EV.1 (10.1) Um evaporador contínuo de efeito simples a 1 atm concentra 9 072 kg/h de uma solução aquosa salina a 37.

8ºC desde 1% (massa) até 1.5%. O vapor de aquecimento é vapor de água saturado a 143.3 kPa. O coeficiente global de transferência de calor é U = 1 704 W/(m 2 K ). Uma vez que a solução é muito diluída, considere que a temperatura de ebulição e o calor específico são os correspondentes valores para a água pura (c p = 4.14 kJ kg-1 K-1 ). Calcule: a) As quantidades de líquido e de vapor produzidas. b) A área de transferência de calor.

EV.2 (10.9) A concentração de 4 536 kg/h de uma solução aquosa com 20% (massa) de NaOH até 50% é efectuada num evaporador contínuo de efeito simples. A solução entra no evaporador a 60ºC e a pressão de operação no evaporador é 11.7 kPa. O vapor de aquecimento entra saturado a 172.4 kPa. O coeficiente global de transferência de calor é 1 560 W/(m 2 K ). Calcule: a) O caudal de vapor de aquecimento. b) A área de transferência de calor. c) A economia do evaporador.

EV.3 (10.30) 13 600 kg/h de uma solução aquosa com 10% (massa) de NaOH a 38ºC é concentrada até 50% por evaporação usando vapor de água saturado a 8 bar. a) Se for usado um evaporador simples que opera a 102 mmHg com U = 2 300 W/(m 2 ºC), calcule a área de transferência de calor e a economia deste evaporador. b) Se, em alternativa, for usado um evaporador duplo com U 1 = 2 250 W/(m 2 ºC) e U 2 = 2 000 W/(m 2 ºC) que opera a 102 mmHg no segundo efeito, determine a área de transferência de calor em cada efeito (admita que são iguais) e a economia global deste evaporador.