You are on page 1of 12

Curso: Organização, Sistemas e Métodos

PERT (Program Evaluation and Review Technique)

• é um instrumento para o administrador para definir e coordenar o que deve ser


feito, a fim de atingir com sucesso o objetivo projetado dentro do tempo pré-
definido.
• uma técnica que ajuda a tomar decisões (não cria decisões)
• uma técnica que apresenta informação estatística com referência às incertezas a
enfrentar, na execução das diversas atividades de um projeto
• ajuda o administrador a focalizar a atenção sobre
• problemas em potencial que requeiram desisões e/ou soluções
• providências e alterações com referência a emprego de tempo, recursos ou a
atuação para aumentar as probabilidades de conclusão das atividades
projetadas na data pré-estabelecida.

Um evento ou acontecimento, mencionado em PERT é o início ou a conclusão de uma


tarefa. É importante lembrar que não significa a execução da tarefa. Assim sendo:

"escrever um relatório"- não é um evento PERT


"o relatório está pronto"- é um evento PERT
"a planta foi começada"- é um evento PERT
"montagem final do giroscópio terminada"- é um evento PERT

Um evento PERT:
• deve indicar um ponto importante e significativo do projeto
• é o início ou conclusão de um trabalho
• não consome tempo nem recursos

Por exemplo, no projeto de construção de um avião,

"montagem das asas concluídas" - é um evento PERT


"montagem do motor encomendada ao fabricante"- é um evento PERT
"motor está sendo montado"- não é um evento PERT dado que tempo e recursos estão
sendo gastos.

1. lista de equipamentos necessários terminada.


2. escrever carta para firma de assessoria.
3. declaração de IT terminada.
4. montagem das unidades iniciada.
5. montagem das unidades.
6. montagem das unidades terminada.

OBSERVAÇÃO 1. Eventos que aparecem numa rede PERT têm lugar em uma
seqüência lógica

1 2 3 REDE PERT

1
círculos: representam eventos que seguem um ao outro em uma seqüência própria.

OBSERVAÇÃO 2. Numa rede PERT, as setas indicam o sentido e os números nos


círculos identificam os eventos. O evento 2 não segue necessariamente o evento 1. A
ordem dos eventos é indicada pelas setas e não pelo número do evento.

10 22 3 REDE PERT

Uma atividade PERT é a execução de um trabalho propriamente dito. É a parte da


rede PERT que consome tempo e requer mão-de-obra, material, local, equipamento,
instalações e outros recursos.
Uma atividade deve ligar dois eventos consecutivos em uma rede PERT − atividades
são a parte da rede PERT que consome tempo. Atividades representam consumo de
tempo. Tempo é trabalho; consequemente as atividades necessitam de mão-de-obra,
material, local, equipamento e outros recursos.

Eventos são ligados às atividades, de maneira a formar uma rede PERT. O evento (ou
eventos) que imediatamente segue(m) os outros sem inferefirem nesses, são chamados
de eventos sucessores. O evento que vem imediatamente antes de um outro evento,
sem que ocorram events intermediários, são chamados eventos antecessores àquele
evento.

1)
3 8 12
3 9

o evento 12 não é sucessor de 3. O evento 12 é sucessor do evento 8.

2)
12

3 8

15

eventos 12 e 15 são sucessores do evento 3.

3)
1 2 33 4

antecessor de 2 sucessor de 2

4)
sucessor de 1
2 antecessor de 4

1 4

3 sucessor de 1
antecessor de 4

2
5)
7
3 9 - sucessor de 3 e 12
6 6 e 1: sucessores de 9
8

9
12
1

6)
2
A C
1 4

B D
3

O evento 4 não pode acontecer até que ambas as atividades C e D anteriores ao evento
tenham sido completadas.

7)
E
4 8
K

B N 9
F
L
10
A M P
C
1 2 3 G
7

H Q
D

R 6
5

OBSERVAÇÃO: Para irmos de um evento para outro, a atividade que os liga deve ser
completada.

Note que o evento 10 não pode ocorrer antes do 8. Antes que o evento 3 possa ocorrer
os eventos que devem acontecer e as atividades que devem ser concluídas são
respectivamente 1 e 2 e A e C.

6)
3
B C
A F
1 2 4 5

E D
46

O evento 2 não pode acontecer até que o evento 6 tenha acontecido. E o evento 6, por
sua vez, não pode acontecer até que o evento 2 tenha acontecido - SITUAÇÃO
IMPOSSÏVEL.

3
A rede PERT mostra a relação entre os eventos e as atividades que os unem. Pontos
importantes:

• eventos ocorrem em seqüência lógica


• atividades representam o tempo que leva para ir de um evento a outro
• nenhum evento pode ser considerado ocorrido, até que todas as atividades a ele
precedentes tenham sido concluídas
• nenhuma atividade pode ser concluída até que o evento precedente tenha ocorrido

7) Considere os eventos a seguir e projete uma rede PERT:

evento 1: exame final de português terminado


evetno 2: exame final de história terminado
evento 3: completada a matrícula em português, história e matemática
evento 4: exame final de matemática terminado
evento 5: recebimento das notas finais das 3 disciplinas pelo correio

3 2 5

8) Considere os eventos a seguir e projete uma rede PERT:

evento 1 - iniciada a redação da peça


evento 2 - terminado o ensaio final
evento 3 - iniciada a propaganda da peça
evento 4 - estréia da peça na Broadway
evento 5 - ensaios terminados
evento 6 - terminada a redação da peça
evento 7 - terminada a modificação no elenco
evento 8 - iniciado o primeiro ensaio
evento 9 - cenário concluído
evento 10 - fim da venda dos bilheres da estréia

1 6 8 5 7 2 4

3 10

9) Considere os eventos a seguir e projete uma rede PERT:

evento 1 - todo o dinheiro recebido

4
evento 2 - apresentador contratado
evento 3 - localização dos lugares na mesa completada
evento 4 - todas as pessoas saem do restaurante
evento 5 - todos os convites enviados pelo correio
evento 6 - cardápio é planejado
evento 7 - local é escolhido
evento 8 - lista de participantes é feita
evento 9 - custo de participação é decidido
evento 10 - troféus são adquiridos

5 3

2
8
7 6 9 1 4

10

10) Considere os eventos a seguir relativos à construção de um avião e projete a rede


PERT correspondente:

evento 1 - equipamento fornecido pelo governo, recebido


evento 2 - desenhos finas da fuselagem terminados
evento 3 - o avião é apresentado ao público
evento 4 - conjunto da cauda recebido
evento 5 - subcontrato para montagem da cauda feito
evento 6 - pesquisa para compra de um motor, iniciada
evento 7 - autorização para iniciar o projeto
evento 8 - asas recebidas de um fornecedor
evento 9 - planos e especificações terminados
evento 10 - montagem da fuselagem e do motor terminados
evento 11 - especificação submetidas ao governo
evento 12 - montagem da fuselagem terminada

5
β 10
6 γ

φ
2 χ 3
α 12
ϕ
δ
η 8
7 ε
9
λ
µ
θ
ν κ 4
5

11 π
1

atividade
α preparar pesquisa, compra motor
β subcontratante monta motor
χ fabricação fuselagem
ε preparo dos planos e espedicifações
δ desenho da fuselagem
φ montagem motor-fuselagem
γ montagem do aparelho
η fabricação das asas
ϕ montagem das asas
κ subcontratante fabrica a asa
λ montagem da cauda
µ instalação do equipamento militar do governo
ν estabelecimento das especificações militares
π governo verifica as especificações militares e as remete para o contratante
θ preparação dos requerimentos contratuais

Após ter sido montada a rede PERT, é necessário obter a estimativa do tempo
requerido para cada atividade.

O PERT permite que sejam feitas 3 estimativas de tempo requeridos para a realização
de cada atividade, por uma pessoa bem familiarizada com ela. Esses 3 tempos são
usados para estimar o tempo necessário ao término do projeto.

Tempo Otimista: o menor tempo possível no qual a atividade pode ser executada. É o
tempo necessário para completar o trabalho, caso tudo corra melhor do que se espera.

Tempo Mais Provável: estimativa de tempo mais exata possível. É a estimativa que
seria usada se tudo correr satisfatoriamente

Tempo Pessimista: o máximo de tempo necessário à execução da atividade. É a


estimativa de tempo que considera todos os fatores adversos, excluindo-se, todavia,
uma catástrofe.

6
As estimativas, especificadas em dias, semanas ou meses, devem representar os dias
do calendário, não só o dias úteis.

Uma vez concluídas as estimativas, elas não devem sofrer alterações a não ser que
haja uma modificação dos objetivos ou dos recursos a serem utilizados.

a- cálculo do tempo otimista


m - cálculo do tempo mais provável
b - cálculo do tempo pessimista
te - tempo médio que a atividade levaria, se fosse repetida muitas vezes

O te, para cada distribuição, como mostrado abaixo, é o valor da média estatística dos
cálculos de 3 tempos. Em outras palavras o te é o tempo médio que a atividade
consumiria, se fosse repetida muitas vezes.
m m
m m
• •
• •

a te b a a a te
te b te b b
1 2 3 4

# atividade a m b te
1 5 6 9 6.33
2 3 6 9 6
3 5 6 7 6
4 3 6 7 5.67

O valor de te é determinado pelas posições relativas de a, m e b. As posições relativas


de a, m e b afetam o valor (ou posição) de te. Sendo assim, a posição de te entre os 2
extremos depende inteiramente do julgamento da pessoa que faz as estimativas.

a + 4m + b
te = 6

Calcule o te para as estimativas de tempo


1) a= 30 meses, m=45 meses b+60 meses (45)
2) a=14 dias, m=17 dias, b=25 dias (17.8)
3) a=32 semanas,, m=54 semanas b=71 semanas (53.2)

Note:
a b m te
3 7 5 5
2 8 5 5
1 9 5 5

7
Tudo leva a crer que quanto maior o número de informações sobre uma atividade,
menor será a base da curva. Pode-se então dizer que quanto maior for a separação
entre os tempos otimista e pessimista, maior será a incerteza associada à atividade.

Variância - incerteza associada à uma distribuição. Quando a variância for grande,


signigica que existe uma grande incerteza a respeito do tempo necessário para a
conclusão de uma atividade. Quando a variância for pequena, significa que a
estimativa é bastante precisa no que diz respeito ao tempo requerido à conclusão da
atividade, ie, os tempos otimista e pessimista são bem próximos.

2
 b −a 
σ = 
2

 6 

Trabalhando com os mesmos dados, Santos e Silva chegaram aos resultados:

otimista mais provável pessimista σ2


2
Silva 2 4 6 (4/6) = 0.444
Santos 8 10 11 (3/6)2 = 0.25

Santos está mais certo em seus cálculos.

Resumindo: te - tempo médio que uma atividade consumiria se fosse repetida muitas
vezes e σ2 - medida da incerteza relacionada à atividade.

Exemplo: As estimativas de tempo feitas por Silva para a atividade de desenvolver o


protótipo de um amplificador foram: Tempo Otimista= 35 dias, Tempo Mais Provável
= 62 dias e Tempo Pessimista=113 dias. Qual é o t e e a σ2 para essa atividade? (Resp: 66
e 169).

Exemplo: Sem fazer o cálculo, determine qual dos seguintes grupos de estimativas de
tempo tem a maior variância.

I II
a=12 a=9
m=18 m=13
b=20 b=21

(II tem a maior variância uma vez que depende do valor de (b-a)).

Depois da rede Pert ser estabelecida, mostrando a interrelação entre atividades e


eventos, foram feitos os cálculos de 3 estimativas de tempo (a,m,b) para cada
atividade. Depois, foi calculado o te de cada atividade e seus valores foram colocados
na rede PERT, acima da linha de atividade que eles representam, como mostra a figura
a seguir. (os te's estão em semanas).

8
2
61 2

12 8
1 3 5

6 10

O evento 2 é sucessor do evento 1 e a atividade que os une tem um t e (tempo esperado


de conclusão) de 6 semanas.

Próximo passo: estabelecimento das estimativas de tempo nas quais se espera alcançar
os eventos da rede. Esses tempos são representados pelo símbolo TE e aparece acima
das linhas de atividades na rede PERT.

O TE de um evento representa o tempo mais próximo possível em que o evento se


poderá verificar. O TE é calculado somando-se os te's das diversas atividades
referentes ao evento em questão
3
te=3 te=12

1 4
te=10 te=6

1) estimativa do tempo que se espera para atingir o evento 1 é zero-tempo. Nenhuma


atividade precede o evento e, portanto, não haverá consumo de tempo para atingi-lo.
O TE para o evento 1 é 0.

2) a atividade que liga o evento 1 ao evento 2 tem t e=10 semanas. O tempo necessário
para se atingir o evento é de 10 semanas, depois do começo do projeto. O evento 2
tem TE de 10 semanas.

3) evento 3, TE = 3 semanas.

4) de acordo com a rede em questão, todas as atividades devem ser consideradas


antes que o evento 4 seja atingido. Desde que existem 2 caminhos que consomem
tempo, que levam ao evento 4, o mais longo representa o menor tempo possível para
verificar o evento 4. O TE do evento 4, no exemplo acima, é pois 16.
TE=3
3
te=3 te=12
TE=0 TE=16

1 4
te=10 te=6
TE=10
2

9
TE=1

2 te=18
te=1
TE=0 TE=12 TE=21
te=12 te=9
1 3 5

te=6 TE=6 te=14


0
4

TE=6

3
te=12
TE=5 te=1 TE=18
0
2 7 te=4
te=5 TE=11 TE=23
TE=0
te=6 te=3
4 8
1
TE=17
te=6
TE=10
6
te=10
5 te=7

TE=5

2
te=5 te=8
TE=0
TE=15 TE=43
te=7
1 3 te=4
TE=31 te=12 8
te=13 te=2
6
TE=13
4
te=18 te=17
TE=7 TE=13

5 7
te=6

TE=13 TE=22
te=9
2 5 te=19 TE=42
te=2
6
te=7 te=6
TE=0 TE=6 TE=16
te=6 te=10 te=15 TE=31
1 4
3 te=11
9
te=3
te=11 te=3
TE=13
TE=9
7 8
te=6

10
O passo seguinte para a conclusão da rede de PERT é o de determinar os últimos
tempos permissíveis para cada evento. TL: símbolo do último tempo permissível. Por
definição é o tempo máximo permissível em que um evento deve ter ocorrido para
que o projeto seja concluído no tempo estabelecido.
Esses tempos foram pré-estabelecidos (geralmente por uma obrigação contratual).
Essa data de conlcusão ou obrigação contratual é dada pelo símbolo TS. Seja a rede
PERT:

2 te=9
te=6
TE=18
te=10 te=4 TS=18
1 3 5

te=11 te=7

Suponhamos que a administração decida que 18 semanas (tempo mais próximo


possível de TE) seja um prazo aceitável e deve ser igual ao da data de conclusão. Esse
prazo é o TS. Portanto o último tempo permissível para a conclusão do evento 5 é de
18 semanas. O tempo máximo que se pode empregar nesse trabalho é o fixado pela
administração (TS = 18 semanas). Isto determina o último tempo permissível (T L)
dentro do qual o trabalho pode ser completado, de acordo com o projeto pré-
estabelecido. onclui-se que o último tempo permissível deve coincidir como prazo
pré-estabelecido. TS = TL. Os valores dos TL's são calculados para cada evento e são
inseridos abaixo dos eventos na rede PERT. Os TL's são calculados de maneira
exatamente oposta à do cálculo dos TE's.

1) começar a partir do último evento e trabalhar de trás para frente até o primeiro
2) para calcular o TL para um evento, deve-se subtrair o valor do te do valor TL para o
evento sucessor
3) se mais de um valor de TL é obtido, deve-se escolher o menor valor

TE=6

2 te=10
te=6 TE=17
TE=0 TL=7
TS=17
TL=0 TE=7
te=7 te=4 TL=17
1 3 5
TL=13
te=8 TE=8 te=9

4
TL=8

1) atividade 2-5: te = 10. Subtraindo 10 semanas do TL de 17 semanas (evento 5),


obtém-se um TL de 7 semanas para o evento 2.
2) Calculando o TL do evento 1:

atividade 1-2: te = 6 TL do evento 1 seria: TL do evento 2 - 6 = 7 - 6 = 1 valor do TL do evento


atividade 1-3: te = 7 TL do evento 1 seria: TL do evento 3 - 7 = 13 - 7 = 8 1 é o menor dentre os
atividade 1-4: te = 8 TL do evento 1 seria: TL do evento 4 - 8 = 8 - 8 = 0 3 valores ⇒ TL = 0

11
TL: é o último prazo permissível para você completar um evento, de modo que o
projeto inteiro seja mantido dentro dos prazos pré-estabelecidos.
TE=8

7
te=1 te=7
TE=7 TL=20 TE=27

2 5 te=4 TE=31
te=7 TE=16 TL=27 TL=31
TE=0 TL=7
te=9 3 te=11
8
1
TL=16
TL=0 te=16
TE=8
te=8
4
TL=15

2 − 7 :TL =19
Cáculo do TL para evento 2: 
2 − 3 :TL =16 − 9 = 7

1 − 2 :TL = 0
Cáculo do TL para evento 1: 
1 − 4 : TL =15 − 8 = 7

TE=17.3 TE=121.6
te=102.1
2 8
TL=19.5 TE=48.3 TE=104.3 TL=121.6
te=10
te=56.0 te=17.3
te=17.3 3 6
te=12.3 TE=131.6
TE=0 TE=36 TE=48.3 TL=104.3 TL=131.6
TS=131.6
1 te=36.0 te=51.3 TE=87.3
4 te=8.0
12
TL=0 TL=36 te=12.0 9
TE=48
TL=123.6
te=8.6
7
te=40.6
TL=82.4 TE=88.6
te=8.6
11 te=18.6
TE=44.6
TL=123.0
5
te=52.0 TE=96.6
TL= 61.0
10
TL=113.0

4 − 5 :61 − 8.6 = 52.4



4 − 7 :82.4 −12.0 = 70.4
Cáculo do TL para evento 4: 
4 − 9 :87.3 − 51.3 = 36.0
4 − 3 : 46.3 −12.3 = 34

1 − 2 : 19.5 − 17.3 = 2.2


Cáculo do TL para evento 1: 
1 − 4 :36 − 36 = 0

12