EFOMM - 2008

FÍSICA 1ª Questão: Coloque F (falso) ou V (verdadeiro) nas afirmativas abaixo e assinale a seguir a alternativa correta. ( ) A miopia é corrigida por lentes cilíndricas. ( ) A hipermetropia é corrigida por lentes convergentes. ( ) O astigmatismo é corrigido por lentes divergentes. ( ) As lentes divergentes somente geram imagens virtuais. ( ) Os espelhos esféricos convexos são usados em retrovisores de automóveis. (A) (V) (V) (V) (F) (F) (B) (F) (V) (F) (V) (V) (C) (V) (F) (V) (F) (V) (D) (V) (F) (F) (V) (F) (E) (F) (V) (V) (V) (F) Solução: Assunto: Física – Óptica – Óptica da visão Nível Fácil A miopia é um defeito da visão que dificulta a visão de objeto ao longe, porque o foco imagem do olho está antes da retina (F). A lente corretora da miopia deve ser divergente. Já para hipermetropia a lente corretora deve ser convergente (V). O astigmata não consegue focalizar simultaneamente as barras verticais e horizontais de uma grade situada à certa distância. Para este defeito deve ser utilizada lente cilíndrica (F). Qualquer que seja a posição do objeto diante de lente divergente, sua imagem será virtual, menor que o objeto e direita (V). Os espelhos esféricos convexos são usados em retrovisores de automóveis(V). ALTERNATIVA B 2ª Questão: Parte do núcleo de um reator nuclear, de massa 2,3 toneladas, deve ser suspenso por dois cabos para manutenção, conforme diagrama acima. A razão entre as tensões T1 e T2 nos cabos de sustentação é, aproximadamente, Dados: sen 45o = cos 45o = 0,707 sen 60o = 0,866 cos 60o = 0,5 (A) 0,707 (B) 0,810 (C) 0,931 (D) 1,056 (E) 2,441

Solução: O enunciado não especifica qual das tração é a “1” e qual é a “2”. Supondo a tração 1 como a da esquerda temos, pelo equilíbrio horizontal do sistema: (sem alternativa no gabarito) Supondo agora a tração 1 como a da direita teríamos: ALTERNATIVA A 3ª Questão: Seja um rádio VHF de bordo operando com freqüência portadora de 75 MHz. Ao visualizar este sinal estacionário, projetado sobre o convés de 400m do futuro navio ULOC (seiscentas mil toneladas), quantos dos seus picos positivos podem-se contar? (A) 50 (B) 100 (C) 150 (D) 200 (E) 250

1

108m/s)/(75 . ALTERNATIVA C 6ª Questão: A fim de melhor ajustar a associação de impedância entre a antena e um transmissor de HF (highfrequency). Nível Fácil Admitindo a velocidade da luz v = 3. em volts. A posição desse ponto. há um pico positivo e outro negativo. Suponha que o tempo de resposta de um sistema para chegar-se a 63% da pressão final de vácuo é calculado pela relação T = Vx60/Q. logo o gráfico tem que passar pela origem. Uma carga de +8q permanece em repouso quando colocada sobre um ponto da reta horizontal. temos que o comprimento da onda de rádio será: λ = (3 . Dentre os gráficos acima. existe um fusível capaz de proteger o resistor de 4. ALTERNATIVA B 4ª Questão: Analise os gráficos e as afirmativas abaixo: Seja um sistema de vedação a vácuo de vigias a bordo. Para cada 4m de comprimento de onda. na posição 12 cm. Num de seus ramos. a terceira estará a 10 cm da primeira e a 5 cm da segunda.EFOMM . Para 400 m de convés. em cm. a distância da terceira carga para a primeira deve ser o dobro da distância desta para a segunda. (A) 100 (B) 120 (C) 158 (D) 176 (E) 197 2 . respectivamente . T = 0. 106s-1) = 4m. assinale a alternativa abaixo que melhor representa a variação do tempo com o volume. temos 100 picos positivos.2008 Solução: Física – Ondas – Ondas sonoras. Com base nessa informação. Como a distância entre as duas primeiras é de 17 – 2 = 15 cm. (A) (I) (B) (II) (C) (III) (D) (IV) (E) (V) Solução: Quando V = 0.0 Ω de intensidades de corrente elétrica até 20 A. onde V é o volume de ar entre o gerador de vácuo e a ventosa de fixação e Q é a vazão máxima do sistema de tubulação. de forma a permanecer em equilíbrio. ou seja. utiliza-se o circuito abaixo. pode-se dizer que após um certo tempoa ddp no resistor de 24 Ω vale. 5ª Questão: Duas cargas elétricas puntiformes +16q e +4q foram colocadas sobre uma reta horizontal nas posições 2 cm e 17 cm. aproximadamente.108m/s. é de (A) 4 (B) 8 (C) 12 (D) 18 (E) 24 Solução: Como a carga 1 (16 q) é quatro vezes maior do que a carga 2 (4 q). mas isso não é satisfeito por nenhuma das alternativas.

(B) para resfriar 1 g de água em 1ºC. formando uma única lente. Logo. sem que haja mudança de fase.29Ω e uma corrente total de 220/6. é necessário retirar dessa porção 1 cal de quantidade de calor latente. 3 . uma bicôncava e outra biconvexa.29Ω. A primeira é quadrada e a segunda triangular. foram associadas. Alternativa “D”.3 m (B) convergente com f = + 1. sem mudança de fase (calor sensível). é necessário retirar dessa porção 1 cal de quantidade de calor sensível. no que diz respeito à água. portanto a resistência equivalente do circuito é dada por 2 Ω em série com uma associação em paralelo de 30Ω com 5Ω. vale 1. temos: C = C1 + C2 = -1/0.25+2=0. três tipos de espiras muito finas. é necessário retirar dessa porção 1 cal de quantidade de calor sensível.0 cal/g°C isto significa que é necessária. A tensão resultante na resistência de 24 Ω torna-se 24 x 7. 30 A atravessam o fusível. (E) nada nos é informado sobre as características térmicas da água. Solução: Física – Termologia – Calorimetria.75. ALTERNATIVA E 7ª Questão: O calor específico da água. (C) para fundir 1 g de água. uma vez que 4 x 6 = 1 x 24 = 24 Ω.5 = -1. Nível Fácil Da definição de calor específico temos que se c = 1. Uma vez com o fusível queimado. (B) A corrente elétrica que circula pela segunda espira é proporcional a 3 .3 m (D) convergente com f = + 0.8+1/0.3m ALTERNATIVA B 9ª Questão: Para a construção de um motor.1. é necessário retirar dessa porção 1 cal de quantidade de calor latente. Chamando de C a vergência da lente equivalente. Nível Fácil Lentes justapostas são lentes coaxiais e encostadas uma na outra. imersas no ar (nar = 1). resultando em 6. Dessa corrente total. sucessivamente. Considere também que foram submetidas à mesma diferença de potencial. (A) A resistência elétrica da primeira espira é proporcional a 3L.26 A. ALTERNATIVA B 8ª Questão: Duas lentes esféricas delgadas com raios de curvatura iguais. sem que haja mudança de temperatura.3 m Solução: Física – Óptica – Lentes. No ramo diagonal (QR) inicialmente não temos corrente.3 m (C) divergente com f = . sem que haja mudança de temperatura.29 = 35 A. feitas do mesmo material condutor e mesma área de secção transversal entre os pólos de um ímã permanente. A respeito da nova lente formada.29 = 7. e C1 e C2 a vergência das lentes L1 e L2 que compõem a associação.75 = +1.0 cal/g°C. (C) A força magnética sobre cada espira independe da intensidade da corrente elétrica que circula em cada uma delas. para cada grama dessa substância. resultando numa resistência total de 30. que é bem conhecido.26 = 174 V. e uma corrente total de 220/30.EFOMM . A terceira é circular de diâmetro L. é correto dizer que (A) para resfriar 1 g de água em 1°C. que torna-se agora uma associação de 2 Ω em série com 24 Ω em série com uma associação em paralelo de 15 Ω (12 + 2 + 1) com 6 Ω. 1 cal para variar de 1ºC.0. Sobre essa constante.3 m (E) divergente com f = .2008 Solução: O circuito inicialmente caracteriza uma ponte de Wheatstone. experimenta-se colocar. Todas foram posicionadas. a resistência de 4 Ω é anulada do circuito. sem que haja mudança de fase. (D) para fundir 1 g de água. alcançamos: f=1/0. pode-se dizer que é (A) convergente com f = + 0. colocando-se uma justaposta a outra. de forma que os planos aos quais cada uma pertence sejam perpendiculares ao campo magnético do ímã. de distâncias focais respectivamente iguais a 80 cm e 50 cm. queimando-o. Assinale a única afirmativa correta. ambas de lados iguais a L.

II.0 cm. já que a resistência é proporcional a L. (B) 4.0 cm. (E) 9. (D) As afirmativas I. já que a corrente elétrica é uma função linear de sqrt(3). sen15° = 0. O período do disco C é o dobro do período do disco B. de índice de refração 3 e sofrem um desvio lateral de 5 cm. Sabe-se que o vidro da janela ao lado.25) (A) 3. IV.0 cm. Os discos B e C têm a mesma velocidade escalar em pontos de seus perímetros. Logo a questão deve ser anulada. I. Os raios dos discos B e C são iguais e correspondem à metade do raio do disco A. aproximadamente. logo também é proporcional a 3L. De quanto seria. Solução: A alternativa (A) da questão é verdadeira. A alternativa (B) também é verdadeira. II. (B) As afirmativas II e I são verdadeiras.0 cm. esse desvio lateral.0 cm. de mesma espessura. (C) As afirmativas III e IV são verdadeiras. Sabe-se que o disco A move-se solidariamente com o disco B através de uma correia. (A) Apenas a afirmativa I é verdadeira. 4 . (E) As afirmativas I e IV são verdadeiras. (C) 5. (D) 6. III. para o mesmo ângulo de incidência do raio de luz que incidiu na primeira janela? (dado: índice de refração do ar = 1 . temos um sistema de transmissão de movimento de um dos motores auxiliares de um navio.EFOMM . A velocidade escalar de um ponto do perímetro do disco A é o dobro da velocidade escalar de um ponto do perímetro do disco C. Analise as afirmativas abaixo. 10ª Questão: Na figura acima. Solução: 11ª Questão: O Comandante de um navio observa que os raios de luz do sol formam ângulo de 30° com o vidro da janela do passadiço. assinale a alternativa correta. Com base nessas informações.2008 (D) O fluxo magnético através da primeira espiras será π vezes maior que o fluxo magnético através da terceira espira quando elas tiverem a mesma fase. B e C. formado por três discos A. e que os discos A e C estão ligados ao mesmo eixo central. IV são verdadeiras. têm um índice de refração 26 . As freqüências dos discos A e B são iguais. II. A velocidade angular do disco C é metade do disco B. (E) Os torques exercidos sobre a primeira e a terceira espira são iguais.

r = ângulo de refração cos π e sen ( 60 º − 30 º ) sen 30 º Logo : S = =e cos 30 º cos 30 º 5 e= (I) + 530 º d= Sabendo que o segundo vidro tem a mesma espessura. teremos que: (sabe-se também que o ângulo de incidência é o mesmo). 5 . temos que: nAR sen 60 º = n1 ⋅ sen α 1⋅ 3 = 3 ⋅ sen α 2 1 sen α = ⇒ α = 30 º 2 Pela equação do desvio lateral.EFOMM .2008 Solução: 1º experimento: AR 60º θ = 30 º n1 α  (espessura do vidro ) d 60 º Dados: θ = 30º n1 = 3 D = 5 cm n2 = 6 2 d’ = desvio lateral a ser calculado nAR = 1 Sen 13º = 0. temos que: e sen (i − π) i = ângulo de incidência .25 Segundo a lei de Snell-Descartes.

Segundo as informações.0 milhas a boreste (direita).2008 60 º θ = 30 º n2 γ d θ Pela lei de Snell-Descartes: Pela lei de Snell-Descartes: nAR sen 60 º = n2 sen γ 1⋅ 3 6 2 = sen γ = sen γ = = γ = 45 º / / 2 2 2 Pelo cálculo do desvio lateral. vale (A) 162 (B) 242 (C) 308 (D) 476 (E) 588 Solução: A 3m da base do cone. teremos que: e ⋅ sen ( 60 º −γ) d' = cos ( γ) Substituindo os dados e a equação (I) na equação (II): d' = 5 sen (60 º − 45 º ) 5 sen 15 º 30 ⋅ 0. A velocidade angular é aproximadamente 45 rad/s. (B) As afirmativas II e III são verdadeiras. Assim.0 ohm ALTERNATIVA A 12ª Questão: Um satélite meteorológico envia para os computadores de bordo de um navio conteneiro informações sobre um tornado que se forma na rota desse navio a 54. IV é impossível dimensionar o disjuntor. pois está subdimensionado. o tornado tem forma cônica de 252 m de altura e 84 m de raio. I o disjuntor protegerá a instalação no limite operacional. 6 .2 kW.25 ⋅ = ⋅ = tg 30 º cos ( 45 º ) 3 2 3⋅ 2 3 2 d’ ≅ 3. II o disjuntor desarmará. num ponto situado a 3 m do plano de sua base. sem margens. Assinale a alternativa correta. Dada a seguinte situação: “um eletricista de bordo resolve proteger a instalação de uma bomba auxiliar de 3. 220 volts monofásicos. O módulo da velocidade vetorial de rotação do tornado. 13ª Questão: Analise as afirmativas abaixo. logo a velocidade escalar do tornado é de 83 * 45 = 3735 m/s = 13446 km/h. III o eletricista deveria ter escolhido um disjuntor de 15 amperes.EFOMM . com um disjuntor de 10 amperes”. o raio é de 83m. (A) As afirmativas I e IV são verdadeiras. em km/h.

(C) As afirmativas I. Alternativa “A”.i. capaz de cumprir essas condições máximas operacionais é de. o cabo que sustenta uma lingada com 16 fardos de algodão prensado. capaz de elevar veículos de massa até 3 toneladas. precisaríamos fazer uma força de 30000/100 = 300 N na extremidade do elevador. de 40 kg cada um. i = 3200/220 = 14. (B) As afirmativas II e III são verdadeiras.40. I A segunda lei de Newton estabelece que a força resultante aplicada pode ser avaliada pela respectiva variação da quantidade de movimento.10 = 30000 N. aproximadamente. num par ação – reação.2008 (C) As afirmativas I e III são verdadeiras.54. (A) 200 (B) 220 (C) 270 (D) 300 (E) 410 Solução: O peso a ser elevado consiste em: P = m. A energia cinética (em joules).105 J. Assinale a alternativa correta. quando do impacto da carga no convés é (supor g = 10 m/s2).97x105 Solução: A energia cinética no impacto será igual a energia potencial gravitacional inicialmente armazenada no sistemas. Solução: I : Verdadeiro : segue diretamente do teorema do impulso – quantidade de movimento. (A) 1. 16ª Questão: Analise as afirmativas abaixo. Alternativa “D”.90 m de altura. Temos. rompe a 24.64x105 (C) 1. IV O que permite a um automóvel realizar uma curva é o fato de a resultante centrípeta ser a própria força de atrito. (E) Apenas a afirmativa IV é verdadeira.24 = 153600 J ~1. II : Verdadeiro: o nadador empurra a água para trás. portanto: E = m. III : Falso : o atrito estático depende da tendência ao movimento. a razão entre as suas áreas será de 100. utilizando-se canalizações de diâmetros 20 mm e 200 mm. a 3. em repouso. que o empurra para frente. IV: Verdadeiro. (D) As afirmativas III e IV são verdadeiras.veículos). (E) As afirmativas I.83x105 (E) 1.10.g. 14ª Questão: Deseja-se projetar um elevador hidráulico para um navio “Roll on – Roll off” (transporte . A força (em N) necessária a ser aplicada pelo sistema hidráulico. II e IV são verdadeiras. igualando-se a pressão nos dois lados do elevador hidráulico. Com isso apenas as alternativas II e III ficam verdadeiras. portanto.EFOMM . independentemente da força aplicada ao corpo. (D) As afirmativas II e IV são verdadeiras. aproximadamente (dado g = 10 m/s2). (A) As afirmativas I e III são verdadeiras. III A força de atrito permanece com valor fixo.0 m de altura do convés principal. Solução: P = U. II A força que desloca um nadador em uma piscina é um exemplo típico de aplicação da terceira lei de Newton. resultando na alternativa “B”.h = 16. 15ª Questão: Em um carregamento (carga geral).g = 3000. ALTERNATIVA C 7 . no tempo. Pelo princípio de Pascal. III e IV são verdadeiras. temos. enquanto não houver deslocamento.71x105 (D) 1. Como a razão entre os diâmetros do elevador hidráulico é de 10.5 A.54x105 (B) 1.

Qb =18 x 10-9 C (dado → cos 45o ≈ 0.4 segundos. A potência mecânica útil (em kW) do sistema de talhas utilizado é. conseguiuse remover uma camisa de massa 320 kg de um cilindro de 2. ou entre embarcações. é.3 m de comprimento. O trabalho realizado sobre o gás comprimido. Suponha que o cabo tenha 25.75 kW ALTERNATIVA A 20ª Questão: Parte da carga e do pessoal nas instalações da bacia de Campos é movimentada em “cestinhas”. altura 95cm e raio da base 9 cm. um pequeno ângulo de oscilação.75 (B) 2. aproximadamente.2008 17ª Questão: Seja um cilindro de aço de dimensões internas. (A) 3. ALTERNATIVA A 8 .EFOMM . aproximadamente. utilizado em uma experiência de laboratório. em joules.7) Sejam as cargas acima dispostas.4/4.4 = 1745W = 1. (A) 1.15 Solução: Física – Mecânica – Potência.55 (D) 4.30 Solução: . entre embarcações e plataformas. aproximadamente. Em não raras ocasiões.35 (E) 5. e a aceleração local da gravidade 10m/s2.4 metros de altura em 4.3 x 10 3 (D) 6. na qual um êmbolo comprime certo volume de gás a 1/9 do seu valor inicial.velocidade = Energia/tempo = mgh/t = 320x10x2. aproximadamente (considere g = 10 m/s2). o campo elétrico resultante (em N/C) no ponto P é. elas são suspensas por cabos tracionados por guinchos (proporções não respeitadas). A freqüência (em Hz) da oscilação é.25 (E) 0. o vento faz com que a cesta oscile.2 x 10 3 (E) 7. (A) 0.25 (C) 3.20 (D) 0. mantendo-se constante a pressão em 5 atm.10 (B) 0.6 x 10 3 (C) 5. (A) 14456 (B) 13555 (C) 12721 (D) 11432 (E) 10884 Solução: Trabalho = ALTERNATIVA E 18ª Questão: Qa = 12 x 10-9 C .15 (C) 0. Nível Fácil Temos que Potmotor = Força.1 x 10 3 Solução: 19ª Questão: Um sistema móvel de talhas é usado para remoção/troca de camisas em uma praça de máquinas.2 x 10 3 (B) 4. às vezes perigosamente.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful