You are on page 1of 26

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS - PPRA DOCUMENTO-BASE ANO 2000

IDENTIFICAÇÃO
EMPRESA

ESTABELECIMENTO

CNPJ GRAU DE RISCO : Rua / Av. : Cidade : FONE : ( )-

C.N.A.E. : ELABORADO EM : Bairro : CEP : FAX : ( )-

RESPONSÁVEL TÉCNICO: CREA /CRM / RG MTB-SSST

QUANTIFICAÇÃO DE EMPREGADOS
homens maiores de 45 anos mulheres maiores de 45 anos homens maiores de 18 anos e até 45 anos mulheres maiores de 18 anos e até 45 anos homens menores de 18 anos mulheres menores de 18 anos

PLANEJAMENTO ANUAL DO PROGRAMA
ANO DE 2000

OBJETIVO DO PPRA
Preservar a saúde e a integridade dos trabalhadores através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham existir nos locais de trabalho, tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais, conforme estabelece a NR-9 da Portaria nº 3214/78.

DIRETRIZES BÁSICAS
PRIMEIRA : O presente PPRA é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no campo da preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, sendo que suas ações serão desenvolvidas sob responsabilidade do empregador, com a participação dos trabalhadores;

2

5º. e ao levantamento. nas formas de poeiras. radiações ionizantes e não ionizantes. químicos. 3 . infra-som e ultra-som. e ficarão arquivados à disposição da fiscalização do trabalho. fumos. vibrações. quando existente na empresa. gases ou vapores. 2º. Agentes Químicos : substâncias. Implantação de medidas de controle e avaliação de sua eficácia. 3º. bacilos. 4º. névoas. Reconhecimento dos riscos. aos equipamentos e às condições ambientais do posto de trabalho. TERCEIRA : Este documento-base do PPRA e suas alterações e complementações serão apresentadas e discutidas na Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA. entre outros. em função de sua natureza. concentração ou intensidade e tempo de exposição. pressões anormais. ao mobiliário. transporte e descarga de materiais. Registro e divulgação dos dados. por ingestão. Os riscos ambientais podem ser assim classificados: Agentes Físicos : ruído. compostos ou produtos que possam penetrar no organismo através da pele. 6º. neblinas. Agentes Ergonômicos : incluem aspectos relacionados à organização do trabalho. biológicos e ergonômicos existentes nos ambientes de trabalho que. fungos. Avaliação dos riscos e da exposição dos trabalhadores. e o seu desenvolvimento será avaliado pelo menos uma vez ao ano. ou pela via respiratória. Monitoramento da exposição aos riscos. parasitas. temperaturas extremas (frio e calor). são capazes de causar danos à saúde do trabalhador. METODOLOGIA DA AÇÃO O presente programa incluirá as seguintes etapas: 1º. Estabelecimento de prioridades e metas de avaliação e controle.SEGUNDA : A abrangência e a profundidade do programa dependerão das características dos riscos ambientais e das necessidades de controle. CONCEITOS BÁSICOS Para fins deste programa consideram-se riscos ambientais os agentes físicos. Agentes Biológicos : bactérias. vírus.

identificação das possíveis trajetórias e dos meios de propagação dos agentes no ambiente de trabalho. d. 4 . quando aplicáveis: a. com vistas a reconhecimento de eventuais riscos ambientais existentes. disponíveis na literatura técnica. f. METAS PRIMEIRA : Avaliação minuciosa dos locais de trabalho. PRIORIDADES PRIMEIRA : Avaliação física dos ambientes de trabalho e confecção de documento que embase real conhecimento das condições físicas dos ambientes de trabalho e seus eventuais fatores agressivos com respectivas propostas de correção. QUINTA : Oferecer subsídios e orientações à CIPA nas atividades educativas e preventivas. e. físicos e biológicos. TERCEIRA : Estabelecer parâmetros para avaliações médicas com perfis clínicos e para exames complementares com fins de controles de exposição aos eventuais riscos. além das considerações necessárias com relação a riscos ergonômicos. SEGUNDA : Análise da organização do trabalho buscando os fatores humanos dinâmicos de cada uma das tarefas realizadas. h. para participação mais eficaz na prevenção da integridade e saúde do trabalhador. identificação das funções e determinação do número de trabalhadores expostos.O reconhecimento dos riscos ambientais conterá os seguintes itens. os possíveis danos à saúde relacionados aos riscos identificados. g. indicativos de possível comprometimento da saúde decorrente do trabalho. a obtenção de dados existentes na empresa. caracterização das atividades e do tipo de exposição. a descrição das medidas de controle já existentes. a sua identificação. b. SEGUNDA : Identificar os fatores de riscos ambientais e os fatores humanos que os agravam para elaboração de treinamentos específicos com objetivo de eliminação/controle. a determinação e localização das possíveis fontes geradoras. QUARTA : Elaboração de relatórios descritivos das condições ambientais encontradas e suas variações conforme as tarefas realizadas e os riscos intrínsecos. especialmente os químicos. posto por posto de trabalho. c.

• JUNHO / 2000 Mensurações de eventuais riscos ambientais. QUINTA : Pesquisar e analisar danos à saúde dos trabalhadores pela análise de Comunicações de Acidentes do Trabalho ( CAT ). 5 . que exijam avaliações quantitativas. quando julgar necessárias. serão efetivadas as seguintes etapas : • MARÇO / 2000 Inspeção e levantamento descritivo dos ambientes físicos de cada setor. QUARTA : Oferecer subsídios ao Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional . • ABRIL / 2000 Elaboração e divulgação dos resultados até então obtidos à empresa . preferentemente ainda em estágios sub .PCMSO para planejamento de avaliações médicas direcionadas à identificação e quantificação de eventuais alterações do estado de saúde do trabalhador. afastamentos por doença ( Atestados Médicos ) e entrevistas informais com os trabalhadores durante as visitas técnicas aos locais de trabalho. físicos ou químicos. CRONOGRAMA Tendo em vista a racionalização das atividades acima elencadas. e reconhecimento e registro dos riscos ambientais existentes.clínicos. • MAIO / 2000 Apresentação para apreciação da CIPA que registrará a análise em ata de reunião ordinária.TERCEIRA : Identificação de eventuais tarefas repetitivas de caráter nocivo ou geradoras de fadiga aos trabalhadores e correspondentes propostas corretivas. emitindo eventuais pedidos de esclarecimento ou providências. com especificação e quantificação de tarefas em cada posto de trabalho e análise e descrição da organização do trabalho.

com verificação do andamento das medidas propostas. REGISTRO DE DADOS As etapas desenvolvidas serão registradas em relatórios que complementarão este documento–base. • SETEMBRO / 2000 Formalização dos treinamentos indicados e indicação de temas importantes SIPAT. 6 aos . para a • OUTUBRO / 2000 Reavaliação das medidas de controle estabelecidas e controle de sua eficácia. • AGOSTO / 2000 Avaliação dos dados obtidos para a quantificação de eventuais índices de exposição ou diagnósticos de doenças ocupacionais. OBSERVAÇÃO : Mensalmente serão feitas verificações dos locais de trabalho. quando existente na empresa.• JULHO / 2000 Atualização do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO com inclusão dos riscos ambientais diagnosticados. será realizado via Comissão Interna de Prevenção de Acidentes-CIPA. • NOVEMBRO / 2000 Elaboração de Laudo de Avaliação de Riscos Ambientais. O registro de dados será estruturado de forma constituir um histórico técnico e administrativo do desenvolvimento do PPRA . A divulgação dos dados. que receberá cópias de todos os documentos produzidos e os registrará em atas de reunião ordinária. no conjunto. em conformidade com as NR-15 e 16 da Portaria 3214/78. O registro de dados estará sempre disponível trabalhadores interressados ou seus representantes e para as autoridades competentes. facultada e estimulada a participação de CIPEIROS. sendo que os dados serão mantidos por um período mínimo de 20 (vinte) anos.

RUÍDO CONTÍNUO Não há ruído contínuo intenso no ambiente.RUÍDO DE IMPACTO : Não há ruído de impacto intenso no ambiente. 7 . Aparenta haver ruído contínuo intenso no ambiente com as seguintes fontes geradoras prováveis : 13579Trajetórias / meios de propagação : 246810- Tipo da exposição ( tempo ) : Nota : Contínua Intermitente : ___ / 8 horas Trabalhadores expostos ( Pontos de Trabalho ) : 2 .RECONHECIMENTO DOS RISCOS AMBIENTAIS Setor : _______________________________________ 1 .

Aparenta haver ruído de impacto no ambiente com as seguintes fontes geradoras prováveis : 135 79Trajetórias / meios de propagação : 246810- Tipo da exposição ( tempo ) : Nota : Contínua Intermitente : ___ / 8 horas Trabalhadores expostos ( Pontos de Trabalho ) : 3 . Há as seguintes fontes geradoras de calor : 138 24- .CALOR : Temperatura ambiente satisfatória. Temperatura ambiente elevada Ventilação : natural : artificial : Não há fontes geradoras de calor.

FRIO : Não há trabalho em temperaturas inferiores às do ambiente.RADIAÇÕES IONIZANTES : Não há fontes geradoras de radiações ionizantes. Há as seguintes fontes produtoras de vibrações : 1324- 8 . Há as seguintes fontes produtoras dessas radiações : 1324- 7 . 6 .RADIAÇÕES NÃO IONIZANTES : Não há fontes dessas radiações. Há as seguintes fontes geradoras de radiações ionizantes : 1Uso de dosímetro: 2- 5 .5- 6- 4 .CONDIÇÕES HIPERBÁRICAS : Não há trabalho sob pressão acima da atmosférica. Há trabalho em temperaturas inferiores às do ambiente conforme abaixo : 19 2- .VIBRAÇÕES : Não há fontes produtoras de vibrações.

Temperatura : Temperatura : 9 .AGENTES QUÍMICOS Não há exposição aos agentes químocos.POEIRAS MINERAIS : Não há exposição aos agentes relacionados. permanentemente molhadas ou líquidos em condições continuadas de aspersão.UMIDADE : Não há áreas encharcadas. Há exposição aos seguintes agentes relacionados : 10 . Há exposição aos seguintes agentes relacionados : Ponto de Trabalho 12345678910Agente 11. Há umidade excessiva no(s) seguintes ponto(s) de trabalho : 12Por Por 10 .

Há exposição aos seguintes agentes relacionados : Ponto de Trabalho 123Contato direto com 13. Há áreas de risco para os seguintes agentes : Ponto de Trabalho 111 Agente .INFLAMÁVEIS : Não há áreas de risco para esses agentes. Há áreas de risco para os seguintes agentes : Ponto de Trabalho 12Agente B . ATIVIDADES E OPERAÇÕES PERIGOSAS A .EXPLOSIVOS Não há áreas de risco para esses agentes.º 14 da NR-15.AGENTES BIOLÓGICOS : Não há exposição a agentes biológicos nas formas previstas no Anexo n.Ponto de Trabalho 12- Agente 12 .

ERGONOMIA A . Há áreas de risco para os seguintes agentes : Ponto de Trabalho 12Agente D . Há áreas de risco para os seguintes agentes : Ponto de Trabalho 12Agente 14.ELETRICIDADE : Não há áreas de risco para esses agentes.RADIAÇÃO IONIZANTE : Não há áreas de risco para esses agentes. Há para os seguintes postos de trabalho: Ponto de Trabalho 123Tipo de esforço 12 .2- C .LEVANTAMENTO E TRANSPORTE DE MATERIAIS : Não há.

MOBILIÁRIO : Ponto de Trabalho 12345Mesa / Bancada Assentos Comandos C .ILUMINAMENTO : Aparentemente : Satisfatório Insuficiente.VENTILAÇÃO : Ambiente agradável. [ vide item calor ] E .B . Ambiente abafado.EQUIPAMENTOS DE TRABALHO : Ponto de Trabalho 12345Equipamento Postura Esforço Físico D . Portas/janelas/aberturas/telhas 1213 Área (m2) .

RUÍDO : Confortável Desconfortável [ ver item ruído ] G .345- F .o ritmo de trabalho : .normas de produção : .o conteúdo das tarefas : .o sistema de avaliação : 14 .ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO : quanto a .a exigência de tempo : .o modo operatório : .a determinação do conteúdo de tempo : .

Fiação elétrica : Toda embutida em eletrodutos. EDIFICAÇÕES .7. INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Há Laudo Técnico de Regularidade das Instalações Elétricas firmado pelo Engenheiro .15. com tomadas de força de dimensionamento e número adequados. com proteções contra contatos acidentais. caixas individuais de chave geral para cada máquina com disjuntor magnético individual. devidamente sinalizadas. destinadas uma para cada equipamento.1 da NR-10 da Portaria 3214/78 . Fios Máquinas / equipamentos elétricos Aterramento : 15 .º conforme o item 10. Material : Escadas / rampas/ passagens / mezaninos / canaletas : Pisos de Telhas : Cor do Teto : Ventilação : Externas : Altura : 16.3.2. Paredes construídas em Pé direito : metros Estrutura da cobertura : Laje/forro : Aberturas de Iluminação : Revestimento das paredes internas : Divisões Internas. com quadros de distribuição protegidos com tampas. CREA n.

MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Distanciamento entre máquinas Máquina / parede : : Áreas de circulação : Vias de circulação : Dispositivos de Acionamento e chaves gerais individuais : Proteções de Partes Móveis e Transmissões : Proteções contra rupturas e partículas : Motoserras / Cilindros de Massa : 18. Há as seguintes caldeiras no estabelecimento: Prontuários Projeto Mecânico : Projeto Civil da Casa de Caldeira : Projeto de Instalação : Relatório Anual de Inspeção : ( ultimo ) em 16 . CALDEIRAS Não há Caldeiras no estabelecimento.Manutenção Elétrica : 17.

º Placa de Identificação : Indicação de Categoria : Manual de Operação : Controle de Qualidade da água : luminação de Emergência : Caldeira n.Teste Hidrostático : ( ultimo ) em Caldeira n.º Placa de Identificação : Indicação de Categoria : Manual de Operação : Controle de Qualidade da água : Iluminação de Emergência : Caldeira n.º Placa de Identificação : Indicação de Categoria : Manual de Operação : Controle de Qualidade da água : Iluminação de Emergência : Registros de Segurança : ultima anotação : ultima assinatura : / / / / Operadores de Caldeiras Número : Qualificação : 17 .

º Placa de Identificação : Indicação de Categoria : Manual de Operação : Manômetro : Purgador : Vaso de Pressão n.º Placa de Identificação : Indicação de Categoria : Manual de Operação : Manômetro : Purgador : Vaso de Pressão n.19. Há os seguinte Vasos de Pressão no estabelecimento: Prontuários Projeto Mecânico : Projeto de Instalação : Relatório Anual de Inspeção : ( ultimo ) em Teste Hidrostático : ( ultimo ) em Vaso de Pressão n. VASOS DE PRESSÃO Não há Vasos de Pressão no estabelecimento.º Placa de Identificação : Indicação de Categoria : Manual de Operação : 18 .

TRABALHOS A CÉU ABERTO Não há trabalhos a céu aberto no estabelecimento.Manômetro : Purgador : Registros de Segurança : ultima anotação : ultima assinatura : / / / / Operadores de Vasos de Pressão Número : Qualificação : 20. FORNOS Não há Fornos no estabelecimento. Há os seguintes Fornos no estabelecimento: Modelo / Marca : Combustível : Projeto de Instalação : Instalações Elétricas / GLP / Óleo : 21. Há trabalhos a céu aberto com a seguinte condições: Abrigos contra intempéries : Água Potável : Sanitários : Local Alimentação : EPI específicos : 19 .

com ultimo treinamento em Extintores : TIPO Espuma Pó Químico Seco Água .22. CONDIÇÕES SANITÁRIAS conjuntos sanitários : masculino Número de gabinetes Número de lavatórios feminino 20 . Há uma Brigada de Incêndio no estabelecimento com ______________ participantes. PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO Não há Brigada de Incêndio no Estabelecimento. 23.gás Água Pressurizada Gás Carbônico Sinalização : Distância : Etiquetas de Identificação : Fichas de Controle de Inspeção : Hidrantes : QUANTIDADE TAMANHO / / 1999.

Área Paredes Pisos Limpeza banheiros : masculino Número de chuveiros Área Paredes Pisos Limpeza feminino vestiários : masculino Número Número de armários Área Paredes Pisos Limpeza 21 feminino .

locais de refeição : Local de Instalação : Mesas e Assentos : Pisos : Iluminação : Ventilação : Lavatórios : Pias : Água Potável : Aquecedor de Refeições : Cozinha : Alojamentos : Água potável : Área de Lazer : 22 .

23 E . SERVIÇO ESPECIALIZADO EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA MEDICINA DO TRABALHO – SESMT Não exigido para o grau de risco e número de empregados.3 ) 27.24. ( 5. Regularmente constituído e Registrado no MTb. Irregular : Cipeiro indicado pelo empregador. COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES . SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA Cores : Rotulagem Preventiva : 26. RESÍDUOS INDUSTRIAIS Sólidos : Líquidos : 25.CIPA Regularmente constituída e operante. com curso de Prevenção de Acidentes do Trabalho.3.

ACIDENTES E AFASTAMENTOS NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS Data 1234567891011121314151617181920212224 Iniciais Causa .Irregular : 28.

MEDIDAS DE CONTROLE JÁ EXISTENTES Agente 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Medida 30. EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) EM USO 1234567- RESPONSÁVEL TÉCNICO NOME / ASSINATURA: 25 .2324- 29.

Nº CRM / CREA: Nº RG MTb-SSMT: 26 .