You are on page 1of 2

Conjunções Palavra invariável que une orações ou termos (une mesma função sintática).

Conjunções Coordenativas – São as que ligam duas orações ou dois termos (dentro da mesma oração), sendo que ambos os elementos ligados permanecem entre si independentes. EX. João e Sergio são grandes empreendedores. - Conclusivas:3 ( Conclusão, fechamento, finalização) – logo, portanto, por isso, por conseguinte, pois(posposto ao verbo), então, destarte, dessante,- etc... Ex Estudamos muito, portanto passaremos no concurso. Obs. – A conjunção “pois” pode ser explicativa ou conclusiva. Ex. Estamos estudando muito, pois queremos passar na prova. (Explicação) Ex. Queremos passar nas provas, precisamos, pois estudar muito. (Conclusiva) Dica – Sempre que trocar o pois pelo porquê, este pois será explicativa. - Aditivas: (Adição, soma, acréscimo) – e, nem (e não), não só..., mas também, mas ainda, como também, ademais, outrossim, etc. Ex. Estudaram muito e passaram n o concurso. -Adversativa;1 (Oposição, contraste, adversidade, ressalva) – mas, porém, entretanto, todavia, contudo, no entanto, não obstante, inobstante, senão (= mas sim)... Ex. Não estudou muito, mas passou nas provas. -Alternativas:2 (Alternância, escolha ou exclusão) – ou...ou, ora...ora, já...já, seja...seja, quer...quer, não...nem, etc... Ex Ora estudava, ora trabalhava. -Explicativas:3 (explicação, justificativa, motivo, razão) – porque, pois (antes do verbo), porquanto, que, etc... Ex Vamos indo, que já é tarde. Obs. – A conjunção “e” (Aditiva) pode aparecer com valor adversativo. Ex. É Ferida que dói e não se sente. Obs. – A conjunção “mas” (adversativa) pode aparecer com valor aditivo. Ex. Era um homem trabalhador, mas principalmente honesto.

Conjunções Subordinativas Adverbiais – São as que ligam duas orações, sendo que a segunda é sujeito, complemento ou adjunto da primeira. A primeira é oração principal da segunda, e esta é subordinada à primeira. -Temporais:3 (Tempo (ou temporalidade), relação, cronológica) – logo que, quando, enquanto, até que, antes que, depois que, desde que, assim que, sempre que, etc... Ex. Enquanto todos dormiam, eu estudava. -Condicionais: (condição (condicionalidade), pré requisito, hipótese, algo supostamente esperado) – se, caso, desde que, contanto que, exceto se salvo se, a menos que, a não ser que... Ex Se você estudar muito, passará nas provas. - Proporcionais:3 ( proporção, proporcionalidade, simultaneidade, concomitância...) – à medida que, à proporção que, ao passo que, quanto mais( ou menos)...mais/menos, tanto mais (ou menos)...mais/menos etc... Ex. À medida que estudava, aprendia o assunto das provas. -Finais: (finalidade, objetivo, intenção, intuito) – a fim de que, para que, que e porque (= para que)... Ex fazemos tudo, a fim de que você passe nas provas. -Causais:2 (causa (ou casualidade), motivo, razão) – porque, porquanto, como, uma vez que , visto que, já que, posto que, por isso que, etc... Ex. Já que você vem de dedicando bastante aos estudos, suas chances de aprovação em concurso são enormes. -Consecutivas: (conseqüência, resultado, produto) – que (procedido de tal, tão, tanto, tamanho), sem que, de sorte que, de modo que, de forma que, de maneira que (equivalendo a sem que)... etc. Ex. falou tanto que ficou rouco. -Concessivas:1 (concessão, contraste, consentimento, licença, quebra de expectativa) – (muito) embora, ainda que, se bem que, mesmo que, mesmo quando, posto que, apesar de que, conquanto, malgrado, não obstante, inobstante.em que pese... Ex. Embora discordasse, aceitei suas condições. -Conformativas: (conformidade, consonância, igualdade/semelhança, concordância...) – conforme, como, segundo, consoante, que (todas com o mesmo valor de “conforme”). Ex. Tudo saiu conforme combinamos. -Comparativas: (Comparação, analógica, paralelo...) – como, assim como, mais...(do) que, menos (do) que, tão...como(ou quanto), tanto...quanto..., qual ou como ( procedido de tal). Ex Ele dorme como um urso. (dorme). Conjunções Subordinativas Integrantes – que, se, quando, quanto (a)(s), onde, qual, quem,... Quando iniciarem orações “equivalente” aos pronomes “isso, esse (a)(s)”. Ex. Necessito de que me ajudem. (= necessito disso). Ex. Perguntou se tudo estava bem. (= perguntou isso).

Related Interests