You are on page 1of 14

CRITÉRIO TÉCNICO

• •

Prestadores de Serviços (páginas 2 a 8) Fornecedores de Bens (páginas 9 a 13).

Legenda relativa à classificação dos requisitos: a. b. Mandatório: indicador cuja apresentação é obrigatória para obtenção do cadastro. Classificatório: indicador utilizado apenas para pontuação e classificação.

c. Específico: indicador exigido somente para determinadas famílias de material ou serviços devido a sua peculiaridade.

Observações:

1.

Cada empresa, em função do seu perfil e das suas estratégias, deverá descrever ou demonstrar como atende a cada requisito, apresentando evidências. Os documentos a serem apresentados deverão estar dentro do prazo de validade e conter a razão social e o endereço constantes na última alteração do contrato social ou equivalente. A validade das Certidões, quando não mencionada no documento, será considerada de 6 meses a partir da sua emissão. Os carimbos, autenticações e selos precisam estar visíveis e sem rasuras para a validação do documento.

2.

3.

4.

5.

Os documentos emitidos pelo fabricante e/ou pelo seu revendedor ou distribuidor credenciado, deverão estar em papel timbrado do fabricante, revendedor ou distribuidor, contendo local e data, assinatura do responsável pela empresa reconhecida em cartório, com identificação de nome e cargo. Não serão aceitos documentos apresentados por fax, e-mail ou originários destes.

6.

1

Para Prestadores de Serviços:
Indicadores: Instalação, Equipamentos, Materiais, Pessoal, Tecnologia e Porte Técnico.

INDICADOR: - INSTALAÇÃO

1.º Requisito Classificatório e Específico: INSTALAÇÕES ADMINISTRATIVAS
LOCALIZAÇÃO Descrever os locais onde está estabelecida a sedes e cada filial e/ou unidade industrial produtiva (canteiro, fábrica, etc.) da empresa, indicando a unidade da federação.

DESCRIÇÃO Descrever o tipo, quantidade (onde aplicável) e o endereço de cada instalação administrativa, ordenando seqüencialmente por localização (sede, unidade industrial e/ou filial). Incluir salas da área administrativa, salas das gerências, escritórios de projeto e outras dependências de apoio administrativo ou à produção, tais como restaurantes, enfermarias / hospitais, etc.

CARACTERÍSTICAS DA INSTALAÇÃO ADMINISTRATIVA Relacionar as características físicas e limites que descrevam as propriedades funcionais de cada instalação administrativa (dimensões, área, capacidade, etc.) e sua finalidade genérica, vinculando cada uma aos itens de serviço aplicáveis.

2.º Requisito Classificatório e Específico: INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS
UNIDADE INDUSTRIAL E/OU FILIAL Identificar a unidade industrial e/ou filial onde se localiza cada instalação industrial relacionada.

IDENTIFICAÇÃO/ENDEREÇO Identificar como é denominada cada unidade industrial e/ou filial da empresa, fornecendo seu endereço.

CARACTERÍSTICAS MACRO DA UNIDADE INDUSTRIAL Informar a área ou outro parâmetro que represente a extensão total da unidade industrial, sua finalidade genérica e vincular cada um aos itens de serviço aplicáveis.

2

INSTALAÇÕES Relacionar todas as instalações por unidade industrial e/ou filial, descrevendo seu tipo. Incluir pátios, galpões, oficinas, almoxarifados, laboratórios de END e de pesquisa, centros de treinamento de mão-deobra, cais de embarque/desembarque ou de acabamento, áreas de load-out, cabines ou estações de tratamento de superfície/pintura, etc. Indicar, quando necessário, a quantidade de cada instalação descrita.

CARACTERÍSTICAS DE CADA INSTALAÇÃO INDUSTRIAL Informar, de forma sintética, as características físicas e limites que descrevam as propriedades funcionais de cada instalação relacionada: dimensões principais, área, etc. Indicar, onde aplicável, a capacidade de produção e/ou de elevação/movimentação de carga e vincular cada uma aos itens de serviço aplicáveis.

INDICADOR: - EQUIPAMENTOS

1.º Requisito Mandatório e Classificatório: EQUIPAMENTOS PRÓPRIOS

LOCALIZAÇÃO/INSTALAÇÃO Relacionar, por unidade industrial e/ou filial, os equipamentos das instalações industriais significativas e as administrativas quando apropriado (como as de projeto, por exemplo) cujos equipamentos serão descritos, bem como os equipamentos de porte avulsos (aviões para aerolevantamento, balsas guindaste e de lançamento de dutos, guindastes de esteiras ou sobre rodas, escavadeiras, tratores, etc.), vinculando cada instalação/equipamento avulso aos itens de serviço aplicáveis.

QUANTIDADE, TIPO E CAPACIDADE Listar os equipamentos de cada unidade industrial indicando a quantidade de cada item descrito existente na instalação correspondente, o tipo genérico de equipamento e as características físicas e limites que descrevam as suas propriedades funcionais: carga, alcance, potência, vazão, corrente, processamento, memória etc. No caso de equipamentos avulsos que se encontrem, no momento, em uso em canteiro externo ou outra aplicação não permanente, informar o prazo previsto para desmobilização (fim de obra). Obs.: Devem ser descritos os equipamentos próprios de acordo com o tipo de serviço executado pela empresa.

ESTADO DE CONSERVAÇÃO Indicação da integridade e da aptidão para o funcionamento: N = novo ou em plenas condições funcionais; R = necessita de melhorias/ reparos para evitar o comprometimento do serviço ou de sua capacidade. Na hipótese de uma instalação ter equipamentos em diferentes condições de integridade, separar a descrição em dois itens, agrupando os equipamentos por estado de conservação (N/R).

3

2.º Requisito Classificatório e Específico: CAPACIDADE DE ALOCAÇÃO

ATIVIDADES DA GESTÃO DE LOCADORES São as aplicações dos procedimentos para gestão de locadores: avaliação e classificação, contratação, acompanhamento, avaliação de desempenho e conseqüências, atualização dos insumos informacionais, etc.

PROCEDIMENTOS Indicar os procedimentos/normas internas adotados pela empresa, com a revisão atual e respectiva data, vinculando cada um aos itens de serviço aplicáveis

PRINCIPAIS LOCADORES

TIPO DE EQUIPAMENTO Indicar termo genérico para descrição do equipamento alocado.

FORNECEDOR/MODALIDADE Informar a razão social do locador do equipamento. Caso possua equipamento locado, informar a unidade industrial onde o equipamento está localizado e o tipo de locação (leasing, aluguel, etc.). Vincular cada um aos itens de serviço aplicáveis

INDICADOR: - MATERIAIS

1.º Requisito Classificatório e Específico: SUPRIMENTO DE MATERIAIS

ATIVIDADES DA GESTÃO São as aplicações dos procedimentos para gestão de fornecedores: processamento de compras, inspeção e testes de fabricação, inspeção e testes de recebimento, controle de estoques e armazenamento, atualização dos insumos informacionais, etc.

PROCEDIMENTOS Indicar os procedimentos/normas internas adotados pela empresa, com a revisão atual e respectiva data, vinculando

4

PRINCIPAIS FORNECEDORES

TIPO DE MATERIAL Indicar termo genérico para descrição dos materiais/equipamentos listados.

FORNECEDOR Informar a razão social dos fornecedores dos principais materiais e equipamentos, vinculando cada um aos itens de serviço aplicáveis

INDICADOR: - PESSOAL

1.º Requisito Mandatório e Classificatório: SUPRIMENTO DE MATERIAIS
O requisito é aplicável a todo o pessoal permanente do quadro gerencial e técnico da empresa.

LOCALIZAÇÃO Descrever os locais (sede, unidade industrial e/ou filial) onde estão lotadas as pessoas relacionadas, indicando a unidade da federação.

NOME OU QUANTIDADE/FUNÇÃO/PROFISSÃO/ESPECIALIDADE/QUALIFICAÇÃO

NOME OU QUANTIDADE Profissionais relacionados ao item, podendo ser por indivíduo (citar nome completo) ou por grupo de profissionais (citar apenas a quantidade), na mesma função, mesma especialidade, e mesma qualificação, vinculando cada um aos itens de serviço aplicáveis

FUNÇÃO Termo genérico conforme o caso atual: diretor, especialista, gerente, inspetor, projetista, etc.

PROFISSÃO Título genérico da formação: administrador, contador, desenhista, economista, engenheiro, técnico, etc.

5

ESPECIALIDADE Disciplina ou área de atuação: arquitetura, caldeiraria, civil, elétrica, eletrônica, equipamentos de carga, instrumentação e controle, máquinas rotativas, mecânica, permutadores, processo, revestimentos, soldagem utilidades, vasos, tanques, torres, áreas de END, etc.

QUALIFICAÇÃO Quando pertinente: Nível I, Nível II, etc.

TEMPO Tempo de experiência, em anos, no tipo de serviço para a função/qualificação atual, absoluto por profissional, e médio quando for por grupo.

INDICADOR: - TECNOLOGIA

1.º Requisito Classificatório e Específico: EXECUÇÃO DE SERVIÇOS

CAPACITAÇÃO/HABILITAÇÃO Descrever, vinculando aos itens de serviço aplicáveis, as capacitações tecnológicas da empresa, suas origens e eventuais licenças de uso (caso não sejam próprias).

PROCEDIMENTOS ADOTADOS

PROCESSOS Indicação dos processos de execução aplicáveis ao item de serviço: usinagem, corte, soldagem, ensaios, tratamento térmico, tratamento de superfície, revestimento, calibração, condicionamento/ comissionamento, cálculos de projeto, análise de fadiga, levantamentos topográficos, suprimento, etc.

PROCEDIMENTOS Indicar os procedimentos/normas internas adotados pela empresa, com a revisão atual e respectiva data.

SISTEMA ADOTADO

6

SISTEMA (programa, licenciador, versão) Relação dos sistemas (software) específicos para execução do serviço, indicando o nome comercial do aplicativo, o licenciador e o número da versão utilizada.

2.º Requisito Classificatório e Específico: PLANEJAMENTO E CONTROLE

PROCESSO DE PLANEJAMENTO Estrutura analítica de projeto (EAP), cronograma de barras por contrato/ serviço, histograma de efetivo de mão-de-obra, cronogramas e curvas de execução física, cronograma financeiro, programação das atividades mensais com a previsão de utilização/fornecimento dos principais recursos, etc.

SISTEMA E/OU MÉTODO (programa, licenciador, versão) Softwares específicos para execução, acompanhamento, revisão e emissão de documentos das atividades de Planejamento e Controle, indicando o nome comercial do aplicativo, o licenciador e o número da versão utilizada.

3.º Requisito Classificatório e Específico: TERCEIRIZAÇÃO

PROCEDIMENTOS ADOTADOS

ATIVIDADES DA GESTÃO São as aplicações dos procedimentos para gestão de terceirizados: avaliação e classificação, contratação, acompanhamento, avaliação de desempenho e conseqüências, atualização dos insumos informacionais, etc.

PROCEDIMENTOS Indicar os procedimentos, vinculando cada um aos itens de serviço aplicáveis.

PROCESSOS E EMPRESAS TERCEIRIZADAS

PROCESSOS Indicar os processos normalmente terceirizados pela empresa: usinagem, corte, soldagem, ensaios, tratamento de superfície, revestimento, alimentação, consultoria técnica especializada, apoio administrativo, condicionamento/ comissionamento, levantamentos topográficos, etc. Vincular cada processo terceirizado aos itens de serviço aplicáveis. A subcontratação de consultoria também deve ser incluída neste requisito, descrevendo os trabalhos abrangidos, informando os dados dos profissionais envolvidos e vinculando aos itens de serviço aplicáveis. Os currículos com a experiência profissional dos Consultores deverão ser anexados.

7

EMPRESAS TERCEIRIZADAS Razão social da terceirizada.

INDICADOR: - PORTE TÉCNICO

1.º Requisito Mandatório e Classificatório: SERVIÇOS REALIZADOS

CLIENTE/REPRESENTANTE, TELEFONE, E-MAIL Informar razão social e/ou nome fantasia e dados do representante.

DESCRIÇÃO/ DATAS (início e fim) /VALOR DO CONTRATO

DESCRIÇÃO Descrição técnica das obras/projetos realizados no item de serviço indicado ou de escopo similar, desde que prontificados/entregues nos últimos 5 anos, mencionando, caso existentes, quaisquer formalidades externas, como consultas à sociedade civil, audiências públicas e outras. Indicar a quantidade para serviços feitos mais de uma vez para o mesmo cliente e a unidade industrial/filial responsável por conduzir o serviço. Vincular cada obra/projeto ao item de serviço aplicável

DATAS (início e fim) Datas de contratação e prontificação/ entrega do serviço descrito.

VALOR DO CONTRATO Informar valor global do contrato.

2.º Requisito Classificatório e Específico: CAPACIDADE DISPONÍVEL

CAPACIDADE DISPONÍVEL, LIMITAÇÕES Descrição, da capacidade instalada e suas limitações, vinculando aos itens de serviço aplicáveis e indicando a cidade e o estado onde se encontra cada instalação.

ITEM DE SERVIÇO Selecionar os itens de serviço para os quais cada recurso descrito é aplicável, usando o botão à direita da tabela.

8

Para Fornecedores de Bens:
Indicadores: Capacidade Técnica e Tradição

INDICADOR: - CAPACIDADE TÉCNICA

1.º Requisito Específico: ASSISTÊNCIA TÉCNICA

Informar as facilidades disponíveis para assistência técnica, treinamento de operadores da Petrobras, suprimento de peças sobressalentes, acompanhamento ao longo da vida útil; pré-operação assistida para ajustes (comissionamento); manutenção periódica. Informar, também, os recursos para manutenção e teste bem como o local em que são realizados. O sistema de assistência técnica ofertado pelo fabricante é apresentado ao usuário do material, que então avalia a sua adequação.

2.º Requisito Específico: QUALIFICAÇÃO DOS INSPETORES DE ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS E SOLDADORES
Descrever o Sistema de Qualificação de Pessoal para execução e inspeção de soldas e ensaios nãodestrutivos, quando esses serviços fizerem parte do seu processo produtivo, comprovando estar compatível com o sistema oficial vigente no Brasil (FBTS – Fundação Brasileira de Tecnologia da Soldagem e Abende – Associação Brasileira de Ensaios não Destrutivos, respectivamente). No caso de fornecedor estrangeiro, comprovar estar compatível com o Sistema Oficial do país onde a empresa está instalada. Tal sistema deve estar estruturado com base nas normas EM-45013 e ISO-9712, respectivamente.

3.º Requisito Específico: TESTE DE CAMPO
Para materiais em que há a necessidade de comprovação da adequação do produto às condições específicas de operação da Petrobras, obtida através de testes de operação/desempenho nas próprias instalações da Companhia.

9

INDICADOR: - TRADIÇÃO
1.º Requisito Mandatório: HISTÓRICO DE FORNECIMENTOS ANTERIORES
A comprovação é feita através da demonstração da tradição de seu produto no mercado, apresentando a relação dos principais fornecimentos do material, contendo necessariamente as características técnicas do produto, data, aplicação e cliente atendido, com nome e telefone de contato. Cartas de referência de clientes (usuários finais), indicando o bom desempenho dos produtos também deverão ser apresentadas. Nos casos em que o produto é de tecnologia recente e que exista demanda na Companhia, a critério da Petrobras, o histórico de fornecimento poderá ser substituído pela Homologação de Projeto e/ou de Protótipo, e outros requisitos, tal como o Teste de Campo. O mesmo poderá ocorrer com fabricantes novos no mercado, caso haja interesse da Petrobras em qualificá-los. Relacionar os principais fornecimentos do(s) material (is) a terceiros, aplicados em condições similares a da Petrobras, informando necessariamente as características específicas do(s) material (is) fornecido(s), aplicação e cliente atendido com nome, e-mail e telefone de contato. Apresentar pelo menos 3 (três) cartas de referências de clientes (usuários finais) para cada material que pretenda fornecer. As referências, em papel timbrado da empresa, devem informar obrigatoriamente, as principais características do material fornecido, data de fornecimento e atestar o seu bom desempenho. Anexo IV.

2.º Requisito Específico: APRESENTAÇÃO BADEM
Documento exigido para a qualificação de peças e componentes produzidos por oficinas segundo especificação e desenhos da Petrobras. Apresentar BADEM emitido pelos órgãos operacionais da Petrobras, atestando o desempenho do material fabricado por encomenda, em conformidade com o Anexo V.

3.º Requisito Específico: HOMOLOGAÇÃO DE PROJETO / PROTÓTIPO
Requerido para comprovar a adequação do projeto e dos meios de fabricação, quando estes têm grande impacto nos meios de instalação, manutenibilidade, continuidade operacional, assim como segurança das instalações e do meio-ambiente, este requisito estabelece que o projeto do fabricante deve ser analisado e aceito pelos usuários do material na Petrobras, podendo requerer, também, a execução de testes de bancada ou ensaios de tipo, testemunhados pela Petrobras ou 3.ª parte reconhecida, a critério da Petrobras. Estes testes podem ser realizados em entidades independentes, na Petrobras ou no próprio fabricante, conforme procedimento previamente acordado entre o fabricante e a Petrobras. Este requisito também é aplicável para os materiais que têm suas interfaces padronizadas pela Petrobras, visando permitir intercambiabilidade entre equipamentos, independente de sua origem (fabricante). Para esses casos, é necessária a apresentação dos projetos das interfaces para que sejam analisados e aprovados pelos usuários.

10

4.º Requisito Específico: APROVAÇÃO PELO CENPES
O material será avaliado por especialistas que verificarão a adequação do produto às condições específicas de operação da Petrobras, obtidas através de testes de operação/desempenho pelo CENPES.

5.º Requisito Específico: CERTIFICADO ANATEL
Certificado emitido Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações, comprovando que o produto atende as suas resoluções e está aprovado para utilização no país.

6.º Requisito Específico: CERTIFICADO DIRETORIA
Certificado de Aprovação da Diretoria de Portos e Costas (DPC), para embarcações.

7.º Requisito Específico: CERTIFICADO CLASSIFICADOR NAVAL
Type Approval emitido por Sociedade Classificadora Naval.

8.º Requisito Específico: CERTIFICADO TESTE DE QUEIMA
Certificado de teste de protótipo, realizado por laboratório independente reconhecido pela Petrobras, comprovando que o material resiste às condições adversas provenientes de um incêndio, permitindo seu acionamento com a estanqueidade dentro dos limites máximos de vazamento admissíveis pela Norma BS 6755 e/ou API-607.

9.º Requisito Específico: MARCA DE CONFORMIDADE
É aplicável a certos materiais por imposição legal ou especificação técnica. A Marca de Conformidade é uma marca protegida, aplicada ou emitida sob as regras de um sistema de certificação, indicando confiança de que os aspectos relevantes do produto, do processo e/ou do serviço estão em conformidade com uma norma específica ou um documento normativo. Apresentar certificado válido emitido pelo órgão credenciador atestando a sua conformidade com a norma específica ou documento normativo.

11

10.º Requisito Específico: CERTIFICAR DE APROVAÇÃO DA SECRETARIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO (SSST)
Certificado de Aprovação da Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho (SSST) ou seu equivalente, para Equipamentos de Proteção Individual – EPI.

11.º Requisito Específico: APROVAÇÃO DE PRODUTO PELO INMETRO
Apresentar certificado válido emitido pelo INMETRO atestando a conformidade do produto, do processo e/ou do serviço com a norma específica ou documento normativo.

12.º Requisito Específico: TESTE DE LANÇAMENTO PELO E&P
Comprovar a adequação do produto às condições específicas de lançamento.

13.º Requisito Específico: COMPROVAÇÃO DE ATENDIMENTO AO API
Apresentar certificado válido emitido por entidade independente reconhecida pela Petrobras atestando a conformidade do produto, do processo e/ou do serviço com a norma API específica.

14.º Requisito Específico: COMPROVAÇÃO DE ATENDIMENTO AO PM-V
Comprovar certificação do E&P-ENGP/MI/EISA, em conformidade com o processo e/ou do serviço que abranja a norma PM-5.

15.º Requisito Específico: HOMOLOGAÇÃO PELA FBTS
Comprovar que o produto encontra-se devidamente certificada pelo FBTS.

16.º Requisito Específico: CERTIFICADO POTENCIALMENTE EXPLOSIVA

PARA

ATMOSFERA

Apresentar certificado emitido por órgão credenciado pelo INMETRO, específico para o(s) produto(s) a ser (em) fornecido(s), conforme legislação vigente (Portaria nº 176, de 17/Jul/2000 emitido pelo INMETRO e Norma INMETRO NIE-DINQP-096)

12

Como alternativa, para efeito de cadastramento, os fornecedores de materiais de origem estrangeira deverão apresentar certificado emitido por Organismo Oficial de Certificação da Comunidade Européia, dos EUA (UL ou FM), do Canadá (CSA), da Austrália (SAA) ou do Japão (RIIS), explicitando o tipo de proteção.

17.º Requisito Específico: LICENCIAMENTO CENPES / PI
Comprovar a autorização fornecida pelo CENPES para a fabricação e comercialização de produto cuja Propriedade Industrial pertença a Petrobras.

18.º Requisito Específico: INFORMAÇÃO TÉCNICA E SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO
Planilha de Produtos Químicos, contendo as informações básicas sobre o(s) produto(s) a serem cadastrados (Nome do produto, função, área de aplicação, Norma Petrobras e Marca Comercial); e Ficha de Informação Técnica e de Segurança de Produto Químico, para todas as marcas a serem cadastradas, contendo os dados acerca de segurança pessoal e ambiental e de aplicação industrial.

19.º Requisito Específico: APRESENTAÇÃO PELO E&P OU MATERIAIS / DTMN
Comprovar a adequação do produto às condições específicas de operação da Petrobras, obtida através de testes de operação/desempenho pelo E&P ou MATERIAIS/DMT.

20.º Requisito COMBUSTÃO

Específico:

HOMOLOGAÇÃO

PELO

COMITÊ

DE

O fornecedor deve atender aos Requisitos de Homologação Para Cadastro.

21.º Requisito Específico: HOMOLOGAÇÃO PELO SMS
Comprovação de que o produto atende as normas de segurança de pessoas, instalações e meio ambiente e apresenta desempenho satisfatório, obtido através de testes de operação/desempenho pelo SMS Corporativo.

13

14