UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS PIPA II

São José do Rio Preto 2010

Flávia Gomide Cunha - RA: A584EA-5 Hélio Henrique da Silva Junior - RA: A61EIE-0 Karen Cristina Rosales - RA: A606GF-4 Marina Albanezi Guedes Pereira - RA: A6135A-9 Rogério de Abreu Berton Esteves Dias - RA: A5535C-2

Bermar® Indústria e Comercio LTDA Tecnologia da Informação e Gestão

Professor: Rui Dezani

São José do Rio Preto 2010

2

SUMARIO

Introdução..................................................................................................04

1. Perfil da Organização...........................................................................05

2. Identificação dos Sistemas de Informação........................................08

3. Descrição dos Métodos e Processos em uso na Organização.......12 4. Análise dos Sistemas de Informação ................................................27

5. Análise dos Métodos e Processos em uso na Organização............29

Conclusão..................................................................................................30

Bibliografia.................................................................................................31

3

.

INTRODUÇÃO
O APS é um trabalho no qual fundamento é serem postas em pratica, a teoria apresentada em sala de aula; e por esse motivo, escolhemos uma empresa para ser analisada. Nesse semestre propomos a empresa Bermar®, que atua no ramo metalúrgico voltado a produtos alimentícios. Foram feitas perguntas ligadas as formas de gestão empresarial e principais sistemas de informação usada no dia a dia da empresa, contudo foi permitido a nós analisar e avaliar esta empresa; com base em pesquisas e analises de gestão dadas em sala de aula e através do questionário feito ao responsável (modelos aplicados na empresa, como são desenvolvidas, etc.) e também sobre tecnologia da informação (tipo de tecnologia usada, por quem é utilizada, etc.), e por fim, questões relacionadas a concorrência de mercado.

4

pois tem o processo de transformação das matérias-primas desde o corte das chapas. Todos os produtos têm a sua devida importância para a organização. entre outros. principais produtos e processos e composição da força de trabalho. ROTEIRO DE CONTEÚDO DO PIPA II TEMA: TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E GESTÃO 1 1. pois cada um atinge um mercado diferente. é uma metalúrgica voltada para o ramo alimentício. cozinhas escolares). até chegar ao produto final. cortadores de frios para supermercados e padarias. dados e fatos relevantes da origem da organização. natureza e ramo de atuação. 1. em relação aos processos a opinião do empresário é a mesma. Bermar® Indústria e Comercio LTDA. liquidificadores. tais como as serras fitas e os moedores de carne para açougues. porém o carro-chefe da empresa é o cortador de frios automático. liquidificadores basculantes voltados ao preparo de alimentos em grandes escalas (ex: penitenciarias.. moedores de carnes. pois cada um dos equipamentos completa o outro. informações sobre o porte da empresa. serras fitas. 5 .2 Principais equipamentos. tendo sua venda voltada para o atacado. Do ponto de vista do empresário a firma não possui um único equipamento como principal.1 PERFIL DA ORGANIZAÇÃO Denominação e forma de constituição. sua principal atividade é o desenvolvimento e a fabricação de máquinas. até o processo de finalização da mercadoria quando elas recebem a pintura e o acabamento. A empresa está em fase de transição de pequeno para médio porte. como cortadores de frios.

com qualidade pouco inferior. principais segmentos desses mercados onde se encontram os clientes-alvo. sorveterias.3 Principais mercados e. no ramo de atuação. porém com preços mais baixos. 1. com os mesmos pontos fortes a Cience (localizado também Santa Catarina) outro concorrente é a Visa (em Santa Catarina) com qualidade inferior. um forte concorrente. a Becaro (localizada em São Paulo) que fabrica moedores de carne. Porem a distribuição de seus produtos é feita através de representantes. mercearias). 1.. e sim concorrentes para determinados produtos. 6 . por esse motivo eles não têm um concorrente de modo geral. que vendem para lojas revendedoras e assim chegando ao cliente final. A gama de produtos é bem diversificada. pois possui mercadorias de qualidade e com um preço acessível ao mercado.4 Principais concorrentes da organização e aspectos relevantes de cada um. médio (ex: supermercados). cozinhas industriais). por exemplo: Na linha de picadores e moedores de carne é a Caff (localizada em Rio Claro). e grande porte (ex: frigoríficos. o qual é dividido em vários segmentos. açougues. O mercado industrial é o principal consumidor de seus produtos. com uma gama de produtos parecidos com os da Bermar® é a Brusque (localizada em Santa Catarina). hipermercados. casas de sucos. que do mesmo modo da Vision valoriza o preço mais baixo. contendo empresas de pequeno (ex: padarias.

5 Organograma 7 . 1..

Abertos: há total interação com o seu ambiente.. 8 . Complexos: Possuem muitos componentes que se relacionam ou se interagem de forma interdependente. Os sistemas podem ser classificados a partir de certas características: Simples: Algumas partes e componentes se relacionam ou se interagem de forma simples e direta.1 IDENTIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Definições de Tecnologias da Informação e de Visão Sistêmica da Organização Sistema – É um conjunto de partes ou módulos. Os sistemas de informação podem ser classificados pelo tipo de apoio e recursos que oferecem a uma organização. os quais formam um todo com objetivo comum. Estáveis: não sofrem grandes alterações durante a sua existência ou utilização. 2 2. TI – Tecnologia da Informação é o conjunto de recursos computacionais e que faz uso das telecomunicações para obtenção. Permanentes: possuem características que permitem a sua existência prolongada. independentemente das mudanças no ambiente. Temporários: devido às características tem a sua existência reduzida. processamento e transmissão das informações. É um conjunto de elementos que estão dinamicamente relacionados e esse dinamismo sugere a possibilidade de evolução. Fechados: não há nenhuma interação com o seu ambiente. Não-Adaptáveis: são inflexíveis e não passíveis de alteração. Dinâmicos: sofrem várias alterações durante a sua existência ou utilização. Adaptáveis: são flexíveis e passíveis de alteração conforme as mudanças no ambiente.

SPT – Sistemas de Processamento de Transações: são sistemas que dão apoio às operações: são sistemas gerados pelas. Criar. Os sistemas de apoio às operações enfatizam a produção de informações específicas que possam ser mais bem utilizados pelos funcionários que executam diretamente o trabalho fim da empresa: produzir. contabilizar etc. SAG – Sistemas de Apoio Gerencial que auxiliam os gerentes na tomada de decisões. e utilizados nas operações empresariais. 4. entregar. SIE/EIS – Sistemas de informação executiva – oferecem informações essenciais a partir de uma ampla variedade de fontes internas e externas. Eles produzem grande variedade de informações para uso interno e externo.  SAD – Sistemas de apoio à decisão – dão apoio por computador diretamente aos gerentes durante o processo de tomada de decisão. vender. vários tipos principais de sistemas de informação apóiam uma série de responsabilidades  da tomada de decisão. São eles: SIG – Sistemas de informação gerencial – fornecem informação na forma de relatórios e demonstrativos para os gerentes e muitos profissionais de empresas. Em termos conceituais. manter e atualizar bancos de dados da empresa. Apoiar as comunicações e a colaboração dos funcionários da empresa. Propiciar informação e suporte para a tomada de decisão de todos os tipos de gerentes e profissionais de negócios é uma tarefa complexa que exige informações confiáveis.   SE – Sistemas especialistas: sistemas baseados em informações acumuladas que geram o conhecimento necessário para a orientação 9 . O papel do sistema de apoio às operações de uma empresa é permitir: 1. que apresenta as informações em demonstrativos e gráficos para executivos e gerentes. 3. Processar as transações eficientemente.. estocar. 2. pagar. Controlar os processos industriais e/ou de serviços.

a pronta entrega. e a distribuição. especializada e agem como consultores especialistas para os usuários. Trata-se de um reexame fundamental e um redesenho completo de processos de negócios para alcançar melhorias dramáticas no custo. A reengenharia (BPR) promove a inovação empresarial estratégica visando melhorias nos processos empresariais.  SC – Sistemas colaborativos: são baseados no conhecimento e apóiam a criação. qualidade. Exemplos: análise de risco de crédito e investimento. Isso pode envolver muitas características e atributos. Uma tendência importante nessa área é conhecida por Gestão da Qualidade Total (TQM). Uma das mais importantes estratégias competitivas da atualidade é a reengenharia de processos de negócios BPR .  Maior flexibilidade para atender as exigências e hábitos do cliente. 10 . tais como o desempenho. A TQM utiliza diversas ferramentas e métodos para propiciar esse diferencial:   Qualidade dos produtos ou serviços que os torna mais atraentes. de maior sucesso no mercado e mais competitiva. organização e disseminação de conhecimento dos negócios aos funcionários e gerentes de toda a empresa.. estratégias de propostas de vendas e sistemas de resolução de problemas do cliente.Business Process Reengineering são melhorias que visam uma aproximação da gerência por meio do aumento da eficiência e a eficácia dos processos no qual existem dentro das organizações. a ampla rede de assistência técnica etc. a produção. A Gestão da Qualidade Total (TQM) enfatiza a melhoria da qualidade focada nas exigências e expectativas do cliente de produtos e serviços. a durabilidade. Prazos mais curtos e menos variáveis entre o projeto. velocidade e atendimento. Exemplos: o acesso a intranet para melhores práticas de negócios. comparativo entre produtos concorrentes. de forma que uma empresa possa se tornar uma concorrente muito mais forte. a confiabilidade.

 Dimensão Perfeita. Enfatiza que a maioria dos clientes deseja o menor custo por valor recebido. Produtos ou serviços de valor agregado são preferidos quando solucionam problemas com base nas necessidades do cliente.  Cooperar. desenvolvido pela AVNET Marshall ilustra esses princípios num modelo sucinto para atender seus clientes na forma mais ágil e responsável:  Dimensão Grátis. Isso significa cooperação interna e. Perfeito. Empresas ágeis se utilizam da capacidade de pessoas e informações estimulando um espírito empreendedor e oferecendo incentivos aos funcionários para exercerem a responsabilidade.  Organizar. Empresas ágeis recompensam os clientes com soluções aos seus problemas ou necessidades. Esse é um componente-chave que eventuais concorrentes ágeis se utilizam para fornecer respostas rápidas ou alterar condições numa tentativa de sufocar a mudança nela mesma. a adaptabilidade e a inovação. aquilo se conhece como cluster. em grande medida. quando necessário. As quatro estratégias fundamentais para criar a competição ágil são:  Recompensar os Clientes. Enfatiza que produtos e serviços devem ser. O modelo empresarial Grátis. Empresas ágeis organizam-se para controlar ou antecipar possíveis mudanças e incertezas. às vezes. Uma empresa ágil depende.  Alavancagem pessoal e informação. com 11 . mas estão dispostos a pagar mais por um serviço de valor agregado. da tecnologia da informação para controlar processos empresariais. além de livres de defeitos possuírem alta qualidade e personalização. Empresas ágeis cooperam para ampliar a competitividade formando.  Custos menores por meio da redução de retrabalho e eliminação de desperdício. cooperação com concorrentes (nestes casos: parceiros) a fim de trazer produtos e serviços mais rapidamente ao mercado. Agora.  Agilidade no desempenho competitivo para reagir diante da concorrência é a capacidade de uma empresa prosperar em mercados mundiais em rápida transformação que aumenta seu desempenho configurados para o conquistar cliente..

“Eles precisam demonstrar disposição de compartilhar infraestruturas e riscos. prazos curtos de entrega e conhecimento do prazo de vida dos produtos oferecidos. por isso. Para obter e manter sucesso a empresa virtual deve possuir seis características: 1. características adicionadas antecipando eventuais necessidades do cliente. Elas devem oferecer mais do que produtos ou serviços. Precisam acessar novos mercados e compartilhar o mercado ou a lealdade do cliente. se esse possível. 3. 4. Adaptabilidade: Ser capaz de se adaptar a um ambiente empresarial variado e em rápida mudança. mercado. operada e dissolvida para explorar oportunidades de negócios que aparecem e desaparecem. são confiáveis e demonstram confiança mútua em seus relacionamentos de negócios. Tecnologia: se utiliza de tecnologia da informação e outras tecnologias necessárias para oferecer todas as soluções aos clientes. Oportunismo: Criada. Baseada na confiança: Há o conceito de parceira e. reconhecimento mundial desejar conquistar Obviamente.. devem proporcionar o conceito de soluções completas. 6. Enfatizam que os clientes desejam acesso em tempo total a produtos e serviços. Sem Fronteiras: Congrega todas as competências e recursos de parceiros empresariais em soluções integradas para atender o cliente. é indispensável conectar-se de forma consistente por meio de tecnologias de Internet. 5. enquanto amplia as instalações e a cobertura do mercado.  Dimensão Agora.” 12 . 2. Excelência: Precisa desenvolver se excelência e.

2 Principais tecnologias empregadas e as principais soluções adotadas. Para o gerenciamento dos departamentos de Recursos Humanos e da Contabilidade são utilizados programas específicos para cada um deles. quanto às soluções adotadas. pois permite um acesso rápido e descomplicado às informações essenciais. para armazenamento de dados sobre produtos. pela Bermar.2. Siscom é o programa utilizado. clientes.. Quando entra um pedido.1 Principais sistemas de informação em uso na organização e sua finalidade. setor de exportação. pois as informações dos respectivos setores são confidenciais e não podem ser acessadas por outros departamentos. fornecedor e insumo. o qual é responsável pelo controle de peças utilizadas nos produtos. gera-se uma ordem de produção de peças necessárias para a fabricação dos produtos. a conexão das informações seria um dos diferenciais para um bom funcionamento dos processos em andamento na empresa.2 INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO 2. setor de controle de produção e almoxarifado. 2. porém somente tem acesso ao programa setores fundamentais da organização. no qual os únicos que tem acesso completo ao sistema são os sócios da empresa. são eles: setor de emissão de notas. visando a integração das informações dos sistemas. 2. 13 . Todas as informações estão disponibilizadas no Siscom.2.

para os clientes s informações estão disponibilizadas através do site (www. por meio de um canal de acesso restrito confiado somente a ele. no entanto. A confidencialidade e integridade são mantidas através de senhas pessoais. 2. porém. 14 . As informações sobre produção são disponibilizadas aos usuários.3 Métodos utilizados para garantir a atualização. 2. confidencialidade. alguns setores possuem acesso às informações de outros setores. A atualização é feita pelo programador que presta serviços à Bermar. no entanto apenas a diretoria possui total acesso às informações de todos os setores. informações relacionadas às exportações estão disponibilizadas no Data Base (Banco de Dados) da empresa.bermar. através de planilhas e relatórios contendo informações sobre peças que serão necessárias para a montagem das maquinas referentes aos pedidos já lançados no sistema. a disponibilidade das informações varia de acordo com o grau de importância das mesmas.ind. cada setor tem acesso apenas às informações que dizem respeito a sua área de atuação. localização visual (mapas) de seus revendedores espalhados por todo Brasil. integridade e disponibilidade das informações. exemplos: O almoxarifado não tem acesso às informações relacionadas a finanças. canais de acesso.br) que contem informações sobre os produtos..2.4 Meios como as informações necessárias são colocadas à disposição dos usuários (partes interessadas que trocam informações com a organização). que é executado pelo Siscom. essas atualizações são realizadas quando há necessidades de melhorias e podem ser feitas à distancia pelo programador.2. o setor de assistência técnica não tem acesso às informações de exportação.

concluímos que a ordem de entrada dos pedidos é um dos critérios para comparar a importância das informações. 15 . procurando saber quantos clientes estão comprando nessas empresas e o que esses clientes pensam a respeito do atendimento. a Bermar está sempre atento aos sites dos seus concorrentes para saber de mercadorias novas a serem criadas e novidades sobre no que eles vão inovar e também seus representantes também vão atrás de informações nos quais podem ajudar a Bermar. pois as mercadorias são fabricadas conforme são feitos os pedidos. 2. mesmo que imprevistos sempre acabem ocorrendo. se os operários estão produzindo em uma escala continua ou se a produção está caindo. para que se possa fazer algo para fazer com ela aumente. Os critérios utilizados pela empresa para comparar suas tecnologias com as dos concorrentes.. a empresa não trabalha com mercadorias em estoque. pois são mercadorias de alto custo e o giro das mesmas é muito alto. e por qual motivo que a produtividade caiu. A empresa procura acompanhar diariamente o desenvolvimento dos pedidos e o volume de peças necessárias para manter o calendário de entrega em dia. são através de pesquisa que mostram quanto às empresas estão vendendo.2 Critérios utilizados para definir a pertinência das organizações para efeito de comparação. sendo assim. também é analisada a produtividade da empresa.3.3 INFORMAÇÕES COMPARATIVAS 2.1 Critérios utilizados para determinar quais as informações mais importantes a serem comparadas.3. 2. das disponibilidades de informações que eles têm sobre produtos da empresa.

alterar ou apenas acrescentar dependendo da sugestão feita. para que possa continuar atendendo as necessidades da organização. que vai modificar. 2.3 Inovações e melhorias implementadas em decorrência da análise e uso das informações comparativas. é feito pesquisas com os usuários para saber da qualidade do site. 16 .3. no que diz respeito ao funcionamento de todos os processos.. São implementadas informações em decorrência de análise de como o programa está funcionando. o que está precisando ser aperfeiçoado ou o que precisa-se mudar e com base nesses critérios o empresário filtra as informações para assim fazer um pedido de melhorias nesse sistema através do programador. se ele está mostrando o que é realmente necessário ou se está mostrando informações desnecessárias para a operação que está sendo designada. Sempre que necessário o programa passa por inovações e melhorias.

1 Administrar é resolver problemas Administrar é fazer as coisas através das pessoas Administrar é ser eficaz com a maior eficiência possível Administrar é realizar o PA – Processo Administrativo. estrutura.Teoria Geral da Administração foi construída. A TGA . Organizar. ao longo do tempo por várias correntes teóricas (correntes de pensamento. Dirigir e Controlar. Essas escolhas constituem as variáveis básicas das escolas administrativas e são as seguintes: tarefas. ou escolas.  · habilidades conceituais (relacionadas com o trabalho com ideias e abstrações). 17 . pessoas. com processos materiais ou físicos). Cada uma dessas teorias propôs a sua visão baseada em estudos que fez com foco (ou ênfase) em algum assunto ou tema. ou seja: Planejar. que foram assim apresentadas pelo pesquisador Robert KATZ:  · habilidades técnicas (relacionadas com o fazer.. ambiente e tecnologia.  Para o exercício dessa profissão são necessárias algumas habilidades. ou simplesmente. Algumas dessas possíveis definições:     3. ou abordagens. O profissional responsável pelo exercício da administração é o administrador. 3 DESCRIÇÃO DOS MÉTODOS E PROCESSOS EM USO NA ORGANIZAÇÃO A Administração e suas perspectivas: delineando o papel da administração Administrar poder ser definido de várias maneiras. teorias).  · habilidades humanas (relacionadas com a interação entre as pessoas) e.

comercial. Outra diferença marcante é que Taylor pregava a supervisão funcional pelo qual o 18 . Fayol pensava a organização dos dirigentes (nível institucional). contábil e administrativa). Antecedentes históricos da administração: preparando as condições para a moderna empresa Durante a sua evolução a administração sofreu e sofre influencia de vários setores. Por outro lado. financeira. de segurança. da padronização dos métodos e da especialização do trabalho buscava as condições que permitissem ao operário produzir com o máximo de eficiência. Taylor se preocupou com a Organização Racional do Trabalho (ORT). Taylor teve experiência como consultor técnico e Fayol foi um grande administrador de cúpula. CHIAVENATO acrescenta uma sexta variável: a competitividade. Fayol deu foco à estrutura. existem pontos de divergências muito marcantes entre a Administração Científica de Frederick Taylor e a Teoria Clássica deHenri Fayol. enquanto Taylor deu ênfase à tarefa. tais como:       Influência dos filósofos Influência da Igreja Católica Influência da organização militar Influência da Revolução Industrial Influência dos economistas liberais Influência dos pioneiros e empreendedores ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO Apesar de serem utilizados por alguns como sinônimos.. Segundo Chiavenato (2003). enquanto Taylor pensava a organização a partir dos operários (nível operacional). Fayol enfatizou a estrutura dividindo a organização em cinco funções (técnica. do estudo da fadiga humana. Ou seja. que por meio da análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos. os quatorze princípios gerais da Administração e os cinco elementos da Administração (POCCC). definindo os dezesseis deveres dos gerentes. Essa diferença tem explicação na vivência dos dois.

19 . operário poderia ter um supervisor para cada área.. Estudo de Tempos e Movimentos 1830      eliminação de todo o desperdício de esforço adaptação dos operários à própria tarefa treinamento do operário para melhor responder as exigências do trabalho maior especialização das atividades estabelecimento de normas detalhadas de atuação no trabalho Objetivos -> Especialização / Normas de trabalho Ergonomia: Melhora a adaptação do homem Homo economicu: Influenciado pela recompensa Teoria Clássica da Administração A Teoria Clássica da Administração foi idealizada por Henri Fayol. Caracterizase pela ênfase na estrutura organizacional. Henri Fayol defendia princípios semelhantes na Europa. Paralelamente aos estudos de Frederick Winslow Taylor. pela visão do homem econômico e pela busca da máxima eficiência. Enquanto os métodos de Taylor eram estudados por executivos Europeus. Sofreu críticas como a manipulação dos trabalhadores através dos incentivos materiais e salariais e a excessiva unidade de comando e responsabilidade. os seguidores da Administração Científica só deixaram de ignorar a obra de Fayol quando a mesma foi publicada nos Estados Unidos. É preciso também ressaltar os pontos de convergências entre as duas as teorias da Abordagem Clássica como: a concepção de homo economicus segundo a qual as vantagens financeiras são os únicos fatores motivadores e o mesmo objetivo (máxima eficiência). enquanto Fayol defendia o princípio da unidade de comando que dizia que cada subordinado só pode ter um superior. O atraso na difusão generalizada das idéias de Fayol fez com que grandes contribuintes do pensamento administrativo desconhecessem seus princípios. baseado em sua experiência na alta administração.

Necessidade de estabelecer regras de conduta e de trabalho válidas pra todos os funcionários.  Ordem . Direitos iguais.. preservando um lugar pra cada coisa e cada coisa em seu lugar. favorecendo a eficiência da produção aumentando a produtividade. assim.  Unidade de direção .Deve ser mantida em toda organização.  Disciplina .A justiça deve prevalecer em toda organização.  Remuneração .  Eqüidade .  Autoridade .Um funcionário deve receber ordens de apenas um chefe.Os interesses gerais da organização devem prevalecer sobre os interesses individuais.  Centralização (ou Descentralização) . Responsabilidade é a contrapartida da autoridade.  Unidade de comando .  Linha de Comando (Hierarquia) .Uma rotatividade alta tem conseqüências negativas sobre desempenho da empresa e o moral dos funcionários. 20 . A ausência de disciplina gera o caos na organização.  Subordinação dos interesses individuais(ao interesse geral) . Princípios Básicos Fayol relacionou 14 princípios básicos que podem ser estudados de forma complementar aos de Taylor:  Divisão do trabalho . respeitando à risca uma linha de autoridade fixa.  Estabilidade dos funcionários .O controle único é possibilitado com a aplicação de um plano para grupo de atividades com os mesmos objetivos.Deve ser suficiente para garantir a satisfação dos funcionários e da própria organização.Especialização dos funcionários desde o topo da hierarquia até os operários da fábrica.As atividades vitais da organização e sua autoridade devem ser centralizadas. evitando contra-ordens.Defesa incondicional da estrutura hierárquica. justificando a lealdade e a devoção de cada funcionário à empresa.Autoridade é todo direito dos superiores darem ordens que teoricamente serão obedecidas.

para que defendam seus propósitos Funções Básicas de Qualquer Empresa 1. As funções administrativas coordenam as demais funções da empresa.O trabalho deve ser conjunto. sejam humanos. registros.. facilitado pela comunicação dentro da equipe. Funções administrativas – relacionadas com a integração das outras cinco funções. Funções Administrativas  Planejar . ou seja.  Espírito de equipe . 2. Funções comerciais .  Iniciativa . 5. 4. Funções técnicas – relacionadas com a produção de bens ou de serviços da empresa. já que servirá de base diretora à operacionalização das outras funções. Funções contábeis – relacionadas com inventários. Funções financeiras – relacionadas com a procura e gerência de capitais. financeiros ou materiais. especificando a forma como serão alcançados.É a forma de coordenar todos os recursos da empresa. 6.Faz com que os subordinados executem o que deve ser feito. venda e permutação. balanços. que a forma como administradores e subordinados se influenciam 21 . Os integrantes de um mesmo grupo precisam ter consciência de classe. Pressupõe que as relações hierárquicas estejam claramente definidas. alocando-os da melhor forma segundo o planejamento estabelecido.Deve ser entendida como a capacidade de estabelecer um plano e cumpri-lo. Parte de uma sondagem do futuro.Estabelece os objetivos da empresa. Funções de segurança – relacionadas com a proteção e preservação dos bens e das pessoas.  Comandar .relacionadas com a compra. custos e estatísticas. É a primeira das funções.  Organizar . 3. desenvolvendo um plano de ações para atingir as metas traçadas.

 A empresa como sistema fechado -> A partir do momento em que o planejamento é definido como sendo a pedra angular da gestão empresarial.  A inexistência de fundamentação científica das concepções -> Não existe fundamentação experimental dos métodos e técnicas estudados por Fayol. Organizar. Os princípios que este apresenta carecem de uma efetiva investigação. ( no lugar de Comandar e Coordenar) Uniram-se essas duas funções porque o objetivo é o mesmo.  Controlar . 22 . Diferente dessas funções. hoje usa-se apenas: Planejar.A implantação de qualquer planejamento seria inviável sem a coordenação das atitudes e esforços de toda a empresa. Fayol focou seus estudos na unidade do comando. O controle das atividades desenvolvidas permite maximizar a probabilidade de que tudo ocorra conforme as regras estabelecidas e ditadas. não resistindo ao teste de aplicação prática..  Coordenar . Em função disso. é difícil imaginar que a organização seja vista como uma parte isolada do ambiente. autoridade e na responsabilidade. esteja explícita. Críticas sobre a Teoria Clássica  Obsessão pelo comando ->Tendo como ótica a visão da empresa a partir da gerência administrativa.  Manipulação dos trabalhadores -> Bem como a Administração Científica. almejando as metas traçadas. é visto como obcecado pelo comando. desenvolvendo princípios que buscavam explorar os trabalhadores.Controlar é estabelecer padrões e medidas de desempenho que permitam assegurar que as atitudes empregadas são as mais compatíveis com o que a empresa espera. Dirigir ou Executar e Controlar. assim como o grau de participação e colaboração de cada um para a realização dos objetivos definidos. fora tachada de tendenciosa.

diminui e tende a nivelar-se. mais aumenta a proporção das outras funções da empresa e. Em outros termos. A equivalência entre capacidades se estabelece no nível do terceiro ou do quarto grau da hierarquia. o coeficiente aumenta à custa dos das outras funções que diminuem. À medida que se desce na escala hierárquica. mas é distribuída proporcionalmente entre todos os níveis hierárquicos. b) À medida que se eleva na escala hierárquica. a) A capacidade principal de um operário é a capacidade técnica. nem é privilégio dos diretores. mais aumenta a extensão e o volume das funções administrativas. Diz Fayol que. PROPORCIONALIDADE DAS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS Para Fayol existe uma proporcionalidade da função administrativa. a capacidade essencial das pessoas situadas nos níveis inferiores é a capacidade profissional característica da empresa e a capacidade essencial dos grandes chefes é a capacidade administrativa. 23 . ela se reparte por todos os níveis da hierarquia da empresa e não é privativa da alta cúpula.. no valor de cada categoria de agentes. e) A partir do 4º ou 5º grau hierárquico. c) A capacidade principal do diretor é a capacidade administrativa. em todos os tipos de empresas. isto é. de segurança e contabilidade têm máxima importância para os agentes do 5º ou 6º grau hierárquico. d) As capacidades comercial. À medida que se sobe a importância relativa dessas capacidades. a importância relativa da capacidade administrativa aumenta. financeira. enquanto a da capacidade técnica diminui. a função administrativa não se concentra exclusivamente no topo da empresa. Quanto mais elevado o nível hierárquico do diretor. Suas conclusões são as seguintes. à medida que se sobe na escala hierárquica. mais essa capacidade domina.

o indivíduo retorna ao equilíbrio psicológico. tratou “o como a empresa deveria funcionar” e não buscou explicar seu funcionamento. Abordagem humanística    Humanizar e Democratizar Aplicar a sociologia e psicologia Experiência de Hawthorne  1º fase: Grupo de observação  2º fase: Grupo experimental  3º fase: Inicio do programa de entrevista  4º fase: Experiencia Ciclo Motivacional Todo o comportamento do indivíduo é motivado. Se a necessidade é satisfeita.. Abordagem prescritiva e normativa Caracterizada pela preocupação em prescrever princípios normativos que deveriam ser aplicados em determinadas circunstâncias. surgindo assim uma necessidade. O ciclo motivacional pode ser explicado através de seis variáveis. Ele é composto por: ESTIMULO -> NECESSIDADE -> TENSAO -> COMPORTAMENTO -> SATISFACAO -> EQUILIBRIO-> 24 . O corpo humano permanece em estado de equilíbrio até que um estímulo o invada. Essa necessidade gera uma tensão no indivíduo a qual conduz para um comportamento ou ação que provoque a satisfação daquela necessidade.

seja.. a Teoria Neoclássica é exatamente a Teoria Clássica colocada no figurino das empresas de hoje. Em outros termos. mas a ela relacionada intimamente. informal Participação nas decisões São as circunstancias que Mostram qual tipo de liderança será usado Estilos de Liderança Objetivo Formal da Organização Abordagem Neoclássica Todas as teorias administrativas assentaram-se na Teoria Clássica. A abordagem neoclássica nada mais é do que a redenção da Teoria Clássica devidamente atualizada e redimensionada aos problemas administrativos atuais e ao tamanho das organizações de hoje. como ponto de partida.circunstancia  Funciona dependendo das circunstâncias Autocrático – Líder (centralizado no líder) Democrático – Ambos (cada um tem % igual de responsabilidade) Liberal – Liberado (centralizado no liderado) autogestão Centralizada > Autocrático > Área autoridade Descentralizada> Liberal > Liberado Democrático Enfoque manipulativo das relações humanas Administração (lideres) Incentivo social Comunicação Grupo social Org. 25 . dentro de um ecletismo que aproveita a contribuição de todas as demais teorias administrativas. Teorias da liderança Ênfase Traços de personalidade “marcante” Estilo de liderança “meios” adoção Situacional . seja como crítica para tentar uma posição diferente.

E. 2 Os administradores são essenciais a qualquer empresa dinâmica e bemsucedida. Teoria Neoclássica Principais Vultos: Peter F. A Teoria Neoclássica é quase como uma reação à enorme influência da ciência do comportamento no campo da Administração que ocorreu em detrimento dos aspectos econômicos e concretos que envolvem as organizações . mas o examinou e o estudou a fundo. Hoje em dia é moda menosprezar Taylor. pelo pragmatismo e pela busca de resultados concretos e palpáveis. retomam grande parte do material desenvolvido pela Teoria Clássica. Os neoclássicos preocupam-se em estabelecer normas de comportamento administrativo. 26 . São homens que devem planejar. para tanto. mas ele foi o primeiro homem de que se tem noticia que não aceitou o trabalho como favas contadas. Os princípios da Administração que os clássicos utilizam como “leis” científicas são retomados pelos neoclássicos como critérios mais ou menos elásticos para a busca de soluções administrativas práticas. Escola do Processo Administrativo ou ainda Abordagem Universalista da Administração. Os neoclássicos pretendem colocar as coisas nos seus devidos lugares.. Louis Allen e George Terry. muito embora não se tenha descurado dos conceitos teóricos da Administração. Willian Newman. dirigir e controlar as operações do negócio A Teoria Neoclássica coloca grande ênfase nos objetivos e nos resultados. redimensionando-o e reestruturando-o de acordo com as circunstâncias da época atual. Davis. Ralph C. estruturada e orientada. e é em função dos objetivos e resultados que a organização deve ser dimensionada. As principais características básicas da Teoria Neoclássica são as seguintes: A Ênfase na prática da Administração. É também chamada de Escola Operacional. dando-lhe uma configuração mais ampla e flexível. Ernest Dale. Drucker. pois para ela as organizações existem para alcançar objetivos e produzir resultados. A Teoria Neoclássica caracteriza-se por uma forte ênfase nos aspectos práticos da Administração.

Embora se baseiam profundamente na Teoria Clássica. os autores neoclássicos são amplamente ecléticos. a Teoria Neoclássica considera os meios na busca da eficiência. Assim.. na busca da eficiência. mas enfatiza fortemente os fins e resultados. absorvendo conteúdo de quase todas as outras teorias administrativas Níveis da Administração Hierarquia Institucional Intermediário Operacional Estratégico Tático Operacional Tarefas Presidentes e Diretores Gerentes Supervisores Funcionários e Operários Funções Administrativas     Planejamento: Objetivo/Metas Organização: Modelar/Alocar Direção: Designar/Motivar/Líder Controle: Monitorar Organização Alta Achatada Centralizada Descentralizada 27 .

cada seção é responsável por uma atividade específica. etc Esta divisão pode se dar de duas formas:  vertical a hierarquia define a graduação das responsabilidades. divisões. seções. conforme os diferentes graus de autoridade (escala hierárquica de autoridade)  horizontal . unidades. (departamentalização) Tipos de Departamentalização       Funções Produtos Geográfica Clientes Processos Projetos 28 .num mesmo nível hierárquico.. Decorrência da neoclássica Tipos de Organização Racionalismo da Organização Formal Tipo Funcional Linha Linha/ Staff Conceito de Departamentalização   Teoria Clássica se preocupa com a divisão no nível de órgãos que compõem a organização: departamentos.

de maneira que a administração e funcionários desempenhem as suas funções em função desses objetivos e que os compreendam. o gestor e funcionário necessitam discutir o que está a ser planejado. sob o ponto de vista dos objetivos. Por exemplo. num processo que requer a identificação e descrição precisas de objetivos (a atingir) e prazos para conclusão e monitorização. a respeito de o que se pretende atingir.. Então. incumbe-se ao gestor que considere o nível de abastecimento mas também se os objetivos abordados em grupo pela organização serão os mais indicados e se representam a melhor alocação de esforço. suponha-se que ambos concordam acerca da introdução de um indicador de performance que relate o desenvolvimento das vendas de uma parte da organização. independentemente do que for debatido entre gestor e funcionário no dia-a-dia. Todas as organizações observam falta de recursos e. ambos devem certificar-se que o objetivo está a ser considerado e que será concluído no tempo estipulado. Por conseguinte. Sistemas de informação de gestão confiáveis são necessários para estabelecer objetivos relevantes e monitorizar as taxas de sucesso. como tal. 29 . Qualquer gestor facilmente encontra problemas em compreender e concordar com os funcionários. basicamente. Tal processo exige que o gestor e o funcionário concordem no que a administração pretende atingir no futuro e que todos desempenharão as suas funções em função dos objetivos (de outra forma se conseguirá a noção de compromisso). Também. qual o prazo e as várias interpretações que indicador pode assumir. O termo Administração por Objetivos foi introduzido popularmente por Peter Drucker em 1954 em seu livro The Practice of Management. Administração por Objetivos (APO) ou Management by objectives (MBO) é um processo de entendimento dos objetivos de uma organização. A APO consiste.

No modelo Humble. Desta forma podem ser feitos reajustes no ciclo seguinte por meio da retroação proporcionada pela avaliação dos resultados. Em síntese. 30 . estabelecer metas. Este programa proporciona uma solução adequada para o paralelo traçado entre as necessidades da empresa e as necessidades do executivo. Humble define a APO como sendo um estilo de gerência exigente e recompensador. Para ele. a APO necessita de uma série de fatores para seu funcionamento. geralmente feito em um ano para facilitar a execução e controle. Ciclo Contínuo APO Na APO. autocontrole e avaliação de forma que se diminua a tensão dos controles da empresa. consiste em um comportamento cíclico. John W. como criação de planos de melhoria. Após fixar os objetivos. tanto pessoal quanto profissional. O ciclo da APO. conforme os recursos disponíveis. acompanhamento contínuo e sistemático do desempenho e outros. Como outra Teoria da Administração por Objetivos. temos o desenvolvimento estratégico para alcançar os mesmos.. definir prazos. para que tenha condições de alcançar seus objetivos traçados e não colocar em risco o funcionamento do sistema. temos o Programa de Desenvolvimento de Executivos. revisão crítica dos planos de melhoria. também conhecida como Administração Por Resultados. recorrente e corresponde ao exercício fiscal da empresa. trata da necessidade de uma qualificação adequada do executivo. temos como primeiro passo a fixação dos objetivos. Uma declaração escrita do resultado a ser alcançado em um determinado espaço de tempo. A APO surgiu para permitir melhor participação.

.Hierárquico ABORDAGEM CONTINGENCIAL DA ADMINISTRAÇÃO A palavra Contingência significa algo incerto ou eventual.Legal . a Abordagem Contingencial salienta que não se atinge a eficácia organizacional seguindo um único e exclusivo modelo organizacional.Impessoal . ou seja. hábitos. que pode suceder ou não. não existe uma forma única que seja melhor para organizar no sentido de alcançar os objetivos altamente variados das organizações dentro de um ambiente 31 . Base para Planejamento Estratégico Objetivo Analise interna Analise interna Pontos fortes/fracos Recursos habilidades/competências Formulação O que fazer Analise externa Oportunidades/ameaças Desafios/restrições Matriz de analise “Swot” Pontos Fortes Pontos Fracos Ameaças Desativação das áreas de risco Enfrentamento áreas de risco Oportunidades Melhorias aproveitamento do potencial Aproveitamento da área de domínio da empresa Abordagem Estruturalista Teoria da Burocracia Tipos de sociedade para Weber    Tradicional -> tradição. costumes Carisma -> trações.Formal . pessoas – líder Legal/Racional -> Justiça/Lei/Normas Características .Racional . Dentro de um aspecto mais amplo.

a hierarquia de autoridade etc. A Abordagem Contingencial marca uma nova etapa no estudo da Teoria Geral da Administração. A mais notável contribuição dos autores da abordagem contingencial está na identificação das variáveis que produzem maior impacto sobre a organização. Em outros termos. A Teoria da Contingência é um passo além da Teoria de Sistemas em Administração. Os estudos atuais sobre as organizações complexas levaram a uma nova perspectiva teórica: a estrutura de uma organização e seu funcionamento são dependentes da interface com o ambiente externo. como ambiente e tecnologia.. não há uma única e melhor forma de organizar (the best way). também altamente variado. para então predizer as diferenças na estrutura e no funcionamento das organizações devidas às diferenças nestas variáveis. TEORIA DA CONTINGÊNCIA A Teoria da Contingência nasceu a partir de uma série de pesquisas feitas para verificar os modelos de estruturas organizacionais mais eficazes em determinados tipos de indústrias. A visão contingencial da organização e de sua administração sugere que uma organização é um sistema composto de subsistemas e delineado por limites identificáveis em relação ao seu supra sistema ambiental. Os resultados surpreendentemente conduziram a uma nova concepção de organização: a estrutura de uma organização e o seu funcionamento são dependentes da interface com o ambiente externo. a amplitude de controle. aplicando seus diversos princípios em cada situação distinta de cada organização. assumindo uma abordagem eclética. procuraram confirmar se as organizações eficazes de determinados tipos de indústrias seguiam os pressupostos da Teoria Clássica. 32 . Os pesquisadores. como a divisão do trabalho. comparando as demais teorias administrativas existentes à luz dessas variáveis. cada qual isoladamente.

função de segurança e função administrativa. exemplos: no setor de chaparia é feito o corte das chapas. Ainda na Teoria Clássica observamos a organização da empresa que segundo Fayol era um conjunto de seis funções: função técnica. a responsável pelo RH é uma profissional formada em Psicologia. A Teoria das Relações Humanas também esta presente na empresa. função financeira. pelos autores da escola contingencial. notamos que dessas seis funções o empresário tinha total conhecimento de pelo menos três. função comercial. função contábil. furação e se necessário o dobramento. 33 . 3. De acordo com as visitas na empresa. também abre espaço para que os funcionários possam transparecer suas opiniões e queixas. notamos que a iluminação da empresa é muito boa o que segundo a experiência de Hawthorne conduzida por Elton Mayo tem forte influencia sobre o psicológico dos funcionários. na linha de montagem das maquinas os funcionários trabalham muito próximos uns dos outros o que segundo esta mesma experiência também aumenta a produtividade. duas variáveis principais que determinam toda a organização da empresa e os relacionamentos entre suas partes: o ambiente e a tecnologia. o seu sócio fica com a responsabilidade de cuidar do setor financeiro. que propõe que as maquinas sejam organizadas pela ordem de montagem dos produtos evitando assim movimentos desnecessários pela empresa. analisamos que a organização tem um pouco de alguns dos métodos apresentados em sala de aula. que além de cuidar da seleção de funcionários.2 Descrição dos métodos e processos em uso na organização e o relacionamento desses com aspectos das Teorias da Administração estudadas. São apresentados. Um dos métodos utilizado pela empresa é sobre a organização do chão da fabrica. posteriormente é encaminhado para a próxima etapa da produção. função comercial e função administrativa. porém cada uma delas com exceção da administrativa tem o seu encarregado. são elas: função técnica..

porém ele esta disposto a escutar e aceitar sugestões à medida que as mesmas simplifiquem o trabalho sem perder qualidade e produtividade. Quanto ao estilo de liderança adotado na empresa. Quanto ao tipo de organização. pois o planejamento. O PA(processo administrativo) defendido pela Teoria Neoclássica também esta presente na empresa. no sentido de que o empresário define como devem ser feitas as coisas. o transporte é feito através de uma transportadora contratada pela empresa e é feito uma vez por semana. ao observar o organograma identificamos a empresa sendo Centralizada e Alta. pudemos observar uma mistura de Autocrática com Democrática. a organização. 34 . uma vez que todas as decisões finais são tomadas pela diretoria e Alta no sentido de que existem vários departamentos na empresa. As metas e objetivos também estão presentes na organização uma vez que metas diárias de peças e maquinas a serem produzidas existem para que o calendário de entregas seja cumprido. a direção e o controle esta presentes no dia-a-dia da empresa..

1 Às necessidades de informações para apoiar operações diárias. se as vendas aumentam ou diminuem. onde contem todas as informações importantes da empresa. onde se possa montar uma rota que facilite e reduza custos na hora da entrega. e também sobre representantes. quais peças são melhores e mais em conta de cada fornecedor.A praticidade do acesso ao banco de dados. A simplicidade de se fazer alterações. qual a melhor forma de pagamentos para eles. As informações são necessárias. Pontos Fortes . qual o prazo de entrega e as formas de pagamento. pois determinam quais mercadorias precisam ser produzidas.. cliente. 35 . pois quando o empresário vê necessidades de fazer melhorias. na maioria das vezes o programador faz alterações à distância.A empresa não possui um ERP ou um CRM. acompanhar o progresso dos planos de ação e subsidiar a tomada de decisão em todos os níveis e áreas da organização. 4. 4. quantos clientes eles têm. possui apenas um banco de dados. tem informações sobre fornecedores. que é de fácil manuseio para os usuários. para se saber a localização dos compradores. ANÁLISE DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Pontos Fracos . sobre produtos. para quem as mercadorias precisam ser entregues primeiro. também todas as informações sobre os clientes tem que estar disponíveis. e outros departamentos da empresa. como as mesmas são feitas. e as algumas necessidades específicas de cada comprador. com uma senha de uso restrito. a ordem das peças a serem utilizadas.

A organização utiliza um principal sistema de informação. 36 . e de onde estiver ele pode acessar o programa. permitindo assim diversas formas de recuperação ou impedimento da alteração dos dados. estes. As informações contidas no banco de dados possuem um sistema de criptografia. que passa para a alta direção senhas de uso do sistema. serão descriptografados para leitura ou manuseio. Esse sistema foi desenvolvido pela Siscom. pois os funcionários dos departamentos tem acesso a informação que dizem respeito as suas próprias tarefas. visando a atender às necessidades identificadas. Referente a segurança do armazenamento dos dados. independentemente de sua localização. segurança armazenamento e manipulação do banco de dados. com uma senha de uso particular e assim alterar e atualizar as informações contidas no programa. pois a direção da empresa entra em contato com o programador via e-mail ou telefone. trafico. implantados e atualizados os principais sistemas de informação. 4. onde apenas após a apresentação de uma senha correta.4 À forma como é gerenciada a segurança das informações. A atualização do sistema de informação é um processo bem simples.2 À forma como são definidos. 4. Pendrive) ou até mesmo hospedadas Esse método em contribui um para uma servidor melhor de no web. a senha que os diretores possuem é de uso exclusivo e onde eles possam cadastrar mercadorias e clientes. desenvolvidos. o diretor repassa senhas de acesso para alguns departamentos da organização com acesso restrito.3 À atualização tecnológica dos sistemas desenvolvidos. 4.. são feias copias sombras em outro dispositivo (outro HD.

exemplo: na linha de montagem das maquinas poderia haver uma maior rotatividade. pelo menos nas áreas em que um curso técnico não seja obrigatório. 37 .. Sugerimos também que a empresa ao processo de mudança de pequena para media empresa. 5. pois não necessita de um curso especifico. ela possa adquirir um sistema de ERP. basta apenas saber a composição das maquinas. ANÁLISE DOS MÉTODOS E PROCESSOS EM USO NA ORGANIZAÇÃO Sugerimos que a rotação interna de funcionários seja maior.

Avaliando o sistema de informação da empresa podemos analisar a importância das tecnologias presentes na empresa. levando em questão alguns métodos utilizados. As aulas ministradas pelo docente da matéria em questão permitiu que avaliássemos com clareza os processos da organização. podemos avaliar como a empresa esta sendo gerenciada. pois uma organização na qual não avalia e melhora sua gestão. CONCLUSÂO Ao termino do APS concluímos a importância de se aplicar as questões estudadas em sala de aula na empresa. obtivemos um aprendizado amplo sobre como as organizações devem agir para um melhor desempenho no mercado. corre riscos de ser massacrada pelo mercado concorrente. e permite-nos saber onde melhora-las. Contudo com junção das matérias em questão.. analisando essas gestões podemos avaliar como esses métodos são importantes para um bom andamento da organização. 38 . pois nos dias de hoje a tecnologia da informação é uma peça fundamental para o bom desempenho da organização.

rh. reimpressão 2003 .Editora Elsevier O’BRIEN.members. Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet. Denis A. Sistemas de Informação: Um enfoque Dinâmico. edição revista e atualizada . São Paulo: Érica. Alessandro Marco. BATISTA. Djalma de Pinho Rebouças. Sistemas de Informações Gerenciais: Estratégias. São Paulo: Atlas. São Paulo: Saraiva. Tecnologia de Informação Aplicada a Sistemas de Informação Empresarias. 2006. 2003. BIBLIOGRAFIA INTRODUÇÃO À TEORIA GERAL DA ADMINISTRAÇÃO .wikipedia. OLIVEIRA. Sistemas de Informação: o uso consciente da tecnologia para o gerenciamento.com www.fortunecity. REZENDE.fnq.. São Paulo: Atlas. Emerson de O. Cláudio.com.4ª.org.7ª. São Paulo: Saraiva. James A.br http://pt. Táticas. BOGHI. 2008.do autor: Idalberto Chiavenato . ROSINI. Administração de Sistemas de Informação e a Gestão do Conhecimento.br www. 2003. www..org 39 . Operacionais. São Paulo: Pioneira Thompson Learning. 2004. 2002.

REGISTRO DE ATIVIDADES REALIZADAS PIPA II . APÊNDICE B ..2010 DATA ATIVIDADES REALIZADAS Pesquisa da empresa 04/09/10 Preenchimento dos dados dos integrantes do grupo 10/09/10 Elaboração das perguntas de TI 11/09/10 Elaboração das perguntas de gestão 17/09/10 Primeira visita à empresa 20/09/10 Começo da elaboração do trabalho (introdução) 25/09/10 Montagem dos tópicos 1 e 2 02/10/10 Montagem do tópico 3 09/10/10 Segunda visita à empresa 12/10/10 Elaboração dos tópicos 4 e 5 23/10/10 Elaboração da conclusão 29/10/10 Elaboração do roteiro da apresentação 05/11/10 Elaboração do Banner 12/11/10 Montagem do trabalho 13/11/10 Decisões sobre a apresentação 16/11/10 29/11/10 ENTREGA DO PIPA 1:00 hs 3:00 hs 2:00 hs 2:00 hs 1:30 hs 2:00 hs 3:00 hs 1:00 hs 2:00 hs 1:30 hs 4:00 hs 3:00 hs 3:00 hs 1:00 hs Tempo Gasto 2:00 hs 40 .

Grupo na área interna da empresa.. APÊNDICE C – FOTO OU DECLARAÇÃO DA VISITA TÉCNICA FOTO 01 1 .Integrantes do grupo e Diretor da empresa Bermar®. FOTO 02 2 . 41 .

.Reunião do grupo. 42 . FOTO 03 3 .

20394/.97/0.    -47/.    %548/084. 574..0/.8/078. 97.8/078.09.9./08 047./0/42J34/.4 5479:3/.4 317039.09.08 50884..7.782..0-07  O %7./05./4 E-948 ..   %047.43.489:208  O .89.7089708 .20394 E70.025708. 97.20394 /454903.4/./.:74..3.80 $49  20.8.8 E70..8 J/07  O 0.574.02897:9:7.8 08./. E70.7.

43. :89.#..

0.

..3.3.8 0.2-0390    .94 2.4   5. 340890 :2. 4393H3.0794 4: 0. 80:3/4:23.7.43..039:./48 /..7.850..43.. 250884.0/07 4: 34  03974 /0 :2 .4 3.748 4-09..43.8 . 8.47...08 /03974 /0 :2 .7348039/4/0.8 47.4 24/0447.254  ..:8.E.472.. .400.  6:0 54/0 8:.8      # %$%#@  . 01. 831.48 .039.02 439303. 472.7.3.907J89....20390 .6:080.3.3. -47/. 07E76:. 6:0 34 80 .1472..9. 47. 4:80.930 .7. #.3.20475.

4 /.08 /0. /0 47. /0 :2.:94708 /.8.39071./23897.9.0 .3/4 .7 48 24/048 /0 0897:9:7. 0897:9:7..424 . .9.797/0:2.2-F2 .08 /0 /090723.0:. /0. 0897:9:7. 47.8.42 4 .7.83089../.5.8 84-70 .5. 0897:9:7.47 25. 2.9:. /0391.43. 88902.. 39071.  5.08 6:0 574/:02 2.0 ..4.08 01. 09.8 08903908  : /088.  9.259:/0/0..2-0390090734 2 4:9748 907248  34 E :2.F9. /..02 439303. 47.8349E.4  . F :2 5. 0 2047 1472. 34.884 .2  ..:7.8 47.43172..08   -47/.8 3.43/:7.480:8:57. :2.4 8:070 6:0 :2.4 .8 47. /0 ./48 9548 /0 3/897.:947/.43.. .439303.2 . 47. E88./. 3.08 02 /090723.424.9. 89:.8 .7E.4   .. :2.-../4708  .... %047. 47.80/030.8 . 6:.. 34 089:/4 /.8 8 /10703../23897.3. 07.080270.020. 0394 570/07 .8 80:./. /0 $8902.4 0 80: 1:3.8  8 5086:8...7..3.07848 573.4 . %047.2-0390 0 90.7 80 ..4397-:4 /48 ./48 8:757003/039020390.2  48 57088:548948 /./23897. 47..7E.3.4 F :2 88902./..76:.. 47.425.08 .-47/.2-039.3. /0 :2.8 5.E.07.7.3. 4393H3.0.054 /0 47.4250.439303.43.8 9047.3.8 /02.2-0390090734   2.20390  574.. .3.02 .2039484/0503/03908/./. 90O7.8 /10703.J548 02 .7...7E.8 2...20394 /..3. 507850.5.84 . 0 34 1:3.F2 /.40 4 80: 1:3.8 47. /. %047.8 02 /23897.3.439740 .3.7 90 -089 .8 01.424.344..7.84/497.3./.071.20390 .. :2.20394 84 /0503/03908 /.4 .     .4 /8939./4  8 089:/48 . .7. 34.-47/.4 0 /0 8:./45472908/0391..  % # %    %047././48 9548 /0 3/897.4393H3.2 .. .88:23/4:2..43.  8 708:9. 84./.8F70/05086:8.8 0.4   %047.8109. 34. .3.4254894 /0 8:-88902.94 84-70 . .3.7.43.089E 3.8 ...08  ./0 09.3/4 80:8 /.8 47.

:/. /.  &2/482F94/48:9.:2039.7E../23897. 025708.4089:/.574/:9.43/:/.3.07./4 5.8 .43E748 3.9.2486:0. 8004 /0 1:3.   $4 . 3.74/482F94/480574.203948039708:. 7085438E./23897.43..47.4 1.43E7485488. 4-807..948/. /0 2439. 025708.88081:3084025708E7493.4 5.-7. 547 943 .4/0.47/4. /23897.8 1:34 9F.47. 47.088E748 50.04/..  1:34 .574/:4  3/.94730 . 6:0.0507H3.42.3..  1:34 13./0. 1.420.-/.2-03900.20394 /0 504 20348 97H8  84 0.297. :23..3..8349./..4 0470.09.2 94/./..248 .9.0884802:843.. :2 . 6:0 80:3/4 .770.42 .5.8.85..7./0     . 08.078:.20394  5489074720390 F 03. 57080390 3.-.4/.7/48094713.6:3.882 24.3.2-F2 .3. 6:0 48 1:3.20394/08808.5.8. ..0504 #F:2.088E74 4 /4-7.:2./0/0.5708039.4O.79084..9.2486:0/088. 2082. 902 4 80: 03. /0 .6:3.850. .439303.8.08 573.2 47. 47/02 /0 2439.8 9.9.7.  002548 34 80947 /0 .F2 /0 .:/. . 7085438.. ..:38/482F94/48.4./0.2486:0.4/4./.3.025708.430.70.3/4 .02 /48 574/:948 0.83.8 2.F84-70./450...57418843.3.1472..5708039.4 902 14790 31:03.3.8 50.  /:.7.4207.47. 025708.43E748  9.01:34.3.349.4 0 80 30../.. 3.8 6:0 /090723.8/.42.8 .43E74897.8 #0.5.  6:0 57450 6:0 .      08.  1:34 .08 :2. 84-70 4 58.-70 085.8%047. ./48  5048 . 949.84530806:0. 4 6:0 80:3/4 .8 48 1:3. 025708./.8  1:7.4 07. 025708.8   0. E88./. F 1094 4 .22:9457O248:38/484:974846:080:3/4089.3. 547F2. ..43:394 /0 808 1:308 1:34 9F.4 /.44.439E-  1:34 .3./4 4 80: 8O.5.02 /..  1:34 /0 80:7.9.4902 :254:.43.57O2.7 /.. %047.23.025708.4207. ..90.. 0507H3.89.02!8.4 /../48028. F 2:94 -4.203948 /0830.074   %047. 0 1:34.3.385. 0 48 70.4790 /..8 80.2-F2.. 47.8 2.3.344.2-F2 089.:94708 /.:.4 /.4 /48 1:3./23897.

.802.8.025708.7.439740089./49.8 50.47.47.  ":.44-807.4397.025708.347.  34 8039/4/0 6:0 4 025708E74 /0130./.82082./47..08.6:04 .0884./.80813./. 54845.803/4 0397.8.50.8/E7.2039483./00574/:9. /.                      .9.3.03/E74/003970.2.4 /0103//450..2-F208945708039083.3854790F1094.4 .09. ..6:0.%047.7447./0  ":.  ! 574.489.E748 /05./854894.8/0.97.394. 289:7.7E9../. ./. 5:/02484-807.0F1094:2.:257/4497.7 0.09.40894/0/07. 97.80702574/:/.3.78:0890820//.8089025./0391.7E9.7:2./43.9.025708.. 34 8039/4 /0 6:0 08902 .3./23897.-. 025708.. 0 9.6:3.02807109.4:2.06:0 209.4802 507/076:.8 80.30.48.20394 .:9./7040 4./..8.3.2-F2 089. :2.8/050. 04.8.248. ..025708.570803903.8 84 942..E88.804-09.06:094/.394.4 . /70947.4954/047.385479.  8209.882516:02497..424/0.79.42 024.F8/0:2.0547802. /0 :94.3.57080390834/.025708.... .9.8 547F200089.

 749.7 /8543J./.:8948 3.2 6:.8 207.8 570.8 /0 .03908 902 6:0 089.08 25479.  84-70 574/:948  .8 .03/.2 807 03970:08 572074 9.8 .025708.08 84-70 14730.47.4 0 8:-8/.H30./.088/.0884. 0 ..8 :2 -. .2.3908  6:. /0 :84 7089794      8 30.203948 /. 80 8.08 /E7. 03970.07 .7 4 57470884 /48 5.203948 5.4257.3.43902 94/.47/02/. 942.3/44025708E74 .4 /0 03970.088/.7 4507.54./0 /0 80 1.. 6:02 .8 3.4.2-F2 94/.   !4394847908 57.348 /0 . 48 :8:E748   825.8 .8 31472.0/4708  6:./.08  /893.8 .8 .20394 0 9..3:804 5..42 :2./47 1.8  5..8 .8 50.  .3948 ..4/48.79..425.3.08 5.345488: :2#!4::2 # 5488: .884109.:2.7.0390  0 4:9748 /05.439.07 2047. 008  0 .4-.2-F2 84-70 705708039.4257.3908 /./48  43/0 .08 84-70 48 .088/.47.8 02 .4 /0 /. /0 ./08/01.850.08 0 E70.503. .90 0 70/:.7.8 207./.7 . 2./08 0850./0/4.. 2439./47 902 31472./48 6:0F/01E. 4 57. 47.8  548 /090723..8 31472.8.. 803.907./.82082.9.7. /0 5.      $ $$$%$ #@   !439487.008 4 5747.08 84 30.424.088E7.3.8 /0 5. /0 /0.2807574/:/.:2039. .8  . 6:0 1.8 .08 5./08 /0 31472.7./4708 43/0 805488. 14730.8 570.907.  6:. /..8 .7.-07.8.2 4: /23:02        .8 /.7 :2.3.8 .84 02 94/48 48 3J.48  025708. 025708.4   8 31472.J1. 80702 :9. 2./.8 84 204708 0 2. ../47. 2047 1472. ...03908 008 9H2  80 ./47./.8 30.0/47  6:.08  548 6:.8 1472.4/0/.

43E748 /48 /05.803.8 8:.882.42 6:05.3.4. 34 97..79.      1472.80:7.7./031472.:507.9:.1. 0397.9././48 5.. 47.4 4:974   !03/7./4848573../47 . 2047 80:7.79.7.7.4 6:0 /02  7085094 .4 /0 :2.9:.42484/013/48 /0803.907..88902.203948 902 .8 0 . 803. 80:7. .882 /.79..8 02 4:974 /85489.  08908  8074 /08. :2./.3:804  #01070390 .7 0.701.75947. .203948 /.1.1.3. 02 . .8 ././704803.2.8 02 :2 807.4: 9001430  3/0503/039020390 /0 8:. 31472.7.088/.803..5O8 .:38 /05.44:250/20394/.897. .0884 7089794  548 48 1:3.5./.8 34 -.4 /4 -.4 .08  8 31472.8/031472.03.5.4043/0008 5488.4 /0 /..9:.8 /0 .4F:2574.2.:8.4  .4 /0 /.0  4: .42 4 5747.75947.078..42:2..831472. 4. .4/488902.4  0 /0 43/0 089.4 88088902.8    47.07 00 54/0.:2573. 803.  43/0 ./48 25.3.35:./4888902.2.5708039./47.$8.907.03.831472.45.70.94 .3.8 .4397-: 5../47 /0 0-  880 2F94/4 .4:9..3./. /0 .8 57O57.8/0:84/4 88902.888902.    1472.3.47709.20394 0 2.72.5.8/070..14 /0803.:.42 ...439/.9:.81472.08 .088.0884 .8     ..0884 5.3/4..745747./450.03908  4 /70947 705.8 842-7. /704 /.0884-0282508 548 .3.7 207./48         .. /4 ./480 .4./48  ..8.503.20394 /48 /.439/../48 5488:02 :2 88902. 025708.2 .6:048/70947085488:02F/0:840. .439.8345747.490.9F 20824 4850/./48  507293/4 ./0:845....39.4.34O.88. 4: 2./08/0391.72.4/48/.8 9.903/07830./48  84 10.424F0703. 09:7. 0 2.7.8/0803.4 ./031472.88.08.

8026:0:2..9.8 8.02 /. 2.      $ $A%  $!# $$ $&$  #@  $:07248 6:0 .7.425484 /.2-F2 6:0 .9O74 002543.3.8E70.47  504 20348 3.8 54/07.3. ..:7849F. 0.8 2.6:3.-07 . /0 1:3.3./0  548 34 30. /0 :2 . /0#!                            .89. ./.1.:784 0850. 025708.503.025708.8 2.47 749.4 39073. 2.0889.8  $:07248 9.43E748 80.4  -.4-7. .4 574.5. /0 2439.43480.0884 /0 2:/./6:77:288902.07 :2.20/. ./0506:03.6:3. 749.5488.

. . :2 2047 /0802503434207..4-42/08025034/. 254793.344.:.43. :2 -42 . 02 6:0894 50729: 6:0 .20394 /.8 2. 34.7.4770 78..3. 3../4                         .42 :34 /..424 . 504 207.3.7..4  0.7 .8 6:08908 089:/.4  439:/4 .8 504 /4./. 0 2047..-0743/02047.6:.7 5..803/40703. 54/0248 .3/4 4 88902.8 08908 54/0248 ./.7.4 3. 47./48  54/0248 .9F7.31472.8 47..50.8  8 .3/4 088..5703/.4F:2.:J248 . /0 80 .424 08808 2F94/48 84 25479. 254793.70..E880248 .7 ..5...025708.8 570803908 3. 025708...4 /.8 23897.3.7 ..5. /0 31472.88..  .3/.3.3/4 02 6:0894 .:.3.48574.08 /0. 0507290 3488.9F7.47.48 /0 807 2.4770390  .4 548:2./4.   &$    4 907234 /4 !$ .3./. 025708..8.8./4 .. 90.1:3/.2039.424..254 84-70 .:38 2F94/48 :9. /0 .  548 348 /.3.8 90.344..02 .8 /0 40 .. 025708.089.8 02 8.7./.7 .08848/.43./. 0894  .0390 /.3908 5.42 . 8:. /.0248 :2 .47. 47. 2.8 02 6:0894  4-9.

 90.8 897.0390/.43.83.89.4 $4!.344./031472.%4258430.7.9:.9 ./.8/031472.8 $4!.:947/.  702570884  /947.5./.44:84.4&203146:032.:49.:4!4307.:49.8/0..8080703.8/031472. 0894/4430../.42   136 47 -7   7 .:4$.45.    %$% 207843/0 $8902.8    # $ 088.4 /23897.8/031472.:4 A7....344.-0794 .8/031472.    '# .8 $8902.425708.4/0$8902.      E:/4 $8902.438.0..8  507.7.40703./0!34#0-4:...20394 $4!.8/031472.:4$.94  0/470.$8902.7.07  # .7.8 %E9.208 $8902.   #   %# &@  % ##$%#@  /4.8 $4!.40.7.2.8/0 31472..3/74.42 -7  995.8    # 038 %0..20394 $4!.40.07.03...080703. 80..9F.733      202-078 1479:30.. 3907309 $4!.

.

59 50/. 47                   .

 !  #$%# %'$#$ !!     %    .

.

    .

.

   .

.

   .

.

    .

.

   .

.

   .

 .

   .

 .

   .

 .

   .

 .

   .

 .

   .

.

   .

.

   .

.

   .

.

  .

.

-47.480 .02/49O5.4/4.02/489O5.-47.  4204/.3307 439.4 0.89. !7003.4/489O5.0.-..-47.02/497..4  %# !!  %0254 .025708./48/483907.80884-70.8/0% . .4/.8507:39.4 3974/:4  439..4/497.4/.43.4 $0:3/.8/00894 !7207.-47.4 .8507:39.-./..-47..025708.3908/47:54  .         %'$#$ !086:8.:84 .-47.5708039.20394/48/.4/4749074/.480 439.-47.025708.89.5708039.894  8  8  8  8  8  8  8  8  8  8  8  8  8  8  8         .4/.

7     %                     7:543.39073./.   .  #!"'""%X"&''!   %                           3907.3908/47:54070947/.025708.E70.072.025708.

  %     #0:34/47:54      .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful