RELAÇÕES DE PARENTESCO E AFINIDADES Art.

1591 A 1597

1

As fontes das relações de família são o casamento 226§1º; união estável 226§2º; o parentesco 1591/1592; afinidade 1595 e sócio-afetiva. Cônjuge não é parente, é cônjuge. CONCEITO: o parentesco é o vinculo que uma ou mais pessoas, em decorrência de uma descender da outra ou de ambas descenderem de um genitor comum (Venosa e Silvio Rodrigues). Pessoas que descendem de um mesmo tronco ancestral (caio Mário e Bevilaqua) . Em Roma o parentesco não era configurado por pessoas pela consangüinidade e sim pelas pessoas que estavam sob o mesmo pátio poder e cultuassem o mesmo Deus. Até a Constituição de 1988 existia o parentesco legítimo e ilegítimo, conforme procedesse ou não do vínculo do casamento. No decorrer o curso falaremos sobre a filiação. São parentes em linha reta, as pessoas em relação de ascendentes ou descendentes (art. 1591). São parentes na linha colateral até 4° grau, provenientes de um só tronco (art. 1592). Temos o parentesco Natural ou Civil. O parentesco natural resulta da consangüinidade (art. 1593). O parentesco civil é o decorrente da adoção ou outra origem (ex. inseminação heterologa).

filho. irmãos.. §2º CPC 3Viajar até 3º grau – 83 ECA 4Impedimento para casamento 1521. I CC 6Alimentos – 1696 CC 7Prescrição 197.. Efeitos: 1Sucessão 1829. Ex.. O código de 1916 limitava até o 6º grau (art. . avo. II CPC 8Educação 229 CF 9B) Linha colateral ou transversal – pessoas que. IV CC 5Alimentos 1697 6Sucessão 1829 IV GRAU No direito canônico a forma de ser contado o parentesco na linha colateral se computava . 331). tendo tronco comum. neto. Efeitos: 1Impedimento de juiz 134 IV e V CPC 2Testemunha 405. bisneto. A) Linha reta – pessoas que estão umas para as outras na relação de ascendentes e descendentes. tios. I e II CC 2Venda 496 CC 3Troca 533II CC 4Adiantamento – doação – 544 CC 5Impedimento 1521. sobrinhos e primos) O parentesco em linha colateral vai até o 4º grau (art. Obs. Ex. pai.). Bisavô. 1592). não descendem uma das outras.2 LINHAS O parentesco conta-se por linhas e graus.

aos descendentes e aos irmãos do cônjuge ou companheiro (art. Ex. 1ª parte). AFINIDADE A afinidade possui simetria com a contagem de graus de parentesco de seu conjugue (art. Cada geração conta-se um grau (art. § 2º). 1595.diretamente para um com os outros (Ex. Na linha reta a afinidade não se extingue com a dissolução do casamento ou da união estável. 1594. O parentesco por afinidade limita-se aos ascendentes. 1595). 1595. Art. C (avô) B (pai) A (filho) D (tio) E (primo) A para D é sobrinho de 3º grau e A pra E é primo de 4º grau. . irmãos – 1º grau. 1594 1º parte. O pai é parente de1º grau do filho. A contagem de grau de parentesco na linha reta se dá pelo número de gerações.(at. A contagem de graus na linha colateral. primos 2º grau) 3 Grau é a distância que vai de uma geração a outra. 2ª parte). sobe-se até o tronco comum e desce até o parente que quer se saber.

não se amplia além dos limites da lei. Washington de Barros – afinidade legitima e ilegítima se decorrente ou não de casamento.No caso de separação judicial o vinculo de afinidade não se dissolve. logo. Obs. somente se dissolverá com o divórcio. os afins de um dos cônjuges não são afins dos afins do outro cônjuge (ex. A afinidade é de ordem pessoal. A afinidade não tem repercussão no direito sucessório. Para uma melhor visualização do parentesco devemos ler o livro de Orlando Gomes. ou seja. Obs. cunhados não são afins entre si). 4 .