goBo

EDIIOR,4

DEADMINISTR CoNSELHO çÃO RobeítoMaÍinho(presidênte) João BobertoMaÍinho (vice-presidente) Rob€ÍtolrineuMarinho, José Roberlo Velhoda Silva Luiz Eduardo Marinho, MauroMolchansly Vasconcelos, Ramosde Caryalho e PedrÕ (consslheiros) DIREÍOBIAEXECUTIVA A. Ricardo Fischsr(dÍetor-geraÍ), Fernando Costa,FlávioBaÍrosPinto, A. CarlosAlberloR. Loureiro, (diretoÍss) Queiíoz José Francisco

EDITORIAL Venenosa" C€ccântini Dir€tora:Flavia"Orquídea Luìgi"tuqueiÍode Krypton"Del Manto Editon Leandro Nogueira Editor de arte: Tadeu"Aqua-Flash" Sccntário de redação: CiceIo "Lord Logan"Lima das Ïrevas' Miíanda R€Dóíter:SéroD"AÍanha Bassarani, . holisores: Cóitla "Mônica-Maravilha" Zero"Pompêo PauloRoberto"Sargento Ponzio Diagramadonl,larcoAurélio"Suííista-S€m-Medo' "Morcego da Editoraçãoelstrônica:ClaudioScalzite Tasmània" Carualho da Ana Lúcia"Magalilnvisível" Silva,Shirley Secretárias: "Elehra Caçadora" Flaborea Comparsasdestâ edição: Gêorge"CapitãoUnionJack" "JerryPresley" Becsei,Ulysses Alexandre Andolíato, SpiÍf "LuthorXavieí"Borgesde Lima,G€íson"Brasinha Ansôlrno de Campos,Renan"PeterOlsen"Cepada, "Wolfgang Zappa"Cheíé, Eriareos' A. SéÍgio"Tetsuo Diogo,Jotapè(vul90 Edson"MaiorMaltese" Codespoti, Luiz "DarkGalactus"), "DarthKirk" Navaro,Aldo "Fox Kolchak"Novak,Odival"JimmyPaúer" Sá Reis,Clara "lndiana "Kittv Fairchild" Santos.Mauricio dos de Ouartemain"Munizdos Santos,RicaÍdo"Tocha Gelo" "Bat-Superomão" Sousa,Hisato de Soneto,Maurìcio Tanaka "Astro-Seven" E-mail:wizald@edglobo.com.br OE MARKETING PBODUTO Gaspar G6Íente:Aristides VENDAS PUBLICIDADE Direton JúlioCésarFeíeira CelsoMarino, Gercntes:Márcioi/aíei, WagnerMartins, Ana LúciaTavares Mìguel, MárciaAlves. Exoculivosde Contas:Alessandra SimoneFranco OlavoFerreira. Arlete Feíeira,AndréaCitÍini, Contatos:Amarílio Mauricio Castro,Sueli DoraMagalhães, Cavallari, ThaísEboli Nascimento, LeilaRaso,MaÍcelo Contâtos Diretos:KátiaLonghi, MaricyMarques Oréíice, Supenisores: L C|éberA. Costa,FláviaGrotolli TeleÍonePublicidade: {011)866-3373

coMuNrcAÇÃo
F. Diretoresde Criação:João Ventura Neto e José CarlosMádio Gerented6 Atendimonto:RêginaPizotti Gerenteda Promoçáo:lsabelBoÍba Gerenteda Pesquisa:LídiceSalgot Arantes do Amaral Gerenie ProjêtosEspeciais:Eunice C. Gerontede Mídiâ: RoseniGuimarães de Moraes Gorentede Assossoriade lmpronga:MônicaPrioli CIRCULAçÃO/PRODUçÂO Medeiros Diretor de vendas Bancas:WandeÍlei RomeÍo Diretor de Assinaturas:Ubiraiara OiEtor de Renovaçãodo Assinaturâs:Aseí Morais Jr. Dir€tor Marketing Dirato:WilsonPaschoal Dirctor de Operações:CêlsoMartinez Eorges Diretor ProduçãoGráÍica:Oanilo DiÌotor SucursalRJ: ilauro CostaSantos

ANER

ceccan|n]PaÍsquai3qUeliníormsçõe3e3crv6pâreEditoÌsG|obo-A'/ccentre|G|obodeAlendimentoaoA$inant.-caix.Po't.|ô40o.cEP0lo64-070.sàoP.u|o-sP.

S/A-RuaTeodoíodaSrlva.9O7-CEP20563-900-RodeJanerro-RJ-Fone:(021)5757766.OistÍibuidoÍemPodugâtrMrd6saS/A

RuaDr.JoséEspiÍtoSanto,Lotel-ACEP1900'
l m p Í.ssl o : Al l á n ti d ã ' C o ch t.n c S.A. Ar q 6 n r i n à

O Gajo-Aranha
esquena Demais aWIZARD 5! Sóquevocês a de de no cemm, "Guia Preços", umaeditora: do revistas Escaalgumas que Distri, publicou onde saber Eu em lador Paredes | 983. queria de do na elaseencaixa cronologia herói.

Cueca azull

En6o é esseo nome Action Figures... que dos bonequinhos eu coleciono? Pra que nãosabia. mim,enm aPeJuro de s""'i!3riili"cl'sï nas bonequinhos-dos-personagensRicardo que-eu-mais-curto-nos-quadrinhos-ettinln nro! na-TV.Curiosidadesobre o Falcon: kn PeMWe n6Wh, Rkwdõo?cfnwe, que o quandoeles lançaram modelo por lão Díogo un trobolho ninuciosoo fez 0 Ednn (eu de pobre ulítvendo ÀDistri eu olé aqui, aindabrincava bonecas oronhosogoro. coitodo que dwonte olgun só tenho 23 anos,gente!) e a minha de uno ero ediloro Porlugol leve, nos mãe comprou um (o ruivinho sexY) não do de tenpo, dteilos puhliaçõosó honho, w personryens dollorvel. pro meuirmão.Poisnãoé queeu adoHulk dolhor, e oulrw tonbén dos rava despi-lopn Íìcar olhandoa cor chEovon nós oté slovés Algunos rcvistos desns quolquer pelo sobenos, da cuecadelel Lembro eté hoie:era íomo, que De inportodorcs. lon azul! Depois de um certo tempo ele o prinero doorocnideo. só o Distri puhlkou o por foi captundo pelo inimigo(no caso, Sleve Aquelo desenhodo Dilko. nosso cachorro)e teve uma de suas O Mistérios oernasarrancada. Íim de sua car' pela Claro que ele recebeu vez reira,coitado... escrevendo primeira somente Estou de estupendo. umamedalha bravun e foi enterra' por pn agradecê-los estetrabalho e levantar manhãter toda do com todas as honras. Queria que Saibam é gostoso minha por quentinhas sabopn agradecer terem publicado notícias dicas e em mãos mais Publiquem pessoal! e nos inovando, criando carta...Valeu, assim, rear. Continuem nos existe cartâs de garotas!Ou será que elas proporcionando de melhor o que 1000. não escreveml sãol0, ouadrinhos.Vocês ou melhor, RobertaMarquesde Baros SãoPaulo'SP

oin w elogios, ten Agrodecenw nos... olguno Suos nanho"? enodo hno ossin,'todo aqui. que, sérios loo nw ofirnoçõa deixoron confusw opits Lagartosme mordaml possiveis: chegonos contlusões coniecluros, o lrês a agndecer Tudoióial Querlamos E aí,galeral pronós uns eslú editoraGLOBOpelaWIZARD e Por trazer a)Você escrevendo de dinenslo dióio; éun onde (principal' porolelo, o WEARD iornol b) /.lguén pro Brasil alguns títulosda lmage pirols uno est(t oinoGoró lsnondo edkoo donosss WildC.A.T.S). Perguntas: mente problenonenório, de ou c) len está revisto; Voú un sério que l) Nosdisseram nosSuteso Gambit V com está eVampira casada MagnaX-Force
neto. verdadel É dos Wildpros bonecos 2) Existeprevisão no C.A.T.S chegarem Brasill (CurtConnors)l do 3) Qualé a origem l-agano

"Ji"'#jËl;

rerineetoinffile$

gottonn .1.5, ede íú|ïIZARD WildLA scgurenh vuês ptis nuilo pr oi. nais teentfi adteilDt, van eo condo no l) 0unriooVonpiroX-twce flonbit que 0s llo o con llqnelo? vudode,nudonçls voês o ngo oÍ duronle Ãqe Apoolipe, só úloron uoneron oherudo. llonel doUni.leno é todo otfu rcslídode u elu nos nõo noliciw, oúoemque 2) Aindo tenw nu. do w chegren à,slo1wprineirw íilosercnw hnnors ler o nois 3J0ro, que poderio oconlecido? por llos, rodiootivo. lolondo foinordido un logoto en ele oconeu o sério,lronsÍornoçõo quondo inielou (len de extroídologortos coiso si próprio soro un deque hroco no nois noiento?lesperonço seu perdido odknte, rcconslituísse, cono nun se direilo, oté deu úpleis.íren,que rcrlo, ocorre cerlw con que nun leve cololerol o lronsfornou nos o efeílo deronlrolodo. nonttrcngo

o conupn se d0 0s Dercpente,nóvols lenpo nois nenles conlos edw dissolvernwms en ven donosso recôndítos nenório o reveloçõo: ero do llõo o PuE! é que cueo Folan nesno cueco Pelo todw szul! vislo línhon donesno uno nw or, conÍorne nostrou pêqueno e puquíso feito onigu infornol enlre porentu. que porte unílorneSeró fozfu do nunco podrão exércilo? Provovelnenle, do que o nulheres nos nherenu.luonlo etseven, que nês Porcce esle houve un /lté unoenxurrodo.então llnto renlveron linidw, nulhera os que popo nwlror esse de quodrinhw é con e tonhán elss que Eisso curlen lvdo. oi! de e nulrsndo ucrevendo Conlinuen que pro nonle nornmiw de un orle é curlenoilovo e que pwsível o que voi uno encontrsr nulher não dor quondo en hronco ek thegorcn uso nen nÚnerc SPom, que do 0n oúhtno de voi foro coleçôuquodrinhw iogor suos Agoro, opoíunidade. sepelo noprineho que enlendusen w ndu tonhén nenw quodrinhw é [egol...

tudo leu oo nonhõ ocordor e lodo ió esqueteu que hrio boiondo. Fkonw nollllÁRl. no onleilor dtu pro 0 que, & Scully? oliús, nois esle un coso Mulder ulo. nos à nosso levo oróxino março/1997

A Verdade está...sei lá ondel
Queria dizer que qualquerelogio seria pouco pra qualifìcaresta revista.Ela está sendo de extrema utilidadenas minhas investigações sobrepossíveis conspirações no mundodasHQs. Sobre a ameaçade morte feita a mim "QIHQ" da na5),se quiserem (veia silenciar a verdade terão que matarmaisvinte índios Anasazi, quemconteios segredos a de do ArquivoX...Mudando assunto, Ëmbém estou interessada assinaresta em que é a melhor do universo (porevista, pedi a opinião de meus dem acreditar, amigos extraterrestres).

Envelopes mês do

,r".""*"1ï!,il"ll
porece fuquivo uno que MlÍlll que É,, Xé série nexe Poulo, sok oquih con cofuço pusoos. vwê que o dos é openw sirie N e noo vids ceno? uno de o rcsl, Pwfovor, que Enquontoonoliso vuê o digo sin! queslõL, o lelelone fozerosinotuo pro o lnole do (0ll) revhlo: 8i6-/033. unooisinho:você hlois se n6ïovü que seu o sobrenone é reolnenle kully, gonhor prenntãoRedoçã0. voi do un

de un criodor norevislo ouho, oporiçõo oporerc gerolnenletengronde reperussão título en seu não Estes foronos envelopes escolhidos regulor. enfie Evenluolnenle, ïossoue$ 0s ocoïen pelo Redocão. un dosautores ,ítulos un nunoulúdio, oftehon Codo de cono receberú comiselo WIZARD. lTeoven, umo do que dolfildslorn, lunbén ofelon não penonogem deÍoro. que no 3l Querenw ucloruer oqui Redoçõo nnw on todw ropozes defoni/tro nwenvolvenw e nso uswrcins. (Ì'{oto [i! popo Quero do fdilor: Que éesse? deixor respondidos do oqui oulorio soo bem que rorlos cloro os que pode olemo de arlo um suieilo nõo ouvir do seriodo do |r,lulher-|úorovilho ovoz soi oue ofino e ió "Wonder ronlondo donrondo todo desengoncodo SãoPaulo- SP Womooonn! Womooonn!!!". prolesto ARedorõo Wonder [)eu Druuno edivulgo opiniô0. empole: eGlory.) suo

Leitor Premiado
naWIZ{RDnq4 e Tivemeu desenho oublicado prêmio revisa recebi como uma Glorynq0 autognfada Mike por Deodato Gostaria agndede Jr. pois é cera vocês aoMike, a revista belíssima. e
MardenÌtlüller PortoAlegre - RS

Sffirf,::iï
ú Pum, Ragirn, hlizuque lülr gonldo ficonu vuê pwque revhlo ovlogrofodo. vê devolve llw ogorosc pruinndo po prenior eslonw delo ogóxinowmedu

Maisuma Yez,LieÍeld
Acabei ler Brtgodo,minissérie duas de a em pela ediçoes lançada Editora Abril, atéagora e pôde nãoconsegui entender como Liefeld fao zer tanto sucesso início. no Erigodo a coisa é "acerebrada" li nosúltimos que mais tempos. e Os roteirossão fraouíssimosa arte deixa muitoa desejar. Espero os arghlllumentos que melhorem o temDo. com

Mulheres Beira à de um Ataque de Nervos
"Mulheres lêem Não também HQs!!!!!". gritem, pois machões! percam compostun, é a Nem a pfiì maispun verdade. Resolvemos escrever derrubar terrão mitodequeapenas por brutaler, montes costumam HQs(osquesabem é ler que, e têm claro, aqueles nãosabendo, a capacimudade interpretar desenhos). de os Somos mulheres e lheres adoramos e HQs!Somos adoramos aWIZARD! Arismeire, Flayane, RaniceVrnessa e SantaÌ'laria- RS

Araraouara.SP

o"*

[ïilïìlï

SemProblemas

Aqui eu"again", Íonedo quenunca. sou mais l) Qual origem Bedrockl a do 2) A divisão Universo do lmage entreduas ediTeiada Amizade não a tons (GLOBO eAbril) vaiquebrarconAquela do repórter íoto Sérgio Miranda, todo das agarradinho Homem-Aranha,parece tinuidade revisos, são altamente no não oue E nós nnw honensodoronw e novelo oito!!! dos interl@dul muito séria. Michael Hideo 3) Qual a heroína gostosa opinião não llw na da tpo!Nõo! dizer... é henisso. não é mais Quer Tangará Serra Ì.lT da gwlonw, Bon,olgurn guton,nosoté i.h, ít... noo. Redaçãol wender A'R,3i-ili Arves querenw pro lolw nelhor deixor ló.Éo seguinte: nos 0 quê? ohrnoçãothoco. que eo Suo Soih Séryio rcnoprovw que de voêssão nano leíloros! Aronho onigos onw, que repóler hó são sendo nwso

Percoesperonços. os

(loro, plogior do raolveu o |rirso, Ouorlelo o de enroscodw. leve ll /ioh |ieÍeld iá tirou oronideovártw por lquell en que Sérgiontenodo wo vez 0 íoi tontóíico. Leitor Descontente com de coleçõo dwonw eselornouvilõo dedixos Evil 2l Btonw rerchendo an pergunlo. nuilo Entã0, Jáé horade acabar a nsgação seda.A 50 o lmage esú lá essas não coisas, nosStates nem e Elvis, obrigondo o enfrenlôJo.isnsao o Aronho llw vonw aclwew uno por de vez todos: Pro NÃ0! posndos o onizode é nois publicados Bnsil, no Os tanto itguos e hoie deles forle rcmeçor, osrevislw sõo'oltonenle' noo inniligodos. nemaqui. títulos pelaGLOBO quanto Abril,estãorepletos pela doque numo. quolquer o Sérgio De forno, disse hno o lnoge troholho vôriu con utúdiw, un codo que conversú voútobrc uso exüessão cuido seu dounivern. unl lvenluru deargumentos e cheios clichês. quet Não chatos de con o d0 de unto Assin, (de ou "ogorrodinho' wtt e 0lé snolou nosus inifudo nõo no o teu enGent3 JinLee) ontinuo Sovoge há sequerum pingo de originalidade i0 (de Lorsen). o permnogen de un inteligência. as situações um ar de Todas têm endererc.comelho? Un bno! Drcgon Erik Quondo

À1. Luihom llelo L ll - 0uodro - lots 20 19 (orioriro15 29140-000 - -

bürtfrç|'d.|!16 t f.tma6lort6,3t 05ln{Í}- tõo tido.Sl

Âhxondrr Dio lilvs tod$ íilíiq[ hhh to.ín tr.Ploro,81.t2,Àp.?03 t.ImÌih,31 t.anekro-Scrorljrioilogolhôo l$Í!120-1.J.&sohlto-5P 715ó5-Ì20 - 0oiônicG0 lrsrs liQ tirò Ìum r

Rodrigo 0. 0c5oBonrlo lluno lohlSuo ilml R.trcquielPudó,54-ì4ton&r tt!qr(doF,2ó0-h.109 10ìó0,750-hlvodor-BÁ h.hrLt t',!ro,'!'iD(toml,ltrw tioffi d0!l - S

Ne8

-

pesade, FenWohrerine, e Psy'ochl déjô Porque que w. será todos trupos os têm Jubileu que um"Wolverine" um"Coisa'l X..i!len e ter ou Com 3) Qual diíereng a emre revisas u Saage Dragon, 0sfubulosos X-ôlcnl excefo dos ótimosSpawn, WildCÂT.S 6.n13, todos m...! . são uma Por gosaria dar parabénsWIZARD. último, de à ll kún fuan.rrio+p âoúo mirúr* Xeitrll.l pelo Esta, menos, peíeita esd

"Ë'i,ìl*Tïl

qn mrwn M "*'lÏrfr3YE;nsffiwlll/r/r[dafrwrws anWdlrn Yw? (aqútúos lwi,turu.

hlaqnvuâryw unrevóhu, da úke+rsdíza qwmrrotfuíps pula.Íó pc rrilnvuâ...en catu na,ítu fnon m krtítfus lnoga dsvildohionte do pú am no du $tsstão rolri'tr.(h, rnms, asin itfub. otaryu ftnfuc h ú,üofüon se hn MòroofrMhnwtúepcsomno @ntrctur dapeso.Seurnsituqão essítua ír'se sutt pwor tM, não fu visto puk noms wn /rhtllaorc, hM, Guth llike lld hnis, Grú, Adln Hú,st, Nssô/,, Kül IurtBusiel.,Ìos,ftuis, irhx e lürus Pwlonh un teún furrrrrffil núiÌtilt. pwofupuiândo.0 pr//rrúmercil nutukil au/natte o connço h,ivalr,Se Íai úm olgrw qte lúíiltut enül,ão ápwnun fiusta nõo fus h rríwünseúÍotfis. pfu eúw qnlés dwtrp /1glro, se fuuán ms hs wltwaduX-frlen,fmínoros llü Wffis.

twnbhnásfiuo. 2lAo rns irtwú,llomrn-bm, We csdtl: W (fususs (rwn llrynto pergntcl, nisil.qunailt Ío;aúmito stu úrbfuarnnto tdn ldtu o a lym,nwisn'ft wlra á l,iíórfut Ítffi 3l Unn gonh ownn popmAglro, á a á ptfulúnútusdatÍfifu nnh stub,revits\-llsn t l-llon. nnÌry nnúilat,Ih dos Umonny /d0s hhfosc gsÍorrnanwnlwsF1ftdum tÍ[4 b,c tíub X-lton,:codol99lrns lw an EUL

Leee Gostei
de Gosaria dizer algumu coisue pergunar: |) Apesar coner risco parecer déNì de o de um pelo nr,parabéns ótimo trabalho! "Por 2) Na úlüma WZ{RD de 96,m seção Dentro". vocês os enumeranm hmosos "Lees" da mas através história nãocoloPor onm aJamie Curtis. que? Lee 3) Afinal,que que pessod pn pinar é usa o o que pra os desenhos eles mandam seção "Pnnchea'l que que {) Vocês acham o homem aparcce não quadrinho nocanto esquerdo úhimo do da página da3r panedaminissérie 43 Âlontb do Norman McCay, de é a cara reverendo Kingdan Come? por es 5) Talvez soe senüdo,mu que esta sem rcviscs quadrinhos geral em em ü?zeÍn a pro idéia dgovohado público de masculino! faz 6) O que que John é o Consantine praga-

MaisUm
mas Odeio essaportaria do Univeno lmage, da de discordo opinião JohnByrne afirmar ao queSpawn é nada não original,e ambém diao zerquea Marvel diabólioe a DC é bahca" E é a reúsa dele,é o quêl E essaprcaria de publicado WIZARDquesó tem"orignalmente naWIZARDamericana". simqueé babalsso quice. e o preçodesaporcaria muitoaho. Ah, tá

.'ffii*'ffi
lmns ntsfu... wtu himilqvuâ We o & úh lrry, rns dchrú W, ffunddo Mn fun. $ym M m garb. qnorevifrwm e Fú é puwio, nu*u o prybo nns otá do'lxê lluú'. qn per Suô vuê nwfuoúnwtuatiltute expfrnr Álii, dgm leirqfu núu? se qnn fqw Só lszu cornwlor,òvnto*,. vwps urn puguntl:qwuírn m qdrlnlns pu revitu dc4l tu h sttuúN 3,5/', fuirww dÉnwm 32, nu lN dú oro, un de Wrc, wnWd h

nhardinheirol

iffi-t

ilúgirr' fu 'Pfuwot ffimnta âh nnfiaa. S*rrrr4rrfirecumtfuior rú dóiô w. ll ftis, snMúruno fu 2ltfu h Wç0. hw fw fo mnNxlm Ínfufu, ffin terõo úú hútidas rritrro rwí,ts Ilrllfut,lnWMd,IsSfug WM,oríüfuni4,n,ríú? le t. Cúh...nu puqn tmh d, lnbrcm ln? rns le O X dasQuestões 3l nfu!M lfris w oÉnnaiún. que dc Carn los Peço merespondam: 4lMÉ ús úps @tu. /rhx "cajun"l que X-Men hsewonvaardol/rtq pü, Por os ffiN áfunpsÍtol l) O que signiíìo (principalmente o Wolverine), chamam qndettvarnvúxnïnrynonlx o pr nomel ú Gambit, feqüência este com Slnripahnnts fon qnonwú ú ll0 ú quipedos tan púrtfudw ffircnta u 2) Quem naatual esé X-Men, dém úrwiurn cam deCÍclope,Jean Gambit Gry Vampira,Iem-ííwafní

fiõo,tsuisufunrr/únffi. 6lAgrrrinwr,,úúhpsnor.. A Saldclr?
preciso que gente? que dher a EaÍ, Acho nem qualidaderevisa demais. editores da é Os amMu chama atenfloé o a bém. o quemais Foque vemos vocês respeito os leitores. com escrcvendo seestivéssemos num como todos HQs. bar(amigos unsl0 anos) há comenando

cüro'Ed8l*ffll

E,twfro. tewo W gqn dEl.Èaúrry Iâ o hmfumqilvuâwiyoormünhn qúilúút,hruwmsm@^nm** V

tduú Pldtrr ?oíol 10015 &iro +970 0301 - lõo?ouloS? htgrçr llçác l. Fqio c.ilfio

. :rr'll,,l: fhcdn$ìmfm Sll|ha*r :...r,;,rrr' l" do!frra l0l 1ïr1lt! lgÍ}ffi-golthro n | 0 $ -( m :g ' . do&fr-Sl rrrmgt-pihr::

0oyfrtr ?r*o Ò ti! t?ürol|ffi,l0l [!qw!-St-0t2107m
úaturbçtüqa, .i h fel,tt

morçoll9t)7

(D

que fose Ânles Vompirello
que mentilo. vilõrevelou eratudo vido seio suo nunco conhecido. no Duronle lempo Teno, seu do enquonlo m doconro Íorços mol o hesilou beber [lo,que sempre em incluindo o vomphm lenenos, com

veüdoho:Yomphello llomc Destonheddo ldodc: 1,70 Ahuro: m essos pÍ0 m0ç0, llõo porgunto coiso umo apeciolmenle Pcso: so do presos se fivel Cor obdo:preto do (or dorolho*verda Publishing,I 971 EUÁi ) Yonpirello rfl (Wonen opodçõo: Pdrnrfru tlonpirello |ionpireh; ond Stríku, Dnth Dnstrudion, lituforotuolr: tlonpirello ofDrokulon of lmrpirúo:hdffinç letúny, t{ighfumtsilyx de llyr, Mislnss Homonhoge, taloru inlmlgos: ftlhos de emmonslruocos ülilh

louco com Vompirelloo deus ftoos. quondo mulher olugor delo hmou oúro
Vompirello l{umo suos de ovenluros, pro que poronormol 0 usou orgonizoçoo se ocosiõ0, hmbêm elo [m oulrc de de longo linhogem coçodores deumo dois foio primeiro).0s sef0Ín0Í0m pirello sel oprendeu signiÍico o que osÍorços Recenlemenle, deftoos primeiro o Ìlyx ofoque, dizimouDonse prôximos Vompirello, Adom. indusive de Vompirello Nyx, roslreou tinolmenfe, nõo? 0useúque

Dtokulon, um ter do ocredilovovindo plonelo Vomphello Ofginolmenle, Íoi o Poroiso pardido Poróm, conio óguo. idílko o songue Íeilo onde mundo quondocomodo começou debdorur. o se do o oxledor ploneto

de Pupuoinslintosobrevivôndo, droku reiellru cmtumos Vompirelh os h6hs phndo do mohndo os loniono, pru o hhndo songu€ sheviver seu do exphodac Duronle rchli,rq suo mos em ïenopousorom Dlokulon, com orom hrhrm comporodm oe podroc mundo Yompirdh. Eo & ds sê ÍoiÍorçodo o ohorpro pÍol{oÍ. que inimigos eslovom PoÍcbonü mus e logo rsplers solqu quo rclomo e llom úrmo ssu únoh doodgem, pro evioiou se dreflo fiudar m nove g ïeno, se umo onde lomou vompiru. que 0userú nõo? ! Vomphello dctoRocntemenh, ! muê de o ã hiuquofrlho Lffih,pimeiru ulilh no ò Ë tnr O Âdõo lodim Édon. o de e os ! rcarou wonÍÍts Âdoolhus pro mondou Infemo llilerolmonte!!, ! â ondo òhzomoh lÍ10 dorio de momrcvelou dio. Ë rt" por Âcoihdo ôVomque e suo fovaito Ë p,rdh doeru fr1ln qu doverio o leino hnol de oftoroÍ f no Teno. seus f, do rulros'imõos" I 0usedquenõo?

0qF
tion g0n

oÍlsJ dode. quo ÍÌ

(D

w@

Ne8

llorne verdodeiroz Erue Rohert Bonner \fu, mtw dw30 1,75 2,28 illura írono Bonmrl n; konoHulkl n ?elrl:(cono Bonner)kg;komo 521 HulH kg. 58 (or docobelo: Eonnu) futonho; Hulk) kono komo Prelo (or dos Vude olhos: Eonnu) tostonho; Hulk) kono kono Prinolru Aprtõo: 'flnlnuedible n0I Hulk Ifiub emqüe Hulk opoÍoce oluolnente:lnaível 0 Urler, Ahoninúvel trdorssfninigos: lúoulro, e nwrhru drynodudoPonteso.

DADoS VrrArg

ttÍ?ilÍ;

ltiDt

0Rl0!il
Brilhonte nucleor, Bruce fhico o dr. Bonner umdos Íoi cienlislos promissores mois doexércilo. diodobíe do llo suo 'Bombo Gomo' experimenhl, ele torreu o olé próximo ompo experimentos pro zono do de solvor

odesovisodo Rick Jogondo numo Jones. ogoroto pelo gomo. volo, Íoi Bonnerolingido rudioçõo
\ Milogrosomente, ele ô explosõo mbreviveu noquelo o oporenlemenleMoís ileso. hrde, noile, preço Eonner numo 0poÍeceu: foitonsÍormodo movido rioluro imenso e semi-humono pelo de crionço. emoçõo o inhledo umo e rom 0dginolmenle, ele bmovo-se o Hulk mos sum openos ò noile, logo fionsfomoções verde nogolios possoÍom provocodos o ser

pelo oupor grunde ho um nervosismo. Íoidilo ïombém que Hulkopenos o é um pm veiculo segundo personolidode Eonner, irodo de umo desordem resultonle de obusos
provocodos poi por ele aionç0. seu quondo ero ropidomenle noUnivelso 0 Hulk e$obelereu se Morvel,possou e o inlerogir muifos seus com de Íoium Íundodor heróis. lroniromenle, membro dos Vingodores DeÍensores. e dos (omo homem pelo e pelo guiodo rozoo ciêmh, um Eonne possou seu ego, crioluro irode*onrolú. o odior oher umo de mos frncosou. treqüenlemenfe impedh lronsfomoçoes, lenlou sum querio A"infonfil" aioluro openm deixodo poz, d0(0v0 el em mos que benondo corodeÍslico'Hulk cmogo!". ssmpÍe omeoçodo, um

A esquerda:a encarnaçãomais recente do Hulk. Abaüo: o ardiloso Hulk cinza e o mdigno Maestro.

I

DESDE ACO}ITECEUEÌ{TAO OUE
Aolteroçoo psiolôgi(o que ÍonsÍormou Eonner Hulk no se (0m0 possou proti(omenle l0d0 moslrou sendo vorióvel, (ienlislo por e0 "Hulk/Bonner" imoginóvel, incluindoHulk um espé(ie(0mbin0(00 de (0m verdeselvogem, verde 0 inlele(|o Bonner oslulo de e um e umHulk próprio. mois 8ru(e l|ulk rinzo personolidode Em deumo rom 0(0siõ0, pro f0Íí0d0se 0 se seporou Íisicomenfe oher openos ser deseu ego rom reinlegror Duronle dessos o ele. umo seporocões, ele cosou-seseu onligo 8elÌy omoç Ross. leonord "Doc" Recenlemenfe, rom oiudo super-herôi/psicólogo o do Bonner de os koumos iníôncio de Somson, Íoirspoz enfrenfor pelos responsóveis dìvisõessuo em personolidode,lodos porles unindo os Hulk híbrido: numo 0 resuhodo novo verde um só. íoium com inleleclo do cinzo o gênio Bonner de combinodoo aueldodeHulk e o fúrio com Hulk Bosicomenle,lornou briguenlo ele se um doselvogem verde. Íisiro rom de meÍos olfuro. de e musculoso nudeor mois dois quondo Íoi novido oconeu elo 0 copílulo perlurbodor deEonner mois qlé Íuluro onde levodo umpossivel tololilório, o l|ulkgoyernoyo sslo torçodoenÍÍenlor veÍsõo o selvogemenle romo Moeslro. o Teno o mos onles de Bonner molondolirono, nõo ocobo o moligno simesmo, de o de seu é ouvir profecio que deíino sefoÍnor próprio. o pessoo, terô lutor forem mesmo ele que pro [nquonlo Bonnero Hulk e 0 que conÍole. Agoro, permilh o iroo se monler lemperomenlo reu sob menhl Íeverle de de domine, espécie"lrovo segur0nç0 preventivon umo pro Íormo do selvogem. hunono o inteledo Hulk tom Erute Bonner suo (umo doHulk o Recenlemenle, 0 envolvimenlo rom Ponleõo orgonizoçõo difkil o o deixou siluoçõo com S.H.I.E.L.D, secrelo onlilerroristo) numo lodos legois muilos oulros super-heróis e pÍoli(omenle osogêncios do dos de Donnero e envolveu (0beí0 suo Teno. possou o nome "Bob [le 0 usor (0m de noFlôrido umempÍegomecônito embondogens, seeshbelerendo pelos "Bob" lirodo seu de esconderiio deoulomôveis. Íoilogo eíô o denolor moquinoções inimigo, deseu o lider que dehrminodo o Bonner, menlolemocionolmenle tircunslôncios fisico, e -, e essos o deixorom e o fizerom fornor Moeslro. insono se

DESTAOUES PRÔNilOg
porle Bonner. mos por Jones Hulk eseió morlo gronde domundo, nõo Rick e Betly dcoporeteró romiderodo por pr iso os hiíórios do Peler que hó onos "Éc iópossorom onles", o roteirislo Dovid, ióestó nove esrrevendo diz yerdõo. quondo 0 respeito 'morle', reogem umo (0m olilude 'Ah, (onlo tipo é? oulro'." desuo eles 'Assim, ouvem que e odoromos. Enlrelqnlo, nõo oindo sobemos ser sevoi oquele tonhetemos llm ftque smsegodo, voivolhr. o Hulk pro voi diÍerenfe", Dovid. mois r0nl0 "Seró sombrio e inlenso, e vohoró orrebenlor." 'Ele ser

}IDADO9 ES RECOTIIE DESIAOU
reílexo formo Homem-Búíolo. no do o Hulk seu Hclk 98: fuoindo S.H.l.t.L.D.. enÍrenlo oróprio ne do 0 Insfuel Mctorlone! sd puder. deTodd Ane ã que oiuderuró10...motú-lo,noo á ou Tudoque fero o esto deseio o Hulk numq Dr. une personolidodes verde, e o deBonner só. os doHulk tinzo Hulk 0 Incrível ne134:o Somson do o novo de 0 resuhodo dóinkio umo ero histórioi verdoo. que, um de deve um do de 0 lmúydHú nr | 38: o Hulk impedir membro Ponleõomolor rnenino l3 onos nõo isso? Hiller. seró o hmbém deseio umo se fornoróprôximb Mos que Hulk o segundo proÍecio, "eu" noquol vioio desolodor, o seu Ithtlss&ieHulk- Íuturolnperleilo: Hulk proumomqnho o I umo olé enlre Íuturo lodos ouÍos heióisgoverno "0'Moeslro". botolho o'morle o golios e tomo mofou os Moeslro. esmeroldomoligno eo
:l :i

I
I

]HAIITES ilIATE SSETII RIAI E
Peter Procurondo como doHulk? hiíórios os pro fronkenstein, Dovid dois hm livros você: e dellorySheffey, |.Í,édico0 llonsìro, e0 [sfes os deRobert Slevenson. sõo liwos touis que insphorom 0 peÍsonogem lêm e oindo Dovid. muilo vercom recomendo o ele', (olmo! (iníelizmente, Horse do liwos figuros vez de em Ilounloín, Dork Ei! Alguns sem noSrosil). quondo molom delas ninguóm, se idéis mos o de nenhumo foipublicodo nõo W quodrinhossuieilos imensos e mol rom Ifie você, rompreendidos emorionom prorure por ficor verde e Motthew Brody é conhecido Iüoxx, lmoge, dotullBleed do PíÍÍ, Studios, flexionorseusmúsculosenquonto rosno.Mos fhínk Líke o ele melhoro ossirnque soi do bonheìro. e o otuol minissérie Concrele: marçoll*)7 'S

rl

/l
,-

*JJ

,1;ï \/. *\Jr
j-ò

.

/ti\

)1'l
".;.1 .,] ]

L_)

d

o

daç ltçryas, rank lrj[er, compleia 10 airos
A minlssérie que oomeçou ürdo-

d

{

ô c Í

e
E

t

! z
I

e

I I
3

€ Quando estrìeouno Brasil em 1987, t : futmon: O C-ovolefuo Irevos mudou a dos idéia que o mercadode quadridos em nhosfaziade Batman, super-heróis gerale do formato das um aos revistas como um todo. Estrelando Batman seuscinqüena girava torno do Cruzaem e poucos anos,a sériede quatroedições pra do de Capa volando da aposentadoria enÍrenar seus mais temíveis inimigos num mundoenlouquecido. da do do Hoje,àsvésperas re-relançamento décimoaniversário por Frank minissérie parte da EditoraAbril,o roteirista/desenhisa pra Miller olha novamente suacriaçãocom muitasatisfação. "Nunca leio meu próprio trabalhoporquetudo que eu sempne vejo são os erros", diz ele."Mas como possopensarmal de uma coisaque fez à minhacarreirae à indústriatão bem quanto CovoleirodosIrevosl lsso é motivo de celebraçãopra mim." O arteacrìescenta: série tornou-se um modelo Íinalisa KlausJanson "4 É com o qualoutros proietossãocomparados. diÍlcilviver à altura mas felizpor ter tomadoparte e perdesse sucesso, não ligo.Estou na das manecido lembrança pessoas".

ã

O qug foi tãO radical

pratê-la num transromado modelo?

Spin Stone, Como se tornou tão popular a ponto de obter artigos na Rofling entrc de e ter merecidoumacapado Codemo do jornal O Estodo 5õoPoulo, I BatUmarazão: Por com tanto carinho? outraspublicações? queé lembrada a ircnia e floshbocl<s, cnesceram. Usandoprenúncios, man e os quadrinhos um dramáticahistória e o diálogoaÍiadode Miller apresentaram Batman que fui fiel ao espíritodo per- ) maisobcecado durão como nunca."Acho e

qÉig Slütt
morçoll997 (D

do RobiJt',
"sõ depois de
por as macJg

ncJBatman

que percebi a função dc> personagem."

l, i

i

jt
ll

i

r!l lïil
I ,r

\

rl

til
l'

no auge da gestão linha-durae bitolada de Ronald Reagan(não por acaso, ele ainda era o oresidente no árido futuro do CovoleirodosTrevos), obraa orima de Miller criou um lutador de rua obcecado, que não se curvava sonatem, mas obviamente estavatendiante da autoridade.Afastado 0 anos | tando uma atualização radical",diz o antes por causa da morte de Jason autor. "Queriam fazer um Batman Todd (Robin), Batman retorna pra mais durão durante muito tempo." E retomaras ruas."Meu Batman essené isso foi reiterado a Miller por colegas cialmente um terrorista, só que ele autores.Em segundolugar, muitasdas combate o inimigo certo", brinca idéias de Miller tornaram-se,desde Miller."Por maisdurão e violento que então, padrões nos quadrinhos - o o bat-herói fosse,sua versão inicialera estilo durão e violento que não era ainda mais barra-pesada",insiste, "e do feitio de Batman, cena da morte a A afte-final,"u" porobjeti- terminavacom a morte de Batman.Em dos pais de BruceWayne em câmara vo realçar completamente arte de geral, a conheçomeusfinaisaté a última lenta, as telas de TV intercaladas na Miller,esclarece "Tentei exibir palavra",revela."Mas, desta vez, BatJanson. narrativa, até mesmo o formato de mais de Frankdo oue em nossostraman dominou a situaçãoe ele disse luxo em quatro edições. balhos prévios com o Demolidor", que eu era um moleque muito arro"Havia um certo desafioem gante pra desÍazer tantos anos de Nos EUA. o íormato em lombada explica. quadrada"também foi, sem a menor recuar pra deixar que ele transpare- história."(Pra maisdetalhessobre essa dúvida,uma idéia de Frank",revelao cesse."Janson também mudou seu primeira versão,leia o box na página co-editor de Dork Knight,Dick Giorestilo depois das primeiras l8 pági- seguinte.) dano, que era o editor executivo e nas, deixando o pincel de lado pra O amigo e atual roteirista/desevice-presidenteda DC na época e usar uma pena."Houve um intervalo nhista de WonderWomon(Mulher-Maque editou o s d ois pr im eir os de seis meses após aquela primeira ravilha),John Byrne, convenceu-o a números de Dork Knriht antes de pas- fornada de páginase durante esse incluir Robin, tornando-ouma menina sar as rédeas pra Denny O'Neil. tempo percebique não tinha gostado ao desenhar pra Miller um esboço "Brigamos muito pra convencer o de como elas estavam ficando", díz enquanto os dois voavam pra uma pessoal da produção e até mesmo ele."Ao contemplara situação "Como todos os tarotos, agora, convenção. algunsexecutivos a bancar os custos acho oue eshva certo em mudar eu não gostavado Robin", diz Miller. porque o trabalho de pincel ficou "Só foi depois de pôr as mãos no Batpesado demais." man gue percebi a função do perso"O desenho",ele acrescenta, "não nagem.Visualmente, Robiné brilhante. o estonteou.""A arte era secundária Mas pelo ponto de vista literário", "é ao texto, que era impressionante", diz brinca, altamentequestionável." um ponto de vistatécnico, Fazer o parceiro-mirim tão jovem Janson."De a arte dava movimento à história. também é um ponto-chave, insiste. ele Frank estava trabalhando num estilo "É um erro deixar Robincrescer", diz. que é a antítesedas linhasrebuscadas "Parte da graça de se trabalhar em e efeitos especiais. texto e a narra- personagens como este é lustiÍicar O tiva eram os astros." idéias que realmente são terríveis e )

extras."Miller acrescenta:"Muitas coisasderam errado nos preparativos Pra termrnar no Prazo. Foi um dos primeiros quadrinhosde alta produção lá feitos, principalmentecom um trande personagem marca de registrada. Mas essas coisassempreacontecem". A produção foi crítica, porque trouxe à t ona as nuanc e s d o guache de Lynn Varley, diz Miller. "Dork Knight demonstrouque era possível trater balhocolorido feito por um pintor de verdade numa história de aventura sem que a obra se transformasse numa peça de belas-artes", afirma. "Foi uma das coisas mais revolucionáriasda revista." E haviaa capacidade Miller de de narrar uma história. Criando fama como um dinâmico narrador nas histórias do Demolidor nos anos anteriores, Frank tornou-se um superastro com Dork Knight O ritmo vertiginosoe o uso de silhuetadeu ao Batmanum visualmaissombrio.

Redigidae fuenhada

marçol1997

me esforcei muito pra justificar esa. Pra mim, Robin serve como exemplo do de que ele Posto a criança pra alcançar seus objetivos." seu clímax pra Miller na

edição quandoCarrie quasemorre ao cain
capa de Batman e braços."Minha cena dois é quando ele de'bom

trama. Miller admite que seu ponto de vista do "Escoteirão Azulão" não é tão deÍìnitivo quanto a sua perspectiva do Batman. "A coisa mais questionável que Íiz foi tornar o Super um agente governo", explica. "Se fosse uma do Super-Homem,eu jamais feito isso - e eu sei disso,porque uma história dele que quero algum dia. No Covoleiro dos Batman era o herói. Por isso,o foi erguido ao seu redor." verdade, Miller não decidiu até esgìr "Percebi era

o
sem como continha ficaque precisava ser forte o basnele." confronto entre na quarta e últinão havia outros problemas com as super-heróisé que tem que elesíicam tromuns com os outros", conta. solução íoi envolver uma do governo, no estilo que aconteceramnos EUA a década de 50, que escoros heróis. "Batman não

Outro
comPonente

(D

w@

a

outros foram hzer outras coisas."Para o Batman funcionar, não pode haver outros heróis por perto. Eu queria retratâr um mundo que precisava de um Homem-Morcego - e não precisei procurar muito longe." Miller selecionou seus vilões Pra comentar diferentes asPectos da personalidade do herói cinqüentão. "O Duas-Caras reÍlete os dois lados do Batman. Por isso, o ambientei numa em uma casa de espelhos", cena-chave as explica."Ele rreprlesenta duas identidadesconÍlitantesdentro do Batmanna íez. o quesempre Elese primeira edição,e, obviamente,a Parte diz. E o Super-Homem monceto matou o lado BruceWayne." O Coringa, por sua Yez,represenum agente do governo que ta o caos incontrolável que conírona citado pela imprensa.Os o desejo de Batman pela ordem. Coringa foi o mais fascinante",diz. "Ele era a antítese Perfeia de um fanático por controle como Batman, que acredia que o mundo só tem sentido se você forçáJo a ter. OCoringaéoseu pior pesadelo. Ele é o ld à solta - principalmente com o contexto óbvio de o Coringa estar perversamênte apaixonado pelo Batman. Todo mundo sempre soube disso."

Ne8

EmboraMiller tivesseapresentado essespersonatensde forma inédita, que eles não fossem isso não signiÍica "Executeium iogo em que limitados. os críadores participamPra Yer até onde podem chegar", admite. Por exemplo:disserama ele pra usar a ao elipseamarela redor do emblema no peito do Batmane Miller obedeceu. Então,ele fez com que o uniforme do Batmanfosse rasgadoem pelagangue rua quaseno de pedaços fim da edição ne 2. Quando ele se recuperou e colocou um novo uni"Acho forme, a elipsetinha sumido. que introduziesseuniformedebaixo brinca. do narizdeles",
d

cado naquela época", reforça. "Foi a primeirahistóriana essencialmente linha Elsewodds(conhecida aqui como Ïúnel doTemPo)," Miller ambém se lembrade estar preocupado. "Eu não tinha idéia de apavorado. qual serla a reação.Estava que era um risco porqueestava Sabia demais com um Pentonatem mexendo que eftr muito querido." de A abordagem Miller eletrizoua na ciando mudanças atitude t indústria, Dez nbs depoisr oenor- do Batman e nos tipos de narrativa até hoiê."Deve ter me sucesso de Cwoleiro dos lrevos que são sentidas se esconde o fato de que foi um risco sido muito influenciador, levarmos que enorrneanto pra Miller quantopn DC. em conta o número de pessoas perlciade Miller foi questionada ainda copiam meu trabdho", tcssalta A "Mas não posso reclaquando seu proieto anterior, Ronin, ironicamente. que ia ser eu minis- mar. desse Se cemo, sabia deu com os burros n'água."Esa série de seis partes,sobrc um ninia usado de novo. Só não contavaque de futurista,não Íoi um sucesso ven- todo mundo fizesse antos heróis '?onin rangendo dentes." os das",conta o editor Giordano. A minissérieambém proPôs um foi meio decepcionante não criativaum diz mente,m.ìsem vendas", ele."Todo Batmanobcecadoque ultrapassava masmostrálo durão que vendesse como poucoos limites, mundo esperava que as ediçõesdo Demolidor de Frank, e violento não é a mensaEem ele que a históriaP.rssirsse' esperava masnão se saiutão bem." de "Muia gente se esquece como "Assim, umasériedelecom o Bate man não era algo muito certo", o texto era engraçado românticoem foi insisteGiordano."Essa a primeira boa parte do tempo", diz ele."Essas a consideram história como tentativa da DC em fazer alguma pesso.rs coisa um pouco diferentecom um umapeçarealisa.Nuncafiz umaobra na que estava personatem sendopubli- de realismo minhavida!Me dispus

a resgataro Ílmance e o mito ao Pêr' criar um velho c sonagem não apenas triste com roupa colante.Ele adorava fazendo." o que estava "A mensagemmais imPorantc que os autonês deviamtirar do título depolsde l0 anos e de suainÍluência aÍir' nas não é o quc mostrìa páginas", ma Miller."Anisticamente,o melhor dos do Covoleiro Ïrcvos não foi ter um ou e visualassustador maneino aqueda le colorido maravilhoso LynnVar' ley ou a arte-Íinalíorte do KlausJan' sonrmas o fato de e3tarmosfazendo revlstas em quadrinhos como rs vÍamos.Agente não estavatentando impor um estilo editorial ou ratisfa' zer um mercadonem entmr Pn llsta A dos'10 Mais'de alguém. melhor é coisade se Íazer quadrinhos quando os artistas são sincctPs com o materiale consigomesmo." V

é de Ooig Shutrgot;tor'm sabercolnz,oque o bome vehoEotrnóvtlsc Ìmnsfomou unque dc gucrm?l noqueh...

ma4olrlt97

(D

Um brqsileiÍo ernsclnDiego
lmogine sair do Brcsil, enconar umo terra estrv,nhoe soir com um monte de desenhos deboixo do brcço, ptocurando emprcgo nas maiorcs editolus de quodrinhos do munlo. Essofoi o solga vivida pela nôva sensoçõoblsileiro dos quodrinhos, Rodolfo Damoggio.
C
seguiruma chancenumagrandeeditora. E agora ele já pode mostrar no seu currículo váriashistóriasde Batmane, inclusive, adaptação a pros quadrinhos do quarto filme do morcegão! WIZARD orgulhosamenteapresenta, em mais uma EX-CLU-SI-VA, Rodolfo Damaggio! wlztRD:cotto Ésul YIDA 1to3 tuÂ?ot

pnlzos rÃolp:ntloos sÃo coropnos
Arow (Arqueiro Verde), está tudo ótimo. Naquela época, tinha que fazer uma revistaa cada25 ou 30 diase não sobrava tempo pra aproveitar a vida. Hoje trabalho com algunsBat-proietos e os prazos estão bem longos. pnÂcoltstoutR c0il0 Í0r À BrÌÂlHÂ ftn STU ÌRIBÂIIIO PUBI,ICÂDO DC? PETÂ Quando vim pra Nova York, em

claro que as coisas não foram nada fáceis. Depois que chegou nos EUA e foi releitado pelas editoras, Damaggio foi trabalhar com animação. Durante dois anos esteve nos estúdios de Michael Sporn (que já foi indicadopro Oscar em 1980 ), p rod uzind o des enhos animados pra HBO, Showtime e PBS, emissorasde TV a cabo americanas. Foi o próprio Michael quem o ajudou a conseguir a papeladapra poder morar lá. Reunindoum novo portfólio, partiu novamente pra luta. Foi a várias convenções ("Elas são uma boa, mas só acontecem uma vez por ano.") e mandou cópias pros editores ("Geralmente, você não recebe nenhuma resposta porque os editores estão sempre muito ocupados.") até con-

E

DESÍIliltïÂS ilOnmt aoul? QUI Rodolfo Damaggio: Acho que, Íìnalmente,vou me acomodar aqui em San Diego.Achei uma profissão que gosro e me deixa fazer o que bem entender. San Diego é cotada como uma das 20 melhorescidadesdos EUA e a de melhor temperaturiìo ano inteiro.A maior convençãode quadrinhos é aqui. Então, não tenho do que reclamar. Quanto a prazos,depois que deixei 6reen

(D

W@

Neg

1991, comeceia procurartrabalhona Marvele na DC. Foi muito diícil porque não tinha muito conhecimento sobre os quadrinhos americanos ese tave sem um bom materialpnr mostrar. Acabei desistindo e, por dois anos, voltei a trabalharcom animação. Em 1993já tinha um portfólio legale íìz a roüna de todo artista iniciante: enviarcópiasdaspáginas ir nascone venções. frustrantepor algum Foi tempo, mas não podia desistir.Se você conÍiarno seu tâlento,cedo ou tarde, alguma coisaacontece. ú QUrt 03 tr$oxror$ QU: DrSlilrou? Afém de Green Arrow,desenhei Ádventures Supermon 526, hisof ne tórias curtesdo Batman, como no Botmon.Chmnklç 2, e umarevistapro no Ned Adams, chamada Somuree. Qült Dtrts00tr0ü tl|3 Dl rlül? Tenhocurtido basantea históriado Batmanque estou ÍazendoagorÀ m.ìs gostariade trabalharnovamente com o Super-Homem adoraria e desenhar pra o Demolidore o Justiceiro Marvel. Além do Homem-Aranha,claro! é QUtt3:U;:tsof,tc:r : sul rrvrsÍl ilYoiltos? Não tenho nenhumpersonagem favorito porque nuncâtinha sido ã dos americanos. Mas,como artista, de todos os super-heróis gostodo eu Demolidor. Adoro a simplicidade do uniformedele e, no meu ponto de vista,é o melhor personagem se pra mostrar seu conhecimento em anatomia.Ele também é bastante humano realista. segundo e O seriao Tenho uma tonelada de Justiceiro. pra referências usar nele,e sempre há um bocado de ação.A minha revistapreferidaé a do Asterix.
Betman a Robin, antes rls v€rsáo do Íilme quo erffiia 6sta eno nc EUÂ

YOCÊÉn:Corr:Croo cowrxcõ$? o rl lnrlrcüo I ruro D|l:lrrr: rl ms
Fiquei basante surpreso de encontrar tanur gente que conhecia o meu trabalho na última convenção de San Diego. Ainda tem uma porção de leitores que não me conhecem, principalmente os da Marvel e lmage. Porém, com novos projetos, vou alcançar muitos outros leitores.

D0rilsilno? Os americanos,na maioria, são fanáticos colecionadores Quanfiéis. e não posso dizer to aos brasileiros, muito porquenuncative um fil na minhaprópriaterra,excetominhamãee meusamigos. Talvezmude um pouco com âs históriasdo Arqueiro Verde sendopublicadas Brasil. no tot outl lSciltot uocl co$rrtr Dt tltlllilll? Gosto de trabalhar com novos rpteiristas e fazer o melhor.Assim, elescomentam sobre meutrabalhoe, quandoaparece algonovo meu nome estána lisa. Gosto do Chuck Dixon. Ele compreende toalmente a mldiae tem sido o maisfácil de se trabalhar até atora.A simplicidade com gue ele descrweos painéis facilia tudo.

Ecrnplo rlo babalhoda Rodollq antee a depoiedg colorido.Nestr caaq tirado de rwigta Baünsn Chmniclas 7, fl o srtbte laz turlo sodnho.

c0r0rtrl o mlc|Dolnnrcrto DloulDltxltos ltu[ntm?
Sempreouço históriasde quanto o mercadoera melhor l0 anosatrás, que eu gostariade ter estadolá,tÊria feito muito dinheiro etc. Agora, só posso me contentar com a idéia de que um dia vai melhorarde novo.Pra dizer a verdade, nem sei muito sobre as altase baixas mercadopor aqui. ;> do

marçolrÇ)7

(D

Pra algunsque conseguemâzer sucesso, se você Íìzer esta pergunta,eles vão dizer que está melhor do que nunca. I 0uatss:u3 DEs:lllllSlÂJÂRï:.Íl1lÂllÍTl3 PTEÍINIDOS? Meu artista predileto é o Jean "Moebius" Giraud. Dos- americanos, acho os mais talentosos e com conhecimento geral de desenho (anatomia, luz, narrativa etc) o Lee Weeks, John Chris BachalRomia Jr.,Mike Mignola, lo, entre outros. Ainda estou morrendo de vontade de ter o Al Williamson como arte-finalista. Meus outros sonhos já foram realizados:Klaus Janson e Bill Sienkiewicz.

con rrvr vocÊ rlcuxsPn08rÍrlÂ3 D0 Dl 0 colonrrra n:vl5ra mQU:1Ro. Íol nsronl Í$l? QU:
Bem, durante todo o ano em que trabalhamos juntos (eu e o Lee Loughridge), não estive contente com o trâbalho dele. Na verdade, o problema deve ser meu. Pra mim, é difícilaceitar o fato de que outro artistâ vai colorir meu trabalho, que já foi colorido na minha cabeçaantes mesmo de colocar Além do mais, uso o lápis na página. em muita luz baseada filmes e muita referência de coisas reais,o que torna o trabalho do colorista mais complicado ainda. Por isso,quando você vê um trabalho desenhado e colorido pelo próprio artista e sempre melhor do gue um outro feito em coniunto. -VO(Ê ÂlÉÍ|| OUÂDilXIIO3, TEil D: realizaria.Fazer animaçãoera o ieito mais fácil,iá que envolviatudo, desenhos e movimento. Mas, depois de assistir Íìlmes do Spielberg,George Lucase outros diretores, animaçãolá não era o bastante.A forma mais próxima de realizar esse sonho, mesera colaborar mo não sendo cineasta, no processo.Trabalhando nos storfda ôoordsde Virus, Universal Pictures, parece que o sonho está se materializando.O diretor John Bruno gostou do meu trabalho e tenho certeza de que trabalharemos iuntos de novo. Nos próximos anos, vou me dedicar mas sem deixar mais aos storyboords, os quadrinhos.

JÃoslus ]lov05TRÂBÂIHoJ 0uÂr3 I{ÂARTÂ QUÂDRIIIIIOS? D: cilrrila? c0m0 Acabei de fazer uma história de l0 Meu maior sonho era páginas pro Botmon Chrcniclescom o mas Asa Noturna, na qual pude fazer,pela ser diretor de cinema, aprendi primeira vez, toda a arte.Também fiz vivendo no Brasil, que seria algo que nunca uma nova série de revistasda DC que apresentâ dois personagens iuntos Nela, desenheiBotmon numa aventura. Plus, com o Arsenal (dos NovosTitãs). Vou começar agora um daqueles da crossovers Marvel com a DC. Fiquei com o títufo Amalgom Bot-Thìng uma mistura do Morcego-Humano com o Homem-Coisa. Enquanto isso, estou trabalhando no primeiro número de . o Vinte anosdepois, nom Isnterna Botmon versus Predotor lll e a adapVardase snconhecom o filho do tação do próximo Íilme do HomemÂnfuoiro s, juntos,voltamà asbada,a mmplo da sEusentacessor€a. Morcego. Ainda estou fazendo as Iletdhs da capada 6raanÁrrr n0 110. capas da GreenArrow.

colsÂs, cot ÍnÂBÂutaDoournas

(D

FÏIF/Tü

I

I

i
I

Yoct rtm volttDt Dt volrÂn pno BnÂstl? Há muitas coisas que eu gosto e amo no Brasil. Minha família e meus amigos,por exemplo. Mas não tenho planos de volürr a morar aí. Fiz dos EUA meu novo lar e, além de trabalho, tenho uma satisfrçãoprofissionalque nuncaencontrei no Brasil. II}IDÂDÀPNIÂCNIDITÂN OUÂDNITTOJ? il05 Quadrinhos vão existir enquanto a arte existir. Por alguma razão, nos EUA, as HQs são mais populares do que em qualguer outro lugar.Elas iá Íazem parte da cultura daqui,como o cinema,o cheeseburgere o baseball. Contar uma história a panir de desenhos vem desdeo homem das cavernas. Só acrescentamos painéise os balões. os APTSÂN HÃO D: I'TÂNTfl IITÂ,O ÂRQUTIRO TOI PENSOilIGTII YTRDÍ üT DT DÍSrÂQUt ÂltOS ltas tÃOs DÍ iltÂt ilOs 70, (oito Í01 ÂDÂils 0:ltt{Y0'ltEil.r. [ (OflI INÂBAI.HÂR E'IEP:NSOilÀGIT? Fiquei meio desapontado pelo fato de desenharum personagem que pouca gente estavacomprando, mas todas as madrugadasque trabalhei me valeram o reconhecimento e aumentaram
Baünan rnnw hcdetor III ainÀe não tsm deta pra ser puhlicada nos EUA, mes squi ne WIZÁRD vocâ já poda tsr urns paquane prona de como ficará essa rninissáriellápis de Damaggio mostpe os detglhes do viliio, qua pela terceir? vez atetrlrize Gotham City.

a popularidade do Arqueiro, que esteve esquecidoum tempão. É claro que não posso me comparar ao Neal Adams dos anos 70, mas,com certeza, o Arqueiro está mais popular do que nos últimos dez anos. Espero que o pessoaldo Brasil goste da nova série tanto quanto os americanos. cono voci vi a oxDÂ/ltÂca., ISII rtTrro ÂDoÍarro Pon DEt$ililtïÂ5, lmtÌÂilDo LEt,$tyIJÌRl I ouTRos? Jrm É bom saber que existe mais uma editora de sucessono mercado capaz de fornecer trabalho. Existem alguns artistas talentosos produzindo na lmage,mas,no meu ponto de vista,a maioria dos tÍtulos parece desenhado pelo mesmo artista. Raramentecompro algo da lmage. Jim Lee mudou o O mercado por aqui,só que é triste ver tanta gente imitando o estilo dele. Acho que os artistas jovens deveriam seguir influênciasde outros artistas que sabemmais sobre desenho. ouil 3IUItTtto DÍ tÚsrca Pn:ttnlDo? Quando estava no Brasil, gostava do Paralamas Sucesso. do Meu irmão sempre manda as fitas dos novos

álbuns pra mim. Também gosto das bandas rock progressivo, de como Pink Floyd, Genesis e Marillion, mas hoje em dia ouço mais donce music e eletrônico. Grupos tipo Depeche Mode, New Order, Pet Shop Boys etc. 0üÂt t:u ÍrrmÍ PntDttEro? BlodeRunnerainda está no topo da lista. Às vezes, acho que não estaria hoje nos EUA se nunca tivesse visto Guerro nos Btrelos ou qualquer filme do Spielberg. ao cinema ainda é a lr minha maior diversão. YOCÊ CURTT DÍJ:IIHo5 sTnIADos TY? T DI Devo confessar que estou cansado de animação. Nem vi os últimos três Íilmes da Disney.Perdi um bocado de entusiasmo nessaárea e fazer quadrinhos é bem mais gratificante. Quanto à TV, tem mais lixo do que nunca,com a única exceção do novo desenho do Botmon. W
SérgioMirondo, o moior troficonte de "cosodinhos"no Redoçõo, comqou o se jó preparor pro fìlme do morcegõo..-l;tó montondo um kit básko de sobrevìvêncío de filo no cinemo no dìo do estréìo.

morçoll997

(D

0 único cienfiÍico. que e lmdehonor fttçõo Íoz tem Íozer e vo(ê oÍÍodo, que Íoi sobreviveurlfod. Pelo olô denovo ocerlor. menm, quondo é lso o queocontece piso vocô nobolo s Coniç com SEUS PRIYIfEOIOS de o Cú Auílttofu o4onizoçõooulo-reguÍoi o Desde crioçoq (ôdigo ofuosuo chomodo omoriconoç pr loçõo quodrinhos dm As em lizodo yezes, l97l e em1994. duos de oqui (odigo hko. de dehi$ódos pdmeirus resuhorom mudonços bmico Cdelú umitem 0 sslo Cütúcs do quonh D(, do lonlo de1971, doMorvsl pr mois quoddnhm conventionois de40 dos publkodos dehrem reieilodos sido opesor (h codo exominom do onos. rsvisores côdigo (ódigo. pelo rP96 Spider-llon Ânozing proquodrinhoe pogino bdmm rcviímem de o tolego quoíode de ne97 mosfrovom pdm que nos duzidm ediloros exihmo solo de chopodo Porker, Hony0sbom, Peler que goronlem codo t0p0s. csnoles Bses suns (f.SD), Lontern/ Green onquonlo drogos pro publkoçõ0 eslipulodos os sotisÍoz podroos em no Green ne (publkodoBrmil Ârrow 8ó uso sexuois, de linguogeq siluoçõa violôndo, gryroniguno reltolovo o componheiro 4l confioveros. e drogm outmsituoções como Verde, Ricordilo, do mirim fuqueiro (om os mudonços n0 Íoyolucionórios hiíórios Âs em umviciodo heroíno. duos de desde dócodo 50 - mois o indú$rio por gerorom no olorde imptenso suo que desde -, especifkomenle, 1990 seró o o condiçóo seguir(ódigo. denõo (ódigo 0u é oindo importonte? ele esló Íoi de 'A mudonço 1994 PreciPitodo seu de impodindo quodrinhos olconçor os dizVicporevoluções especíÍicos', menos polenciol? vedodeho ftmis. tle editor lor Gorelick, doArchie que ctioçoo umo Íoi lluilos ocrcdihm suo Code poilicipo direlorio Conks do do Weíhom, doliwo tonseqúêncio dodr.Frcdric de com AulhorÌty que dizio iunlomonle osedilores de Nuction tln lnnocwt, 1954, oÍ (Morvel, ediloros-membro D(e 8lG outros que quodrinhos o os tdonços influenciovom m mois lornor (ôdigo o ïenlomos que ediloros reogi' [nlerloinmentl. Mos muilos oaedilom os tomoÍoi delinqúenles se lornorem iuvenis, dot estrilores que flexível', 'Oueríomosoos explico. umcôdigo e criorom exogerodomenle rom d 7. no mmtrudoWIZARD criolivos de mok que se lonto Âsmciotionomordoçou osquodrinhos iomois e desenhiíos libedode ssrem Depois o (omiailogozine diso, leilores otuolidode." do um por Goldwohr,ÍecupeÍoÍom. Miller, 'inimigo'Íer- pros tronk Íoiaiodo John oÍAmerico l0,tÂá) pode (omics. fodos renho quolquer decopo formo A flsxibilidode ser boo,mosos de ou rólulo de o do 0uose noópocoeditor Archie precisomum(ódigo? do reolmenle mois quodrinhos todeloi o coiso diz: dis- censuro, '0 Conics o se m ediloros unirom elo,bemcomo é do Eo que umo covorde os quodilnhos 0uondo porcelo gronde mercodo pro e gróÍkos, lenfor impedirsurgi- idiolo mois o tilbuidores e iô por oqueles pÍ0 pÍolegeÍ conlrolodo nõo-mombtos, queo llõo A dogoverno.único comelerom. Íoi proposfo nos menb regulomentoçoo de com nõo oreitom estodom deumo Íoi deninguém;o resuhodo conspiroçoo iogondo umodos gronde Íoi o editororecusor o Dell. nos prolirur mõos omorrodo coslos? quodrinhos tonconenles de de se livésemm deediforus 'Ìl0o húo dwidos que nõo d oÂo porece, dizSilheú|eil, que 'umo nõoo, q ciodo (odigo, (ongmm optovodo do umo o [( (omks romo'. lrio o o vonlêm do os umo têm deMiller imporlôncio vezque membros (odigo umo F logffi muilo poro os duro mlringh quodrinhos', Asolegoçóes de bdo o mercodo quodd' dorumbre no proibições específitos logem muilo inferssodosvezquehovio 'G dúedAmrr. plikosmoelwom Q de hú lluilmÍosdeH0seesque(emque o publkidode.' (ódigo originol conlro usodospolowos nhos. dc dumro públ'ro; querirm I em ulerÍoÍ'e'horÍorn copos, li- dois em vendos bonnm que diíinlos EUA: mercodos nos Íorçodos emprólko 'íimeo, o pôr Íorom Asedilorus ! disdheb",explico.'iluilos preiudkor linho [( rose o msrcodo o do presidenh nhom obietivo como L silberkleit, insisle ftlichoel o (ódigo, Ë nõo (tomo revendedores võo (omicspresidenb(MM. bmics BillGoines (rimeSuspnsfio' tdbuidoresgrondes e de do e do ã e editor Archie pro sem quodrinhos vendos boncos o em hdos enviondo os riu, Oyplof ïenore loult oÍ Honor), esfoyom iunlo' oceilor $ '0s distribuidoÍes desde nõo do do com folheodos,menle o teviíodesucessolevGleosonselo (ôdigo."lsso mudou o déco' lerem sido revislos volhsem de € suos 'e Silberkleit, complelo Ìlo l{ol quedom Crine ser Pubfkofions Does Poy. vedode, do de cinqüenlon, ltickey ttoun. nõo [lu P oÉ mesmo oaesGotelick voi nõo púlico, que Gleosonprovovelmenle mudor." Íoi e prs* no Íogocruzodo os ediloros o depois o 6digo poíoem enlre È e revendsdoros de (ôdigo 'Diídbuidoresboncos bdos seus concelou os tífu' cento: e soiu romo Goines do nosso solvou indúskio." I público.0

sEr mEmBr9ÌEm

(D

w@

N"8

"\-,/-

-

-v."

--r

J--\-/*a,-/-1,

APPR.OVED BY THE

APPR.OVED

contgS
CODT

€oHrc3

BY THE

Au?lfontTy

AUïrfoRtTy

(0m0 0m0Íle(ed0Í eles 0 indústrio. recorer vêem (ódigo um o entÍe e Podem o ele olguémqueixor ronleúdo'. se se do "Você firor lsso levo censuro? pode o selo suo noo ô do revislo nõo se quiser os que Íozer mudonçossugerimos', 0Ígumenl0 Silberkleit.os Mos edilores quodrinhos pelo dos que oprovodos(ódigo sobem o decisõoremover de o selo umo de ediçoo especiÍico voireduzirvendosediçõ0, vez os do umo que por um serúromerciolizodo número significolivomenle de dismenor Íibuidores e revendores. que sõo podem Ediloros nõo oÍiliodos submeler revislos individuois pogondo toxo ediçõo degoronoo(ôdigo umo por o Íim lir o oceiloçõobonros. nos

IEXTO DO CóDTOO
[m gerol, (riodoÍes que 0s dizem compreendem quondo 0sÍegÍos redigem pelo umo revislo oprovodo (ódigo. tivenenhum problemo o (ôdigo, "llõo com mos nõo oindo escrevi pro histôrios dhigidos eslritomente oduhos', KuíBudiz que siek, escreve s Untold of Spider-lton, Toles pelo pro oprovodo (ôdigo Mor(omia. vel,e o que foi submefido(ódigo, hty,proHomoge noo oo Astro quer "Ì{inguém vender revislo um pro público umo inodequodo. 0 obiefivo deve pro 0s ser embolor o publicorõoque leilores-olvo 0 enconfrem.' póginos lodos revislos quodrinhos As de os em revisodos enviodos sõo oo escdfôdo todeAuthority, l{ovo onde do em York revisores levonlom proos blemos, nõo mos sugerem póginos devolvidos mudonços. As pro sõo ooedilor ronecões fexloou orleou pode opelor obieções horo. de se ôs no As opeloções ouvidos editores-chefes pelos sõo que pode diretorio, Íozem do que ronfirmom ou o reídçõo revisor (on(edem exceçõ0. do ou umo 'Se muilos objecôes pelos eíiverem sendo destonsiderodosedifores', Sildiz "é que berkleil, óbvio prerisomos nossos mudor diretrizes deovolioçõ0." Noenlonlo, emboro que curimq olguns criodores trobolhom o (odigo sob que edilores mois dizem seus úo reírilivm que pÉpriq do o negondo violoções mesmo deelos "As onles surghem. resüições doMorvel muifo limilodoros soo mois doque do(odigo", Mork ilenhum os progueior ) diz lloid. é pemíido Morvel. no

morçoll1ìl)7

(D

problemo o com tuio John resoho 8yrne, únko quondo Íez X"selinho" oconleceu ele Unnnny pro o boslonle que é o Hoie,(ódigogenérito publicodo noBrosil de ne (ogoío I 979, lvlen 124 (onlinuem um inconsislenles sendo pro- en Superovenluros l4), que revisões conlinho ne llorvel "0 que depende quodro dizem triodores. poso blemo, os Íoi o onde Tempeíodedesenhodo um pessoos essos e do foz dequem o revisõo que pros "Voi dificil pro do nodondo longe leifor. ser deIfie roteiristo diz John olmororom", 0íronder, disse o mos(ódigo que oluois leilores imoginorem, pelo que poso (ódigo. (eno doD( Spedre, (omia, nõo do muilo m0slr0v0 o bundo Tempeíode", 0 é reolmente diz o Don Jurgensque inconsiíêntio que no redocõ0." ele. diz "Atho 0rÍum0rom do sõo Um irrilonle. exemplo osrevisores muilo onde houve exemplos os lronicomenle, dois que ser esló gerol dez Aqui umo nm toisos devem (ódigo diíinguirem dos o Íloreío órvores. nõo mos Íorom de revislos Eyrne oprovodos, deixorom quodrinhos, siondo votê esliver se omiderodm, umo no Thor no [lespermilem ceno quol esló como delevor selo. couso umo depublide Íoixo Por o de poro pmsrpelo originol 1954: tódigo preocuporqueúnito. que o [nconlor, p0ss0 com que o de em cidode, setembro1980, mudou nudez.vezes, pocõo ése ceno opresenlo As deles o deiÍoi o do designcopo,selo equivotodomenle umo com estoo revisores loopreocupodos roiso xodo Íoro llnunny os ne X'hlen l3l e hptoin de de o siluoçõ0,bem - que por a "En quolquer 0 - (0m0 nudez, exemplo esperíÍito noBrosil ne (publicodos respeclivoAmerko249 o sobre mrl e o I tdunforó Thor por lrós púgino: perdem 0 mensogem do lodo Heróis em menfe Grondes llorvelneI e em poÍ seró ciminoso punido teusdelilos." linhom e [nconlor lronsodo. nesos n' 5ó). coincidêncio, Américo Por hpiloo umo de que posou edi(ões, GreyMecono, No enlonlo, (eno sexo nõo ronônlitos ou se respeclivomenle, lf 'ÍPoirõer inferesser Jeon e losk Leogue torrcne7, em o oconlereu luslice de trstodor Íormo serõo é iomois senoo "0sÍos me suicidorom. oindo pergunlom subÍ0(o de ouondo o roinho umo deomozonos Íorom vis emoções e rosleiros.tt estimulor (0uso suitidios." por dos oprovodos que pelo se lerrôneosopoixonou Alox, hovio girios toloquiclismos e {t "Enboro nõo SISÏEMA 0 (ódigo mulher. de o Íormo umo osumido o meilóveis, uroexteslivo Ü seiom se Íosem que mulheres moírodos CTASSIFICATORIO permiliu duos que e, sempÍe deverer desencoroiodo umo Íose, - emboro delos noverdode, beiiondo mois mesmo cenos liberois Aluolmenle, (om ser posiivel, booglonúlitodeve o mosquodros consetulivos 0s umhomem. dois leilores o olguns pelo é possivel poupodos(ódigo, enpregodo." o mos se seus lÍ0v0m lóbios oproximondo, lerque de se ofoíorde reviíos sõooprovodos, que do substituido leve derenhodos ceiro, ero obroco, deser /l "tulheresserõo de ò de semelhonle especfodores muilo moneiro ll reolisticomente, ênÍose o quodril. por lomodoombro de sem umo com o ver que cinemo seÍe(usom filmes closifiedicõ0, doquelo Íisito." o quolidode lodo, releiriío Por oulro o indevido quolquer de do liror G. odororio o selo (ódigo coçoo "Eu no um de Íoi Peler Dovid, topoz incluir quodro ttseo trimeÍor relrolodo, pro seu sem Womsn mudor conleúdo ver deve Wonder E se um no 2, moslrovo cosol recenle Supergírl que cogilo e mois sórdido se olroimos leilores", 8yrne. olividode Ú ser(ono urno do formo. mõos homem domesmo As obrocondo seus que eíó [nlerloinmenl, contelondo ABIG desogrodôvel." pelo do o bundo ogorrondo toberlo ieons eslovom rolude um usondo siíemo lrês eíeve lílulos, que de próximocorpo umo oo D tí(enos obordom ou eslovo eo mulher tosol de do locões suos oros revislos mercodovendo oossociodos nos O instrutentos mulher com Íocos morlo, lrês crovodoscostos. pelos de oousodo orienlocões semelhonle direlo e que se lorluro,vonpiros noilos-viYos, toncluirom noo pode os [nlõ0, revisores Grófico", dizem 0s IV o cobo. rótulos "Violêncio mos rlmcspenodor, vompirisno, sebeiiondo, moíror "[inguogem e "Situocões duos moslror mulheres Adultos". Adulto" sõo mulher e licontropio, o bundo conibolismo ogorrondo deumo umhomem de do "0ueremos 0sleilores mercodo 0ue olgum. proibidos." 0ulr0 lem de ocodóver nõ0 problemo sobre soibom e direlo osrevendedores o que vendo "0uondo diz umo esrrevo histôrio", Dovid, Í'lluslrcçõo edilor-cheÍe e insinuonleobsteno dizEd eíõorerebendo", Polgordy, 'l pro "pensoÍoto que estrevendo umo no de eslou é insinuonfe , ouposluÍo Nunco oudiènrio e/ou iuvenil oduho. considero inoteitôvel." pode Deixo os o o que (ódigo releitor. que edi' 0squeÍ050r, os iso." O 'ÍÏodos ilurtroções lores digom me serõo e nõo O detou goslo violentos "Àsvezes, mudontos tódigo do os ellninodos." Morz, diz deseiodo", Ron o surlem efeilo 0 n0m0r0lon,ern. 0uondo de roleiriío Green ll "As lelrosdo polovro'rime' e Alex, Royner, Íoimorlo colocodo dodeKyle opoÍe(eÍ deverõo U iomois oo Íez gelodeiro, o (ódigo obiecões numo msiores considerovelmenle doqueos que o codóver, osleilores quodro moslrondo no polovros contidos tilulo. deoutros 0s de os viío leriom sobre ombros Kyle. reviA polovro'cine'ionoisoPareteró com redesenhodo, umo 0Drovor0mversõo sores nunocopo.tt sorinho o visoo oberto do o porlo gelodeiro bloqueondo en revislo que { fl 'Íllenhumo menos deAlex, seproielovo o pé deludo, ussró I ll quodrinhos or Polovros de "Foi o quonlidode proÍoro. inocredilóvel lílulo.tt 'horo/ ou'leÍÍoÍ'noseu sido seelo que leilores mepeÍgunloÍom linho do dizMorz. desmembrodo", "Areocõo (ódigo E, pro casode ter sido deixadauma brcch4"todos os elementosou técnicas do eles geÍou ceno violentoque pre' Mesmo os editoresde umo mois Árcir'e corrigem aqui,mas que contrariem não mencionados exibir." lendiom seuspróprios "erros" o espírito e o propósitodo Códigoe seiam Íoi de sem 0 (ódigo, sombro dúvido, se consideradosviolações do bom gosto ou de do desde oÍrouxondo o Íinol dêcodo selenlo, decênciqdeverãoser proibidos"'

REVrSõESSOFR|VEIS

ry)

ÌIGRE DE PAPE! UÂ'T

(onsiderondo que do o lomonho (ódigo, que reolseró ronlinuomenle, osleilores diminui percebemexislêntio? o Noverdode, suo menle aiodores olgum principois dm do eíó o Aqui o que do dos oluol desrgn copos DI inverlefundo bde: dele, dizem o(omks sobre pro que seio selo permilir 0 orle viíootrovés "Eu openos impresoo. reolmenle deixondo pouco que "fspero JOHII BYRIIE: poi com ou se mepergunloolgum seimporlo isso groduoldesoporeço o (odigo queíiono Byrne. que signifito", se o sobe que lempo iú toz do execulivo(omic mente. muilo Alslon, direloro Suson gús lem (ódi- nôo mois e vod pde que Fund, Book DeÍense contordo o Legol quesver o lipo de moteriol poder lenho um lido quolquer que goperdeu que poÍ hoie." Íornete grupo, Íins sem lucrolivos, ver- lionúvel posso ele Seu dio. pro e bos ossiíêncio e que noo iuridico revendedores PIIER DAVID:"Atho o (ódigo proleger direilo servenenhum pr0 possom seu criodoresque pro propmilo prótko. exisfe [le o poro produzir censuroÍemnomedoprofEoo.Mm e o livre-expresõo coníitucionol ^ jomois ocemuro "Nenhum quodrinhos. promolor vender eo éonetoso proleçõo doselo provo o usou ousêntio como deconleÚ- Á nhnmcnre nrre<rinnóvnl^ín| _ I " la 'obxenos"', diz elo. dos derrrticos Dçfl remee$ooe umo ï ' oÍgu- oboter o que noo 0 rótulo exprime represenlo, de sobre indúírio fi*. o , "Acho o é mento Eusiek. que (ódigo umdinosque diz ele. suo s0uro cumpriu finolidode", "Seu o público, hoie se ero obielivo lronqüilizor mos nõo esfonopodo." signiÍito." o o sobeque rólulo dosmoiores de Silberkliet que selo roncordoo pretisomoior WlRRill [[LlS: "Algumos pelo infontis possodom nõo histôrios "Pensomos umo de fozer tomponho em evidêncio. muilo nõo prolerõoconsumidor, hónodo mos oo e e eíorco, cuío lsso lempo, dinheiro cerlo. levo que pos- ) ?Íó4 ì deixo f que loo Íico rom recursoslimilodos lemos." odminisrrodo dificil os noo r \ffi soro que oe"erio porque "0 (ódigo pode os lombém (res(er I o vezes tensuÍo que (omenlo, muilos ' quodrinhos eíôocrescendo", inÍonlis -"r-'il rtllD/ llo deverio.entonto, percebem nõo que o ediloros mois lembrondo e mois numo trobqlhondo revisfo roleirislo que dequose gronde equivococomelerom obonsobe pesscos sompre que oo(ôdigo pro inÍonlil esÍorco olroir submefido donormercodo num o voo esfupidomenteposw e se espcncondo odolescente "Se nõo e oduho. votê lem oúblico pessoos omoí Íozendo nô0./ quodrinhos, em lendo leilores iovens reviíos "Votê pé", no estó olirondopróprio oÍirmo. nõo DAll JURGEÌlS: desem "llõo pro oduho pode voi umpúblico lermoleriol quon- penhc ler "0s que poper hoie. moírom o revisto nenhum doBlG. rôtulos Àt pode deixor ser de crionco." o .Ërrü .r quüË)ruu noo sotiíszerhmkshde,mos lerope- doele Esruu !' -l noo o n0 enlonlo, vêem(ódi- eÍ(Íevenoo nrloÍros criodores, violêntio Muilos moduro, oo os nos (omponenle lolcomo um -- 4 go do selo Se lomonho e o perteptõo Super-nomem o quee IÌo que ser oceilóvel crescendo. pode mois o e ser e nõo-sexuolidode, a odiminuir, que dis- opropriodo ele. seró os dopúblico conlinuorem pro Âssim, -I nõo revendedor." oro \-Z lombém? ficopensondo (ódigo pervõo de im0orlor deixor se obor- lribuidores oliodo voi Evrne umÍervoroso deso é seo pro no nõo hó "Eu clossiÍi- "Reolmenle popel (ódigo mer- mifir noo ver coiso.' dogem. odororio umsiíemo ou olgumo "Asociedode porece dlz de lsso lodos quodrinhos. codo hoie", Jurgens. os romo colório esepro podem coisos ver ROtl ftIARZ: "&ion;os tõo olém que nõo pro que nôo openosterovoncodo disso ele desemmundo eles sõo dirio todo qus muilo nosÍilmes supeÍom Íormo, Mos, mois olgum. domesmo públicos. A moior penho popel pro e sim vórios crioncos pro quodrinho. de, quolquer Revidos lrobolho. de ocho seio que nesle e borreiro enÍrenlomos r0mo o idéio nõo que inibidorumbom o^,,o'ftlu ruP'Í.ntíoD que que hislórios Íorom muilos pro quodrinhos Íeilos openos crion- Temos reconhecer sõo 'tluu deque it oevertom mrlos osreotões e L do denlro regros tódigo." mois coiso pou(o moduro,escrilos dos cos. soi Se olgumo um u", I !eÍ Ef,temu!.A r*ututu -que mundo é: Íoz o pergunlolodo No enlonlo, o que comeco o boco,'Olho eles o obrir o rolé psrsonogens lêmvombunossos \S7 -que poderiom melhores o sem tersido filhos'. é Seró elos Nõo vender nosos eslõo lenlondo pros de lúdo limpo que moiorio mois do o é tloro, noo Íozendo, mos lemos (ódigo? o que eslomos leiloÍes nossos iov8ns." (omo provor eles." pro nõo que rólulos por lodo, lê Miller, outro orgumenlo mês, lodo hoigShull umbotodo fitARKWAID:"Aluolmenle, oo6dígo noo submetidos dequodrinhos espoço hôobsolulomente olgum "Poro openos (ensores, Aduhos" 0lÍ0em dotipo indeseioveis.nrnfórlinn rrmfrrnçtorno ^-. tololeruís e noo sofrcu efeitos É quondo procuque essos oviíom revislos estõo lsso ele Bem... éo que penso... J ] de um rondo municõo 0(us0r revendedor DÍ0 produlos [lediz o vendendo obscenos. que Nota do Edir or :Pr a r cc eberum a c op a do atual eslor mos quors nrsroÍro, ser l;umo devem cloro quem Conr icsCode,cscr evapr a C M AA,355 Lc x ngton copoo conleúdo deixor pro e ,ry Y sôoosregros." Ave., lTtn Floor ,NcwYor kC i ty ,N Y 00l 7,EU A. é enderecodo. o moteriol

IE OPOffiO UFN lt0$GRrNl0Rt$

l'JÍïlií-ï:i;,x';ffi;'$---z
ïiïiJ'ffi ï'ï,1,'J [eJrìï: lZÊ\

w

Hl,',1',lhHioÏ'ffiilDoB
mowoll997 5t

omumelen(0 eíelor Íronquio populor indúírio no mois do do cinemo, grondolhõo preciso o olor nõo correg0r o bot-Íilme nos (0sf0s, Íoznomoiorio vezes. permonere gronde (omo dos Mos umo que responsobilidode ombros o ormoduro veíecomo Írio. sobre os dele: Sr. proleodovilõo compoío suo por possui A roupo do é em moiorio melol, 30 pe(ospeso kg.Aroupo Homem-de-ferro [[Ds e 22,5 eíilo lem 000 2 ozuis e é Íielò otuol versõo quodrinhos de dopersonogem. "Nao lenho cobelos,toreco", Schworzenegger sou disse numo oporicõo "[le emó dedezembroprogÍomo KingLive, (NN. uso no Larry do o pÍ0 monleÍ grous ormodurose o 50 oboixo zero lempo de o todo." trio 0 Sr. dotinemo similorversõo desenho seró ò do onimodo, coloconpor do suo mulher Noro(interprelodoVendelo) rriogenio que em olé que enconlre curo doenro o estó umo pro molondo. "Você me principol os voi odior, voi mos enfender", ele. coiso disse "A sobre que imporlonles." vilões vorê o eles (0mod0s é que dó vórios diferenless00 "Ele [nlrelonfo. considere nõo o oerÍormonce deArnold ohruislico. lem lonlo domundodeBolmon, ódio Robin Botgirl lodo reío-, que e e o "0 frio lenfo congelor o lerro", disse. Sr. lenlo ocobor o Bolmon. com 0 que porque númerovezes eudigo'vou o Bolmon' o odeio, romo de molor ou irei orroncor coroçõo seu e senli-|o congelondo em minh0s os mõos, omeoços, perseguicões e botolhos... é inrrivel." Schworzenegger um númeroheróhvilões. de e ióinlerpreloubom "Vilões muilo porque pode sõo inleressonles deseinlerprelor você lrobolhor o personogem", "0uondo inlerpreloherói, mois explico. você um existem que nõo coisos você pode Íozer. pode muilo Vorê ir longe suo com oluoçõ0. (ove fundo quonlo denro sÌe lrogo lono o lodo que puder fõo de ò lodo mol exiíe. l0mbémnecessúrio Mos é e im00rl0nle(hormoso vilõo ser como e porque é deixor pesoos os soberem ele osim." por Schworzenegger mérilo direlor Schumorher dó o lodo oo Joel ojudóìo "[leé que 0 penelror comodos eíos dopersonogem. como psicólogoreolum (onsegue em eexlroirmelhor perÍormonce." menle chegor você o pen50 por I o que chw orzenegger novo ol mon erprel odo S do E i nl (l George ooney? "Ele um incrivel. é olor Sensocionol", "I reolmenle oÍirmo. impressiononle que vorê ver, como pode quondo olguém inlerprelo Írenle, eí0 pessoo ò suo reolmenle o dom o dom lem sendo que elevo IV pro do oquilo os do lelo (omo oscende cinemo. ele n0lelon0. ele 0 0ue Í02 nolelono.reolmenle é que Íenomenol.que ó o melhor Acho ele Bofmon iólivemos." Bem, eÍeéum de enfôo Íilme Arnold Schworzenegger 0ooney ou George ? de "Dos diz "lnevilovelmenle deBotmon dois", Schworzenegger. é chomodo pos& Robin de/llr. treeze. olé loncomenlo lolvez e nõo Mos o doÍilme somos o nome mudor íRisosl."

w

Rob Alkener de um so soçorio ser dboroue oro pelo Heothei ser tlizoËelh 'ooder íotodo ooto Porí<hursi.0 noo nodo táro é bobo... AS ULTIMAS EIAT-NOTICIAS A producõo oindoronlinuoem Eatmon & Rohin. Aquieslõoolguns úhimos dos bol-fotos:

que Iìm Burlon, dirigiu Eatman Botnon, Retorno, o e 0 eÍoi produlor exerulivo Botmon de Elernomenle, esforó nõo envolvido em EotmonRoóin. & Eurton exoresso oindo inlerese Íilme oelo do Íllulher-Gofo,o desenvolvimenlo rofeiro e doseu ronfinuo. que tffiol Gofdenthof, íezo trilho sonoro Eotnon de flernonenle, relorno Eotmonfobin. em & Borboro ling mois ver, umo seró designer o deproducõ0. quorlo fle Íez tlkhoel Gough inlerprelo AlÍredpelo vez. quonlo 80onos duronleÍilmogens os e conlinuo "esperfo" onles fôo (looney dois 0 Bolmon George de teró unÍÍormes diÍerenfes, e nenhumo versões omorelo. dos leró por 0 roío deBone Íicorú roberlolempo o inleiro umo mósroro similor quodrinhos. inlerprelodo por por ò dos [leseró Jeep Swonlom, ronhecido profissionol o Meirenóilo. muilos o lutodor como Jeep, Apersonogem frlocpherson de[lle é Julieilodison, (noivo?!l Brute o noivo de Woyne. que tlizobeth Sonders,esposo Bobl(one, é o criodor Bolmon, o de de esló reprisondo popel BoÍmon seu em Eternomenle deGossip Gerty. 5uo oluorõo moior que Íilme serú do no onlerior.

morço/1997

7g

n

rhÌrarde pmuocê cfil hrso nuüsu quoúrhhosprcÊ*|at EoWïZlfitDe$ismprc ploltütpr"oftnccro órca. ncsto tttaterÌol rnclttol

'rnas nõo motluo bsó é

oulcJóry

dtGtoülAr llloryo

sir.'m

(D

Wm

Ne8

A ESPAI'A SELIIAGIEn| IDE GÍ'NAIìI lIS l'.I8 Tem dias que nadadá certo na vida do cimério!Agora ele precisase unir ao maior assassino Era Hiborianapra da conseguir proteger a caravana do mago Xotai. A BATI|AIìI NS 5 Agora que BruceWayne está de volta, podemosesperaruma calmaria vida na do Homem Morcego, certo? Errado! Agora é que tudo vai pegarfogo.Neste número ele enfrenta os assassinos de um programa de extermínio. A CAPITAÍ' AIìtrERIGA Ns at<l Conheça nesta edição o destino do Sent inela Liber d a d e C h e g aa o í i m da ! a maisantigarevistada Marvel/Abril! Não deixe de tê-la na sua coleção!A GÍ'IIINÍ'n|E3 STRYIÍ.E FÍ'RGE NS G Quando se é um grupo de mercenários, qualquertrabalho pode ser aceito. Mas se o Major Stryker soubesseque teria de enfrentar um que pode se transformar alienígena, em qualquer um, ele teria pensado duasvezes... G GYBERFÍ'RGE NS 6 Ripclawtem um pesadeloque pode mudar suavida de vez.Balística Strye ker se encontram num bar, só que romance não é a palavraque poderia descreveresse encontro.A sagalnstinto Ássossino começando! G está I'G I/ERSI'S NilA.RI/EL NeL Este é. sem dúvida. o confronto do século!O sonho de todo marvete e (lembradestesnomes, decenauta caro leitorl) que se preze será concretizaque unirá todos do nesta minissérie, os heróis dos dois universos!A FABT'LÍTSÍ'S '(.IìtrEN Ns t5 vai deixar os X-Men! Ela larga Jubileu tudo ora se matricularnumanovaesco|a... tambem dirigidapelo Prof.Xavier. E o início de uma nova fase na vida dos mutantesmaisqueridosdo planeta.A EATÍ'R,XNS I Estréiamais uma revistamutante! Prepareos bolsos, dos X-Men,pois Íã não dá pra perder esta revista!De cara temos a primeira aventurada GeraçãoX! A

GENT3 N9 6 Veja só quem são os convidadosdesta edição:Jim Lee, Richard Johnson e Travis Charest! São quatro histórias curtas mostrando o passadoe o presentedo grupo gue estáconquistando todo mundo! Nos EUA, esta revista corresoondeu nq 0. G ao te E GlÍtItLESS Crysallysencontra um ser alado,que na verdade é um anjo e recebe o nome de Mitzrael, e é levado pra estudos na base tecnocrata. De quebra, saberemos a origem do mundo. T

BAI1ìIAIìT & ITGIILII!ìITE S I'E GÍIIIIAìI N9 5 Rãs Al Ghul, o único vilão a saber quem se escondeatrás da máscarado Homem-Mor5pgo, faz uma proposta irresisçível Azrael.Além disso,terea mos ilâtman e Canário Negro, e, e claro,a duoladinâmica!A

GIR.ÍlIìTI'ES IIERóIIr hIO 55 n|ARI'EL Tony Stark, mais conhecido como reúneuma turma de Homem de Ferro, arrebenËr quarteirão no mais novo grupo de superseres do planeta: a ForçaTareía! A GII'ER.RA NAS rn|eÉnrO ESTRELAS:

rtÍt níal,
Muito tempo atrás,numa taláxia muito distante... íoi assim que há 20 anos e George Lucasiniciou a grande sata de Luke Skywalker dos Cavaleiros e Jedi.E agora novas histórias começam a ser contadas!Minissérieem três edições, formato americano.A

Aour EslloAs3lo1Âs
DAS TDIÏORASI
A:........tDÍÍOnA Aln|l G:........ t$ÍOn Gl0l0 ilIIAI HM:........ tDf0nÀ ilUYY l.lP : ........O|lnA ilEAl PtSâ00 RE:........ lIUI0nAt T:......-. llAll tDnOflÂl

morço/r997

{f

,

t5

^rl

ts 1 SìlÍlRT! da Lançamento R Editorial!Na capa, Brian Bolland dá as boas vindas a Tank Girl! E tem mais:Peter Bagge, Alan Grant e novos Simon Bisley, brasileiros.Revista bidesenhistas mesrral. RE
SPAT|I'N NO I.3 Adivinhe quem es!á de volta: o Violador! Agora sem poderes, ele conta uma saga do Spawn Medieval:Mitos, primeiraparte.A NS GÍl SAÀII'Iìtr4.!ìI Os boatos sobre o desaparecimento do título mais premiado da HQ são comoletamente infundados. Morpheus volta pra alegria dos fãs do sonhar. G

NS 9 NtrETAI. ITEAI/Y do Neste número teremos 44 páginas desenhistaFrezzato e uma coletânea dos trabalhos de Carlos Puerta e LourençoDiaz.HM

& I/ERI'E LAIìITEBNA PRATEAI'Í' SIIRFISTA que vai Aqui se anuncia o crossover pra mudartodos os universos sempre! O heróico Suústa se une ao maligno Parallaxenouanto o novato Lanterna se alia ao demoníacoDarkseid.lsso não vai dar certo...Ediçãodesenhada por Darryl Banks. A 9l7 lìle l maBvEL Capitão América, Justiceiro, Hulk, Demolidor e vários heróis da Marvel ganham uma nova revista de 132 páginas! Procure pior ela nes bancas no íìnal de março.A gente avisou que não certo? A tinha crise nenhuma, I'G I'ERS;IIS Iì|ARI/EL Ns 2 Os orimeiros encontros e batalhas! Capitão América dá uma surra no Bane! Thor luta contra o CaoitãoMarvel! Wolverine enfrenta Crocodilo! Não deixe de ler! A

IIÍ'ìIEìtr.AN.ANIIA N e 165 sagado Prepare-seleitor, a malfadada clone vai começar! Agora serão 100 páginasde uma verdadeira traição a A todos os leitorese Íãs do aracnídeo! NS 165 III'LII que nem mesmo Existeum adversário o Hulk pode vencer:a Morte! Ultima daAbril garantiu edição!Maso pessoal que em quadrinhos nada se perde, tudo se transforma! A

srraizatt!
PATRIILIIA I'(' I'ESTINÍ' com uma história Ediçãoencadernada de completa!Sãonoventapáginas HQs com texto de Grant Morrison, desenhos de Ricarhd Case e arte-final de Carlos Garzon e Scott Hanna.Pros íãs este materialé impresda linhaVertigo, imediatacindível.A aventurase Dassa onde a mente depois da série lnvosõo, antiga equipe da Patrulhaé desfeitae novos personagens aparecem.MP NS 6 DRAGIÍIN SAI/AGE A Força Monstro larga a polícia e decide se transformar numa equipe de caçadores de recompensa.Não mas iá é chegama ser mercenários, um começo. A

Ns 5

A Família Marvel está quasecompleta! Quem chegaé o Capitão Marvel ArqueiroVerde é capturaJr.! E mais: do e torturado! Por quêl Ora essas! Leia e descubra!A Na 5 SITPER-IIÍIIìIEIì'Í E agoral Quem é o verdadeiro Super-Homemf Só Brainiac sabe a resposta! É a conclusão da sagaVoltor o Morrer.Mas não se preocupe:teremos mais mortes anunciadas no futuro! Aguardem.A 5 SI'PERBÍ'YNq Nocaute, que não tinha nada mais interessante pra fazer na vida, se mete no meio da briga entre o Supergarotão e o Campeão.Aquaman

continua sua Buerra particular com seu passadoe o novo LanternaVerde passa o seu primeiro Natal como super-herói. Natall Em março?! A TEIA IIÍD ARANTIIA Ns 89 Um aranhaincomoda muito o Jonah! lmagine então dois cabeças-de-teia! É a estréia do Aranha Escarlate.De quebra,conheça a origem do clone. Não que isso adiante muita coisa, mas... A TEX lìIS 3Eg Tex não está nada contente com o que anda acontecendo na fronteira mexicana. Lli, índios renegados cheÍiados de POr um mestiço estão cansados um grupo de desertores do exército. O problema é que se ajudar os caras,o rongerterâ que desafiar a lei! G

INI:ATTIS
IIAUnIOIO DI I|OUEA Almanaqueda Magalino l2 Almanaqueda Mônica no 59 Almanaquedo Cascãona 38 Cascãons 265.266 Cebolinha 123 na Chico Bento na 265,264 Gibizinho do Mauricio no 76 Magali na 202,203 M ô n i c an e 1 2 3 Parqueda Mônica ne 5 | G

YYILDC.A.T.S trE 8 Uma edição superespecial!Prelúdio pro primeiro crossoyer lmage a ser da publicado no Brasil: lnsünto Ássossino! Ripclaw e Warblade têm um passado em comum e suas garras,quando se encontraremrirão cortar muito mais do que ossos!G TTÍ'LI/ERInIE NA Gt' Pegueo Logan,misture com o Gambit e o que você teml Confusão das bravasem Madripor! A YÍDI'ìIGBLÍ'ÍIII Ng 5 A Equipe Interna precisair ate a Alemanhapra salvara EquipeExterna, que está levando o maior cacete do Lorde Espinhoe seus discípulos. A x-llENlle tÍll. Mística está de volta e quer matar o Legião, filho do Prof. Xavier! Está chegando a saga mais esperada por todo mundo!As portas começama se abrir pra Ero doApocolipse! A

IIISNEY
AlmanaqueDisney na 308 DisneyEspecial 160 ne Disney Especialíssimo 22 ne Mickey ne 568 Novos ClássicosDisney nc 7 Pato Donafdns 2 106,2 107,2 108 SeleçãoDisney no 6 Tio Patinhas 380 no Zê Carioca ns 2 071, 2 072 A

TTX GÍ'I.EçÃO lÜS IAU O Bando de Lobos é um grupo de que usa a astúcia como assaltantes arma.Tex e seus parceiros terão que levar os bandidos à justiça sem saber q ue ele s pla ne iar am um a emboscada mortal no labirinto de rochas, conhecido como "As Crateras da Lua"! G

ÍIITTRÍ'S
Pica-Pau 80 na Revista da Barbie na I I SailorMoon ne 6 Seninhae suaTurmanú 42,43,44 Turma do Barulho nc 6 A

marçol1997

(D

dos Ouore dertonheddo o brorileiros,JuirDredd (oÍ0,toptüÍc, e... iulgo execulo!

t'iï},**n dqrérie
é Wofrhmen,umselvogem quebror sufil... odoro Ele *.. dedos oblerrerposfos! pro

torv, 0 grondolhõo de SinGty,é o piorpesodelo poderio queolguém fer.

tovoge o Drogon, politiol verdõo de(hkogo, olé usoolnos, morpreÍere rerolver ludo noprodo!

G

3

0 Justireiro tem iníolivel: ummétodo olirorpdneiro depois! e perguntor

A vidade(onoo o dmério nois invorodo HOs, dor é muifo rimphs: nulheres, bebidçouro e...poilir robecss!

Ìlõo re engone ron errocoro de bonorhõo. Quondo pintoolgum romono porodç no Obelix re lronsÍorno nun verdodeiro oninoll

de 0 loboromvirucldeonioe debundo é Ah! íoro?tti! Íflosqueboixorio essq? quem erlo ler o esrolheu Deve sido Sohnge ilustroçõ0. mulheres... Issos

é Wolverine muilo bom que noquilo Í0r... filoso queele Íoznõoó nodo bonito se de ver... bornl Tó Em oulros lempor, lolver.

(on uno foronopeiloe o Lubnq Ronxeror enÍrento o tirorolo, quolquer Eoí roró? um. Voienroror?

f,,-.

ffiHKEHb

pelo publirodos hhtórim Íorom nõo Algumm o um de deíe é fi "Guio Preçoí' mês dedkodo fundodora; o dm Abdl. como soido membros o grupossuper-heróis t doD(. I ldosmoiores de membros: Polor, Ropoz novm inÍoduçõocinro de pelo feilos, mos folo openos seus V nõo isso e Senmrc; e bdo Ropoz Tellus, Ouidel, illognético pelo dos tombém quonildode inlegronles. Quondo ns dw do legiõo íJrise lnftnilos o envofvimenlo do e Morl Weisinger, dolinho Super-Homem, edilor que, oulros eslovq mudonços, o'nõoIenos, enlre Íuturriorom equipe umo o escrilor Binder 0tlo 7 trozerRcpoz de volh o Relômpogo ò vido. exislôncio" doSuper-Moço. pro rislo, chomodo deSuper-Heróis,ser legiõo tom dominou o um histôrio Univeno onde 5riou [omums numo d0 em usodo hiíório Superboy Advenlure Eroinioc (ompulo, rompulodor que, o ocobou Teno expulsou o Abril teligênrio orliÍiciol desronlrolodo, e oslegionórios, rebmou nem &,nksn'g247 obril 1958, imoginovom' inhligênrio de de , que Tríplice, pos- aonologio Univeno elihrdo Após um torpos Moço dosérie. denolor quesuorriocoo umsucesso, tonquiíondomolondo dos serio XX, oo sou sethomor Duplo. o Domo em viogem século (osmico loroTeno, umo "legioo" umo verdodeiro deÍõs. (om (mmicol quondo (Ropoz que que sono rinco destobriu tudo eles openos membrmTerro, publicodo no hiíôrio legiõo d0 A primeiro pelo o forso que e o de ero olocodos DevorodorSôh, Legioo biom soble époro umo esfo editodo [bol, forom Brosil norcuislo Íoi Supermon, pelo Tudo pmdogolóxio, Super-Homem ÍoioSuperboy. nõo os vilões perigosos mois nunm por desses coprichos dodes- reuniu dnro mos, infelizmenle,um tolol, compoclo, pelo cdodo Senhot fimrom conheridos o Quinlelo pro suvo umunivero como de em noo descobrir exotidõo que lino, conseguimos com pro lodo vioiose Mos, 0 o eslo 0meoç0. no doïempo que, yerque legiõo que Íorom ovenfuros publi- oiudor denofor gronde número e oulros eslo pro pro ocobou monendo solvor n0fempo yeÍo Superboy, nesle coisse univetRopoz Feno de que lorno do finol, [nlrelonlo, indito Íoiem tudo codos. ocobou o (írculo so.Pro Superboy Anles se lenlor solvqr mundo, seu você, liver o plonefo. que recuperossem, leilor, nq do2,série l9ó3.Se 80, em pro 5 o invodirTerro, Eroiniotufili- monendo o mqs Íez lenlou e Broiniot umplono denolor informoçõ0, o genle, AsovenlurosÌ'legro ovise ok? eslo pro de dos vez com zou vilõo umo porlodos o oiudo Rond de publitodosrevislo no Supermon o Môquino Milogres impedi-los. dogrupo íorom (enloo, lonlerno do um Apesorterespolhodo de oshistórioslegioo Vidor. de Univeno filho quondo o dividir púginos possou os de olél9óó, que Asim, do lilulos, tbolfoio ediloro melhor vedó), o Homem-lnfinilo. o Senhor vúrios o e umo por [m de Superhoy.selembro l9ó8 gonhou publitondo prolicomenle no Íoi derrohdo. o Tempo Íinolmenle prôpdo, durou númeto1 dezem- edilou grupo Erosil, que oté 38 revislo umo cousondo os do relornou univetso oo  mogio 0 ser brode1971. Depois possou publitodo todos hiíóriqs grupo. disso que em cons4uirom & [nlreosortisfos conlribuíromlodos grunde desÍuiçoo. legionúrim quondo [bol revislos 1983, olé o emdiversos (uí deler gronde Mognélko Jim mos demshe, Ropoz eslos lemos: Siegel, Mooney, s0g0s Jeny um perdeu direitos ospenonogens doDC os sobre hiíôrios [dmond Homihon Boles. ocobou e (ory [stm os John monendo. Íorum úhimos que ou leilores onligos, senlem soudodes, Swon, torle, Pros que se pelo em publicodosAbril 1992. Depois foi dos plosmoisnovos, nunco que lerom nenhumo Um exrilores mois deíocoromum dol-egiõo Íicorom dos Ío Jim ovenluro,sogos legionódos os grupo, voi um iovem dereze0n0s: Shooler hrde, desfo {mois oqui hisfôrio Íonlúíico deíe (om oindo complexos, enfrc chomqdos pois, doMorvel). os elevirio sero edilor<hefe o mois pequeno (ou lentovivo!). resumo umo p0ss0r0m tompoíor "Guerros do cinco o se eo oslegionúrios Misli(os" voho Legiõ0, onos do impedirom o ossossinolo Shooler, Ìrês odolesrenles lendo sendo deverdode, personoli-sep0ss0Í0mTeno eslovo secrelomenle odolesrenles eo que R.J. homem rico golóxio, Bronde, em romo mois do pelos (0m diÍerenles. gronde governodo Dominodores. e o Senhor Mon-El e grofidõ0, resolve formor grupo super dodescoroclerizoçôes 0ulro um (ockrum do Tempo enfrenlorom combole que que pelo num Íoi se um herôis odolescenles,romo fendo modelo herói orlislo possou grupo Dove pelos A números Novos mudou o linho lempo legioo. luo dos do todo de inte- (responsóvel primehos XX, Dos primeiros dosêrulo o Superboy. lrês por enlre no de que numo gronles, ftsmiro, Relômpogo eMoço X-Men, décodo 701, mudou comple- foi deslruido bqlolho Super-Homem Ropoz Ropoz (clones do os o e Dev-[m, surgìromlegionôrios odoÍoicrestendololodo visuol grupo. deSolurno, o Legioo Super-Herôis de ilõo (0mnovos Abril lesrenleslegiôo) o Tero destruído. íoi de de e A porlir iulho ì984,o Ediloro do 0 grupo soÍreu suu inlegronles. (0meç0u ne mos heróis D(e noediçoo sobemosvohoroo publitor [egiõ0, do o 0 publicor os se o primeiro (0m moÍfe Ropoz Relômpogo do boixo 0 histório do esle o melhor do suoprimeiro momenlo. depois AÍinol, 3 do Super-Homem, serio defendio deZoryon. oTeno enquonlo do recomeçou, No | inkio dos melhores Zero lodo univeno legiõo Hon, o seu inimigo, o 5e- legioo. nq 0 teve umo suos A legioo enÍrentou moior no lles- eliminondo bogunçolinhos lemporois GiÍfen série. de com de oquelo com do dos nhor Tempo, o oiudo Moto Sonhos, Íoses. o enrodo |(eith do (ompodos. pudemos o surgimenlo e universos de Aluolmenle,[UA, nos o ocomponhor queno ocosiõo fombém oherou poderes lo époco os do gronde Dorkseid. muilos Íos. omeoço: l-egioo o olrqir volhu pro umo Relômpogo, l, que soaiÍicou e Proty se Moço

to

Ne8

J,,fl,trËsãDf
0ementq Rorxos lt l[ünmd Homiltory'Jdm . . m,0 Íortol. I 9ó8 It lleriiis tollor do (Hqniltonlfrrtel. lt m . . ... ì9ó9 A:lsxtuthu (Jenliiogo/hrte) lt O ... . t970 It llodru, kdnlu A: dos lmctos Shooter/ Uim (u rjt nr l. . . . . . . . . . la,0 t r971 íShoolo/ìïln Mortimerl

.......U,ü 2t,24 (ShootoÌ/toítrru| tum<õ0, 25 lì Gôorcos thsonüntc& f,oúl&nyÂllon ($oobÍ/|loÍlitn.......U,O Íl 26 (Shoolcr/thíinurl LO .......1 hru n ft Ropor (sbsd/hÍh}.........-.....1 4m ($oon/llonimorl l,O .......1 28031 l,O 32 CIridnüÂhnimul.......l &iro 33 Sr4aboy otrgiõo I lO l8ÍiduoVltoÍliÍncÍ!....... .....-l 34 (Sltootu/tlcttttctl l,O l,ü 35 Í$qd/Toí.l................1 13, lllqnfion/frrbl...-....-.2,50 ll ...........-l 3ó (Shmter/Sturl l,O 15 lttotrdorsonhor, 3t íSlqd/Süon1................ | 1,ül It Sorhoí ò Tmpo (ilom[lon/ÍoÍtll............ l,O 38 Uhimo úmu0...............1 | 7,S

..........l2,m

rstror$rrfrfi

m (Homihoúorts)......15,0 19óó
22 3ó

,,',fl,drnflraüil

It (ompto, um ft dollrôs ll lllhtdo(t torpc tlopthüa do ',ittl Gtqbfoqrl ........--.gO ('tl (Sioocl/ S'rüt1........17P (llomiltorV$unl...........l7,S MM'Eìfu G Ropoz 11 do Sd, Dr. Rlgultlslshü/ Coorgo ftrpp)...-............1t S 11Univero, Rood 11 fdoú 5 .............1 6hootor/Smnl tS 11Ouinloto fuol ó (5hooterÁnun) 7S .............1 7 ft Ropcdo hno .............1 lSlnmÁmn) #0 8 A:hÍõoAdulto .............1 lSlnotorÁmn1 I,50 9-10 lSlhmftr/E llskon 8dúwdÁwn1 ..............17,Íl (Shoolor/?0pp1..............1 ll 5,O ì2 A:Univero (ShooterÁrvon) .............15,O (Shootsr/ l3 (ostonrol.... Peto 3

rffii

tHatrmü

tó t7 t9

* ttliôo dorlbÍóbStidltulot ì #[ íHomilh/ï0rh1............

A|twún(fryüfrm|.17,50
ft bdôodosSqmninolr (ilomÍf |7,50 ü/fur)..........I7,50 írl 6|ted/fr -.....-....... It topctlo I 3,50 ..-...--..... 0hd.Ínqpl (lladruvfr I 3,50 ml.....-.....
I t,o lmrmn/?qll ..........-

m

33 31 5l 87

(hee) ltro -.....-...............-. IlGto&glloòüf

no lhnE enlm gn4o cãpÍr0E lSe$Ámn).................il,ü 4 11tadôo Srnsuúntú dol È toÍdrü 8otrl/Güí00 l l(oÍy 0qd/5ìrol).................il,O l turlol ..------.....-. | 5,O bt 5 It tdõod6llüúbStÈdilt I l,S (llorrf,tm/hrtl............il,mt2 llÍid'ídyïürto1............. (Poul tsüty'l(eitü GiÍÍonl ..... 6,7 IllonÍftur/futel .......fl ,50 20 ftftqúu{lotúdmmll4m ............ 26 (lotü/(nkruml | &O It topoltlnomo I ($sgsf/rtoonsyl...... 3l ló lninir 5dohogrup o ...... ÍI,n lhtü/búruml l0,O -.......... .-.......*l,O .......-........t 50 dor tlfrr/Cotrúnt I & tt'liõo ilüiibSúdilnfos n ll-nity'GiÍhnl (Si0e01 Íohl 33 ft fuhhlo 110&ns rlrtz|l 1000q1.............2,S ............I,O .................t 50 l0 A:l.4iõo llrlib Suhfiulos eS Ilollr^o*ruml dos {bvity'Giffsnl (H0milt0ry'hrtcl............22,50 2l e23(l.orüry'GiÍÍsnl...........--1O (ShooterÁhoncyl1O .........1 21 ftlmperatrirEsrncmfth tl &tqolúrpp,trProlyl 11Dr. ilonlis Àlodo (lrrúty'Gifhn) .................!,0 (Shootor/(ostonzol........l (Homilton/hrtc1............22,50 5,O ft Ìlerq Dillinga c tlilfn | 5,ül tó ÍShootsrÁotonrol........l 2 lHqmihon/hnrl............21,S t7 l: Quinteto fuol (ShootorÁwon)| 5,|Il ............. t8 Dorlruiçôo uifnol do rdr ............. ÍSfiooter/Smn1 | 5,O l9 ($qo|/hÍ101.......-....... | 5,m 20 It 0nuh llqro, Moquino lt dos llilogm, sodo novo (Süootsr/Smnl | 5O ............. It loi0ulúgY:tobo Gnanlo l!fioolo/ Smn1............................ lf'o suf,',/f tffino lsi Ouimko Onzonlo otobo onlrom Legiõo no | * bb Gucnh {loh/ (Sfi 5,|Il 6úrum1...........-.........-.. mtsr/Smnl ........:....1 LO

m

.........rs

m

moryolrlü)7

(D

sln[?t,ilt
'1/f.8.+$M Hislóriodotbol..............ll,íl 3 ÌliíóÍiod0tb01..............ì0,50 ó (l.evitzlBroderickl..........l0,íl l0 | | e l2 (LeviV8roderkkl............üÍl ...........-...8,íl l 4e l ó (tevitr,/Giffenl 19 11Ropoz ll Invkivel ([evity'Giffenl ................J,50 20 (: Sogo Trevos dos [lernos ([eviVGiÍÍen] ..............-150 2l e22Sogo Trevos dos Bernos (tevit/GiÍÍenl ................J,íl 27 (l,evitr,/GiÍÍen1................J,50 (l.evilzl (s: Ropoz eDomo 28 0: (ósnko Soltodor GiÍÍenl ............-.-..........J,50 (BotesÍockruml ....3,00 Duplo ...3,O 29 (tevity'GiÍíen)........--...1,fi l: trg(8olesÁukruml e 30 33(tevilz/GiÍfen1..........--..ó,ltl (Leviüy' I t hkel0-d'Alvo 39 ítevity'GiÍÍen1.................ó,m 5herm0n1..............3,m Jomes 40 (tevity'GiÍÍen1.................+50 (onwoy/ {Geny 47 domino lic8str0d01 ....................i,m Univeno oïerro (levitzAolocque) ............+50 (levifzl lL Rei Ouímico 48 50 e ............1,íl ........................3,m (Levih4oRocque) Shermon) (ósmico pro vioio Sérulo IX 5l ((onwoy/Íusko) ...............3,00 (l.evihlcifÍen/(01ónl .......+50 (ompoío A:legionúrio (Levih/ 52 (osmico ((onwoy/fitrod01.............3,00 ...................{,Íl GiÍíen/(olônl 53 Â:Superboy(teviV
[oRocque]............-...........+50 54 Ítevit/Giffen/(olón).......+50 (l.evita/LoRocque)............1,50 (Homihon/todel ............25,m58 ............3,50 ól e ó2 (Levífr/loRocquel 11StorÍinger (Levitz/ (Homihon/t0rte..............21m Milênio 63 |.0R0cque1.........................3,Íl 11Glorith, SenhorTempo Â: do (: Gueros (levity' (5iegel/Forte Misliros 95 ..................?5,00 (Eridwell/5won .........2,1 GiÍÍen) .................... 5 .......n,n 1....... ([evih/ 9óe 97 Gueros Misticos 11teitireiro Bromo,Moço R: GiÍÍenl .............-..... 5 dos Sonhos e Ropoz dos ^......2,1 (BÍidwell/Swon)...22,511 U:Guenos ilííiros, ktÍelos U:HislóÍio legiôo do 11Ropor [ero,Princeso de ([evifz/GiÍíen] ........ .........2,1 5 Proiertro, lfide Korofô (Shooteúheldon l{êmesis MoldofÍl ............--. .......n,50 (Shooter/Swon) ..............22,50 (Siegel/torle).................ì 5,00 il: Ropoz Relômpogo (Siege/tode).................1 2,00

9 t7

(Siegel/toÍfel ................2tÍl (Homihon/Iodel..... .......n,fi

t

stmmç $fnil'{nt
3 (omoleõ0, Ropoz l!: {opoz (olossol e Ropoz Invisivel (Siegel/M00ney1............1 7,50 11Moço Triplíce, tontosMoço lntolhemo, Broinior 5,Violeto do e doro, Ropoz 5ol Ropoz enlro Sohodor, Supermoco

I

2 3 5 ó 7 l4 ìó

I tl

[ternos, U:Sogo Ìrevos dos ([evilz,/ A: Dorkseid ì,75 GiÍÍen)...........................1 (levifi/ Invisivel R:Ropoz 5 GiÍÍen1.........---..... -......1,7

2 ,3 4 5 ó
I

un Edson conseouiuonel Diou Leoiãõ ontiorovidodeão nunocoixo prõblenoque é ele ãecercois.0 pro enpruto ninguén. não

9 29 3l

PRA VOGG NÃ@ PERDER SE
It & Alw G ftb*.çrlÉ fpnlÊ4. lNÉÕdrntlo &rçrbtÍlon &tr.ío Blrah bo|lrdo tNfrdrlro GÍrffk||oü.| Irtl&Ònrdrdr rmr/DrHFÒ ülg.r k|rf lrforldr

çqr (tr
É :c :L Gk ll: ft O Pf ft

(levin/Shermonl .............3,00 (l.evity'Shemonl 2l ...........i,00 22 (l.eviVl{0sser1................3,m 23e24 ((onwoy/81r0d0..............3,1111

Írrrr rrrnocr

8 Wam Ne

OU,$rS{AAAPA FEÀ FRE5A

CEÍÃ AGORA touALZlNtlO, COÀlOU 5E^^ A ^/[Ã5CARA/