ASSISTÊNCIA AO RECÉM NASCIDO DE TERMO NORMAL

 Preparo  Antecipação equipamentos equipe habilitada ANAMNESE MATERNA  Antecedentes clínicos  Antecedentes obstétricos  Gestação atual Importante: Ausência de pré-natal HAS Diabetes Isoimunização Rh Moléstia hipertensiva específica da gravidez Infecções Polidrâmnio ou oligoâmnio Gestação múltipla Retardo de crescimento intra-uterino Pós-maturidade  Trabalho de parto  Parto Importante: Apresentações anômalas Trabalho de parto prematuro Trabalho de parto prolongado Líquido amniótico meconial Amniorexe > 24hs DPP Placenta prévia

adrenalina*. reservatório ou traquéia.Prolapso de cordão Derivados opióides até 4hs antes do parto CUIDADOS INICIAIS  Berço aquecido  Fonte de aspiração (10cmHg)  Fonte de oxigênio (5l/min)  Materiais de fixação (micropore. cânulas para intubação e laringoscópio)  Medicações (bicarbonato de sódio*. aspirador de mecônio)  Materiais de ventilação (ambu. seringas. gluconato de cálcio) *já preparados na seringa  Material para cateterização de coto umbilical  Luvas estéreis para a manipulação do RN RECEPÇÃO DO RN  Pegar o RN em campos estéreis e aquecidos  Levar o RN ao berço aquecido  Manter as vias aéreas pérvias (leve extensão do pescoço)  Secar o RN rapidamente e retirar os campos úmidos  Aspirar os 2 lados da boca*  Aspirar as 2 narinas  Evitar o reflexo vagal (receptores parassimpáticos na região posterior da orofaringe → apnéia e bradicardia) se necessário . máscaras. esparadrapo)  Materiais de aspiração (sonda gástrica e traqueal. naloxone.

artéria umbilical única pode estar associada a malformações do TGU ou síndromes genéticas  Profilaxia da oftalmia e vulvovaginite gonocócica: uso do nitrato de prata a 1%.AVALIAÇÃO INICIAL  Respiração: espontânea e regular  FC > 100  Cor: rósea ou cianose de extremidades BOLETIM DE APGAR  FC  Cor  Irritabilidade reflexa  Esforço respiratório  Tônus muscular CONDUTA COM O RN NORMAL  Cordão umbilical: esticá-lo levemente. clampear a 3 cm da base e cortar acima do clamp. 2 gotas nos grandes lábios  Permeabilidade nasal e do TGI: importante para o diagnóstico de atresia de coanas e de esôfago. meconial ou purulento fazer lavagem gástrica com água destilada. Em seguida. O aspirado gástrico deve ser um líquido claro (até 20 ml).5mg para RN pré termo) notas de 0 a 2 para cada item avaliar no 1º e 5º minutos (para o RN normal) . 1 gota em cada olho e. introduzir cerca de 3 cm da sonda no canal anal  Profilaxia da doença hemorrágica do RN: administrar vitamina K por via IM (1mg para RN a termo e 0. a medida correta da sonda é feita da base da orelha até o nariz e deste até o apêndice xifóide. verificar os vasos (2 artérias e 1 veia). Se hemorrágico. para as meninas.

 Exames de rotina: tipagem sanguínea da mãe e RN (com Coombs). fazer a avaliação da idade gestacional pelo método de New Ballard (mais utilizado) ou Capurro e. fenilcetonúria. se tudo bem. comprimento e perímetros cefálico. Colocar a identificação no RN: pulseira plástica em mão e pé  Realizar as medidas: peso. Quanto à idade gestacional:  Pós termo: > 42 semanas  Termo: 37 a 42 semanas  Pré termo limítrofe: 36 a 37 semanas (não completas) .  Repetir o exame físico com 1 e 6hs de vida. RN . CLASSIFICAÇÕES DO RN 1. anemia falciforme e fibrose cística) ATENÇÃO: poderão ser realizados outros exame sou sorologias de acordo com o caso e as suspeitas clínicas. desde que esteja tudo bem com mãe e RN  O RN deve sair do hospital com a declaração de nascido vivo para que possa ser registrado. torácico e abdominal  Classificação do RN: Quanto à idade gestacional Quanto ao peso Quanto ao peso em relação à idade gestacional  Checar as identificações: mãe – impressão do polegar direito e pulseira no punho esquerdo. “teste do pezinho” após 48 hs de vida (triagem neonatal para hipotireoidismo congênito. liberar o RN para o alojamento conjunto  Tempo de internação em geral é de 48hs para parto normal e 72 hs para parto cesária.impressões plantar e do polegar direito e pulseiras no punho e tornozelo esquerdos.

os fetos com mais de 500g ou com pelo menos 25 cm de comprimento ou com pelo menos 20 a 22 semanas de gestação. Pré termo moderado: 29 a 35 semanas  Pré termo extremo: < 28 semanas 2.500g a 2. .000g 3. Independentemente de sobreviverem ou não na sala de parto.999g  Baixo peso: < 2. portanto.000g  Peso insuficiente: 2.500g  Peso adequado: > 3. devem ter registro e notificação.500g  Muito baixo peso: < 1. Quanto ao peso em relação à idade gestacional:  Adequado para a idade gestacional (AIG): entre os percentis 10 e 90 da curva de peso para idade gestacional  Pequeno para a idade gestacional (PIG): abaixo do percentil 10 da curva  Grande para a idade gestacional (GIG): acima do percentil 90 da curva Observação: Devem ser considerados “nascimentos” e.Quanto ao peso:  Excessivamente grande: > 4.500g  Extremo baixo peso: < 1.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful