O corno mereceu.

Ma era uma menina muito carente, apesar de casada com um rapaz também muito bem apanhado porem com muitos preconceitos com relação a sexo, para ele as mulheres não passava de deposito de esperma e Ma depois que começou a trabalhar com outras mulheres foi descobrindo que ela poderia e deveria sentir prazer na cama, coisa que até então Ma nunca havia sentido, pois seu marido era tipo galo subia gozava e ela que se dane, mas como tudo tem um fim ela quis sentir-se mais mulher e cobrou dele e a resposta que teve foi que ela queria ser puta e que mulher dele não tinha que sentir nada e sim dar quando ele quisesse, Ma calou-se, mas não se esqueceu do que o marido disse, ficou atenta a oportunidade, ela sendo muito bonita logo surgiu um rapaz o Ne que começou a fazer Ma pensar em ser mulher de verdade, mas isto demorou alguns meses de bate papo até que ela não agüentando mais resolveu sair para conversar com ele mais reservadamente e Ne a levou a um motel coisa que ela não queria, mas. Como Ma não conhecia, entraram mesmo com a relutância de Ma e sentaram na cama para conversar Ne com bastante carisma conseguiu dar um beijo nela e Ma ficou derretida então ele foi até o banheiro e quando retornou estava nu e ela quando viu não conseguiu ficar olhando, pois ela só conhecia o pênis de seu marido que tinha um pênis bem menor Ne chegou próximo dela e começou acariciar seus cabelos e seu rosto virando ela para si e dando outro beijo de língua nela que se derreteu novamente e Ne aproveitando a situação pegou sua mão e vagarosamente foi levando até seu pênis que estava ereto ela assustou-se com o contato e tentou tirar sua mão mas ele segurou firme fazendo ela segurar e começar uma punheta ela foi ficado ofegante e ele começou a passar sua mão nos seus seios que estavam super exitados e quando ele tocou seu mamilo ela soltou um gemido de prazer incrível e Ne aproveitando tirou sua camisa e soutian e começou a sugar e lamber seus mamilos coisa que a deixou maluca ele mais uma vês aproveitando passou sua mão na sua boceta por sob a calça e sentiu o calor que emanava daquele local e foi deitando Ma e subindo sobre ela e começou a esfregar seu pênis ereto no meio de suas pernas, Ma com certeza gozou pela primeira vez de sua vida Ne foi descendo e sugando os seios e umbigo e abrindo o zíper da calça chegou nos seus pelos pubianos que eram ralos e foi calmamente abaixando sua calça e calcinha simultaneamente até chegar em seu clitóris que a fez corcovear na língua do seu amigo e nesta altura ela estava nua e de pernas abertas ele então foi subindo novamente e logo estava pincelando seu pênis na entrada daquele vulcão que logo foi empurrando e Ma foi abrindo mais as pernas afinal ela só conhecia o do seu marido que era bem menor mas o pênis foi entrando centímetro a centímetro até chegar no fundo e só restar o saco escrotal de fora Ma sentiu-se totalmente preenchida e começou a sentir uma cessação que nunca havia sentido e gozou copiosamente e chegou a desmaiar de Prazer ele então tirou seu pênis dela e começo a esfregá-lo na barriga e nos seios dela fazendo uma espanhola em Ma e foi passando seu pênis no rosto e nos lábios dela que ficou apavorada com esta atitude de Ne e ele percebendo falou, você não vai retribuir o prazer que eu dei a você quando suguei sua boceta deliciosa Ma falou que nunca pensou em fazer isto, mas Ne continuou a passar o pênis nos lábios dela até que Ma lentamente colocar a língua um pouco para fora e lamber um pouco, mas Ne segurou sua cabeça e empurrou seu pênis para dentro da boca de Ma que ainda tentou tirar, mas Ne segurou firme e ela teve que se manter sugando e gostou da coisa, logo estava chupando muito gostoso Ne quando foi gozar, gozou no seu rosto e seios, depois Ne levou Ma para o banheiro e lhe deu um banho muito gostoso a ensaboando e começou a beijá-la delicadamente e passando a mão na sua bela bunda que era redondinha

e exitando Ma novamente, mas desta, vês ele passou espuma na bunda dela e enfiando o dedo no rego de Ma até chegar no anus que deixou Ma arrepiada, Ne aproveitando a situação colocou a ponta do dedo no anus dela que tentou sair mas ele segurou e foi empurrando vagarosamente até estar todo dentro do anus e começou a fazer um vai e vem e como o anus é uma área erogena muito forte ela começou a gostar Ne virou Ma colocandoa quase de quatro com uma mão no clitóris começou a fazer ela a gozar e curvando ela um pouco mais ele colocou seu pênis na entrada do seu anus e empurrou, Ma soltou um grito mas logo Ne colocou tudo de uma vez segurando Ma para não tirar e acostumar-se com o intruso, e logo Ma começou a rebolar com muito cuidado para não doer e começou a sentir prazer de uma forma que ela nunca imaginaria mas estava sentido e chegou a gozar com o pênis atolado no anus e depois disso Ma nunca mais foi a mesma mas, Ma é muito honesta e assim que chegou em casa falou para o marido que ela estava apaixonada por outro e não queria mais ser dele e separou-se de seu marido e Continuou dando para seu amigo que a ensinou a ter muito prazer; Este conto é real e o marido até hoje chora pela mulher perdida.