You are on page 1of 10

Núcleo celular Mitose Meiose

Prof. Giseli Trento Andrade e Silva

Núcleo interfásico
INTÉRFASE: maior atividade no ciclo de uma célula DIVISÃO CELULAR: etapa mais curta 1 célula 2 novas células-filhas NÚCLEO: geralmente esférico ao centro da célula Célula eucarionte = com carioteca = núcleo organizado e individualizado
Núcleo Celular - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 2

Núcleo interfásico
1. Envoltório nuclear ou Carioteca Delimita o material genético Possui poros – comunicação citoplasma e núcleo 2. Nucleoplasma Semelhante ao hialoplasma Formado por água, proteínas, sais, etc Local de reações como • duplicação do DNA • síntese de RNA
Núcleo Celular - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 3

Núcleo interfásico
3. Nucléolo Formador de ribossomos Depósito de RNAr e proteínas 4. Cromatina Material genético Filamentos longos de DNA + histonas (proteínas) DNA ativo: • Duplicação do DNA • Transcrição do RNA
Núcleo Celular - Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 4

1

Giseli Trento Andrade e Silva 5 Cromossomos Células somáticas nos eucariontes Durante a divisão celular Filamentos de cromatina = cromonemas Espiralização Enrolam-se sobre si mesmos e se condensam Formam os cromossomos CROMOSSOMOS: única e longa cadeia de DNA em dupla hélice.Tipos de cromatina Heterocromatina Mais compactada DNA inativo Eucromatina Desespiralizada DNA ativo na duplicação e na síntese protéica Núcleo Celular .Prof.Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 8 2 .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 6 Cromossomos Cromossomos Espécies de seres vivos tem um número constante de cromossomos = CARIÓTIPO Cariótipo Humano: 23 pares de cromossomos. Giseli Trento Andrade e Silva 7 Núcleo Celular . associada a histonas (proteína) Núcleo Celular .Prof. sendo: 22 pares semelhantes = Autossomos 01 par diferente = Sexual • X = feminino • Y = masculino Núcleo Celular .

Prof.Prof. XY Núcleo Celular .Prof.Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 10 Cromossomos homólogos Semelhantes na forma e no tamanho Sempre um materno e outro paterno Número de cromossomos = n Célula haplóide Ocorre nos gametas Células somáticas = 2n Célula diplóide Núcleo Celular . XX Masculino 44A + XY 46. Giseli Trento Andrade e Silva 11 Centrômero = região estrangulada Núcleo Celular . Giseli Trento Andrade e Silva Núcleo Celular .Números de cromossomos em diferentes espécies Drosófila 8 Centeio 14 Caracol 24 Minhoca 32 Porco 40 Trigo 42 Humano 46 Macaco 48 Cavalo 64 Carneiro 54 Galo 78 Carpa 104 Borboleta 380 Samambaia 1200 9 Cariograma Humano Feminino: 44A + XX 46. Giseli Trento Andrade e Silva 12 3 .

resultando em um braço bem maior que o outro. Giseli Trento Andrade e Silva 16 4 . D) Metacêntrico: centrômero se localiza no centro do cromossomo. sendo os braços do mesmo tamanho.Prof.Prof.Classificação dos cromossomos A) Telocêntrico: centrômero localizado na região terminal do cromossomo. Núcleo Celular . Giseli Trento Andrade e Silva 13 Classificação dos cromossomos C) Submetacêntrico: centrômero um pouco afastado do meio do cromossomo. Giseli Trento Andrade e Silva 15 Núcleo Celular . Giseli Trento Andrade e Silva 14 Fases da Interfase Período contínuo entre duas divisões celulares Acontece a DUPLICAÇÃO DO DNA Três etapas: G1 (crescimento): síntese de RNA e proteínas com aumento do citoplasma da célula S (síntese): duplicação do DNA – cromossomos duplicados (2 cromátides) G2: tempo adicional para o crescimento celular G2 Núcleo Celular . próximo a uma das extremidades.Prof.Prof. Núcleo Celular . B) Acrocêntrico: centrômero bem afastado do centro do cromossomo.

Giseli Trento Andrade e Silva 20 5 . Ocorre somente em células somáticas Núcleo Celular .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 18 Mitose Permite o crescimento dos pluricelulares e reposição de células mortas Em unicelulares eucariontes possibilita a multiplicação Manutenção do número de cromossomos Ao final: Duas células-filhas iguais à célula-mãe Dividida em quatro fases: Prófase. Anáfase e Telófase DICA: PRometa-ME a ANA TElefonar Núcleo Celular .Prof.Prof.Mitose DNA duplicado na intérfase serve para que as duas células-filhas tenham o mesmo material genético depois da mitose É uma divisão celular equacional pois mantém o número de cromossomos. Giseli Trento Andrade e Silva 17 Núcleo Celular .Prof. Metáfase. Giseli Trento Andrade e Silva 19 Núcleo Celular .

Giseli Trento Andrade e Silva 21 Núcleo Celular . Núcleo Celular .M I T O S E Núcleo Celular .Prof. Metáfase Arrumação dos cromossomos entre as fibrilas do fuso mitótico. Disposição dos cromossomos na placa equatorial.Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 22 Prófase Espiralização e individualização dos cromossomos.Prof. Formação do fuso mitótico e desaparecimento da cariomembrana. Giseli Trento Andrade e Silva 23 Núcleo Celular .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 24 6 .

Giseli Trento Andrade e Silva 25 Núcleo Celular . Núcleo Celular .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 26 Meiose Formam células reprodutivas Gametas – animais Esporos .Anáfase Separação das cromátides e ascensão polar dos cromossomos. Giseli Trento Andrade e Silva 27 Núcleo Celular . Giseli Trento Andrade e Silva 28 7 . Telófase Reconstituição nuclear. desespiralização dos cromonemas e citocinese.Prof.Prof. Núcleo Celular .Prof.vegetais Reduz o número de cromossomos à metade Resultam em 4 células (n) cromossomo Aumentam a variabilidade genética nos organismos Permite a manutenção da quantidade diplóide de cromossomos na espécie após a fecundação.

Meiose Ocorre em duas etapas: Meiose I – reducional Meiose II . Giseli Trento Andrade e Silva Núcleo Celular .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 31 Núcleo Celular .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 32 8 .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva I = Anáfase I J = Telófase I L = Prófase II M = Metáfase II N = Anáfase II O = Telófase II A = Interfase (G1) B = Interfase (G2) C = Prófase I (leptóteno) D = Prófase I (zigóteno) E = Prófase I (paquíteno) F =Prófase I (diplóteno) G = Prófase I (diacinese) H = Metáfase I Núcleo Celular .Prof.equacional Meiose I Prófase I Leptóteno Zigóteno Paquíteno Diplóteno Diacinese Metáfase I Anáfase I Telófase I 29 Meiose II Prófase II Metáfase II Anáfase II Telófase II DICA: Linda Zebra PAstando Durante o DIA 30 Núcleo Celular .

afastamento dos cromossomos homólogos com genes permutados Diacinese .sobrecruzamento das cromátides homólogas não-irmãs e permuta de genes (crossingover) Diplóteno . Giseli Trento Andrade e Silva 34 Núcleo Celular . Giseli Trento Andrade e Silva 35 Núcleo Celular .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 33 1ª divisão meiótica: Metáfase I: Organização dos cromossomos na placa equatorial.desaparecimento da carioteca e disposição dos cromossomos entre as fibrilas do fuso mitótico.individualização dos cromossomos Zigóteno .Prof. Anáfase I: Ascensão polar dos cromossomos já permutados. Resultam duas células haplóides (n) geneticamente diferentes.1ª divisão meiótica: Uma célula com 2n cromossomos origina duas células com n cromossomos Divisão reducional Prófase I: Leptóteno .Prof.pareamento dos cromossomos homólogos Paquíteno . Núcleo Celular .Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 36 9 . Núcleo Celular . Telófase I: Reconstituição nuclear nos pólos e divisão do citoplasma.

Anáfase II: Ascensão polar dos cromossomos. 2ª divisão meiótica: Prófase II: Desaparecimento da membrana em cada célula recém formada.Prof. Metáfase II: Formação da placa equatorial e separação das cromátides que passam a constituir cromossomos individualizados. Telófase II: Reconstituição nuclear e citocinese. Resultam quatro células haplóides. geneticamente diferentes. Núcleo Celular .Prof.Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 40 10 .2ª divisão meiótica: Das duas células-filhas haplóides resultarão quatro células haplóides geneticamente diferentes.Prof. Divisão equacional. Giseli Trento Andrade e Silva 38 Núcleo Celular . Giseli Trento Andrade e Silva 37 Núcleo Celular . Giseli Trento Andrade e Silva 39 Núcleo Celular .