You are on page 1of 10

Relatório bimestral Bases Morfofisipatológicas dos Processos Vitais I

POSIÇÕES ANATÔMICAS São as descrições de qualquer parte do corpo humano. Na posição anatômica, o indivíduo esta em pé, ereto e de frente para o observador, com o nível da cabeça e dos olhos voltados para frente. Os pés estão nivelados no solo e direcionados para frente e os braços estão posicionados lateralmente ao tronco, com as palmas das mãos voltadas para frente.

PLANOS E SECÇÕES DO CORPO HUMANO Cada plano divide o corpo humano através de uma linha imaginária em uma determinada direção.
1. Plano Sagital: é um plano vertical que divide o corpo nos lados direito e

esquerdo. Se o plano sagital não passa através da linha mediana, mas, ao invés, divide o corpo ou um órgão em lados direito e esquerdo desiguais, esse plano e denominado parasagital ou sagital paramediano. 2. Plano Frontal ou Coronal: divide o corpo ou um órgão em posições anterior (ventral) e posterior (dorsal). 3. Plano Transversal: divide o corpo humano de maneira horizontal, criando uma parte superior e outra inferior. 4. Plano Obliquo: atravessa o corpo ou um órgão em um ângulo entre o plano transverso e um plano sagital, ou entre o transverso e o plano frontal.

TERMOS DE RELAÇÃO E COMPARAÇÃO 1. Superior (cefálico ou cranial): significa que uma determinada parte do corpo está acima de uma outra parte ou próximo a cabeça.
2. Inferior (ou caudal): significa que uma determinada parte está situada abaixo de

outra parte ou próxima aos pés. 3. Anterior (ou frontal): significa voltado para frente ou para a face ventral 4. Posterior (ou dorsal): significa voltado para trás ou para a face dorsal. 5. Medial: divide o corpo em metades: direita e esquerda.

em direção a perna. 1. 5. Lateral: significa estar afastado da linha mediana. 3. e é oposto de dorso da mão.6. TERMOS DE MOVIMENTOS Ocorrem nas articulações onde dois ou mais ossos u cartilagens se articulam uns com os outros. 6. Proximal: usado quando se comparam posições mais próximas da fixação. Adução: é o movimento de aproximação em direção ao plano mediano do corpo. Dorso: refere-se à face superior ou dorsal de qualquer parte que se projeta anteriormente do corpo. Distal: usado quando se comparam posições longe de suas fixações. 14. Extensão: é o movimento no qual há o aumento do ângulo entre os ossos de uma articulação. estando mais afastada do tronco ou de sua raiz. Superficial: significa que uma parte esta situada na superfície do corpo ou próximo a ela. 9. Periférico: significa estar afastado do centro. Central: significa que uma estrutura está situada no centro. estando uma estrutura mais próxima do tronco ou de sua raiz. como a que ocorre quando se movimenta a mão em direção a superfície superior do punho. 12. 11. Hiperextensão: é a extensão excessiva em uma articulação. 2. 15. 4. Flexão plantar: é o movimento no qual o pé é inclinado para baixo. . 10. Palma: refere-se à parte achatada da Mao sem o polegar e os dedos. 13. Profundo: significa que uma parte do corpo esta afastada da sua superfície. Flexão: é o movimento no qual há diminuição do ângulo entre os ossos e uma articulação. Sola: indica a face inferior ou debaixo do pé. Dorsiflexao: é o movimento no qual o pé é inclinado para cima. 7. 7. 8. Abdução: é o movimento de afastamento ao plano mediano do corpo.

a maior parte dos intestinos. o baço e os rins. Cavidade ventral: está localizada na região anterior do corpo e apresenta duas divisões: a cavidade torácica está delimitada pelas costelas e é separada da cavidade abdominal pelo músculo diafragma. A parte superior dessa cavidade é a cavidade abdominal que contem o estômago. 12. tendo os pulmões ocupando maior parte dessa cavidade. de modo que ela volte para o pé do lado oposto. Quatro pequenas cavidades estão localizadas na cabeça e incluem a cavidade oral. ela contem a medula espinal. Circundação: é o movimento circular da extremidade distal de uma parte do corpo. Cavidade dorsal: está situada a parte posterior do corpo e apresenta duas divisões: a cavidade craniana. 2. CAVIDADES DO CORPO HUMANO O corpo humano possui duas cavidades principais: a dorsal e a ventral. Está dividido em dois compartimentos pelo mediastino. Inversão: é a rotação medial da planta do pé. Eversão: é a rotação lateral da planta do pé. que está localizada no interior do crânio e contem o encéfalo. 3. se estende inferiormente ocupando o interior da pelve (ou bacia) e inclui o reto. o esôfago e a traquéia. Conceito e divisão: . SISTEMA ESQUELÉTICO 1. o pâncreas. 11. o timo e os grandes vasos da base do coração. Supinação: é a rotação da mão de modo que a palma se volte inferiormente. Os pulmões direito e esquerdo estão situados de cada lado do mediastino. Essas duas cavidades formam um espaço continuo único. as orbitas e a cavidade da orelha média. A cavidade abdominopélvica está localizada inferiormente ao diafragma. Pronação: é a rotação da Mao de modo que a palma se volte se volte superiormente. 9. um espaço que contem o coração. a cavidade nasal. o fígado e a vesícula biliar.8. e a cavidade vertebral que se inicia na base da cavidade cranial e se estende pelo interior da coluna vertebral. 1. a bexiga urinária e os órgãos genitais internos. 10. A parte inferior é denominada cavidade pélvica.

osso hióide. que conectam os membros ao esqueleto axial. 2. Auxilio aos movimentos: os músculos esqueléticos estão fixados nos ossos.Define-se como o conjunto de ossos e cartilagens que interligam para formar o arcabouço do corpo e desempenhar várias funções. sustentando os tecidos moles e proporcionando pontos de fixação para a maioria dos músculos esqueléticos. Cíngulo dos membros inferiores: ossos do quadril. costelas. Consiste de 206 ossos no esqueleto adulto. Função dos ossos e do sistema esquelético • Sustentação: fornece uma estrutura para o corpo. em um processo denominado hematopoiese. Esqueleto apendicular: contém os ossos dos membros superiores e inferiores. Cíngulo dos membros superiores: clavícula e escápula. ossículos da orelha. como pelve. esterno. Armazenamento de triglicerídeos: armazenam triglicerídeos nas células adiposas da medula óssea amarela que são uma reserva de energia química potencial. quando os músculos se contraem. Em conjunto com os ossos e músculos produzem movimento. Produção das células do sangue: dentro do tecido conjuntivo denominado medula óssea vermelha produz eritrócitos. tracionam os ossos. • • Esqueleto axial: inclui os ossos do crânio. o esterno e as vértebras. A medula óssea amarela também contém células adiposas e poucas células sanguíneas. por isso. além de grupo de ossos denominados cíngulos. Estão presente nos ossos em desenvolvimento do feto e em alguns ossos adultos. agrupados em duas divisões principais: 80 ossos no esqueleto axial e 126 no esqueleto apendicular. Proteção: protege muitos órgãos internos de lesão. especialmente cálcio e fósforo. Homeostase mineral: armazenam vários minerais. • • • • • . vértebras. leucócitos e plaquetas. as costelas. crânio e extremidades dos ossos do braço e das coxas.

dando ao osso uma aparência semelhante ao “queijo-suiço”. Tem como unidade microscópica o osteônio ou sistema de Havers. 3. Funcionalmente armazena alguma medula óssea vermelha e amarela e fornece alguma sustentação. cálcio e outros minerais. tem uma estrutura bastante diferente do mesmo. tornando-o mais leve. e consiste de osteócitos maduros dispostos concentricamente. que se assemelha a um longo cilindro. • 2. Aparência microscópica: • Ossos compactos: apresentam-se firmemente comprimidos. Tipos de tecidos ósseos: • Compacto: é o tecido ósseo duro e denso. Incluem as vértebras e vários ossos do crânio. o esterno e o crânio. 2. e contem a medula óssea vermelha. Funcionalmente o osso compacto protege. Curtos: apresentam-se sob a forma de cubos e encontram-se principalmente nos punhos e nos tornozelos.CLASSFICAÇÃO DOS OSSOS QUANTO A FORMA 1. de forma a proporcionar muita resistência. São encontrados em membros inferiores. Planos: são delgados. • . e está localizado principalmente nas extremidades dos ossos longos e no interior de outros ossos. A área adjacente aos osteócitos é preenchida por fibras protéicas. Esponjoso ou trabecular: é menos denso. e esses espaços são importantes por dois motivos: diminuem o peso do osso. Formam as costelas. Ossos esponjosos ou trabeculares: ao contrario do osso compacto. Longos: possuem comprimento maior que a sua largura. MORFOLOGIA MICROSCÓPICA E MACROSCÓPICA DOS OSSOS 1. Irregulares: apresentam formas diferentes e não são classificados em nenhuma das formas precedentes. encontrados principalmente nas hastes dos ossos longos e na superfície externa de outros ossos. Esta supre abundantemente o osso com sangue e também produz células sanguíneas para serem usadas para todo o corpo. chatos e curvos. sustenta e resiste ao estresse. 4. ao redor de grandes vasos sanguíneos. neles não contém sistemas de Havers. Nele o tecido ósseo dispõe-se em lamela chamadas trabéculas ósseas. que estão separadas por espaços irregulares ou cavidades.

não estando. Contém células formadoras de ossos. que circunda a superfície óssea. Endósteo: fina membrana que reveste a cavidade medular contendo uma única camada de células formadoras de osso. associada à produção de células sanguíneas. Metáfises: são as regiões. sendo recobertas por cartilagens.3. como a troca de nutrientes e resíduos com o sangue. • • 4. crescimento. em um osso maduro. Osteócitos: são as células ósseas maduras. Epífises: são as extremidades distais e proximais do osso. que reveste a parte da epífise em que o osso forma uma articulação com outro osso. • • • • • • . muito fibroso. É nesse local onde ocorre o crescimento ósseo longitudinal. Osteoclatos: são células imensas. São as extremidades alargadas de um osso longo. nesse estagio. a parte principal. Cavidade medular: é o espaço interno da diáfise. Células dos ossos: • Osteoblastos: são as células formadoras de osso. também protege o osso. Periósteo: é um envoltório resistente de tecido conjuntivo denso. são as principais células do tecido ósseo. é também denominada de disco epifisário ou zona de crescimento. que sintetizam e secretam as fibras colágenas e outros componentes orgânicos necessários para formar a matriz do tecido ósseo. reduz o atrito e absorve o choque das articulações livremente moveis. onde esta não é coberta pela cartilagem epifisial. mantendo o seu metabolismo diário. Cada epífise consiste de uma fina camada de osso compacto que reveste o osso esponjoso. Cartilagem epifisial: é uma fina camada de cartilagem hialina. longa e cilíndrica do osso. funcionam para promover a reabsorção do osso e isso faz parte do desenvolvimento normal. Partes de um osso longo: • Diáfise: é a haste ou corpo do osso. em que a diáfise une-se as epífises. que contem a medula óssea amarela nos adultos e funciona como local de reserva de gordura. Articula ou une a um segundo osso. auxilia na nutrição do tecido ósseo e serve como um local de fixação para os ligamentos e os tendões. participa do reparo de fraturas. manutenção e reparo do osso.

Mandíbula e vômer (impares). 2. onde a primeira chama-se atlas. Coluna vertebral: 33 a 34 vértebras. unidas ao osso esterno por cartilagem costal.• Cartilagem articular: é encontrada sobre superfície externa da epífise. nasais. são as sete primeiras costelas. constitui uma superfície lisa e polida que diminui o atrito no interior da articulação. palatinos (pares). lacrimais. 3. Região coccigiana: 4 fundidas. Costelas: 12 pares. occipital. • Separados por discos ou laminas de tecidos. Falsas: 3 pares. etmóide. . Região torácica: 12 vértebras. Face: 14 ossos Conchas nasais inferiores. zigomáticos. Região lombar: 5 vértebras. OSSOS DO ESQUELETOAXIAL São divididos em: 1. Pares: temporais e parietais. fibrocartilaginosos e unidos por fortes ligamentos. Cabeça (crânio): 22 ossos. maxilares. a segunda axis e a sétima proeminente. • • Costelas verdadeiras: 7 pares. cada costela. são divididas em 5 regiões: Região Cervical: 7 vértebras.da oitava a décima. esfenóide. Região sacral: 5 vértebras. • Crânio: 8 ossos • Impares: frontal. é ligada por sua cartilagem costal à cartilagem da costela superior.

 Trapezóide. 1.  Piramidal. terminam nos músculos da parede anterior do abdômen.  Falanges: cinco dedos. ulna (medialmente). 4.  Ossos metacarpais: I a V osso metacarpal. com 2 falanges.  Hamato. .  Capitato. e  Psiforme. corpo do esterno e processo xifóide. exceto o polegar. formado pela união de três partes ósseas: manúbrio do esterno.  Segunda fileira:  Trapézio. Cintura escapular: Clavícula. não se articulam ao osso esterno. Cíngulo do membro superior: parte livre do membro superior: - Braço: úmero Antebraço: rádio (lateralmente).• Flutuantes: 2 pares. OSSOS DO ESQUELETO APENDICULAR SUPERIOR Fazem parte os ossos do membro superior.  Semilunar. Sempre em pares somando 32 de cada lado. cada dedo com 3 falanges. - 2. Mão:  Ossos carpais: 8 ossos  Primeira fileira:  Escafóide. incluindo a cintura escapular (cíngulo do membro superior – 64 ossos). Esterno: 1 osso.

Cíngulo do membro inferior: Cintura pélvica:  Constituída por um par de ossos do quadril.  Fileira anterior (distal):  Navicular. Pé:  Ossos tarsais:  Fileira posterior (proximal):  Calcâneo.  Patela.  Falanges: cada dedo tem três falanges. É especializado na locomoção de peso e manutenção do equilíbrio. e  Cuneiformes (3). I a V ossos metatarsais. e  Tálus.- Escapula. exceto o hálux. OSSOS DO ESQUELETO APENDICULAR INFERIOR Fazem parte os ossos dos membros inferiores. .  Ossos metatarsais: 5 ossos.  Cubóide.  Fíbula (lateralmente). que tem duas falanges. Perna:  Tíbia (medialmente). Coxa:  Fêmur. incluindo a cintura pélvica (cíngulo do membro inferior – 62 ossos). Compreende quatro segmentos principais 1.