You are on page 1of 25

Administração de Materiais

Administração de Materiais Prof. Carlos Lemes 1

Prof. Carlos Lemes

Administração de Materiais Prof. Carlos Lemes 1
Administração de Materiais Prof. Carlos Lemes 1
Administração de Materiais Prof. Carlos Lemes 1
Administração de Materiais Prof. Carlos Lemes 1
Administração de Materiais Prof. Carlos Lemes 1

AdministraAdministraççãoão dede RecursosRecursos MateriaisMateriais ee PatrimoniaisPatrimoniais

ç ç ão ão de de Recursos Recursos Materiais Materiais e e Patrimoniais Patrimoniais Prof. Carlos

Prof. Carlos Lemes

ç ç ão ão de de Recursos Recursos Materiais Materiais e e Patrimoniais Patrimoniais Prof. Carlos
ç ç ão ão de de Recursos Recursos Materiais Materiais e e Patrimoniais Patrimoniais Prof. Carlos
ç ç ão ão de de Recursos Recursos Materiais Materiais e e Patrimoniais Patrimoniais Prof. Carlos
ç ç ão ão de de Recursos Recursos Materiais Materiais e e Patrimoniais Patrimoniais Prof. Carlos
ç ç ão ão de de Recursos Recursos Materiais Materiais e e Patrimoniais Patrimoniais Prof. Carlos
ç ç ão ão de de Recursos Recursos Materiais Materiais e e Patrimoniais Patrimoniais Prof. Carlos

Introdução

Introdução Dentro de uma conceituação moderna, administração de material é uma atividade que abrange a execução

Dentro de uma conceituação moderna, administração de material é uma atividade que abrange a execução e gestão de todas as tarefas de suprimento, transporte e manutenção dos materiais de uma organização.

transporte e manutenção dos materiais de uma organização. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 3
transporte e manutenção dos materiais de uma organização. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 3
transporte e manutenção dos materiais de uma organização. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 3
transporte e manutenção dos materiais de uma organização. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 3
transporte e manutenção dos materiais de uma organização. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 3
transporte e manutenção dos materiais de uma organização. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 3

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

3

Introdução

Introdução A administração de material corresponde, portanto, no seu todo, ao planejamento, organização, direção,

A administração de material corresponde, portanto, no seu todo, ao planejamento, organização, direção, coordenação e controle de todas as tarefas necessárias à definição de qualidade, aquisição, guarda, controle e aplicação dos materiais destinados às atividades operacionais de uma organização,seja de natureza industrial, comercial ou de serviços.

de natureza industrial, comercial ou de serviços. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 4
de natureza industrial, comercial ou de serviços. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 4
de natureza industrial, comercial ou de serviços. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 4
de natureza industrial, comercial ou de serviços. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 4
de natureza industrial, comercial ou de serviços. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 4
de natureza industrial, comercial ou de serviços. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 4

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

4

Introdução

Introdução A administração de material tem por objetivo: Preços baixos Altos giros de estoques Baixo custo

A administração de material tem por objetivo:

Preços baixosIntrodução A administração de material tem por objetivo: Altos giros de estoques Baixo custo de aquisição

Altos giros de estoquesadministração de material tem por objetivo: Preços baixos Baixo custo de aquisição e posses Continuidade de

Baixo custo de aquisição e possestem por objetivo: Preços baixos Altos giros de estoques Continuidade de suprimentos Consistência de qualidade

Continuidade de suprimentosAltos giros de estoques Baixo custo de aquisição e posses Consistência de qualidade Relação favorável com

Consistência de qualidadecusto de aquisição e posses Continuidade de suprimentos Relação favorável com os fornecedores Bons registros

Relação favorável com os fornecedoresContinuidade de suprimentos Consistência de qualidade Bons registros Unidade 1 – Introdução, definições e

Bons registrosde qualidade Relação favorável com os fornecedores Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 5

Relação favorável com os fornecedores Bons registros Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 5
Relação favorável com os fornecedores Bons registros Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 5
Relação favorável com os fornecedores Bons registros Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 5
Relação favorável com os fornecedores Bons registros Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 5
Relação favorável com os fornecedores Bons registros Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 5

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

5

Abrangência

Abrangência Administração de Materiais Suprimento físico Distribuição física Fábricas Fornecedores Clientes
Administração de Materiais Suprimento físico Distribuição física Fábricas Fornecedores Clientes Transporte
Administração de Materiais
Suprimento físico
Distribuição física
Fábricas
Fornecedores
Clientes
Transporte
Transporte

Manutenção de estoqueFábricas Fornecedores Clientes Transporte Transporte Processamento de pedidos Aquisição Acondicionamento

Processamento de pedidosClientes Transporte Transporte Manutenção de estoque Aquisição Acondicionamento Armazenamento Manuseio de

Aquisição AcondicionamentoTransporte Manutenção de estoque Processamento de pedidos Armazenamento Manuseio de Materiais Manutenção de

ArmazenamentoProcessamento de pedidos Aquisição Acondicionamento Manuseio de Materiais Manutenção de informações

Manuseio de Materiaisde pedidos Aquisição Acondicionamento Armazenamento Manutenção de informações Manutenção de estoques

Manutenção de informaçõesAcondicionamento Armazenamento Manuseio de Materiais Manutenção de estoques Processamento de pedidos

Manutenção de estoquesManuseio de Materiais Manutenção de informações Processamento de pedidos Programação de produção

Processamento de pedidosManutenção de informações Manutenção de estoques Programação de produção Acondicionamento Armazenamento

Programação de produção AcondicionamentoManutenção de estoques Processamento de pedidos Armazenamento Manuseio de Materiais Manutenção de

Armazenamentode pedidos Programação de produção Acondicionamento Manuseio de Materiais Manutenção de informações Unidade

Manuseio de MateriaisProgramação de produção Acondicionamento Armazenamento Manutenção de informações Unidade 1 – Introdução,

Manutenção de informaçõesprodução Acondicionamento Armazenamento Manuseio de Materiais Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 6

Manuseio de Materiais Manutenção de informações Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 6
Manuseio de Materiais Manutenção de informações Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 6
Manuseio de Materiais Manutenção de informações Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 6
Manuseio de Materiais Manutenção de informações Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 6
Manuseio de Materiais Manutenção de informações Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 6

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

6

Abrangência

Abrangência Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 7
Abrangência Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 7
Abrangência Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 7
Abrangência Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 7
Abrangência Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 7
Abrangência Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 7
Abrangência Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 7

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

7

Organização

Organização Organograma básico para Administração de Materiais: Administração de Materiais Administração de

Organograma básico para Administração de Materiais:

Administração de Materiais Administração de Materiais Inventário Físico Inventário Físico Compras Compras
Administração de Materiais
Administração de Materiais
Inventário Físico
Inventário Físico
Compras
Compras
Almoxarifado
Almoxarifado
Cadastro de
Cadastro de
Recebimento
Recebimento
Fornecedores
Fornecedores
Compras
Compras
Armazenagem
Armazenagem
Locais
Locais
Compras por
Compras por
Venda de
Venda de
Importação
Importação
Inservíveis
Inservíveis
Follow-up
Follow-up
Ditrbuição
Ditrbuição
Diligenciamento
Diligenciamento
Gestão de Estoques Gestão de Estoques Cadastro de Cadastro de Materiais Materiais Previsão de Previsão
Gestão de Estoques
Gestão de Estoques
Cadastro de
Cadastro de
Materiais
Materiais
Previsão de
Previsão de
Consumo
Consumo
Materiais Previsão de Previsão de Consumo Consumo Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 8
Materiais Previsão de Previsão de Consumo Consumo Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 8
Materiais Previsão de Previsão de Consumo Consumo Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 8
Materiais Previsão de Previsão de Consumo Consumo Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 8

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

8

Organização

Organização Uma tradicional organização de um sistema de materiais pode ser dividida nas seguintes áreas de

Uma tradicional organização de um sistema de materiais pode ser dividida nas seguintes áreas de concentração:

Administração de Materiais

áreas de concentração: Administração de Materiais Compras PCP Almoxarifado Transporte/Distribuição Controle

Compras

de concentração: Administração de Materiais Compras PCP Almoxarifado Transporte/Distribuição Controle de

PCP

de concentração: Administração de Materiais Compras PCP Almoxarifado Transporte/Distribuição Controle de Estoques

Almoxarifado

Administração de Materiais Compras PCP Almoxarifado Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação

Transporte/Distribuição

Materiais Compras PCP Almoxarifado Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 –
Materiais Compras PCP Almoxarifado Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 –

Controle de Estoques

Almoxarifado Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 – Introdução, definições e

Importação

Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 9
Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 9
Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 9
Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 9
Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 9
Transporte/Distribuição Controle de Estoques Importação Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 9

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

9

Organização

Organização Controle de Estoques O estoque é necessário para que o processo de Produção/Vendas opere com
Organização Controle de Estoques O estoque é necessário para que o processo de Produção/Vendas opere com
Controle de Estoques
Controle de
Estoques

O estoque é necessário para que o processo de Produção/Vendas opere com um mínimo de preocupações e desníveis. Os estoques podem ser de matéria-prima, produtos em fabricação e acabados.’O setor de Controle do Estoque acompanha e controla o nível de estoques e investimento financeiro envolvido.

o nível de estoques e investimento financeiro envolvido. COMPRAS O setor de Compras se preocupa com
COMPRAS
COMPRAS

O setor de Compras se preocupa com o estoque de matéria-prima e todos os ensumos necessários para produção e comercialização do produto. É de sua responsabilidade assegurar a disponibilização de todos os materiais exigidos pela produção, nas quantidades e períodos desejados e com o preço mais favorável possível.

e períodos desejados e com o preço mais favorável possível. Unidade 1 – Introdução, definições e
e períodos desejados e com o preço mais favorável possível. Unidade 1 – Introdução, definições e
e períodos desejados e com o preço mais favorável possível. Unidade 1 – Introdução, definições e
e períodos desejados e com o preço mais favorável possível. Unidade 1 – Introdução, definições e
e períodos desejados e com o preço mais favorável possível. Unidade 1 – Introdução, definições e

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

Organização

Organização Almoxarifado O almoxarifado é o responsável pela guarda física dos materiais em estoque, exceto os
Organização Almoxarifado O almoxarifado é o responsável pela guarda física dos materiais em estoque, exceto os
Almoxarifado
Almoxarifado

O almoxarifado é o responsável pela guarda física dos materiais em estoque, exceto os produtos em processo. É o local onde ficam armazenados os materiais para atender a produção e as entregas aos clientes.

para atender a produção e as entregas aos clientes. PCP O PCP é responsável pela Programação
PCP
PCP

O PCP é responsável pela Programação e Controle do processo produtivo. Pode estar subordinado tanto a área de Materiais como à área de Produção. Em algumas empresas, dada a sua importância, pode ter uma área esclusiva para sua composição.

importância, pode ter uma área esclusiva para sua composição. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
importância, pode ter uma área esclusiva para sua composição. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
importância, pode ter uma área esclusiva para sua composição. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
importância, pode ter uma área esclusiva para sua composição. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
importância, pode ter uma área esclusiva para sua composição. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

Organização

Organização IMPORTAÇÃO Todo processo de importação também compreende a realização de uma compra, só que no

IMPORTAÇÃO

Organização IMPORTAÇÃO Todo processo de importação também compreende a realização de uma compra, só que no

Todo processo de importação também compreende a

realização de uma compra, só que no exterior. Devido

excesso de legislação muito especializado, o setor

de Importação subordina-se a área de Materiais. É

responsável por todo o processo de importação, inclusive o desembaraço aduaneiro.

ao

Transporte e Distribuição

o desembaraço aduaneiro. ao Transporte e Distribuição A colocação do produto acabado nos clientes e as

A colocação do produto acabado nos clientes e as

entregas das matérias-primas na fábrica são de responsabilidade do setor de tranporte e distribuição. É nesse setor que se coordena a administração da frota de veículos, e/ou onde também são contratadas as prestadoras que prestam serviços de entrega e coleta.

as prestadoras que prestam serviços de entrega e coleta. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
as prestadoras que prestam serviços de entrega e coleta. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
as prestadoras que prestam serviços de entrega e coleta. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
as prestadoras que prestam serviços de entrega e coleta. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
as prestadoras que prestam serviços de entrega e coleta. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

Logística

Logística A logística é uma operação integrada da Administração de Materiais para cuidar de suprimentos e

A logística é uma operação integrada da Administração de Materiais para cuidar de suprimentos e distribuição, o que significa planejar, coordenar e executar todo o processo, visando a redução de custos e o aumento da competitividade da empresa.

Logística Empresarial

Trata das atividades de movimentação e armazenagem, que facilitam o fluxo de produtos desde o ponto de aquisição da matéria-prima até o ponto de consumo final, bem como dos fluxos de informação que colocam os produtos em movimento, com o propósito de providenciar níveis de serviço adequados aos clientes a um custo razoável.

de serviço adequados aos clientes a um custo razoável. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
de serviço adequados aos clientes a um custo razoável. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
de serviço adequados aos clientes a um custo razoável. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
de serviço adequados aos clientes a um custo razoável. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
de serviço adequados aos clientes a um custo razoável. Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

13

Papel Estratégico

Papel Estratégico Papel estratégico da logística na empresa: FUNÇÕES REGULADORAS DO CICLO LOGÍSTICO SUPRIMENTOS +

Papel estratégico da logística na empresa:

Estratégico Papel estratégico da logística na empresa: FUNÇÕES REGULADORAS DO CICLO LOGÍSTICO SUPRIMENTOS +
FUNÇÕES REGULADORAS DO CICLO LOGÍSTICO
FUNÇÕES REGULADORAS DO CICLO LOGÍSTICO
SUPRIMENTOS
SUPRIMENTOS

+

FUNÇÕES REGULADORAS DO CICLO LOGÍSTICO SUPRIMENTOS + DISTRIBUIÇÃO FÍSICA COMPOSTO LOGÍSTICO ADMINISTRAÇÃO

DISTRIBUIÇÃO

FÍSICA

DO CICLO LOGÍSTICO SUPRIMENTOS + DISTRIBUIÇÃO FÍSICA COMPOSTO LOGÍSTICO ADMINISTRAÇÃO DE COMPRAS
COMPOSTO LOGÍSTICO
COMPOSTO LOGÍSTICO
SUPRIMENTOS + DISTRIBUIÇÃO FÍSICA COMPOSTO LOGÍSTICO ADMINISTRAÇÃO DE COMPRAS PLANEJAMENTO DE ESTOQUES
SUPRIMENTOS + DISTRIBUIÇÃO FÍSICA COMPOSTO LOGÍSTICO ADMINISTRAÇÃO DE COMPRAS PLANEJAMENTO DE ESTOQUES
SUPRIMENTOS + DISTRIBUIÇÃO FÍSICA COMPOSTO LOGÍSTICO ADMINISTRAÇÃO DE COMPRAS PLANEJAMENTO DE ESTOQUES
SUPRIMENTOS + DISTRIBUIÇÃO FÍSICA COMPOSTO LOGÍSTICO ADMINISTRAÇÃO DE COMPRAS PLANEJAMENTO DE ESTOQUES
ADMINISTRAÇÃO DE COMPRAS PLANEJAMENTO DE ESTOQUES MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES
ADMINISTRAÇÃO
DE COMPRAS
PLANEJAMENTO
DE ESTOQUES
MOVIMENTAÇÃO
E ARMAZENAGEM
TRANSPORTES
DE ESTOQUES MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 14
DE ESTOQUES MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 14
DE ESTOQUES MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 14
DE ESTOQUES MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 14
DE ESTOQUES MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 14

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

14

Visão dos Custos

Visão dos Custos COMPOSIÇÃO DOS CUSTOS LOGÍSTICOS MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM + ESTOQUES + TRANSPORTES

COMPOSIÇÃO DOS CUSTOS LOGÍSTICOS

Visão dos Custos COMPOSIÇÃO DOS CUSTOS LOGÍSTICOS MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM + ESTOQUES + TRANSPORTES
MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM
MOVIMENTAÇÃO
E ARMAZENAGEM

+

ESTOQUES
ESTOQUES

+

TRANSPORTES
TRANSPORTES
MOVIMENTAÇÃO E ARMAZENAGEM + ESTOQUES + TRANSPORTES SIGNIFICÂNCIA DOS CUSTOS LOGÍSTICOS CUSTO INDUSTRIAL
SIGNIFICÂNCIA DOS CUSTOS LOGÍSTICOS
SIGNIFICÂNCIA DOS CUSTOS LOGÍSTICOS
CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO
CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO
CUSTOS LOGÍSTICOS
CUSTOS LOGÍSTICOS

=

=

70%

CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO CUSTOS LOGÍSTICOS = = 70% 30% Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

30%

CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO CUSTOS LOGÍSTICOS = = 70% 30% Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO CUSTOS LOGÍSTICOS = = 70% 30% Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO CUSTOS LOGÍSTICOS = = 70% 30% Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO CUSTOS LOGÍSTICOS = = 70% 30% Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO CUSTOS LOGÍSTICOS = = 70% 30% Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
CUSTO INDUSTRIAL BÁSICO CUSTOS LOGÍSTICOS = = 70% 30% Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

15

Atividades-chave ou primárias

Atividades-chave ou primárias 1. Padrões de serviço ao cliente (cooperar com MKT) a. Determinar as necessidades

1. Padrões de serviço ao cliente (cooperar com MKT)

a. Determinar as necessidades e desejos dos clientes para serviços logísticos

b. Determinar a relações dos clientes aos serviços

c. Estabelecer o nível de serviços a clientes

aos serviços c. Estabelecer o nível de serviços a clientes Unidade 1 – Introdução, definições e
aos serviços c. Estabelecer o nível de serviços a clientes Unidade 1 – Introdução, definições e
aos serviços c. Estabelecer o nível de serviços a clientes Unidade 1 – Introdução, definições e
aos serviços c. Estabelecer o nível de serviços a clientes Unidade 1 – Introdução, definições e
aos serviços c. Estabelecer o nível de serviços a clientes Unidade 1 – Introdução, definições e
aos serviços c. Estabelecer o nível de serviços a clientes Unidade 1 – Introdução, definições e
aos serviços c. Estabelecer o nível de serviços a clientes Unidade 1 – Introdução, definições e

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

16

Atividades-chave ou primárias

Atividades-chave ou primárias 2. Transportes a. Seleção do modal e do serviço de transportes b. Consolidação

2.

Transportes

a. Seleção do modal e do serviço de transportes
b. Consolidação de fretes
c. Roteiro do transporte
d. Programação de veículos
e. Seleção de equipamentos
f. Processamento de reclamações
g. Auditoria de tarifas

f. Processamento de reclamações g. Auditoria de tarifas Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 17
f. Processamento de reclamações g. Auditoria de tarifas Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 17
f. Processamento de reclamações g. Auditoria de tarifas Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 17
f. Processamento de reclamações g. Auditoria de tarifas Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 17
f. Processamento de reclamações g. Auditoria de tarifas Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 17
f. Processamento de reclamações g. Auditoria de tarifas Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 17

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

17

Atividades-chave ou primárias

Atividades-chave ou primárias 3. Administração de estoques a. Políticas de estocagem de matérias- primas e produtos

3. Administração de estoques

a. Políticas de estocagem de matérias- primas e produtos acabados

b. Previsão de vendas a curto prazo

c. Combinação de produtos em pontos de estocagem

d. Número, tamanho, e local dos pontos de estocagem

e. Estratégias de JIT, de empurrar e puxar

pontos de estocagem e. Estratégias de JIT, de empurrar e puxar Unidade 1 – Introdução, definições
pontos de estocagem e. Estratégias de JIT, de empurrar e puxar Unidade 1 – Introdução, definições
pontos de estocagem e. Estratégias de JIT, de empurrar e puxar Unidade 1 – Introdução, definições
pontos de estocagem e. Estratégias de JIT, de empurrar e puxar Unidade 1 – Introdução, definições
pontos de estocagem e. Estratégias de JIT, de empurrar e puxar Unidade 1 – Introdução, definições
pontos de estocagem e. Estratégias de JIT, de empurrar e puxar Unidade 1 – Introdução, definições
pontos de estocagem e. Estratégias de JIT, de empurrar e puxar Unidade 1 – Introdução, definições

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

18

Atividades-chave ou primárias

Atividades-chave ou primárias 4. Fluxo de informações e processamento de pedidos a. Procedimentos de interface dos

4. Fluxo de informações e processamento de pedidos

a. Procedimentos de interface dos estoques com pedidos de venda

b. Métodos de transmissão de informações de pedido

c. Regras de pedidos

de transmissão de informações de pedido c. Regras de pedidos Unidade 1 – Introdução, definições e
de transmissão de informações de pedido c. Regras de pedidos Unidade 1 – Introdução, definições e
de transmissão de informações de pedido c. Regras de pedidos Unidade 1 – Introdução, definições e
de transmissão de informações de pedido c. Regras de pedidos Unidade 1 – Introdução, definições e
de transmissão de informações de pedido c. Regras de pedidos Unidade 1 – Introdução, definições e
de transmissão de informações de pedido c. Regras de pedidos Unidade 1 – Introdução, definições e

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

19

Atividades-chave ou primárias

Atividades-chave ou primárias 5. Armazenagem a. Determinação do espaço b. Disposição do estoque e desenho das

5. Armazenagem

a. Determinação do espaço

b. Disposição do estoque e desenho das docas

c. Configuração do armazém

d. Localização do estoque

6. Manuseio de materiais

a. Seleção de equipamentos

b. Políticas de reposição de equipamentos

c. Procedimentos de coleta de pedidos

d. Alocação e recuperação de materiais

de coleta de pedidos d. Alocação e recuperação de materiais Unidade 1 – Introdução, definições e
de coleta de pedidos d. Alocação e recuperação de materiais Unidade 1 – Introdução, definições e
de coleta de pedidos d. Alocação e recuperação de materiais Unidade 1 – Introdução, definições e
de coleta de pedidos d. Alocação e recuperação de materiais Unidade 1 – Introdução, definições e
de coleta de pedidos d. Alocação e recuperação de materiais Unidade 1 – Introdução, definições e

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

20

Atividades-chave ou primárias

Atividades-chave ou primárias 7. Compras a. Seleção de fontes de suprimento b. O momento da compra

7. Compras

a. Seleção de fontes de suprimento

b. O momento da compra

c. Quantidades de compra

8. Embalagem protetora (Projeto para)

a. Manuseio

b. Estocagem

c. Proteção contra perdas e danos

a. Manuseio b. Estocagem c. Proteção contra perdas e danos Unidade 1 – Introdução, definições e
a. Manuseio b. Estocagem c. Proteção contra perdas e danos Unidade 1 – Introdução, definições e
a. Manuseio b. Estocagem c. Proteção contra perdas e danos Unidade 1 – Introdução, definições e
a. Manuseio b. Estocagem c. Proteção contra perdas e danos Unidade 1 – Introdução, definições e
a. Manuseio b. Estocagem c. Proteção contra perdas e danos Unidade 1 – Introdução, definições e

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

21

Atividades-chave ou primárias

Atividades-chave ou primárias 9. Cooperar com a produção/operações para: a. Especificar quantidades agregadas b.

9. Cooperar com a produção/operações para:

a. Especificar quantidades agregadas

b. Seqüência e tempo do volume de produção

10. Manutenção da informação

a. Coleta, arquivamento e manipulação de informação

b. Análise de dados

c. Procedimento de controle

informação b. Análise de dados c. Procedimento de controle Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
informação b. Análise de dados c. Procedimento de controle Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
informação b. Análise de dados c. Procedimento de controle Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
informação b. Análise de dados c. Procedimento de controle Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência
informação b. Análise de dados c. Procedimento de controle Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

22

Principais Desafios

Principais Desafios Os principais desafios do administrador de materiais na empresa atual: Demanda Custos do estoque

Os principais desafios do administrador de materiais na empresa atual:

Demandadesafios do administrador de materiais na empresa atual: Custos do estoque Níveis de Serviço ao cliente

Custos do estoquedo administrador de materiais na empresa atual: Demanda Níveis de Serviço ao cliente Características do produto

Níveis de Serviço ao clientede materiais na empresa atual: Demanda Custos do estoque Características do produto Custos logísticos Política de

Características do produtoDemanda Custos do estoque Níveis de Serviço ao cliente Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1

Custos logísticosNíveis de Serviço ao cliente Características do produto Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução,

Política de suprimentosao cliente Características do produto Custos logísticos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23

do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23
do produto Custos logísticos Política de suprimentos Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 23

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

23

Principais Desafios

Principais Desafios VANTAGENS VANTAGENS COMPETITIVAS COMPETITIVAS EQUILÍBRIO ENTRE: X IMOBILIZA IMOBILIZA Ç Ç ÃO ÃO

VANTAGENSVANTAGENS COMPETITIVASCOMPETITIVAS

Desafios VANTAGENS VANTAGENS COMPETITIVAS COMPETITIVAS EQUILÍBRIO ENTRE: X IMOBILIZA IMOBILIZA Ç Ç ÃO ÃO DE

EQUILÍBRIO ENTRE:

VANTAGENS COMPETITIVAS COMPETITIVAS EQUILÍBRIO ENTRE: X IMOBILIZA IMOBILIZA Ç Ç ÃO ÃO DE DE CAPITAL CAPITAL

X

VANTAGENS COMPETITIVAS COMPETITIVAS EQUILÍBRIO ENTRE: X IMOBILIZA IMOBILIZA Ç Ç ÃO ÃO DE DE CAPITAL CAPITAL

IMOBILIZAIMOBILIZAÇÇÃOÃO DEDE CAPITALCAPITAL

NNÍÍVELVEL ATENDIMENTOATENDIMENTO CLIENTESCLIENTES

N N Í Í VEL VEL ATENDIMENTO ATENDIMENTO CLIENTES CLIENTES Unidade 1 – Introdução, definições e
N N Í Í VEL VEL ATENDIMENTO ATENDIMENTO CLIENTES CLIENTES Unidade 1 – Introdução, definições e
N N Í Í VEL VEL ATENDIMENTO ATENDIMENTO CLIENTES CLIENTES Unidade 1 – Introdução, definições e
N N Í Í VEL VEL ATENDIMENTO ATENDIMENTO CLIENTES CLIENTES Unidade 1 – Introdução, definições e
N N Í Í VEL VEL ATENDIMENTO ATENDIMENTO CLIENTES CLIENTES Unidade 1 – Introdução, definições e

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

24

FIM FIM Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 25

FIMFIM

FIM FIM Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 25
FIM FIM Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 25
FIM FIM Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 25
FIM FIM Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 25
FIM FIM Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência 25

Unidade 1 – Introdução, definições e abrangência

25