DIPriv.

(Aula 8) - PASSAPORTES E VISTOS

Direito Internacional Privado – Aulas 08 –

O SISTEMA BRASILEIRO INTERNACIONAL PRIVADO: LEGISLAÇÃO BRASILEIRA ⇒ PASSAPORTES E VISTOS

⇒O Estado deverá garantir os direitos fundamentais do estrangeiro presente em seu território, mesmo que ele esteja apenas em trânsito entre aeroportos – como o direito à vida, integridade física etc. ⇒Direitos políticos – mesmo o estrangeiro residente no Brasil não terá direito de participação na vida política

Personalidade Internacional - Estrangeiros • Para o Estado todo indivíduo será: Nacional ou Estrangeiro • Estado Soberano = Competência exclusiva para:
– Conceder Nacionalidade a um indivíduo. – Permitir ou negar o ingresso de estrangeiros em seu território. – Limitar ou não o tempo de permanência de estrangeiros em seu território.

PASSAPORTE
• CONCEITO = é um documento de identidade emitido por um governo nacional que:
– atesta formalmente o portador como nacional de um Estado em particular e – requisita permissão em nome do soberano ou do governo emissor para o detentor poder cruzar a fronteira de um país estrangeiro.

• Entrada de um estrangeiro no território de um Estado
⇒ Gera uma série de deveres do Estado em relação ao estrangeiro ⇒ Faz com que o estrangeiro tenha que se adequar às normas do Estado em que se encontra. 1

• Passaportes estão ligados ao direito de proteção legal no exterior e ao retorno do indivíduo a seu país de origem. • Elementos comuns dos passaportes (para identificação) ⇒ a fotografia, assinatura, data de nascimento, nacionalidade e algumas vezes outras informações coerentes a seu propósito.
2

• Tipos de Passaportes:
– Passaporte Comum = usados em viagens regulares. ⇒ (azul) – Passaporte Diplomático = identifica seus membros como representantes diplomáticos de seu país natal. ⇒ (vermelho) – Passaporte de Serviço = emitidos ao pessoal técnico e administrativo lotado em missão diplomática, como uma embaixada ou consulado (não tem tantos privilégios como o passaporte diplomático). ⇒ (verde) – Passaporte “laissez-passer” = Para cidadãos de países que não possuem relações diplomáticas com o Brasil. ⇒ (marrom) – Passaporte para estrangeiros asilados ou refugiados no país ⇒ (amarelo) – Passaporte de emergência ⇒ (azul celeste - ONU) – Passaporte Oficial = emitido por alguns países para servidores civis em viagens com propósitos oficiais (alguns países usam nesse caso passaportes de serviço). Necessidade de visto dependerá de acordo entre os países. – Passaporte Coletivo = Emitido para um grupo de pessoas ser identificado em outro território. Exemplo: Em uma viagem de escola todas as crianças estarão cobertas pelo mesmo documento.
3

Passaporte Brasileiro
Até 2006 Atual Passaporte

4

• O novo passaporte brasileiro teve suas modificações em acordo assinado entre os países do do Mercosul: Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, que agora possuem passaportes padronizados. • 16 novos itens de segurança para evitar a falsificação do documento – agora está entre um dos mais modernos e seguros do mundo. • A mudança do passaporte é resultado da crescente pressão internacional pós-atentado de 11 de setembro. • Com ele, o Brasil passa a atender às normas de segurança da ICAO (Organização de Aviação Civil Internacional), agência ligada às 5 Nações Unidas.

• Objetivo principal – criação de um banco de dados internacional através do registro desses dados por meio de máquinas leitoras dos dados dos novos passaportes.
Página principal do novo passaporte brasileiro com código de barras bidimensional, contendo os dados biométricos.

• Por ser um país de grande diversidade de raças, o Brasil tem seu passaporte como um dos mais cobiçados do mundo, por isso há uma grande necessidade de combate à falsificação de passaportes brasileiros.
6

Professora Renata Furtado de Barros

1

dentro dos critérios de reciprocidade). contendo os dados biométricos. mesmo na vigência do visto. tirar uma fotografia e assinar o documento. impressão intaglio com imagem latente e com tinta opticamente variável. • Proporciona múltiplas entradas no país. – Paginação em filigrana eletrotipo. 7 • O formulário de requisição do passaporte deve ser preenchido na Internet e após o pagamento da taxa em dinheiro (R$156. – Papel com fibras visíveis e invisíveis. – Laminado de segurança para proteção dos dados. • Todos esses dados. • Os vistos não serão obrigatórios ⇒ por meio de acordos bilaterais ou através da reciprocidade os Estados poderão dispensar a necessidade de uma prévia emissão de vistos para nações “amigas”. sem fim imigratório e sem o objetivo de exercício de atividade remunerada.815/80) relaciona os vistos emitidos para entrada em território nacional. a tela do computador exibirá a foto do titular do documento. – Tintas sensíveis à abrasão e a solventes.00) basta fazer o agendamento em dia e horário específicos para comparecimento à Polícia Federal. • Prazo de validade ⇒ Até 5 anos (fixado pelo Ministério das Relações Exteriores. fio de segurança e reativo a produtos químicos. – Marca d´água posicionada. 9 • O artigo 7° do Estatuto do Estrangeiro determina: “Não será concedido visto ao estrangeiro: I – Menor de dezoito anos. • Ao mesmo tempo. IV – Condenado em outro país por crime doloso passível de extradições segundo a lei brasileira. • No momento de embarque. tanto a fotografia quanto a assinatura serão digitalizadas. • Entradas não excedentes ⇒ a 90 dias. 8 VISTOS • CONCEITO = Documento emitido por um Estado que dá permissão ao estrangeiro entrar em seu território.PASSAPORTES E VISTOS • Principais medidas de segurança do novo passaporte: – Código de barras bidimensional. impressão invisível. • Para evitar adulteração. • VISTO ⇒ É UM ATO DE CORTESIA INTERNACIONAL. Tudo isso vai agilizar a conferência dos dados e facilitar o desembarque do passageiro. chamados biométricos. – Fio de costura luminescente bicolor. II – Considerado nocivo à ordem e aos interesses nacionais. – Costura das páginas com arremate. • A concessão de vistos faz parte do exercício da soberania nacional ⇒ nenhum Estado poderá ser obrigado a permitir a entrada de um estrangeiro em seu território. • O estrangeiro não poderá permanecer em solo pátrio após exaurido o prazo do visto • Não poderá exercer. ficarão armazenados em um banco de dados da Polícia Federal. – Fundo com microletras. (Aula 8) . ou V – Que não satisfaça as condições de saúde estabelecidas pelo Ministério da Saúde. • O tipo de visto será emitido de acordo com os objetivos do estrangeiro no país emissor. mas também serão inseridos no código de barras bidimensional presente em uma das páginas do novo passaporte. – Impressão íris. • O Brasil não requer a emissão prévia de vistos para a maioria dos países da América Latina e da Europa Ocidental (reciprocidade). • Prorrogáveis ⇒ por mais 90 dias totalizando ⇒ máximo de permanência de 180 por ano. 11 Visto de turista emitido pelo Brasil Visto de turista emitido pelos EUA 12 Professora Renata Furtado de Barros 2 . salvo se a expulsão tiver sido revogada. NÃO É UM DIREITO ⇒ portanto poderá ser negado a qualquer momento pelo Estado emissor sem a necessidade de uma justificativa. instalada nos pontos de checagem migratória no Brasil e no exterior. • Será preciso deixar as impressões digitais. 10 • VISTO DE TURISTA ⇒ Concedido a estrangeiro que vem ao país em caráter recreativo ou simplesmente de visita. eles serão lidos por uma máquina especial. – Perfuração cônica a laser. III – Anteriormente expulso do país.DIPriv. • No Brasil é dispensada a emissão para países limítrofes. atividade remunerada sob pena de ser deportado. desacompanhado do responsável legal ou sem sua autorização expressa.” TIPOS DE VISTOS • O Estatuto do Estrangeiro (Lei 6.

revista. prorrogá-los ou dispensá-los. – Certificado internacional de imunização (quando necessário). e VII – Nas condições de ministro de confissão religiosa ou membro de instituto de vida consagrada e de congregação ou ordem religiosa. até um ano. V – Para cientista. 15 • Os prazos poderão ser prorrogados pelo mesmo período. e Atestado de antecedentes penais ou documento equivalente. • VISTOS OFICIAL. III – Para artistas ou desportistas. até 90 dias. com o intuito de ajudar o crescimento econômico brasileiro. II – Em viagem de negócios. IV – Na condição de estudante. 23 do Estatuto do Estrangeiro ⇒ Requisitos para emissão do visto temporário: – – – – – Passaporte ou documento equivalente. Certidão de nascimento ou de casamento. técnico ou profissional de outra categoria sob regime de contrato ou serviço do Governo Brasileiro. (Aula 8) . quando for o caso.). televisão ou agência noticiosa estrangeira. • VISTO PERMANENTE ⇒ Concedido àquele que tem a intenção de morar no território nacional (imigrante). em função do Tratado de Amizade estabelecido entre Brasil e Portugal. Prova da residência. • Não é todo o estrangeiro que pode imigrar para o Brasil. • A concessão do visto permanente poderá ficar condicionada a: – Exercício de atividade certa (por prazo máximo de 5 anos) – Fixação em região determinada do território nacional. 16 • Somente pessoas qualificadas para atender as necessidades do país e que tiverem boa saúde física e mental conseguirão obter vistos permanentes (blue card – U. 15 do Estatuto do Estrangeiro ⇒ Requisitos para emissão do visto de trânsito: – Passaporte ou documento equivalente. Certificado internacional de imunização (quando necessário). técnico ou profissional de outra categoria sob regime de contrato ou serviço do Governo Brasileiro. • Estrangeiro com visto permanente terá direito à vida. 13 • VISTO TEMPORÁRIO ⇒ Não recebe essa denominação em função do tempo que ele vale.DIPriv. • Art. já que se assim fosse só o visto permanente não seria denominado como temporário. professor. Certificado internacional de imunização (quando necessário). até um ano. • A passagem rápida por aeroporto em território brasileiro dispensa e emissão do visto é necessário que haja a parada em território brasileiro a ponto de que o estrangeiro precise sair do aeroporto para aguardar seu próximo vôo. VII – Para ministro de confissão religiosa ou membro de instituto de vida consagrada e de congregação ou ordem religiosa. • Prazo de validade ⇒ Até 10 dias • Art. segurança. televisão ou agência noticiosa estrangeira. 25 do Estatuto do Estrangeiro⇒ Prazos do Visto Temporário ⇒ I – No caso de viagem cultural ou missão de estudos. até dois anos. IV – Para estudantes.PASSAPORTES E VISTOS • VISTO DE TRÂNSITO ⇒ Concedido a estrangeiro que precise passar pelo território nacional para chegar ao seu país de destino. até 90 dias. • Requisitos para emissão do visto permanente: – – – – – – – Passaporte ou documento equivalente.E. 18 Professora Renata Furtado de Barros 3 . 14 • Art. revista. 13 do Estatuto do Estrangeiro ⇒ O visto temporário será concedido a estrangeiro que pretende vir ao Brasil: I – Em viagem cultural ou em missão de estudos. Atestado de saúde. II – No caso de viagens de negócios. inclusive com parada no Brasil por no máximo 10 dias. DIPLOMÁTICOS E DE CORTESIA ⇒ São de competência do Ministério das Relações Exteriores. • O Estatuto do Estrangeiro prevê a imigração com o objetivo principal de aumento de mão-de-obra especializada. VI – Nas condições de correspondente de jornal. que irá concedê-los. igualdade e propriedade – entretanto haverão limites para a compra de propriedades rurais (Art. 106 do Estatuto do Estrangeiro). 17 • Estrangeiro Português = não precisa obedecer todas essas exigências. 26 do Estatuto do Estrangeiro). – Bilhete de viagem para o país de destino final. Atestado de antecedentes pessoais. VI – Para correspondente de jornal. Prova de meios de subsistência. • Imigrante = é o estrangeiro que se estabelece no Estado com o intento de permanência definitiva. liberdade. III – Na condição de artista ou desportista. até dois anos. Atestado de saúde. e Contrato de trabalho visado pela Secretaria de Imigração do Ministério do Trabalho. • Mesmo assim ainda é competência do Ministério da Justiça a análise da permanência do indivíduo no território nacional (Art. até quatro anos. V – Na condição de cientista. • Art. professor. rádio. rádio.

REGISTRO DOS VISTOS • É obrigatório o registro no Ministério de Justiça o registro de vistos: – Na condição de permanente. professor. rádio. ⇒Em todos os casos o novo visto terá que obedecer os requisitos do Art. 42 Estatuto). • VISTO DIPLOMÁTICO⇒ Específico das autoridades diplomáticas ⇒ estrangeiras. 18 do Estatuto do Estrangeiro = prazo de 5 anos e permanência em região determinada do país. Professora Renata Furtado de Barros 4 . TRANSFORMAÇÃO DOS VISTOS Art.DIPriv. bem como na qualidade de correspondente de jornal. de ministro de confissão religiosa ou membro de instituto de vida consagrada e de congregação ou ordem religiosa e. por ser de ministro de confissão religiosa ou membro de instituto de vida consagrada e de congregação ou ordem religiosa ⇒ PODERÁ TRANSFORMAR SEU VISTO EM PERMANENTE SOMENTE APÓS 2 ANOS. • VISTO DE CORTESIA⇒ Oriundo de convite feito pelas autoridades do ⇒ Governo Brasileiro a pessoas amigas do Brasil e de reconhecido valor. televisão ou agência noticiosa estrangeira. sob o regime de contrato ou serviço com o Governo Brasileiro⇒ PODERÁ ⇒ OBTER A TRANSFORMAÇÃO DO SEU VISTO TEMPORÁRIO EM PERMANENTE. em viagem cultural ou missão de estudos. inciso V. do Estatuto do Estrangeiro ⇒Aquele que na condição de cientista. de cientista. professor. como exilado. que representam o seu Estado. sob o regime de contrato ou serviço com o Governo Brasileiro. laissez-passer. ⇒Titular de visto temporário. na condição de estudante. – Temporário. Temporários ou Permanente ⇒ PODERÃO SER 20 TRANSFORMADOS EM VISTOS OFICIAL OU DIPLOMÁTICO (Art. técnico ou profissional de outra categoria. ⇒Os vistos oficial e diplomático poderão ser transformados em permanente desde que seja ouvido o Ministério das Relações Exteriores. de Trânsito e Temporários (viagem cultural ou em missão de estudos e correspondentes de meios de comunicação) ⇒ NÃO PODERÃO SER TRANSFORMADOS EM PERMANENTE. ⇒Vistos de Turista. 13. técnico ou profissional de outra categoria. revista. 19 finalmente.PASSAPORTES E VISTOS • VISTO DE OFICIAL⇒ Concedido ao estrangeiro que vem ao Brasil em ⇒ missão oficial bem como aos funcionários de órgãos interacionais portadores de salvo-conduto. DESDE QUE SATISFEITAS AS CONDIÇÕES PREVISTAS EM LEI. (Aula 8) . ⇒Vistos de Turista. de Trânsito.