre diversos projetos.

Habilidade de síntese .

Interação entre os elementos do processo de projeto .

 Distorção/deflexão/rigidez. .  Segurança.  Resistência/tensão.  Desgaste.  Corrosão.  Confiabilidade.Considerações de projeto  Funcionalidade.

Considerações de projeto  Fabricabilidade.  Barulho. .  Peso.  Vida.  Fricção.  Custo.  Utilidade.

.  Controle.  Lubrificação.  Propriedades térmicas.  Forma.Considerações de projeto  Estilo.  Tamanho.  Superfície.

 Responsabilidade.  Manutenção. .Considerações de projeto  Mercantilidade.  Volume.  Refabricação/recuperação de recursos.

 Identificar as incógnitas e formular a estratégia de solução.  Identificar os dados. .Responsabilidades profissionais  Entender o problema.  Analisar o problema.  Avaliar sua solução.  Apresentar sua solução.  Estabelecer todas as hipóteses e decisões.

 Ponto de Equivalência.Economia  Uso de Tamanhos Padronizados.  Tolerâncias.  Estimativas de Custo. .

 Variação nas propriedades de ponto a ponto.  Efeito de tratamento termomecânico. .  Efeitos do processamento local.  Efeitos de montagens próximas (soldagens e ajustes por contração).Incerteza  Composição do material e efeito da variação das propriedades.

 Desgaste.Incerteza  Intensidade e distribuição de carregamento.  Incerteza quanto a qualquer lista de incertezas.  Corrosão. .  Influência do tempo na resistência e na geometria.  Concentrações de tensão.  Validade de modelos matemáticos.

 Unidades e unidades preferenciais. .  Fator de Projeto e Fator de Segurança.  Confiabilidade.Outras considerações  Tensão e resistência.  Cálculos e Algarismos Significativos.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful