You are on page 1of 17

1

ORÇAMENTO DE PRODUÇÃO

2 ORÇAMENTO DE PRODUÇÃO O orçamento de produção é uma estimativa da quantidade de bens que devem ser fabricados durante o exercício orçamentário. .

. estima-se a quantidade e o valor financeiro da produção de produtos em determinado período.3 ORÇAMENTO DE PRODUÇÃO A partir do orçamento de venda e do nível de estoque desejado pela empresa.

3. Custo com matéria-prima e materiais auxiliares. Despesas gerais de fabricação. . 2.4 ORÇAMENTO DE PRODUÇÃO Estima: 1. de acordo com requisitos de insumos estabelecido. Custo da mão-de-obra direta.

• Dar suporte informacional aos saldos projetados de estoques no balanço patrimonial projetado.5 OBJETIVOS • Estabelecimento dos níveis de estoques. ao fluxo de caixa projetado da empresa. conseqüentemente. • Dar suporte informacional ao orçamento de compras e. .

• Estabelecer a quantidade e o momento de produzir os produtos da empresa com base no orçamento de vendas e no nível desejado de estoques. . • Possibilitar a redução de custos de maneira racional.6 OBJETIVOS • Dar suporte informacional dos custos dos produtos vendidos na DRE projetada. sem riscos de ocasionar problemas no processo produtivo.

7 .

.8 PLANOS DE PRODUÇÃO 1. PRODUÇÃO CONSTANTE: a produção tem um nível constante durante todo o exercício e os excessos ou faltas de produção em relação à demanda seriam atendidos pelos estoques.

PRODUÇÃO AO NÍVEL DE VENDAS: os estoques são mantidos ao mínimo e a produção mensal varia em função das vendas.9 PLANOS DE PRODUÇÃO 2. .

PRODUÇÃO POR CICLO: fabricação contínua da quantidade total anual de determinado produto.10 PLANOS DE PRODUÇÃO 3. durante certo período de tempo. .

Haverá perda de vendas se a demanda aumentar de forma repentina.. Risco menor de absolescência física ou técnica dos produtos e gastos mais baixos para estocagem (espaço físico. funcionários. pois não haverá estoque de produtos para atendê-la. funcionários.) . A alta rotatividade da mão de obra aumenta os gastos com recrutamento. seleção e treinamento.11 PLANOS DE PRODUÇÃO OPÇÕES DE FABRICAÇÃO Constante VANTAGENS A estabilidade de produção deve resultar em baixa rotatividade da mão de obra. seguros. etc. seleção e treinamento. seguros. bem como um aperfeiçoamento das habilidades individuais e uma redução dos gastos com recrutamento. Risco maior de obsolescência física ou técnica dos produtos e gastos mais altos para estocagem (espaço físico. funcionários etc. etc. o que proporcionará um moral mais elevado do pessoal. seguros.) DESVANTAGENS Risco de absolescência física ou técnica dos produtos e gastos mais altos para estocagem (espaço físico.) Nível de vendas Ciclos Minimização dos gastos com substituição de equipamentos e do tempo perdido com o ajustamento das máquinas para a fabricação de outros produtos..

• Objetivos e metas de produção. • Disponibilidade de mão-de-obra. • Escala de produção/período. • Capacidade de produção. • Política de estoques. • Políticas de pessoal. • Orçamento de novos investimentos (longo prazo). . • Adequação das instalações.12 CONDICIONANTES DA ELABORAÇÃO DO ORÇAMENTO DE PRODUÇÃO: • Volume a ser produzido a partir do orçamento de vendas. • Disponibilidade de matéria-prima.

• Indiretas: utilizadas no processo de fabricação. • Deve ser estimada por critério de períodos: hora/dia/semana/mês.13 1. MATÉRIA-PRIMA • Diretas: partes integrantes do produto. . • Necessidade x Estoque x Estabilidade de alimentação.

• Projetar a necessidade de pessoal. • Leis trabalhistas x Sindicatos. • Informar orçamento de caixa. MÃO-DE-OBRA DIRETA • Salários e encargos.14 2. • Fornecer controle por centros de custo. • Mensurar: horas de trabalho x custo x produto. • Apresentar subsídios ao RH. • Diretos + indiretos ou só Diretos. . • Estimar custo da MO.

materiais de escritório. água. Serviços de terceiros. Materiais indiretos. Seguros. Energia. • • • • • • • • • Mão-de-obra indireta. DESPESAS GERAIS OU INDIRETAS: Custos fixos X Custos variáveis. Manutenção.15 3. Depreciação. Etc… . Aluguel.

16 APURAÇÃO DO CUSTO DE PRODUÇÃO: .

Fundamentos do orçamento empresarial. e SANTOS. Porto Alegre: DC Luzatto. Orçamento na administração de empresas. • SANVICENTE. Celso. 1983. 1994.. • ZDANOWICZ.17 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA: • SANTOS. Orçamento Operacional: uma abordagem prática. et al. Antônio Z. . José Eduardo. 2008. Jose Luiz dos. São Paulo: Atlas. São Paulo: Atlas.