You are on page 1of 1

Uma abordagem acerca da Colônia Agrícola Nacional de Goiás: A CANG

Levi Júnio de Camargo. Graduando em Licenciatura Plena em Geografia pela UEG/Unu Itapuranga – levijc.geo@gmail.com Marcelo Augusto Morais Martins. Graduando em Licenciatura Plena em Geografia pela UEG/Unu Itapuranga – marceloaugustom@hotmail.com

História – Políticas – Urbanização O seguinte proposto demonstra como se deu a construção da Colônia Agrícola Nacional de Goiás, discerne seu território ocupado bem como os avanços que aquele povoamento proporcionou ao Estado e ao município originado pela CANG. Este vem com o objetivo de levar ao público presente o conhecimento histórico e geográfico de uma das políticas de Getúlio Vargas e virá a possibilitar a exclusão de conceitos carapeteiros. A CANG se originou no período da Marcha para o Oeste na década de 1940 no vale do São Patrício, mais um esforço concreto dos governos federal e estadual no sentido de promover a conquista do oeste através da expansão da fronteira agrícola que deu mais oportunidades para quem sabia lidar com a agricultura e não tinha renda. Foi criada pelo decreto do ditador Getúlio Vargas, de 14 de fevereiro de 1941, a CANG ficou sob orientação e administração da Divisão de terras e Colonização do Ministério da Agricultura. Seu fundador e primeiro administrador foi o engenheiro agrônomo Bernardo Sayão que mais tarde construiu uma rodovia federal ligando a colônia ao terminal ferroviário de Anápolis. O colono chegava e ocupava a terra devoluta na esperança de uma futura legalização de sua posse, ou era assentado através do sistema de colônias oficiais ou particulares, onde recebia uma gleba de terra como propriedade para trabalhar com a sua família, ali o mesmo era condicionado a uma série de normas impostas pelo governo cujo deveria ser seguido rigorosamente para que um objetivo fosse alcançado. A instalação da CANG se assentou a margem esquerda do Rio das Almas, entre as confluências de seus tributários, Rio Verde, Córrego Grande e Rio São Patrício. A mata era derivada de rochas intrusivas, tais como gabros, dioritos, etc. Corresponde a solos excelentes, de argilas vermelhas friáveis, com grande quantidade de água, mesmo durante a seca, o que leva a uma virtude da excelência de seu solo, pois, permite o plantio de culturas esgotantes, como o milho, arroz, cana e café. Para o governo, a Colônia Agrícola Nacional de Goiás tinha como finalidade principal acelerar a conquista e a ocupação do oeste, através da expansão da fronteira agrícola e da modernização da produção no campo. A colônia provocou grandes mudanças geográficas em Goiás, como um exemplo o surgimento de outros municípios devido o excesso de migrantes que não queriam mais fazer parte da CANG. Um deles foi criado devido à falta de diversão noturna, outro devidamente pela Colônia, mas e o restante? Será que os colonos se revoltaram com as políticas de Bernardo Sayão? Ou será por que a realidade era diferente do que as propagandas mostravam? E por que Bernardo Sayão não criou alguma ação para conter o excesso de migrantes? Essas questões estão à mercê de respostas.

03..!03./:.&3:9.02047. .1.42  .9:7.7.3/402. 042.5:7.7938 7.04::89447. 0. 50.3.8..&.

.04.8F70/03472. /4 #4 /.3.:9:7.390 . 1.3.7.05. :2.J548/0./23897.10774.8 .4 /00../440./.0784 349:73.3.97..880394: . 4 2082407.43. 8:.  20824 /:7.0H3.4 90723.3.07. .434:.4  2.84:5.7J.97..4 08903. 574..80./:./4./47 0 572074 .4/..J54473.6:028../4.8 /0094'.4.8 :2 081474 .4434. 97.42448..5.4  80:39057454894/0243897.39086:0346:07..  47708543/0 ..2 2./47094'./23897.7../0. 0-..3. .7 . .08  .42 7.43..4.5.42480/0:.430.7E.7094/4/9..7J.20394 574547.7J...4.49.79:/0 /.74:.97.708 43/0 70./0./.  4 6:0 0.04.43..443488070.574/:434. .7/4$...0-./4-02...86:089080894207. !4J9.24/073.43.0.40047E1.424 574570/. . 80.42.7.254   .8 ./47 14 4 0303074 ./.7.43.3/00#4$4!.. 2.45-.073080:90779O744..8 2. 1.43.434.F8 /...0884/027.1743907. 6:0 /0: 2.4 : 807E 547 6:0 ..42.2039050.:9:7.  $0: 1:3/.8 /0 073./0573..8 17E.424 .:5../4  1. /0 9077.39/. 2.4/440890 .0720. /07. /0 80: 844  548  507290 4 5...489.:5.8047089.97J.:2.0.73424 073./.5488-9./40.8 9. 05.7094 /48 4.3486:0.-.7. /0 74.0.43.824897.43.8   .4 6:0 2.7.7.504/0.4/.8 /0/010.-748  /47948  09.7./0 34.80443./4   389. 0 089.0884/0 27.07074/0 .7.3.1743907.394/0.08507.-./.45.8 047E1.. 890.0948. :2. 07.0734.43907 40.4.F8/.436:89...0.7.4:9.703/.   &2 /008 14 .42413.4: 7.4. 10/07..8 02 4E8  .. 8448 0.7.:84/0.7.. 0 /.424424 .25476:0073.390$07E6:048. 2.702 086:07/.H/07085489.8 397:8.43/.43.F8/488902.07348 10/07./0:2.4..43897:: :2.4:84-47039.:.390888.7/0 .8 5745..43897:4/./. .431:H3.0734 . 7.42  89O7.9...03493.436:89.4/0 8:.3..  80 .43.5:7.79.7./0 5.203905. /4 40890.790 /./4 /0.54880 4:07...4/0:2./0 /0 E:..6:0:24-09. . /04E8 /8.8  9.2.42:3.9077.4/4389F74 /.825489.9.:2. /0 /./085.8 54J9.84 /09077..384 /.E74/03E548  .7.3/4 .2J..3908 .7/4 $.007.0.4 0.854J9.80849..4570803904.7/4 $.4244-09./.07 5.:5.  4..3/.7./.8 1. 70.::8942492.774 .8  03970 ..8 &7-..384/.1F  !.7.85044.8 . 74/4. ./450.5090748  804734:34507J4/4/.3/0 6:.003908  /0 .88039.3/08 2:/.8/080:897-:9E748 #4'07/0 O77047...1:9:7.414880.7.807 80:/474748./0 07.4 2.42 .841.6:0054.. .8 45479:3/.. 34 8039/4 /0 57424.0/4 $4!../F.&3:9.44.7J.07. /1070390 /4 6:0 . 0.:9:7.4..02.  .7..:4/0.7.7.97J./04E893.  4:974 /0.2039489O7.4 /.424 :2 00254 4 8:720394/04:9748 2:3.43.