You are on page 1of 3

CANTOS PARA III ROMARIA DAS ÁGUAS CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2011 Tema: Fraternidade e a Vida no Planeta.

Lema: "A Criação Geme em Dores de parto" (Rm 8,22). Paróquia São Francisco de Assis
Córrego do Ouro – 27 de março de 2011.

— Na verdade, sois Senhor, o Salvador do mundo./ Senhor, dai-me água viva a fim de eu não ter sede!

07 - Apresentação dos Dons
1- Sê bendito, Senhor, para sempre / Pelos frutos das nossas jornadas! / Repartidos na mesa do Reino, / Anunciam a paz almejada! Senhor da vida, / Tu és a nossa salvação! Ao prepararmos a tua mesa, / Em ti buscamos ressurreição! 2- Sê bendito, Senhor para sempre / Pelo mares, os rios e as fontes! / Nos recordam a tua justiça, Que nos levam a um novo horizonte! 3- Sê bendito, Senhor, para sempre / Pelas bênçãos qual a chuva torrente! / Tu fecundas o chão desta vida Que abriga uma nova semente!

Solo: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo. Ass.: Tende piedade de nós! Solo: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo. Ass.: Dai-nos a paz!

11 - Comunhão
1. Se conhecesses o dom de Deus, Quem é que te diz: dá-me de beber, És tu que lhe pedirias e ele te daria/ D'água viva, sempre a correr! Senhor, dá-me de beber, Vem e me sacia, Em tua fonte viva! Senhor, dá-me de beber, Vem e me sacia, Nesta santa eucaristia! 2. Quem crê em mim, dentro de si, terá, Meu espírito santo, fonte a jorrar, Um rio de água viva, capaz de saciar, A sua sede, sede de Deus!

Cantos para a Missa 01 - Refrão
Eis o tempo de conversão, / Eis o dia da salvação: / Ao Pai voltemos, juntos andemos. / Eis o tempo de conversão!

02 - Entrada
Senhor, eis aqui o teu povo, / Que vem implorar teu perdão; / É grande o nosso pecado,/ Porém, é maior o teu coração. 1. Sabendo que acolheste Zaqueu, o cobrador, / E assim lhe devolveste tua paz e teu amor, / Também nos colocamos ao lado dos que vão / Buscar no teu altar a graça do perdão. 2. Revendo em Madalena a nossa própria fé, / Chorando nossas penas diante dos teus pés, / Também nós desejamos o nosso amor te dar, / Porque só muito amor nos pode libertar. 3. Motivos temos nós de sempre confiar, / De erguer a nossa voz, de não desesperar. / Olhando aquele gesto que o bom ladrão salvou, / Não foi, também, por nós, teu sangue que jorrou?

08 - Santo Quaresmal
Solo: Santo, Santo, Santo é o Senhor! / Ass.: Santo, Santo, Santo é o Senhor! S.: Ó Deus do Universo, Deus, nosso Criador! / A.: Ó Deus do Universo, Deus, nosso Criador! S.: No céu, na terra brilha o esplendor! / A.: No céu, na terra brilha o esplendor! S.: De tua imensa glória, ó Deus nosso Senhor! / A.: de tua imensa glória, ó Deus nosso Senhor! S.: Bendito seja aquele que vem! / A.: Bendito seja aquele que vem! S.: Aquele que vem vindo, em nome do Senhor! / A.: Aquele que vem vindo, em nome do Senhor! S.: Hosana, hosana, hosana, ó Salvador! / A.: Hosana, hosana, hosana, ó Salvador! S.: Ó vem nos perdoar, no teu imenso amor! / A.: Ó vem nos perdoar, no teu imenso amor! S.: Ó vem nos libertar, no teu imenso amor! / A.: Ó vem nos libertar, no teu imenso amor!

12 - Final / Hino Oficial da CF 2011
1. Olha, meu povo, este planeta terra: Das criaturas todas, a mais linda! Eu a plasmei com todo amor materno, /Pra ser um berço de aconchego e vida. Nossa mãe terra, Senhor, /Geme de dor noite e dia. Será de parto essa dor?/ Ou simplesmente agonia?! Vai depender só de nós!/ Vai depender só de nós! 2. A terra é mãe, é criatura viva;/ Também respira, se alimenta e sofre. É de respeito que ela mais precisa!/ Sem teu cuidado ela agoniza e morre. 3. Vê, nesta terra, os teus irmãos. São tantos... Que a fome mata e a miséria humilha. Eu sonho ver um mundo mais humano, /Sem tanto lucro e muito mais partilha! 4. Olha as florestas: pulmão verde e forte!/ Sente esse ar que te entreguei tão puro... Agora, gases disseminam morte;/ O aquecimento queima o teu futuro. 5. Contempla os rios que agonizam tristes./ Não te incomoda poluir assim?! Vê: tanta espécie já não mais existe!/ Por mais cuidado implora esse jardim! 6. A humanidade anseia nova terra. / De dores geme toda a criação. Transforma em Páscoa as dores dessa espera,/ Quero essa terra em plena gestação!

03 – Ato Penitencial - Aspersão
Eu te peço desta água que Tu tens, / é água viva, meu Senhor. / Tenho sede e tenho fome de amor / e acredito nesta fonte de onde vens. / Vens de Deus, estás em Deus também és Deus / e Deus contigo faz um só. / Eu, porém, que vim da terra e volto ao pó, / quero viver eternamente ao lado teu. És água viva, / és vida nova. / E todo dia me batizas outra vez. / Me fazes renascer, / me fazes reviver, / e eu quero água desta fonte de onde vens. (bis)

09 – Paz
Quando o dia da paz renascer / Quando o Sol da esperança brilhar / Eu vou cantar /Quando o povo nas ruas sorrir/ E a roseira de novo florir / Eu vou cantar / Quando as cercas cairem no chão / Quando as mesas se encherem de pão / Eu vou cantar / Quando os muros que cercam os jardins, destruídos / Então os jasmins vão perfurmar. Vai ser tão bonito se ouvir a canção / Cantada de novo no olhar da gente a certeza de irmãos / reinado do povo (2x) Quando as armas da destruição / destruídas em cada nação eu vou sonhar / E o decreto que encerra a opressão assinado só no coração / vai triunfar / Quando a voz da verdade se ouvir / e a mentira não mais existir será enfim tempo novo de eterna justiça / sem amis odio sem sangue ou cobiça / vai ser assim.

04 – Entrada da Palavra
É como a chuva que lava, / é como o fogo que arrasa. / Tua Palavra é assim, / não passa por mim sem deixar um sinal. (bis) 1 – Tenho medo de não responder, / de fingir que não escutei. / Tenho medo de ouvir teu chamado, / virar pro outro lado e fingir que não sei. (2x) 2 – Tenho medo de não perceber, / de não ver teu amor passar. / Tenho medo de estar distraído(a), / magoado(a) e ferido(a), e, então, me fechar. (2x)

Cantos para a Caminhada
Cantos para a Acolhida das Comunidades

13 - Também sou teu povo, Senhor, / e
estou nessa estrada. / Somente a tua graça / me basta e mais nada.

14 - Oi, que prazer, que alegria, o nosso
encontro de irmãos! (bis)

- Senhor, tu nos abençoas, / e a vida vem de porção. - É vida que dura sempre, / gostosa é nossa união! 15 - Conversão, justiça, comunhão e alegria
no cristão / é missão de cada dia. (bis)

05 - Salmo Responsorial
3º Domingo: Não fecheis, irmãos, o vosso coração,/ Como outrora no deserto!

10 - Cordeiro
Faixa 18 do cd Campanha da Fraternidade 2009. Cordeiro de Deus, que tirais o

16 - Alegres vamos à Casa do Pai / e na
alegria cantar seu louvor. / Em sua casa, somos felizes: / participamos da ceia do amor.

06 - Hino de Aclamação
Glória e louvor a vós, ó Cristo! Cristo!

pecado do mundo. Ass.: Tende piedade de nós!

Ah! Ver crianças pelas praças. 21 – 1 – O Povo de Deus no deserto andava. perpetuar a vida 19 – Diante de ti ponho a vida e ponho a morte. / nosso canto se ouvirá / nos caminhos do sertão. nosso Senhor. / Somente a tua graça / me basta e mais nada. nos rios e no mar. assim. 4./ Feliz aquele que te amar. nem rancor/ não mais o veneno que se joga/ na mente do povo sofredor. também viverás. movidos pelos princípios do Evangelho. Anda. Tempo. 5. a ti a honra. retirante. também morrerás!/ Também morrerás! Diante de ti. da nossa casa./ Pelas pessoas que em teu amor/ Perdoam e sofrem tribulação. lutador! / Deus dos peregrinos. / O Povo de Deus corria e cantava. / Possamos celebrar na Páscoa do vosso Filho. pão de graça/ Como cheiro de hortelã. / Perdoa se. às vezes./ Para ver o sol nascer./ Radiante imagem de ti./ A beleza está sendo mudada em devastação. amor. Também sou teu povo./ Ah! Como eu falei de flores. Vamos precisar de todo mundo pra banir do mundo a opressão/ Para construir a vida nova vamos precisar de muito amor A felicidade mora ao lado e quem não é tolo pode ver . também morrerás. voz unida. 6. Senhor. / No meu coração latino a esperança tem lugar./ não mais este lixo nuclear/ não mais o veneno que se joga/ nos campos. / Se deixas viver./ Ah! Dança e terra Guaranis. / todo arame e porteira / merecem corte e fogueira. nosso Pai e Criador. o sal da. 4 – O Povo de Deus ao longe avistou / a terra querida. 23 – 1. / do meio da escravidão. nem por isso quero me ferir. / Tanta dor na cordilheira. lá nas alturas. antigamente. / e estou nessa estrada. / O Povo de Deus chorando rezava./ De uma raça . / sou teu. teu amor que não passa. / e nos seus louvores teu poder proclamava. Onde a chuva caía quase todo dia/ já não chove nada/ o sol abrasador rachando o leito dos rios secos/ sem um pingo d'água quanto ao futuro inseguro/ será assim de norte a sul/ a terra nua semelhante à lua. / Tu és alimento na longa jornada. 2. Vamos precisar de todo mundo. canto a vida./ Pois o Altíssimo o satisfaz. (2x) 25 . 24 – A vida e a natureza sempre à mercê da poluição/ se invertem as estações do ano/ faz calor no inverno e frio no verão/ os peixes morrendo nos rios/ estão se extinguindo espécies animais/ e tudo que se planta. 4.Deus da criação. / e estou nessa estrada. tão feliz que o homem dizimou. Também sou teu povo. Que nesta quaresma nos convertamos / E vejamos que a criação geme em dores de parto. / E o que era para ser garantia da vida está se tornando ameaça. nem a guerra/ não mais violência. Não mais estes rios poluídos./ e todo o povo te diz: Amém! 1. tu que és do homem a maçã 7. / Também nós. na estrada. / Verdes mares. um mais um é sempre mais que dois/ Pra melhor juntar as nossas forças é só repartir melhor o pão/ Recriar o paraíso agora para merecer quem vem depois 8. 2 – O Povo de Deus também vacilava. Também sou teu povo. Senhor. / pedia perdão e recomeçava. quero viver mais duzentos anos Quero não ferir meus semelhantes. / quem se une ao companheiro / vence todo cativeiro./ Ah! Vou nos passos de um menino... que não para de cantar. / hoje Moisés é a gente / quando enfrenta o opressor. / mas à sua frente alguém caminhava.. o ar e o tempo/ E pela chuva que cai no chão/ nos dá sustento. amor. Bem aventurado quem guarda a paz.. / hoje Ele passa de novo / gritando a libertação! (2x) 3 – Para a terra prometida / o povo de Deus marchou: / Moisés andava na frente. / cada dia mais perto da terra esperada./ A sabedoria e o amor com que fizestes todas as coisas./ Então viva e deixa viver. Senhor. também morrerás! Também morrerás! Diante de ti. Canta. és o mais bonito dos planetas Tão te maltratando por dinheiro. paz e pipa./ Clareia o dia.. O que será desse planeta azul?/ O que será desse planeta azul?/ O rio que desse as encostas já quase sem vida/ parece que chora um triste lamento das águas/ vão perdendo a estrada. 3. beija-flores. / ninguém mais nos calará. Terra. Jesus Cristo redentor. Louvado sejas. quando o dia amanhecer. / clamando por terra e pão. a fauna e a flora/ é tempo de pensar no verde/ regar a semente que ainda não nasceu/ deixar em paz a Amazônia. que o amor preparou. / o eterno amor que tendes por todos nós. é obra tua. / bendito o povo que marcha tendo o Cristo como guia. / A beleza do universo revela a vossa grandeza. tu que és a nave nossa irmã 6. Louvado sejas pelo irmão vento/ E pelas nuvens. claras e belas:/ Tu és a fonte do brilho delas. / Por meio da nossa mudança de mentalidade e de atitudes. / dos pequeninos. Senhor. amor. Não mais estas mortes sem sentido!/ não poluirás e não matarás!/ A Terra é pequena e limitada/ se a Terra morrer./ Pelas estrelas. 5. não respeitamos a vossa obra./ Com humildade ao Senhor bendizer. Pecadores que somos. / só tinha esperança e o pó da estrada. leva tua vida em harmonia E nos alimenta com teus frutos. / não creio em mais nada.. que meditava a vossa Palavra e a fazia vida. Louvado sejas pela irmã lua. / provou teu amor. cantando. / Que meu coração sonhou. vem que tá na hora de arrumar. sem ter medo do amanhã. E. (2x) 6 – Mãos ao alto./ Ah! Água pura ali na fonte / E a gente a olhar os montes. o pé na terra A paz na Terra. Louvado sejas nas criaturas/ Primeiro o sol. Deixa nascer o amor/ Deixa fluir o amor/ Deixa crescer o amor/ Deixa viver o amor / O sal da terra./ Do artista e do profeta/ Que o tempo eternizou. Senhor. / e estou nessa estrada./ Abre as asas liberdade.Oração da CF 2011 Senhor Deus. / O Povo de Deus era rico de nada./ Vamos louvar e agradecer./ Ah! Quando bate a saudade. 2 – No Egito. deu graças. Também sou teu povo. / quem tem medo sofre mais. / Para que possa renascer segundo o vosso plano de amor. Senhor. / Deus libertou o seu povo. glória e louvor!/ Todas as bênçãos de ti nos vêm. 3 – O Povo de Deus também teve fome. / Sou povo novo. / são frutos da maldição. (2x) 5 – Caminheiro. grande esplendor. Louvado sejas pela irmã morte../ E a morte mostra a sua presença no nosso planeta. (2x) 4 – Quem é fraco Deus dá força. que o Condor não voou. meu Bom Senhor. 2. / muita cerca prende o chão./ mas tens que saber escolher: / Se escolhes matar. / Liberdade. 22 – 1 – Bendita e louvada seja esta santa romaria! / Bendito o povo que marcha./ Ah! O meu lindo continente. Não mais este medo sem sentido!/ não destruirás nem oprimirás!/ A vida é pequena e entrelaçada/ se o homem morrer. colhe/ o tempo retribui o mal que a gente faz. / às vezes custava a crer no amor. quero te dizer nenhum segredo/ Falo desse chão. como Maria. 3. / O Povo de Deus. que fez do sangue a semente.. / e estou nessa estrada. / é feliz e tem a paz. (2x) Sou. Não mais a tortura./ Ah! Nossas matas tão bonitas./ A morte eterna não o matará. / O 20 – Ah! Quero ouvir as serenatas/ Ver crescer as nossas matas e tocar um violão/ Ah! Meu amigo vem cantar/ Pois o dia vai raiar e morar nesta canção/ Ah! Que saudades do poeta./ Que vem a todos. Ah! Quanta luta na fronteira. / e tu lhe mandaste o pão lá do céu./ no céu criaste./ Felicidade em ti encontrarão. ao fraco e ao forte.17 – Agora é tempo de ser Igreja/ caminhar juntos participar! Caminhada 18 – Onipotente e bom Senhor. A paz na Terra.

Amém.ressurgimento do vosso projeto para todo o mundo. .