You are on page 1of 2

1 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO EXTERIOR Bolsas

Sanduíche na Graduação (SWG) O Programa de Iniciação Científica do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia (CEUNIMT) foi criado com o objetivo de fomentar o desenvolvimento do pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de graduação e tem como objetivos: Estimular pesquisadores produtivos a motivar estudantes de graduação nas atividades científicas e tecnológicas do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia; Possibilitar maior integração entre a graduação e a pós-graduação; Contribuir para o aumento da produção científica e tecnológica; Despertar vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes de graduação, mediante participação em projetos de pesquisa; Contribuir para a formação de recursos humanos no campo da pesquisa; Estimular nos alunos o raciocínio crítico-analítico dos trabalhos científicos. Tal Programa é gerido pela Comissão de Iniciação Científica da Mauá, cujos membros são: Profa. Dra. Alessandra Dutra Coelho, Profa. Dra. Cynthia Jurkiewiscz Kunigk, Prof. Dr. José Alberto Domingues Rodrigues (Coordenador), Profa. Dra. Susana Marraccini Giamprietri Lebrão, cujo endereço eletrônico é iniciacaocientifica@maua.br. O Programa de Iniciação Científica do CEUN-IMT foi contemplado pelo CNPq com duas bolsas de Iniciação Científica no exterior. Trata-se do programa “Brasil Sem Fronteiras” do governo federal (www.cnpq.br). Os requisitos para participação dos alunos de graduação do CEUN-IMT no referido programa estão resumidos a seguir e podem ser encontrados em maiores detalhes no arquivo “Instruções para implementação das Bolsas Sanduiche na Gradução (SWG).pdf” disponibilizado em http://www.maua.br/pesquisas/programa-institucional-de-bolsas-de-iniciacao-cientifica. Os requisitos para participação como bolsista de Iniciação Científica do CEUN-IMT no exterior são: São elegíveis os alunos com participação destacada em programa de iniciação científica ou tecnológica e que tenham concluído as disciplinas necessárias para o bom aproveitamento dos estudos no exterior; Os critérios de seleção priorizarão o desempenho acadêmico do candidato e a qualidade da instituição de destino em sua área de estudo; Os alunos selecionados devem ter conhecimento suficiente do idioma para o desenvolvimento das atividades na instituição de destino; Em caráter classificatório terão prioridade os alunos que participaram de programas de Iniciação Científica com bolsa: CEUN/IMT”, PIBIC-CEUN/IMT-CNPq, PIBITI-CEUN/IMT-CNPq ou FAPESP.

2

As principais informações sobre o programa de Iniciação Científica no exterior são: As bolsas terão duração mínima de 6 (seis) meses, podendo chegar a 12 (doze) meses, quando o plano de atividades incluir estágio de pesquisa ou inovação/tecnologia em indústria, centro de pesquisa ou laboratório; Não será permitida a prorrogação da bolsa ou a substituição do bolsista; O prazo limite para início das bolsas será março de 2012; As áreas prioritárias e instituições de destino elegíveis encontram-se disponíveis no Portal do Programa Ciência sem Fronteiras: http://www.cienciasemfronteiras.cnpq.br e cienciasemfronteiras@cnpq.br. Os benefícios da bolsa de Iniciação Científica no exterior, ou seja, os candidatos selecionados e cuja indicação for aprovada pelo CNPq terão direito a: Mensalidades; Passagens aéreas de ida e volta; Auxílio instalação; Seguro saúde, proporcional à duração da bolsa, exceto para bolsistas que se dirijam a países que ofereçam assistência médica gratuita. As mensalidades da bolsa (U$ 870,00) serão pagas trimestralmente, nos meses de janeiro, abril, julho e outubro, mediante depósito em conta bancária no exterior, a qual deverá ser aberta pelo bolsista após sua chegada ao país de destino.